0

Filmes Bullying e Glamour, além da websérie Eurekas, no Maranhão na Tela

Produções da Palco Centro de Artes participam da rodada de negócios do festival de cinema, que terá a participação de representantes de vários canais de TV, produtores e investidores do audiovisual brasileiro

 

As três produções da Palco Centro de Artes foram selecionadas para o Maranhão Na Tela Lab, com produtores e canais de exibição do país

A Palco Centro de Artes participa na sexta-feira, 6 e sábado, 7, da rodada de negócios do 2º Maranhão na Tela Lab, com três produções locais.

Serão apresentados a investidores, canais de cinema e produtores o premiado curta metragem Bullying – Aconteceu Comigo, além do filme Glamour-Glória e Tragédia e da websérie Eurekas, todos produzidos em São Luís.

Já confirmaram presença na rodada de negócios representantes da BAND, CANAL BRASIL, CURTA!, ELO COMPANY, GNT/MAIS GLOBOSAT, LIRA FILMES, VITRINE FILMES e NBCUNIVERSAL.

Em sua 12ª edição, o Maranhão na Tela é um dos principais festivais de cinema do Norte e Nordeste; a rodada de negócios foi criada em 2018, com objetivo de fomentar o diálogo entre diretores e roteiristas e as grandes redes de distribuição e exibição de filmes.

Premiado pelo site Volts, Bullying-Aconteceu Comigo entra na rodada de negócios do Festival Maranhão na Tela

Recém-agraciado com o título de “Melhor Curta-Metragem” no Prêmio Volts 2019, o filme Bullying-Aconteceu Comigo debate causas e consequências do preconceito e da opressão nas escolas e na relação adolescente.

Lançado em 2017, Glaomour-Glória e Tragédia também aborda o universo adolescente, levando para a tela a pressão sofrida por meninas que se deixam influenciar pelos concursos de Miss.

Já a websérie “Eurekas” é a primeira produção do gênero totalmente maranhense; em 6 capítulos, aborda temas do cotidiano, de forma educativa, com esquetes gravadas em São Luís.

O Festival Maranhão na Tela começou no domingo, 1º e vai até sábado, 7 de dezembro…

1

High School Musical e Bullying… vencem Prêmio Volts…

Espetáculo teatral e filme curta-metragem foram escolhidos em suas categorias na edição 2019 do evento que premia os melhores do teatro, cinema, TV e música no Maranhão

 

Ao lado de diretores e atores Marco Aurélio D’Eça agradece à produção da Volts pelo prêmio de Bullying – Aconteceu Comigo…

A Palco Centro de Artes foi agraciada com dois troféus no Prêmio Volts de Arte e Cultura, cuja premiação ocorreu ontem no Teatro do Sesc, na Ponta do Farol, em São Luís.

O filme Bullying – Aconteceu Comigo, de autoria do titular do blog Marco Aurélio D’Eça,  foi o vencedor na categoria Curta-metragem.

O musical High School Musical venceu na categoria Melhor Espetáculo de Teatro.

A coreógrafa e diretora Carol Marcondes agradeceu ao prêmio pelo espetáculo High School Musical

Além das duas produções, a Palco teve outros membros do seu casting vencedores em outras categorias.

A atriz e cantora Manu Moura – que participa tanto de HSM quanto de Bullying… – venceu como melhor cantora; Juliana Lopes, que fará parte da montagem de “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, ganhou como melhor cosplay.

Equipe da Palco Produções – atores, produtores, diretores e professores – agradecem ao prêmios conquistados na Volts

A Paço Centro de Artes é um centro de treinamento e aperfeiçoamento nas áreas de teatro, cinema, TV, circo, música e dança; a Palco Produções é o braço da empresa especializado na produção e montagem de filmes e espetáculos.

0

Bullying e High School Musical na finalíssima do prêmio Volts de arte e cultura

Produções da Palco Centro de Arte vão concorrer nas categorias melhor cura metragem e melhor teatro musical; Ana Clara D’Eça também disputa na categoria melhor atriz de cinema

 

O ESPETÁCULO HIGH SCHOOL MUSICAL CONCORRE NA CATEGORIA MELHOR TEATRO MUSICAL, com as produções João do Vale -O Gênio Improvável e “Cadê a Herança?”

A Palco Produções vai disputar a finalíssima do Prêmio Volts de Arte e Cultura nas categorias melhor produção de Teatro Musical, Melhor Curta Metragem e Melhor atriz de cinema.

O espetáculo High School Musical concorre na categoria melhor teatro musical, em disputa.

Já o filme Bullying-Aconteceu Comigo é finalista na categoria melhor curta metragem.

ANA CLARA DEÇA É UMA DAS CONCORRENTES AO PRÊMIO DE MELHOR ATRIZ DE CINEMA, pelo filme Bullying – Aconteceu Comigo

Ana Clara D’Eça, que atuou tanto em HSM quanto em Bullying disputa o prêmio de melhor atriz de cinema.

Outras duas indicadas ao prêmio  nas suas categorias também têm relação coma Palco Centro de Artes: Manu Moura, que disputa o prêmio de melhor cantora e Mariah Viena, que concorre como Cossplay.

O FILME BULLYING-ACONTECEU COMIGO é finalista na categoria melhor Curta Metragem de produção maranhense

O prêmio Volts é uma iniciativa da Volts Produtora, que atua no segmento de cultura pop, com evento do tipo do On Pix, em parceria com a TV Mirante e o jornal O EstadoMaranhão.

O Prêmio Volts homenageia produções e profissionais em diversas áreas dos segmentos de Teatro, Cinema, Música e TV.

A final está marcada para o fim de outubro…

1

Após denúncia, Cultura reunirá segmento para discutir Teatro Arthur Azevedo

Secretário Anderson Lindoso convocou diretores de escolas de arte, teatrólogos e produtores locais para ouvir relatos de abusos de poder do diretor Celso Brandão e buscar formas de incentivar as produções artísticas locais

 

O PALCO DO TEATRO ARTHUR AZEVEDO TEM SIDO NEGADO A PRODUÇÕES LOCAIS, VISTAS COMO AMADORAS pelo crivo pessoal do diretor Celso Brandão

O secretário estadual de Cultura, Anderson Lindoso, convocou diretores de escolas de teatro, produtores e teatrólogos locais para reunião semana que vem, quando será avaliada a Nota de Repúdio divulgada pela produtora InCena, relatando abuso de poder do diretor do Teatro Arthur Azevedo, Celso Brandão.

A Nota de Repúdio foi divulgada na quarta-feira, 23, e repercutida no blog Marco Aurélio D’Eça, na quinta-feira, 24, o que resultou na convocação da reunião. (Releia aqui)

Assinada pelo teatrólogo Josué Costa, a nota acusa Brandão de discriminar e agir com preconceito contra escolas de teatro locais, impedindo suas produções e fechando as portas do teatro para a arte maranhense.

A acusação de Costa encontra eco em outras produtoras locais, que sofrem preconceito quando buscam pautas para apresentações no TAA.

APESAR DA REPERCUSSÃO NACIONAL DO HIGH MUSICAL, PRODUTORES DO ESPETÁCULO ENFRENTAM, ASSIM COMO O INCENA, DIFICULDADES PARA CONSEGUIR PAUTA no Teatro Arthur Azevedo, dirigido por Celso Brandão

Além da própria direção do InCena, foram convocados diretores da Vertù Casa de Artes, Incanto Coletivo e Palco Produções, responsáveis por espetáculos de sucesso – como Mamma Mia, A Herança e High School Musical, respectivamente – e que encontram barreiras para temporadas na casa dirigida por Celso Brandão.

São geralmente espetáculos que reúnem grande número de atores, diretores, dançarinos, superproduções vistas como amadoras pelo diretor do teatro.

Também serão chamados diretores de escolas tradicionais que mantêm núcleos de arte e produtoras responsáveis por trazer a São Luís grandes espetáculo nacionais.

A reunião na Secretaria de Cultura deve ocorrer na próxima terça-feira, 29…

2

Diretores e produtores denunciam abuso de poder no Teatro Arthur Azevedo…

Nota divulgada pela produtora InCena repercute na internet, chama atenção para o desprezo da direção da Casa com as produções locais e o preconceito evidenciado em relação a produtores, diretores e professores de arte de São Luís

 

JOSUÉ COSTA EM RODA DE CONVERSA SOBRE TEATRO: coragem para denunciar um estado de coisas no atual momento do Teatro Arthur Azevedo

Uma Nota de Repúdio em nome do Instituto Cultural para a Educação Nacional de Arte (InCena) repercutiu fortemente nesta quarta-feira, 23, e chama atenção para uma espécie de preconceito e desprezo da direção do Teatro Arthur Azevedo em relação às produções locais.

Mesmo sem citar nomes, Josué acusa diretamente o diretor do teatro, Celso Brandão, de manipular as pautas e favorecer grupos, discriminando abertamente outros.

– O Teatro Arthur Azevedo, por ser a maior casa de espetáculos de nosso Estado, é uma das poucas em funcionamento, e não pode, nem deve, jamais, se tornar motivo de favorecimento ao “achismo”, incompreensão e/ou moeda de troca, favorecimento político e pessoal, como vem fazendo de forma desrespeitosa o atual Diretor – denuncia o professor.

Dirigida pelo professor, teatrólogo, poeta e publicitário Josué Costa, o InCena é uma das principais produtoras de artes de São Luís, com mais de 15 anos de montagens no próprio TAA.

CELSO BRANDÃO COM CARLOS LULA E RUBENS JÚNIOR NO PALCO DO TAA: indicações políticas e preconceito com produções locais fora dos grupos ligados a ele

A acusação de Josué Costa tem sido a mesma de diversas outras escolas e produtores de teatro em São Luís, fato que já chegou ao anterior e ao atual secretário de Cultura do Estado, sem qualquer resolução.

Brandão é acusado de discriminar as escolas de teatro de São Luís, manipular as pautas para favorecer produtores amigos e montagens de fora, em detrimento das produções locais, algumas, inclusive, premiadas nacionalmente.

No caso do InCena, o Teatro Arthur Azevedo simplesmente cancelou a pauta de uma produção já com contrato assinado, o que tem ocorrido com outras escolas de arte e produtoras locais nesta gestão.

– Em mais de 20 anos de PRODUÇÕES em Teatro Arthur Azevedo, (15 anos somente pela Escola INCENA) nunca tivemos problemas com nenhum dos Diretores do referido Teatro, mas o atual representante resolveu ignorar o importante papel social e acadêmico que o INCENA tem prestado ao Maranhão e ao Brasil – afirmou Josué Costa.

A nota de repúdio ganhou repercussão imediatas nas redes sociais e está mobilizando artistas e produtores locais em cobrança de posicionamento da Secretaria de Cultura.

Abaixo, a íntegra da nota do Incena:

NOTA DE REPÚDIO

O INSTITUTO CULTURAL PARA EDUCAÇÃO NACIONAL DE ARTE – INCENA (Escola de Teatro, TV, Cinema, Dança, Música e Oratória de São Luís-MA) vem a público repudiar, veementemente, os atos de abuso de poder do Diretor do TEATRO ARTHUR AZEVEDO Celso Brandão e solicita do Governo do Estado do Maranhão e Secretaria de Estado da Cultura a oportunidade de demonstrar tais abusos, através de documentos e testemunhas, ações que não vem ocorrendo somente com a nossa instituição que representa centenas de crianças, adolescentes e adultos.

A prática de discriminação e abuso de poder é inaceitável e sempre será firmemente combatida por esta instituição através de meios legais. Fomos impedidos de utilizar pauta do Teatro, totalmente paga, sob contrato firmado com um de nossos produtores, para ser utilizada por mais de 80 jovens Artistas, em intenso processo de pesquisa, sob realização do Festival de Danças Dramáticas Contemporâneas, atividade da Grade Curricular do Departamento de Extensão e Pesquisa do Instituto.

O Teatro Arthur Azevedo por ser a maior casa de espetáculos de nosso Estado é uma das poucas em funcionamento, e não pode, nem deve, jamais, se tornar motivo de favorecimento ao “achismo”, incompreensão e/ou moeda de troca, favorecimento político e pessoal, como vem fazendo de forma desrespeitosa o atual Diretor.

O nosso caso, mesmo envolvendo a recente e repercutida morte de um de nossos Atores (Dramaturgo e reconhecido Juiz de Direito) não sensibilizou e impediu o autoritarismo do Diretor.

Em mais de 20 anos de PRODUÇÕES em Teatro Arthur Azevedo, (15 anos somente pela Escola INCENA) nunca tivemos problemas com nenhum dos Diretores do referido Teatro, mas o atual representante resolveu ignorar o importante papel social e acadêmico que o INCENA tem prestado ao Maranhão e ao Brasil.

São Luís, MA, 23/10/2019

Prof. Dramaturgo, Poeta e Publicitário Josué Costa
Diretor INCENA

0

Palco Centro de Arte dispõe da única arena para treinamento em circo no MA…

Instalação na sede da produtora está preparada para a prática de circo aéreo, trapézio, malabares, contorcionismo e outras modalidades, como único espaço próprio para a atividade circense em São Luís

 

PROFESSORA CAROL MARCONDES TREINA A PRÁTICA DO CIRCO AÉREO EM TECIDO, na estrutura da Palco Centro de Arte, no barramar

 

Com know how na áreas de cinema, TV, Teatro, dança, música e conteúdo para a internet, a Palco Centro de Arte e Palco Produções  já dispõe da única arena de treinamento para circo em todo o Maranhão.

A arena, instalada na sede da Palco, no Barramar (Rua Pedreiras, esquina com Rua Coroatá, quadra 64 casa 21, Quintas do Calhau) tem espaço para circo aéreo – trapézio, tecido, cordas – malabares, contorcionismo e dança circense.

NA ARENA DE CIRCO DA PALCO PRODUÇÕES alunos e profissionais circenses t~em espaço para todas as atividades voltadas ao setor

Sob a responsabilidade do professor paulista Daniel Marx, com treinamento no Cirque de Soleil, a arena é a única preparada para a atividade circense em todos o centros de arte da capital maranhense.

Na Palco Centro de Arte há turmas para treinamento em circo aéreo, malabares, além das atividades anuais de produção em TV, Cinema, Teatro Musical, Internet e performances para eventos.

Contatos com Lêda Lima (98) 99173 0943

Instagram: @palcocentrodearte, @palco.produções

0

Palco Produções realiza workshop com maior agência de atores do país…

Além de Jorge Silpen, da carioca Désir Produções, estarão presentes neste fim de semana o produtor de atores do SBT, Bruno Mangetti, e a preparadora de elenco Tatá Pacheco, em três dias de oficina, monólogos e interpretação

 

A Palco Oficina de Arte realiza neste fim de semana Workshop em sua sede com o produtor de elenco Bruno Mangetti, que tem no currículo preparação de atores para as novelas Chiquititas, Poliana, Cúmplices de Um Resgate, da rede SBT.

Também estará em São Luís Jorge Silpen, da Agência Désir, a maior agência de atores do país, com sede no Rio de Janeiro.

O Workshop para TV e Cinema terá a presença ainda de Tatá Pacheco, produtora e preparadora de elenco.

O evento, que acontecerá sexta, 4; sábado, 5, e domingo, 6, da sede da Palco Produções (Rua Pedreiras, esquina com Rua Coroatá, Quintas do Calhau) marcará o início da parceria entre a produtora maranhense e a Désir, que já revelou artistas como Alice Wegmann e Humberto Carrão. (Saiba mais aqui)

O contato para inscrições, com a diretora-geral da Palco, Léda Lima, é: 98 99173 0943

0

Palco Produções tem 9 indicações ao prêmio “Melhores do Ano” da Volts

Agência que também atua como Oficina de Artes e produtora de conteúdo audiovisual concorre nas categorias “Melhor filme Curta Metragem” e “Melhor Teatro Musical”, além de ter seis membros o seu casting disputando

 

CENA DE HIGH SCHOOL MUSICAL, PRODUÇÃO DA PALCO OFICINA DE ARTE, que concorre como “Melhor Espetáculo Teatral”

A Palco Produções – antiga Oficina de Interpretação SLZ – foi indicada em nada menos que nove categorias ao prêmio “Melhores do Ano”, promovido pelo site Volts.

Só o espetáculo High School Musical – sucesso de publico e crítica, em suas três temporadas, em São Luís e em São Paulo – tem seis indicações.

A montagem vai concorrer na categoria “Melhor Espetáculo de Teatro”; os atores André Carneiro, Paulo Thiago, Maurício Batalha, Ana Clara D’Eça e Mariah Viena disputam em suas categorias individuais pela participação na produção.

ANA CLARA DEÇA, QUE VIVE SHARPAY EVANS EM HSM, vai disputar como melhor atriz de teatro

Outro sucesso de público e crítica da Palco Produções indicada ao prêmio “Melhores do Ano” é o  o filmeBuylling-Aconteceu Comigo”, cujo roteiro é do titular do blog Marco Aurélio D’Eça, que concorre como “Melhor Curta Metragem”.

Para votar nas indicações acesse aqui

MAKING OFF DE CENA DO FILME BULLYING, NO CEMITÉRIO DO GAVIÃO: Indicação de melhor curta metragem

Além disso, alunas ou membros do casting da Palco concorrem no “Melhores do Ano Volts”: Manu Moura disputa na categoria “Melhor Cantora” e “Melhor Clipe Musical”; Mariah Vieena, concorre também como Cossplayer.

O Volts é um site especializado em cultura pop, que elege a cada ano os melhores em suas categorias de atuação, desde atores e produções de arte até programas e apresentadores de TV na área do entretenimento. (Conheça aqui)

Os vencedores serão anunciados no dia 29 de setembro…

Abaixo, as indicações da Palco Produções:

Melhor Espetáculo de Teatro: High School Musical Brasil

Melhor Curta Metragem: Bullying- Aconteceu Comigo

Melhor atriz de teatro: Ana Clara D’Eça e Mariah Vienna

Melhor Ator de Teatro: André Carneiro, Paulo Thiago, Maurício Batalha

Melhor Cantora: Manu Moura

Melhor Clipe Musical: Quem é Você, de Manu Moura.

Melhor Cosplayer: Mariah Vieena (Capitã Marvel)

0

Palco Produções encena “Padre Vieira” no Convento das Mercês…

Produtora maranhense participa do II Seminário Literário sobre a vida do padre e apresenta a montagem “Paiaçu”, termo usado pelos indígenas para se referir a ele como “Grande Pai”

 

OS ATORES NO ENSAIO DA PEÇA, NA SEDE DA PALCO PRODUÇÕES: “Paiaçu”, o Grande Pai Antonio Vieira, em visão modernista de Tatá Pacheco

A Companhia Teatral Palco Oficina de Arte (antiga Oficina de Interpretação SLZ) apresenta nesta sexta-feira, 20, no Convento das Mercês, a encenação “Paiaçu”, que conta passagens da vida do padre Antonio Vieira.

A Palco participa do II Seminário Literário Padre Antonio Vieira, que começou nesta quinta-feira, 19, e conta com palestras e debates sobre o legado literário do padre, além de apresentações de filme, teatro e uma exposição das obras do autor.

A participação da Palco Produções ocorre com a montagem de “Paiaçu “, que conta a história de um menino de 10 anos apaixonado pelo padre Antonio Vieira.

– Paiaçu, que quer dizer “Grande Pai”, era a forma como o índios se referiam a Antonio Vieira – conta a dramaturga Tatá Pacheco, diretora da peça.

O pocket-espetáculo tem a participação do ator Bruno Ferreira, que interpreta Antonio Vieira, e ainda os atores mirins Heitor Alencar, Letícia Siqueira, Victória Régia, Andressa Gabrielle e Letícia Brandão.

A direção musical é de Gabriel Rocha.

SEMINÁRIO É PROMOVIDO PELA COMUNIDADE LUSO-BRASILEIRA DO MARANHÃO e reúne obras de vários autores no Convento das Mercês

Com apoio do Governo do Maranhão, secretarias de Educação e de Cultura e da Fundação da Memória Republicana, o seminário sobre o padre Antonio Vieira tem ainda a participação do jornalista e cineasta Joaquim Haickel, do ator Urias de Oliveira e do professor e acadêmico Sebastião Moreira Duarte.

O evento é organizado pelo Conselho da Comunidade Luso – Brasileira do Maranhão.

A montagem de Paiaçu será exibida às 16h30…

0

Oficina de Interpretação SLZ agora é Palco Centro de Arte…

Produtora que revolucionou o mercado do audiovisual maranhense – com os filmes “Glamour-Glória e Tragédia”, “Bullying-Aconteceu Comigo” e o musical “High School Musical” – moderniza a marca, inaugura nova sede e lança novas atividades nas áreas de circo e dança

 

A OFICINA DE INTERPRETAÇÃO SLZ TRANSFORMOU-SE NA PALCO CENTRO DE ARTE, ganhou nova sede e ampliou sua oferta de produções em São Luís

A Oficina de Interpretação SLZ – produtora que revolucionou o mercado audiovisual maranhenses nos últimos anos – lançou no último sábado, em  coquetel para convidados, sua nova sede e nova marca.

E agora passa a se chamar Palco Centro de Arte.

– Apesar do impacto de nossas produções no mercado maranhense, já se fazia necessário uma marca que abrigasse em seu conceito todas as atividades que abraçamos. Por isso lançamos a Palco Centro de Arte, no mesmo momento em que inauguramos também a nossa sede própria – frisou a diretora-geral da empresa, Lêda Lima.

NOVA SEDE DISPÕE DE ESPAÇO PARA TREINAMENTOS E PRODUÇÕES NA ÁREA DE CINEMA, TEATRO, MUSICAL, DANÇA E CIRCO, única na capital maranhense com este portfólio

Criada em 2015, a OF-SLZ é responsável pelo lançamento dos filmes “Glamour-Glória e Tragédia” e “Bullying-Aconteceu Comigo”, ambos de autoria do titular do blog Marco Aurélio D’Eça.

Em 2018, o High School Musical, uma montagem do musical da Disney, primeira e única encenação em palcos brasileiros teve temporadas em São Luís e São Paulo.

– Em 2019 estamos em plena montagem de duas produções: a web-série Eurekas, em parceria com a ClockWork Produções, e o musical “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, dirigida pela coreógrafa Carol Marcondes, com passagem pela Brodway – explica Lêda Lima.

Maior estrutura de São Luís

A nova sede da Palco Centro de Arte é a mais bem estruturada produtora do gênero em São Luís, com espaços próprios para teatro, musical, dança, cinema, música e circo. Funcionando no bairro Quintas do Calhau, região do Barramar dispõe da única estrutura pronta para circo aéreo e acrobacias na capital maranhense.

– Além das nossas produções profissionais a Palco funciona de segunda a sábado com aulas em todas as atividades de seu portfólio, com matrículas permanentemente abertas – explica Lêda.

PROFESSORA CAROL MARCONDES EM AÇÃO NA ÚNICA ARENA PARA CIRCO AÉREO EM SÃO LUÍS, disponível na sede da Palco Centro de Arte

Agora em outubro, a produtora realiza o Workshop com vagas limitadas, trazendo Jorge Silpen, da carioca Dèsir, a maior agência de atores do país, e Bruno Mangetti, produtor de elenco das novelas Chiquititas, Cúmplices de Um Resgate e Carrossel.

Todas as informações sobre produções, treinamentos, cursos e aulas na Palco Centro de Artes podem ser obtidas pelo celular 98 99173 0943.