0

Júnior Verde avalia reunião do Parlamento Amazônico em Manaus…

Júnior Verde entre os seus colegas do Maranhão e de outros estados

Em mais uma reunião executiva com os integrantes do Parlamento Amazônico, na última sexta-feira, 26, em Manaus (AM), o deputado estadual Júnior Verde defendeu a necessidade de investimentos para Amazônia Legal.

O evento foi realizado na Assembleia Legislativa do Amazonas, oportunidade em que foi deliberada a eleição que acontecerá em junho.

O Parlamento Amazônico trata das questões relacionadas à Amazônia e hoje é presidido pelo deputado do Amazonas, Sinésio Campos. Em junho, o Colegiado terá novo presidente de outro Estado.

– Independente de quem seja eleito, é importante que continuemos discutindo as questões que envolvem a problemática da região – ressaltou Júnior Verde.

Em junho, serão escolhidos os novos parlamentares do Norte que irão dirigir os trabalhos no biênio 2017/2018.

– A nova diretoria continuará defendendo a mesma bandeira, que é discutir os problemas que afetam a Amazônia como um todo, entre as quais as questões fundiárias, a mineração e principalmente a ampliação do Programa Luz para Todos, considerando que comunidades inteiras ainda estão no escuro. Não podemos pensar em desenvolvimento enquanto não solucionarmos um problema tão sério – completou.

O Parlamento Amazônico é formado por deputados estaduais dos nove Estados que compõem a Amazônia Legal brasileira: Amazonas, Acre, Amapá, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará, Maranhão e Tocantins.

0

Júnior Verde destaca resultados da XI Reunião do Parlamento Amazônico…

Os deputados reunidos e Imperatriz, no Parlamento Amazônico

Em pronunciamento nesta quarta-feira, 3, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) destacou os resultados da XI Reunião do Parlamento Amazônico, realizada na semana passada, na Câmara de Vereadores de Imperatriz.

A criação da Frente Parlamentar em Defesa da Criação do Maranhão do Sul foi uma das principais deliberações tomadas no Fórum.

Depois de se reunir nas nove capitais dos estados que o integram (MA, TO, MT, AC, RO, RR, AP, AM e PA), o Parlamento Amazônico decidiu interiorizar suas ações, agendando reuniões para importante cidades da região do Amazonas, como é o caso de Marabá (PA), a primeira a sediar o Parlamento Amazônico, e, depois, Imperatriz.

– É a segunda reunião, nessa Legislatura, realizada no Maranhão. Imperatriz é o portal da Amazônia Legal e precisava ter sua agenda de desenvolvimento debatida nesse parlamento – ressaltou o parlamentar.

Além de Júnior Verde, o encontro reuniu os deputados estaduais maranhenses Wellington do Curso (PP), Léo Cunha (PSC), Professor Marco Aurélio (PCdoB), Edilázio Júnior (PV), Hemetério Weba (PV) e Eduardo Braide (PMN).

– Temos muitos temas a discutir, mas o Parlamento Amazônico deve aprofundar novas fontes de energia limpa para impulsionar o desenvolvimento da região como, por exemplo, a energia solar – acrescentou.

Foram encaminhadas as seguintes propostas:

1) Solicitação ao Ministério do Meio Ambiente um estudo sobre a concessão de licenças ambientais;

2) Implantação da Frente Parlamentar em Defesa da Criação do Maranhão do Sul;

3) Instalação da Frente Parlamentar Brasil/China nas Assembleias Legislativas; 4)

Solicitação ao Ministério da Educação o aumento em 20% do valor custo/aluno para os estados da região Amazônica;

5) Elaboração e divulgação da Carta de Imperatriz, contendo as proposições aprovadas na XI Reunião do Parlamento Amazônico.

1

Wellington convida população para XI Reunião do Parlamento Amazônico, em Imperatriz…

O Secretário de Direitos Humanos do Parlamento Amazônico e deputado estadual Wellington do Curso (PP) convida, todos os maranhenses para a XI Reunião Ampliada do Colegiado de Deputados do Parlamento Amazônico que será realizado às 9h, desta quinta-feira, 27, na Câmara Municipal de Imperatriz.

– É um evento que trata de quatro temáticas de suma importância para a Região Amazônica e, inclusive, para a região Tocantina e o Maranhão. Os temas são expostos para serem discutidos e analisados por todos, apresentando assim, os pontos negativos e positivos, onde a participação da sociedade civil, inclusive, acadêmicos e estudantes da UFMA, UEMA e das demais universidades será de grande valia. Todos os estudantes terão direito a certificados de participação com direito a horas. Por isso, convidamos todos os maranhenses para juntos, debatemos sobre o Parlamento Amazônico – disse Wellington.

O Parlamento Amazônico é formado por deputados estaduais dos nove estados que compõem a Amazônia Legal Brasileira: Amazonas, Acre, Amapá, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará, Maranhão e Tocantins.
Maranhão.

E tem o objetivo de discutir e buscar soluções para os problemas vivenciados na Região Amazônica e, assim, articular possíveis soluções, buscando o desenvolvimento econômico e sustentável.

0

Wellington quer reunião do Parlamento Amazônico em Imperariz…

Wellington em uma de suas intervenções na reunião o Parlamento em São Luís

O deputado Wellington do Curso (PP) apresentou Indicação à Assembleia Legislativa para que seja solicitada a realização da XI Reunião do Parlamento Amazônico no município de Imperatriz.

Wellington é Secretário de Direitos Humanos do parlamento.

A próxima reunião ampliada da entidade está marcada para março de 2017.

Caso seja acatada a proposição de Wellington, será a segunda reunião do Parlamento Amazônico no Maranhão.

– Solicitamos que ocorra em Imperatriz  por vários fatores. Um deles, o ponto de vista ecológico, já que Imperatriz apresenta grande diversidade de plantas e animais. Poderíamos discutir vários aspectos, desde o meio ambiente até ações de desenvolvimento – afirmou.

Wellington foi autor do pedido que resultou na realização da reunião do Parlamento Amazônico em São Luís, em 2015…

0

Edilázio no Parlamento Amazônico…

Edilázio e seus colegas na reunião do Parlamento Amazõnico

Edilázio e seus colegas na reunião do Parlamento Amazõnico

O primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputado estadual Edilázio Júnior (PV), representou Casa, quinta-feira, na IX Reunião Ampliada do Colegiado de Deputados do Parlamento Amazônico, realizada na cidade de Cuiabá, em Mato Grosso.

Na ocasião, foi oficializado o lançamento da revista do Parlamento Amazônico.

Edilázio assegurou empenho nos desdobramentos das propostas, e se comprometeu em trazer e estender o debate para o âmbito da Assembleia Legislativa do Maranhão.

“Foi um encontro muito positivo e propositivo e que buscou a discussão de temas relevantes não só para o Brasil, mas que envolve também todos os países da América Latina”, disse.

O deputado com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques

O deputado com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques

Ele lembrou que durante a reunião, os membros do colegiado também definiu agenda internacional para o debate dos temas, sobretudo nos países que fazem parte do mesmo bioma. Ficou confirmada para o mês de fevereiro de 2017, reunião do Parlamento Amazônico no Peru.

No mês de março, os parlamentares vão ao Canadá para ampliar as discussões sobre a exploração de minerais na região amazônica.

As principais empresas que exploram minerais são desse país.

0

Zé Inácio quer união de bancadas por rodovia que liga Maranhão e Pará…

Parlamentar aproveitou a reunião do Parlamento Amazônico em São Luís para defender também a inclusão dos dois estados na rota do Turismo que leva aos lençóis maranhenses e a o Delta do Parnaíba

 

inacioEm contundente pronunciamento na conferência do Parlamento Amazônico, quinta-feira, 22, em São Luís, o deputado estadual Zé Inácio (PT) conclamou os colegas maranhenses e paraenses a discutir sobre a BR-308 que liga o Maranhão e o Pará.

Para Zé Inácio, É fundamental, também, incluir os dois estados na rota do turismo facilitando assim o acesso aos Lençóis e ao Delta Parnaíba.

Eu gostaria que isso fosse pautado neste Parlamento, inclusive aprovado como Indicação para que, através da presidência, as duas bancadas federais (Pará/Maranhão) fossem acionadas e assim afinassem o discurso da BR-308. Precisamos nos empenhar mais neste debate e envolver a bancada maranhense para que possamos ter um avanço e assim incluir os dois estados na rota do turismo brasileiro. O Maranhão e Pará necessitam desta inclusão”, diz o parlamentar.

A BR-308 liga os estados do Pará ao Maranhão e se estende pelos municípios de Capanema, Bragança e Vizeu, no Pará, e Carutapera, Turiaçu, Cururupu, Mirinzal, Central do Maranhão e Bequimão, no Maranhão.

Em seu discurso na Assembleia, Inácio pregou ainda vários outros pontos de interesse das bancadas dos dois estados, que poderiam ser discutidos, inclusive, na Câmara Federal.

– O que está faltando é apenas um pouco mais de empenho de nós deputados estaduais e, sobretudo, da bancada federal para nos aprofundamos nesta discussão e assim ajudar no desenvolvimento da nossa região, do nosso estado – ressaltou.

1

Deputados destacam Parlamento Amazônico no Maranhão…

welPela primeira vez, a Assembleia Legislativa estará recebendo a reunião ampliada do Colegiado de Deputados Parlamentares da Amazônia, que será na próxima quinta-feira, dia 22, a partir das 9 horas da manhã. Nós tivemos o Congresso da Unale em julho do ano passado e três deputados da Assembleia do Maranhão foram efetivados no Parlamento Amazônico: Hemetério Weba como vice-presidente; deputado Júnior Verde como secretário de Juventude; e eu, deputado Wellington, Secretário de Direitos Humanos. Também participamos de uma reunião em Manaus, onde fomos nomeados nestes cargos e participamos, ainda, da 1ª Reunião Ampliada do Parlamento Amazônico em Boa Vista, no mês de agosto, juntamente da II Reunião Ampliada no mês de setembro na Assembleia Legislativa do Amapá”

Wellington do Curso

verdeSerá uma grande oportunidade para discutir políticas de investimentos, de apoio, importantes que desenvolvam não só o estado do Maranhão, mas todos os estados Amazônicos”

Júnior Verde