2

Coragem e liderança de Weverton são pontos fortes de sua campanha…

Tanto aliados quanto adversários reconhecem a capacidade de enfrentamento e mobilizado do candidato do PDT ao Senado, o que faz dele um dos principais líderes da nova geração de políticos maranhenses

 

Poder de mobilização leva lideranças de todos os municípios ao projeto de Weverton Rocha

Único candidato a senador pelo Maranhão que disputa em faixa própria a eleição – sem a tradição de grupos ou sem a “alavanca” governamental, o deputado Weverton Rocha tem se destacado na vida pública por dois pontos característicos principais.

Sua coragem é reconhecida não apenas pelos aliados, mas respeitada também por adversários.

E sua capacidade de mobilização tem gerado resultados surpreendentes na política, a exemplo da vitória do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), em 2016, numa eleição em que todos o julgavam derrotado.

A coragem e o poder de mobilização fizeram de Weverton o principal líder do PDT no Maranhão – e um dos principais do país – feito significativo para quem começou sua militância em comunidade pobre de São Luís, enfrentando o preconceito e a indiferença.

A coragem o elevou à liderança nacional do PDT, ao lado de Ciro Gomes

Essa coragem fez de Weverton um dos mais jovens secretários de Jackson Lago, deputado federal e líder de um dos partidos mais estruturados do Maranhão.

Esta estrutura político-eleitoral garante ao candidato a senador uma base espalhada em todo o Maranhão, reunindo prefeitos, deputados federais, estaduais, vereadores e lideranças comunitárias e de todos os segmentos.

E o faz um dos mais fortes nomes para o Senado, independentemente de sua posição nas pesquisas.

Porque, como este blog diz sempre, a corrida para o Senado é de chegada.

E não de largada…

3

Luciano Genésio tem quase 90% de aprovação em Pinheiro…

Pesquisa do Instituto Perfil, divulgada semana passada, mostrou aprovação de 87% da gestão do prefeito Luciano Genésio em Pinheiro.

O resultado do novo levantamento confirma o que o próprio Instituto divulgou em maio deste ano em uma primeira pesquisa realizada na cidade.

Na ocasião, 80% dos entrevistados afirmaram aprovar a administração executada por Genésio.

A nova pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 16 deste mês. Apenas 5,5% dos entrevistados disseram não aprovar a atual gestão. 7,3% não souberam ou não responderam.

O levantamento também avaliou o governo municipal apresentando aos entrevistados os conceitos ótimo e péssimo.

58,2% das pessoas ouvidas o classificaram como ótimo; 10% disseram ser bom; e 7,3% regular.

A aprovação, quase que unânime, da administração Luciano Genésio em Pinheiro é fruto de ações bem planejadas e que estão beneficiando o cidadão em todos os setores.

Um deles é a saúde, onde o prefeito vem promovendo significativos investimentos, sempre recebendo o total apoio de sua esposa e primeira-dama, Thaíza Hortegal, que é médica e demonstra, além do companheirismo para com o marido, total afinco para contribuir e mudar a realidade de um setor tão importante para o crescimento do município e melhora da qualidade de vida do povo.

A pesquisa Perfil tem margem de 4,5% — para mais ou para menos – e grau de confiabilidade de 95%.

8

Edivaldo Júnior não quer ser um novo Tadeu Palácio…

Prefeito sabe que, se não imprimir um ritmo de gestão com a sua cara, mostrando pulso para gerenciar e atitude de líder político, pode amargar o ostracismo a partir de 2020, quando deixar o posto no vazio entre dois pleitos

 

A imagem de insegurança perseguiu o prefeito no primeiro mandato

A imagem de insegurança perseguiu o prefeito no primeiro mandato

Pelo menos no discurso – não dele, mas dos aliados – o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) deve adotar nova postura político-administrativa em sua gestão a partir de janeiro.

Mais ágil, mais firme, mais presente, mais duro.

Fortemente desgastado nos primeiros quatro anos de gestão – a ponto de ser dado como morto político até antes de começar a campanha, que só venceu pelo uso ostensivo e exagerado da máquina administrativa – Holandinha quer mostrar a população uma mudança de perfil pessoal e profissional que lhe garanta estofo suficiente para seguir na vida pública a partir de 2020, quando encerra o segundo mandato.

O prefeito não disputará as eleições de 2018.

Ele próprio prometeu isso ao eleitor de São Luís durante a campanha, e mudar os planos no meio do mandato soaria como traição ao eleitor já desconfiado com sua insegurança. Além disso, nenhum posto em disputa daqui a dois anos tem tanta força para Edivaldo quanto o de prefeito da capital maranhense.

Leia também:

Edivaldo na versão “duro de matar”…

Holandinha tutelado…

Edivaldo Júnior é assim mesmo…

Uma imagem com perfil mais firme, mostrando mais segurança, começou a ser exibida na sabatina O Estado, no segundo turno

Uma imagem mais firme, mostrando mais segurança, começou a ser exibida na sabatina O Estado, no segundo turno

Se não conseguir construir uma imagem sólida  de liderança política – o que não foi feito nos quatro anos sob a tutela do governador Flávio Dino (PCdoB), Edivaldo corre o risco de ser um novo Tadeu Palácio, o ex-prefeito que chegou a se reeleger, mas amargou o ostracismo após o fim do segundo mandato.

E é por isso que cada vez mais aliados pregam uma mudança de perfil no Edivaldo do segundo mandato em relação ao do primeiro.

Mais forte, mais ágil, mais firme, mais presente.

Ele próprio, no entanto, e não apenas seus aliados, precisa dar mostras de que está neste caminho.

E o primeiro passo é tomar o controle absoluto de sua gestão.

Afinal, 2020 é logo ali…

6

Eduardo vence Holandinha em quase todas as faixas etárias e de escolaridade, diz ibope…

Candidato do PMN chega a alcançar 62% das intenções de voto ente os eleitores de 16 a 24 anos  e só perde – por apenas 1 ponto percentual –  entre os eleitores acima de 55 anos

 

Braide alcançou todas as faixas etárias do eleitorado, e vence em todos os graus de escolaridade

Braide alcançou todas as faixas etárias do eleitorado, e vence em todos os graus de escolaridade

O candidato Eduardo Braide (PMN) se consolidou como preferido por todas as faixas etárias do eleitorado de São Luís.

De acordo com os números do Ibope divulgados ontem pela TV Mirante, Braide supera o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) entre os eleitores entre 1 6 e 24 anos por 26 pontos de diferença (62% a 36%).

Ele vence também entre os eleitores entre 25 e 34 anos; entre os de 35 e 44 anos e entre os de 45 a 54 anos.

E perde, por um ponto de diferença, entre os eleitores com mais de 55 anos. (45% a 44%).

Escolaridade

O Ibope dividiu o eleitorado também pelo grau de escolaridade.

O candidato do PMN vence de 50% a 46% entre os eleitores com Ensino Fundamental.

Entre os eleitores de Ensino Médio – que representa a maior fatia do eleitorado, a vitória é de 51% a 44%.

Eduardo Braide é o preferido também entre os eleitores com Ensino Superior, onde alcança 58% das intenções de voto, contra apenas 38% dados a Edivaldo Júnior.

O Ibope ouviu 805 eleitores, entre os dias 11 e 13 de outubro. A margem de erro da pesquisa, reistrada sob o número de protocolo MA-4580/2016, é de 3 pontos percentuais…

6

PCdoB ressalta perfil do vice de Edivaldo…

Júlio Pinheiro com o prefeito Edivaldo

Júlio Pinheiro com o prefeito Edivaldo

O PCdoB destaca, em seus perfis de redes sociais, desde o início da semana, o perfil do companheiro de chapa do prefeito de São Luís.

Veja abaixo o desenho que os comunistas fazem do seu representante:

Natural de Matinha, Júlio Pinheiro é morador da área do Itaqui-Bacanga – Sá Viana, Garapa e Anjo da Guarda – há 40 anos, com atuação nas áreas de habitação, educação, mobilidade urbana, saúde, cultural (Via Sacra) e desportos, sempre com o objetivo de fomentar as políticas públicas e inclusão social. Presidiu a Cooperativa Habitacional dos Moradores de Baixa Renda, onde colaborou no projeto de construção, em regime de mutirão de 120 moradias, na comunidade do Garapa.

Sua trajetória política teve inicio no movimento estudantil, em 1988, como fundador do grêmio estudantil do CEMA do Anjo da Guarda. Na área sindical, após concluir o curso de História pela UFMA, foi eleito em 2009 presidente do Sinproessema; e reeleito pela categoria em 2013.

Atualmente Júlio Pinheiro é candidato a vice-prefeito de São Luís, integrando a chapa “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL), do candidato a reeleição à prefeitura, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

0

Dr. Gutemberg Araújo: mais do que palavras, ações…

gutoCandidato a reeleição, o vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSDB) se destaca pela longa folha de serviços prestados como professor  e médico, credenciais que o levaram a conquistar o primeiro mandato. 

Nascido Gutemberg Fernandes Araújo em São Luís, cresceu nas imediações do bairro do Monte Castelo. Formou-se médico e e tornou-se Cirurgião, Professor e Vereador e também é escritor. 

É casado com a também médica Kika Araújo e tem um filho, chamado Guilherme.

Com forte atuação nos bairros – diversos pleitos atendidos em obras como recapeamento das ruas, reforma de praças, feiras, inauguração de galerias – Dr. Gutemberg Araújo também é focado em ações sociais, e em especial voltado para mulheres e crianças. Pioneiro na implantação de cirurgia bariátrica no Maranhão, possui diversos trabalhos nacionais e internacionais publicados sobre o assunto.

Entre diversas iniciativas, Dr. Gutemberg Araújo é autor da campanha intitulada por “Setembro Verde”, que tem por objetivo o incentivo a doação e transplante de órgãos. Ele é autor do projeto de lei que  prevê que a iniciativa seja realizada no mês de setembro e passe a integrar o calendário oficial de eventos do município, já que comemora-se em 27 de setembro o Dia Nacional do Doador de Órgãos por iniciativa da Associação Brasileira de Transplante de órgãos.

Outra iniciativa tem como objetivo  disponibilizar bolsas de ensino a alunos residentes no município e para isso propõe que as instituições de ensino superior poderão dispor de remissão de dívidas tributárias e a redução de até 50% no valor de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza).

Preocupado com seus colegas profissionais de saúde, Dr. Gutemberg Araújo é autor da lei que determina os enfermeiros, técnicos, auxiliares e atendentes de Enfermagem do município de São Luís tenham jornada de trabalho semanal de até trinta (30) horas e também  por meio de um projeto de lei, apresentou uma proposta  para as  instituições de saúde“ pública e privada, onde tem como objetivo levar maior qualidade de vida aos profissionais de enfermagem.

A ideia é estabelecer um intervalo de repouso de uma hora, para aqueles que estão em regime de plantão, diurno e noturno, com duração de igual ou superior a doze horas. Com base no argumento  que o Conselho Federal de Enfermagem, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, no qual foi realizado uma pesquisa para saber o perfil do profissional de enfermagem no Brasil.

7

Confiança e experiência…

Características são apontadas por eleitores como os principais aspectos a serem observados na avaliação de um candidato a prefeito de São Luís

 

Edivaldo, Eliziane e Wellington: vencerá quem tiver a experiência incontestável e a confiança do eleitor

Edivaldo, Eliziane e Wellington: vencerá quem tiver a experiência incontestável e a confiança do eleitor

Os inúmeros levantamentos realizados sobre a corrida eleitoral em São Luís revelam muito mais do que números de intenção de votos dos candidatos. Estas pesquisas apontam também para aspectos bem mais profundos das características de candidatos e do eleitorado, que forma o conjunto do que as coordenações costumam chamar de “pesquisas qualitativas”.

E dentro deste conjunto, dois aspectos são mais marcantes como características esperadas pela população em relação ao perfil dos candidatos. O eleitor de São Luís quer, como prefeito ou prefeita alguém com grau de confiabilidade satisfatório e experiência comprovada.

Para o eleitor, candidato confiável é aquele que cumpre rigorosamente as promessas de campanha, sabe bater na mesa e impor suas convicções quando necessário, não foge ao debate político e às suas responsabilidades e, principalmente, mostra com segurança as prioridades e dificuldades de uma gestão.

A experiência, na análise do eleitorado apresentada nas pesquisas qualitativas, não  significa apenas idade avançada ou acúmulo de passagens por cargos de comando ou direção. A experiência política, na visão do eleitor de São Luís, é ter sabido enfrentar as mais adversas situações e, ainda assim, manter-se íntegro, seguro e firme no projeto a que se propõe.

Além dos dois pontos, o eleitor ludovicense se identifica também com  o carisma do candidato, sua personalidade, a empatia e a relação que ele tem com seus aliados, seus adversários e com o povo.

Cada um dos candidatos a prefeito de São Luís – ou pelo menos os principais – orientam suas campanhas, a gravação dos programas, a priorização de debates e de propostas e a escolha das comunidades a serem visitadas com base nesses indicadores apresentados nas quali.

E é a partir delas que eles estabelecem suas estratégias.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão, com ilustração do blog
8

Os nomes da renovação na Câmara de São Luís…

Faltando pouco mais de nove meses para as eleições de outubro, alguns pré-candidatos já surgem como opção clara de mudança na atual bancada na Câmara Municipal

 

Batista é nome para vários postos

Batista é nome para vários postos

Todos são nomes já conhecidos, como Batista Matos (PCdoB), Sônia Canindê (PDT), André Campos (PMDB) ou Raimundo Penha (PDT).

Em comum entre eles, a ampliação das chances que alcançaram para chegar, finalmente, a um mandato na Câmara Municipal de São Luís.

Atual secretário de Comunicação da prefeitura, Batista Matos até já exerceu mandato de vereador, mas na condição de suplente. Hoje, é uma das principais opções comunistas para garantir vaga no Parlamento. A capacidade de articulação e o trânsito em todos os setores da política podem, inclusive, levá-lo a voos mais altos. Antes ou depois de eleito.

campos

André: experiência já testada

André Campos também já tem história na política do Maranhão, apesar da pouca idade. Foi secretário de Juventude, diretor do Detran e ocupa hoje a superintendência da Funasa no Maranhão. Campos tem força no PMDB a ponto até de ser um dos nomes da legenda para a prefeitura. À Câmara, tem  mandato praticamente assegurado.

André: experiência já testada

Sônia tem forte atuação nos bastidores

Sônia Canindé já ocupou importantes postos nas gestões municipais e estadual. E atua fortemente nos movimentos sociais em bairros e comunidades. Tem, por si só, nome forte para a disputa no PDT. E conta ainda com a marca do marido, o secretário de Trânsito e Transportes Canindé Barros, um dos mais atuantes da atual gestão.

Penha: força na articulação pedetista

Penha: força na articulação pedetista

Também secretário da gestão Edivaldo Júnior (PDT), o advogado Raimundo Penha é hoje o principal nome do PDT dentre aqueles que ainda não têm mandato.Tem como ponto forte exatamente a articulação de bastidores no partido. E tem na lealdade ao deputado federal Weverton Rocha um dos seus principais trunfos.

Em uma Câmara marcada pela servilidade da atual bancada – sobretudo dos novos vereadores, de quem mais se esperava – a presença de nomes como estes é um sopro de esperança de que se pode ter bem mais do Legislativo a partir de 2017.

Qualquer que seja o resultado da eleição majoritária…

10

Ponha-se no seu lugar, Márcio Jerry!!!

À frente de uma das mais importantes pastas de Flávio Dino, o secretário de Assuntos Políticos – e homem forte do governo – parece não compreender o seu papel histórico e ainda age como militante secundarista nas redes sociais

 

Márcio Jerry não consegue se conter e tem marcado sua atuação pelo bate-boca nas redes sociais

Márcio Jerry não consegue se conter e tem marcado sua atuação pelo bate-boca nas redes sociais

Este blog sempre questionou o perfil do governador Flávio Dino (PCdoB), e do seu lugar-tenente Márcio Jerry, para o exercício do poder.

Na prática, os dois têm mostrado, há um ano, que este blog tinha razão.

No exercício do governo, a dupla mostra ansiedade a tal ponto de querer controlar todos os aspectos da gestão, de prefeituras, partidos e lideranças.

Pior: tanto Dino quanto Jerry parecem ratos de internet, adolescentes de redes sociais, prontos a bater-boca com qualquer um que mostre a menor contrariedade ao governo que eles comandam.

E nas férias do governador, seu principal auxiliar atingiu o ápice da falta de compostura, e tem batido boca quase 24 horas por dia, na tentativa de defender o governo e seus senões.

Márcio Jerry é hoje o homem mais poderoso do Maranhão, ninguém duvida disto.

Mas continua pensando como se estivesse à frente de um grêmio estudantil do Ensino Médio; ou mesmo um diretório acadêmico de curso universitário.  

O secretário em um de seus bate-bocas; tempo demais no twitter

O secretário em um de seus bate-bocas; tempo de mais no Twitter

O secretário de Articulação Política precisa entender que hoje está à frente de uma administração pública, com deveres e obrigações que não dão – ou não deveriam dar – espaço para o prazer adolescente de militar em redes sociais.

Márcio Jerry precisa – e tem obrigação de – compreender melhor o seu papel.

Será melhor para seu governo.

E para o Maranhão…

16

A felicidade de Rodrigo Comerciário…

Rodrigo ao tomar posse, ao lado de Jura...

Não há secretário mais feliz no governo Roseana Sarney (PMDB) que o titular da secretaria de Assuntos Institucionais, Rodrigo Comerciário (PT). Ele assumiu o posto exultante e convicto de que pode trabalhar pelo Maranhão.

E pode mesmo.

Apesar da estrutura reduzida da pasta em que está, Comerciário tem condições de fazer a ponte entre o governo e as entidades sociais, não governamentais, sindicais e políticas do Maranhão e fora dele.

A história de Rodrigo Comerciário corrobora sua alegria por estar em um cargo de primeiro escalão na estrutura do poder estadual.

...com Roseana, na campanha de 2010...Ex-vendedor de picolé, ele chegou ao comércio de São Luís, onde emplacou na carreira sindical, chegando à presidência do Sindcomércio. Entrou no PT e recebeu a formação de base da luta política.

Nem a pouca instrução foi dificuldade para Comerciário alcançar a popularidade política. Enquanto se destacava como liderança partidária, também cuidava da preparação intelectual que lhe seria requerida no futuro.

Foi na condição de líder petista que emplacou a candidatura de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo “senhor” Flávio Dino (PCdoB), em 2008. E nesta condição se credenciou na mesa de negociações com o governo Roseana Sarney, avalizando a aliança do PT com o PMDB – e garantindo a força política que o grupo do vice-governador Washington Oliveira necessitava.

Primeiro emplacou no cargo o secretário de Desenvolvimento Social o aliado Edmilson Santos, enquanto buscava vaga na Câmara Federal.

No novo governo, assumiu a pasta das relações institucionais.

Rodrigo Comerciário é hoje secretário de estado no Maranhão.

Com todas as credenciais e prerrogativas que o cargo requer…