8

Cinco coisas que nunca aconteceram no Maranhão… antes de Flávio Dino

Governador comunista vai passando para a história como um ser autoritário, revanchista, intolerante e perseguidor de quem ousa pensar diferente dele; e o resultado é um estado sombrio

 

O autoritarismo de Flávio Dino tem imperado no Maranhão

1 – Não há registro na história política do Maranhão de tanta perseguição de governador ou prefeito a jornalistas, advogados ou intelectuais que tenham ousado pensar diferente dos donos do poder;

Isso antes de Flávio Dino…

2 – Nunca houve na história do Maranhão qualquer sanção a jornais, como o JP, ou jornalistas, como Walter Rodrigues, Ribamar Bogéa, apenas pelo exercício de sua profissão.

Mas isso, antes de Flávio Dino…

3 – Em nenhum período da história recente do Maranhão o Palácio dos Leões resolveu sentar praça na sede da Justiça, subjugando o poder Judiciário, para evitar ascensão de um sobrenome. (Entenda aqui)

Isso antes de Flávio Dino…

4 – Em seus 27 anos de história, a Associação de Delegados (Adepol) criticou vários governadores e secretários de Segurança; nenhum deles ousou expulsar a entidade de sua sede. (Saiba mais aqui)

Mas isso, apenas antes de Flávio Dino…

5 – Políticos de toda sorte – prefeitos, deputados, vereadores e até senadores – nunca conviveram com tanto medo de contrariar um ocupante do Palácio dos Leões e sofrer perseguições de toda sorte. (Releia aqui)

Apenas antes de Flávio Dino…

O governador comunista Flávio Dino assumiu o comando do Maranhão em 2015.

De lá para cá, o Maranhão mudou.

E hoje, tudo isso pode acontecer…

3

O Estado é Flávio Dino?!?…

Ao agir como advogado particular do governador para intimidar jornalistas, procurador-geral do Estado se impõe acima da lei e reforça o autoritarismo comunista no Maranhão

 

De postura arrogante, Maia humilha até coronéis PMs

Comandada pelo advogado Rodrigo Maia, a Procuradoria-Geral do Estado tem se transformado em uma espécie de advocacia cartorial do governador Flávio Dino (PCdoB). É a PGE, sob o comando de Maia, quem exerce as funções de advogado de Dino, usando equipamentos e pessoal público até para pedir direito de resposta a textos e matérias que façam críticas ao comunista.

Têm sido recorrentes as correspondências deste tipo, via Correios, assinadas por Maia – inclusive para O Estado – o que, na visão de advogados renomados, é, por si só, um crime de lesa estado, uma ação de improbidade caracterizada.

Se Flávio Dino tem diferenças a esclarecer com jornais, blogs ou qualquer tipo de publicação em que ele se sinta ofendido em sua honra, cabe a ele e a seus advogados pessoais as ações necessárias. Mas ao procurador-geral do estado não cabe servir como defensor pessoal de Dino – espécie de garoto de recados.

À Procuradoria-Geral do Estado cabe defender os interesses do estado como ente federativo, e não do governador como cidadão. Nem mesmo o autoritarismo de Rodrigo Maia – já caracterizado na tentativa de prender um coronel da PM que ousou abordá-lo em frente ao Tribunal de Justiça – dá a ela a autoridade de se arvorar de advogado de Flávio Dino.

Ao usar a PGE para servir aos interesses pessoais de Flávio Dino, o procurador está em pleno exercício do abuso de autoridade.

E deve ser freado o mais rapidamente possível…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

0

O incômodo que Eliziane causa na classe política…

Bastou ter o nome defendido para o Senado por uma liderança do porte de Sebastião Madeira para que a deputada federal passasse a sofrer ataques midiáticos de todos os lados, de dinistas a sarneysistas

 

FEITA SOZINHA. Não há político na história do Maranhão com a trajetória que Eliziane Gama construiu; nenhum outro é como ela…

Este blog já descreveu a deputada federal Eliziane Gama (PPS) como uma espécie de selfie-made woman, uma política surgida de si mesma, sem sobrenome importante e sem parentes ou aderentes para lhe pavimentar o caminho.

Eliziane, mesmo assim, chegou à Câmara Federal, se fez nome para a Prefeitura de São Luís e chegou a figurar até mesmo como opção pra o Governo do Estado.

E por diversas vezes a mídia a teve como morta politicamente – inclusive este blog – sendo desmascarada, depois, pelos fatos.

Agora, Eliziane volta a incomodar a classe política.

Bastou que o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), a apontasse como opção para o Senado – e que ela aparecesse em primeiro lugar na pesquisa Exata – para que passasse a sofrer ataques inclementes.

Dinistas, sarneysistas e até rochistas tentam, desde o fim de semana, desqualificar a trajetória e o perfil de Eliziane Gama.

O incômodo fica evidente em posts, notas e comentários.

Leia também:

Todos contra Eliziane Gama…

Eliziane Gama e o Senado…

Eliziane Gama versão 2018…

INIMIGOS ÍNTIMOS. Roberto Rocha e Flávio Dino, há anos, disputam entre si a tutela da deputada federal

Mas todo este bombardeio tem uma razão de ser: é claro que incomoda aos quatrocentões e tradicionais da política que alguém sem berço, sem-lenço-e-sem-documento possa, depois de todos os revezes que sofreu, ainda figurar como opção do eleitor maranhense.

Mas não seria seria assim se não fosse Eliziane Gama.

Porque só ela é assim.

Gostem ou não os tradicionais e quatrocentões…

2

Professor que impugnou candidato a juiz do TRE é alvo de estranha investigação policial…

Ramon Almeida Santos foi intimado pelo delegado Márcio Fábio Dominici e interrogado na presença do próprio impugnado, Gustavo Villas Boas, num absurdo uso do aparelho do estado para atender a interesses particulares. Pior: a própria mãe do impugnante foi intimada, num claro exemplo de constrangimento ilegal

 

ESTADO POLICIALESCO. A intimação da mãe do professor: métodos policiais dos tempos da Ditadura

O professor Ramon Almeida dos Santos, 27, está sendo alvo de uma estranha investigação policial, desencadeada pelo chefe do 2° Departamento de Investigação de Crimes Funcionais, delegado Marcio Fábio Dominici.

Ramon diz que tudo começou no dia 10 de fevereiro, quando leu  neste blog matéria informando que o advogado Gustavo Vilas Boas, um dos integrantes da lista tríplice para vaga de juiz no Tribunal Regional Eleitoral é sobrinho legítimo do desembargador Antonio Bayma Araújo, o que caracterizaria nepotismo. (Releia aqui)

MOTIVO TORPE. A ação que resultou na sanha persecutória em favor de um sobrinho de desembargador

Auxiliado por um amigo, o professor decidiu impugnar Vilas Boas, no dia 26 de abril, em Brasília, onde se prepara para concurso.

De retorno a São Luís, no inicio de junho, Ramon foi intimado por ordem do delegado Márcio Dominici.

O estranho da intimação é que não consta nenhum dado do procedimento instaurado, principalmente quem formalizou o pedido de investigação e baseado em que fundamento legal.

Apesar de todas essas omissões, Ramon compareceu na delegacia. Lá, diz que sofreu pressão psicológica do delegado Dominici e seus auxiliares  para que declinasse a qualquer custo o nome de quem patrocinou a impugnação do candidato a juiz.

O impugnante garantiu não conhecer o advogado e revelou que só acionou o TSE por considerar absurdo o nepotismo de um sobrinho de desembargador constar da lista.

Curiosamente, mais tarde, o professor veio a descobrir, por comparação de fotos na internet, que o próprio Gustavo Vilas Boas estava presente no interrogatório.

Mas o delegado Dominici não parou aí. E decidiu intimar a própria mãe de Ramom, a senhora Prudência Neta Almeida Correa, num evidente caso de uso do aparelho estatal para atender a interesses pessoais de poderosos.

O depoimento de dona Prudência seria dado na terça-feira, 13, às 9h30.

Mas esta é uma outra história…

1

Um dia inesquecível…

No mesmo dia em que aumenta consideravelmente o imposto de energia elétrica, combustível e outros serviços, Flávio Dino também dá duro golpe nos professores, com mudança drástica – e ilegal – no Estatuto do Magistério, uma conquista da categoria

 

Professores protestam contra Flávio Dino: de herói a algoz da categoria

O maranhense poderá gravar para sempre na memória o dia 15 de março de 2017.

Ele é histórico por todo o potencial político que encerra em suas 24 horas. Dia de  lamentações para muitos; e de vergonha para outros tantos.

Foi no dia 15 de março de 2017 que o governador Flávio Dino (PCdoB) – eleito em 2014 como símbolo de uma decantada mudança política no Maranhão – protagonizou um duro golpe na população maranhense, com um aumento de ICMS que atingiu, sobretudo, os mais pobres.

É exatamente essa faixa populacional que vai pagar mais alto pelo imposto a partir de agora, de 12% para 18%.

E o 15 de março se torna mais significativo do ponto de vista histórico porque é a data em que se comemora o  Dia Mundial do Consumidor.

Mas como se não bastasse, Dino e seus deputados – os mesmos que aumentaram a alíquota do ICMS – resolveram dar outro duro golpe em outra categoria de cidadãos, os professores, que foram vilipendiados com uma Medida Provisória que simplesmente alterou  o Estatuto do Magistério, conquistado no governo passado.

Adriano Sarney chegou a rasgar livro de autoria e Flávio Dino, que dizia o contrário do que ele faz hoje

Talvez por isso, líderes do governo como Rogério Cafeteira (PSB), Professor Marco Aurélio (PCdoB) e Bira do Pindaré (PSB) preferiram se esconder dos professores embaixo das marquises que abrigam as galerias da Assembleia Legislativa. (Relembre aqui)

Para estes, fica o contraponto de Adriano Sarney (PV), que rasgou um exemplar de um livro do governador Flávio Dino, no qual o comunista chama as MPs de instrumentos ditatoriais.

E é por meio delas que o próprio Dino administra.

O 15 de março foi, sem dúvida, um dia histórico…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

0

Presente de Flavio Dino: consumidor mais carente vai pagar mais na conta de luz…

Governador comunista vai penalizar mais quem consome menos energia, faixa cuja alíquota do ICMS subiu exatos seis pontos percentuais, passando de 12% para 18%

 

As contas de luz das comunidades mais carentes chegarão mais caras a partir de agora

As contradições do aumento de imposto determinado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) revela uma cruel situação para as camadas mais baixas da população.

Será exatamente o consumidor de baixa renda o que mais vai pagar pela energia elétrica a partir desta quarta-feira, 15.

Flávio Dino determinou um aumento de seis pontos percentuais na alíquota do ICMS da faixa de consumo de energia de até 500 quilowatts/hora.

A partir de hoje, esta faixa de consumo vai pagar 18% de ICMS na conta de luz, e não mais os 12%.

Além de pagar mais pela mesma conta de luz, a população terá que arcar com custos de outros serviços, já que a faixa de consumo acima de 500 quilowatts/hora, geralmente usada por empresas, também teve alta na alíquota – de 25% para 27% – e tende a repassar esses custos ao consumidor.

É portanto, um duro golpe do governador comunistas nas camadas mais populares do Maranhão…

1

Tempos obscuros em Caxias?!?

Eleito na esteira da renovação política no município, a gestão do prefeito Fábio Gentil começa a dar sinais de que age dentro da mesma perseguição contra a qual se posicionou em âmbito estadual

 

Funcionários foram ao bloco e, “denunciados” pela colega, receberam este comunicado da chefe…

Os prints que ilustram este post – publicados inicialmente por Gilberto Léda – não deixam dúvidas.

O clima de divisão política e de grupos contra qual o prefeito Fábio Gentil (PRB) diz ter lutado durante os últimos anos parece ter permanecido em sua gestão.

Em Caxias, hoje, funcionários da prefeitura são perseguidos apenas pelo fato de que participaram de blocos organizados por gente ligada ao grupo de oposição ao prefeito.

Um dos prints mostra uma servidora “denunciando” colegas por estarem em blocos de pessoas ligadas à família Coutinho; e outro print mostra a reação da chefe.

Nada mais autoritário e covarde.

Fábio Gentil em campanha: a mudança mudou em três meses?!?

O clima de mudança, de renovação política que o próprio Gentil encarnou ao derrotar o grupo do deputado Humberto Coutinho (PDT)  não condiz com posturas persecutórias de alguns de seus agentes.

Que Caxias mantenha o direito de preferência, de ir e ir vir e de opinião do seu povo.

E diga não ao obscurantismo político…

2

Como era de se esperar, comunistas começam a atacar Maura Jorge…

Ex-prefeita de Lago da Pedra passou a ser incômodo para o governador Flávio Dino desde que começou a se mobilizar com vistas às eleições de 2018. Resultado: a máquina do governo começa a usar mídia alinhada para desestabilizá-la

 

Flávio Dino não aceita contraponto; e manda atacar quem tenta

A ex-deputada e ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PTN), é hoje uma das forças de contraponto político ao governo Flávio Dino (PCdoB) no interior.

E obviamente, como qualquer um que se oponha ao projeto comunista, ela passou a ser alvo da máquina de propaganda alinhada ao Palácio dos Leões.

Esta reação de Flávio Dino contra Maura Jorge já era de se esperar; foi, inclusive, antecipada por este blog, no post “Flávio Dino e a máquina comunista de moer reputações…”.

Até aliados do Palácio dos Leões que ensaiam uma independência são atacados pela patrulha comunista. (Saiba mais aqui)

Forte no interior, Maura Jorge virou alvo da máquina comunista, como se vê neste exemplo

O fato é que a desenvoltura e o carisma com os quais a ex-prefeita se movimenta no interior tem deixado comunistas e aliados preocupados com o resultado das urnas em 2018.

E como não sabem usar outra estratégia que não o ataque violento contra os adversários, a máquina de propaganda do governo começou a operar bem cedo.

E virá bem mais por aí…

0

Sebastião Uchôa denuncia perseguição a ex-auxiliares de Roseana Sarney…

Ex-secretário de Administração Penitenciária diz que o governo Flávio Dino utiliza-se da influência no Judiciário para intimidade todos os que trabalharam na gestão passada

 

Sebastião Uchôa, em uma das audiências quando omandou a Seap

O delegado Sebastião Uchôa, ex-secretário de Administração Penitenciária no governo Roseana Sarney (PMDB), denunciou perseguições da gestão comunista de Flávio Dino.

– Eles tentam atingir todos que trabalhavam com Roseana Sarney. Eles ficam atacando com a influência que possuem no judiciário – acusa Uchôa, recentemente denunciado ao Tribunal de Contas da União por sua passagem na Sejap.

O delgado, que teve passagem histórica também pela Delegacia do mio Ambiente – hoje relegada a um mero cartório por Flávio Dino –

– Tenho sofrido perseguições por todos os lados. Mas não os temo, nem abaixo a cabeça. Já instauraram dois processos administrativos na Corregedoria sem justa causa para tentarem me calar, os quais os términos foram pelo arquivamento pela ausência de justa causa…Isso ano passado. E estão me negando o formações requeridas para me causarem constrangimento a exemplo do TCU – desabafou o delegado.

Que já apreentou sua defesa ao TCU…

4

Flávio Dino quer tirar Roseana do páreo em 2018…

Ações contra a ex-governadora visam impedi-la de disputar o pleito de daqui a dois anos, principal foco de preocupação do governador comunista e seu grupo

 

Candidatura de Roseana tira o sono do governador Flávio Dino

Candidatura de Roseana tira o sono do governador Flávio Dino

A ação criada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), via Secretaria de Transparência, e encaminhada ao promotor da 2ª Vara da Ordem Tributária, Paulo Barbosa Ramos, tem um objetivo claro: tornar Roseana Sarney inelegível em 2018.

A articulação dinista faz parte de uma estratégia para evitar o confronto com a ex-governadora nas próximas eleições.

Flávio Dino esperava que a ação do Ministério Público Federal contra Roseana Sarney, com base em supostas denúncias da operação lava Jato, fossem levadas a cabo na Justiça, tornando a peemedebista inelegível.

Mas a própria polícia federal já pediu arquivamento da investigação, por absoluta falta de prova, e o assunto só se mantém por que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que tem o irmão do próprio Flávio Dino como principal assessor, resiste em arquivar o caso. (Relembre aqui)

Como não conseguiu pelas vias federais, o governador comunista agora usa as instâncias estaduais para constranger sua principal adversária e forçá-la a sair da disputa de 2018.

Flávio Dino entende que, sem Roseana Sarney na disputa, sua reeleição se torna amplamente mais fácil.

Por isso não sossegará até tirar a adversária do páreo…