2

Edivaldo Júnior se encaixa no perfil da Metodológica…

Edvaldo Júnior: perfil desejado pelo eleitor

Em dezembro passado, o blog teve acesso a um relatório qualitativo do Instituto Metodológica, ligado ao publicitário Duda Mendonça, que estabelece o perfil desejado pela população para o próximo prefeito de São Luís.

– O prefeito precisa ser independente, mas não hostil ao Governo do Estado – definiu, em síntese, o levantamento.

Além disso, Duda Mendonça estabeleceu que há um vácuo formado pelo altíssimo índice de rejeição ao prefeito João Castelo (PSDB)  e a provável desistência do ex-deputado Flávio Dino (PCdoB) que pode ser ocupado por qualquer um que se encaixar no perfil desenhado pelo Metodológica. (Leia aqui)

Leia Mais:

Castelo perde até para Edivaldo Jr.

O deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC) tem este perfil.

Ele é independente do governo, mas não hostil; ele representa as novas lideranças políticas sem a pecha de aventureiro, uma vez que tem a trajetória consolidada por uma história famíliar; e demonstra preparo suficiente para encarar a gestão de uma cidade como São Luís, sem se vender como Messias ou Salvador da Pátria.

Numa disputa que tem, de um lado, grupos tradicionais da política maranhense – como os do prefeito João Castelo e o da governadora Roseana Sarney (PMDB) – e, do outro, aventureiros que forçam chegar ao poder, de qualquer jeito, o nome de Holanda Júnior surge como uma verdadeira terceira via.

Basta que ele manifeste o interesse real na disputa…

9

Duda Mendonça vê espaço para alternativa entre Dino e Castelo…

O Instituto Metodológica, do publicitário Duda Mendonça, desenha uma espécie de vácuo eleitoral entre o candidato Flávio Dino (PCdoB), primeiro colocado nas pesquisas, e o prefeito João Castelo (PSDB), que apresenta desgaste significativo.

Este vácuo é formado exatamente pelo total de cerca de 50% de eleitores que ficarão sem opção, caso Dino desista de concorrer, e os quase 80% que já declararam não acreditar na opção por Castelo.

Aquele que souber capitalizar este espaço no eleitorado de São Luís conseguirá até vencer a eleição – avaliam os documentos apresentados pela Metodológica aos analistas do governo Roseana sarney (PMDB).

A equação é simples: Flávio Dino tem a preferência de mais da metade dos eleitores, mas não demonstra interesse na disputa. Castelo é o atual prefeito, mas o eleitor não demonstra interesse em renovar seu mandato.

Uma opção nova, independente, sem ranços e com relações políticas acima das ideologias seria a alternativa a este conjunto de eleitores.

Mas quem apresenta este perfil dentre os pré-candidatos já lançados???

1

Pesquisa vai mapear cenário da sucessão em São Luís…

Tadeu Palácio e Flávio Dino são dois dos nomes avaliados

Uma pesquisa que será divulgada até meados de novembro vai mostrar a primeira panorâmica do quadro sucessório de 2012 na capital maranhense.

Realizada pelo grupo formado por PSB, PCdoB, PP, PSB, PPS e PTC, vai analisar diferentes cada um dos pré-candidatos destas legendas, em cenários formados ainda pelo prefeito João Castelo (PSDB), pelo secretário Max Barros (PMDB) e pelos candidatos da ultra-esquerda.

Este grupo tem como pré-candidatos os ex-deputados federais Flávio Dino (PCdoB) e Roberto Rocha (PSB), o ex-prefeito Tadeu Palácio (PP), a deputada estadual Eliziane Gama (PPS) e o deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

Roberto e Flávio podem estar juntos em 2012

O desempenho de cada um servirá de base para a escolha do candidato escolhido pelos cinco partidos, em comum acordo com os demais. Sairá deste grupo, também, o candidato a vice.

Além de levantar dados quantitativos sobre a preferência do eleitorado maranhense, a pesquisa vai analisar qualitativamente o pleito, com informações sobre perfil de candidatos, influência de outras lideranças no processo e avaliação das administrações estadual e municipal.

Será o mais completo levantamento sobre a atual campanha municipal de São Luís…

 

23

Amostragem: os números contra João Castelo…

Castelo: pesquisa revela mais que posições...

O levantamento eleitoral feito pelo Instituto Amostragem revela alguns dados que precisam ser analisados com cuidado pelo prefeito João Castelo (PSDB) – independente das suas intenções de voto.

De acordo com a pesquisa, divulgada semana passada, nada menos que 60,67% dos eleitores ludovicenses declararam não votar no prefeito nem que a vaca tussa.

Para os especialistas, quando este índice alcança o patamar de 40%, fica praticamente irreversível uma recuperação do candidato. O tucano está, porrtanto, 20 pontos acima do limite aceitável.

Outro dado assustador contra Castelo: 70,5% dos eleitores acham que Castelo não deveria ser reeleito. Outros 65% reprovam sua administração.

Muito mais do que sua colocação nas pesquisas, o prefeito corre riscos sérios de não se reeleger por causa destes dados, mais qualitativos, que demonstram a pouca confiança e a absoluta antipatia da população em relação à sua gestão – e precisa corrigir os rumos.

Antes que as coisas se tornem irreversível…

6

“Vasco da Gama” é uma das marcas mais valiosas do futebol brasileiro, diz pesquisa…

Milhões de torcedores fazem do Vasco uma marca milionáia

A marca “Vasco da Gama” vale R$ 162,5 milhões, segundo estudo da empresa de consultoria BDO RCS.

O levantamento, que mediu as doze maiores marcas do futebol brasileiro foi divulgado na última quinta-feira.

A marca Corínthians, que desbancou o Flamengo pelo segundo ano consecutivo, é a primeira do ranking, com valor de R$ 867 milhões.

Mesmo após oito anos sem título, a marca “Vasco da Gama”, segundo o estudo,  é uma das que mais cresceram nos dois últimos anos – é hoje a oitava marca mais valiosa o futebol.

– O Vasco tem um potencial gigantesco. Acredito que o título da Copa do Brasil o ajudará muito. O Fluminense, por exemplo, cresceu substancialmente após ser campeão brasileiro – disse o pesquisador Amir Somoggi, um dos coodenadores do estudo.

Segundo Somoggi, o título da Copa do Brasil é combustível para que o Vasco mantenha a tendência de crescimento no ranking.

Entre 2009, quando disputou a 2ª Divisão, e 2011, a maca do Vasco da Gama cresceu nada menos que R$ 40,7 milhões, subindo quatro posições.

Veja aqui a matéria completa sobe as marcas mais valiosas do futebol brasileiro
6

Max Barros, Roberto Rocha e Fernando Filaho estreiam em pesquisa…

Max Barros passará a ser av aliado em pesquisas

A governadora Roseana Sarney (PMDB) já encomendou nova rodada de pesquisas sobre a sucessão do prefeito João Castelo (PSDB).

Nesta nova etapa, serão incluídos, pelo lado governista, o secretário de infra-estrutura, Max Barros (DEM) e o presidente da Antaq, Fernando Fialho (PMDB); e pelo oposicionista, o ex-deputado Roberto Rocha, que está trocando o PSDB pelo PSB.

O levantamento deve medir a tendência do eleitorado diante da intensa movimentação pré-eleitoral registrada na capital maranhense nas últimas semanas –  e também das atuais ações do prefeito, comparadas com o caos administrativo que ele vivia em abril.

Fialho também entrará no jogo

Na primeira rodada, o governo mediu a densidade eleitoral do prefeito João Castelo (PSDB) e dos adversários dos dois lados do espectro político.

João Alberto, Tadeu Palácio, Roberto Costa (todos do PMDB) e Isaias Pereirinha (PSL) foram os representantes da base aliada.

Flávio Dino (PCdoB), Edivaldo Júnior (PTC), Bira do Pindaré (PT) e Eliziane Gama (PPS) representaram a chamada opsoição de esquerda.

15

Dr. Tema lidera corrida pela Prefeitura de Tuntum, diz Exata…

Dr. Tema lidera corrida pela Prefietura de Tuntum

O ex-prefeito e ex-presidente da Famem, Cleomar Tema Cunha (PV), lidera a disputa pela Prefeitura de Tuntum. Faltando pouco mais de um ano para o pleito, ele tem 66% das intenções de voto, segundo pesquisa do Instituto Exata.

Pires Léda é o segundo colocado, com 13% das intenções de voto. O atual prefeito do município, Chico Cunha, registra apenas 8% dos votos, empatado com a candidata Maria Isabel.

A pesquisa Exata encontrou ainda 4% de eleitores que optaram pelo candidato Alan, 2% de brancos, nulos ou que não votariam em nenhum dos candidatos apresentados, e 1% de indecisos.

O Instituto Exata ouviu 471 pessoas em Tuntum, entre os dias 18 e 19 de junho. A margem de erro da pesquisa é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Ainda de acordo com a pesquisa, na disputa direta apenas com o prefeito, Tema Cunha venceria as eleições com 84% das intenções de voto, contra 10% de Chico Cunha.

Se a disputa fosse apenas com Pires Léda, a diferença cairia: 78% para Tema contra 20% do adversário.

A análise dos números mostra que Tema Cunha é o favorito para ganhar a Prefeitura de Tuntum, mas mostra que seus adversários principais são Pires Léda e Chico Cunha, nenhum deles descartado da disputa.

A eleição em Tuntum acontece em 7 de outubro de 2012…

8

Transparência na prefeitura…

Do blog de Itevaldo Júnior

A Prefeitura de São Luís segue descumprindo a legislação de transparência pública. Um estudo do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) revela que o nível de transparência da gestão João Castelo (PSDB) é ruim.

De acordo com a pesquisa do Inesc as 27 prefeituras das capitais brasileiras ainda patinam para apresentar de forma transparente seus orçamentos.  Em vigor desde maio de 2010, a Lei da Transparência obriga a apresentação detalhada das contas públicas em tempo real na internet.

A Prefeitura de São Luís ocupa a 22ª posição entre as capitais brasileiras. A pesquisa utilizou 58 variáveis, quando foi possível construir um índice para classificar o nível de transparência das capitais.

A soma das capitais nas categorias “péssima”, “ruim”, “medíocre” representou 70,4% dos resultados. Continue lendo aqui…