11

Ibope desmente comunistas e confirma polarização entre Flávio Dino e Roseana…

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira, pela TV Mirante/Rede Globo mostra Flávio Dino com 43% das intenções de voto, apenas nove pontos percentuais à frente de Roseana Sarney; Roberto Rocha e Maura Jorge mantêm-se abaixo dos dois dígitos

 

POLARIZADOS. Flávio Dino e Roseana polarizam disputa pelo Governo do Estado, bem distantes dos demais candidatos

A pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, 23, pelo JMTV-2ª Edição, da TV Mirante, desmentiu pesquisas dos institutos Exata e DataIlha, vinculados ao governo comunista.

De acordo com o levantamento, Flávio Dino tem apenas 43% das intenções de voto, contra 34% de Roseana Sarney, uma diferença de apenas 9 pontos percentuais – e não os mais de 30% apontados pelos governistas.

Por estes levantamentos, há uma tendência de que a disputa pode mesmo ir para um segundo turno, levando em consideração a margem de erro, que é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Ibope também mostrou que existe uma consolidada polarização entre Flávio Dino e Roseana. Essa polarização faz com que os candidatos Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (PSL) não consigam decolar.

Essa polarização entre Flávio Dino e Roseana – que pode, inclusive, ser fator de decisão em primeiro turno – já vem sendo prevista pelo blog desde o início do ano. (Releia aqui e aqui)

De acordo com a pesquisa, os dois estão rigorosamente empatados, cada um com 3% das intenções de votos, bem distantes da disputa por vaga em um eventual segundo turno.

Ramon Zapata, do PSTU marcou 1% na pesquisa; Odívio Netto, do PSOL, não pontuou.

O Ibope achou ainda 8% de eleitores que declararam votar nulo ou em branco e outros 7% de eleitores que não souberam ou não quiseram responder, o que totaliza 15% de “indecisos”.

O instituto ouviu 1008 eleitores, entre os dias 17 e 23 de agosto. A pesquisa foi registrada no TRE-MA sob o número 0052/2018.

 

0

Ao atacar pesquisa, Flávio Dino e Márcio Jerry exibem sua arrogância política…

Governador comunista, seu lugar-tenente e blogueiros financiados pelo Palácio dos Leões passaram toda a terça-feira agredindo o Instituto Vox Populi e sua contratante, num exercício de desqualificação que utilizam sempre que se veem contrariados

 

O grupo de Flávio Dino – que se resume a Jerry e alugados – ao invés de avaliar a pesquisa, prefere desqualificá-la

 

Uma das características do perfil do governador Flávio Dino (PCdoB) é a sua prepotência e arrogância.

E ele exibiu cada uma delas na terça-feira, 5, quando foram divulgados os números da pesquisa Vox Populi sobre a disputa pelo Governo do Estado.

O governador poderia ser humilde e reconhecer o resultado – até porque ele é mostrado à frente da disputa – mas, arrogante, preferiu atacar o instituto e sua contratante.

Jerry e suas agressões no Twitter; humildade seria mais útil neste momento

Seu lugar-tenente Márcio Jerry foi ainda mais longe, e chegou mesmo a jogar suspeitas sobre a legitimidade da pesquisa, opinião replicada em sua rede de blogs financiada pelo Palácio dos Leões.

Se aproveitasse a humildade para estudar o relatório da Vox Populi, reconhecer os números e buscar corrigir erros, Flávio Dino poderia ter alguma chance na disputa de 2018.

Mas, arrogante, preferiu brigar com a realidade…

2

Para Ricardo Murad, Vox Populi mostra que população clama por novo governo…

Pré-candidato a governador diz que o comunista Flávio Dino perde eleitores a cada dia – ainda na fase embrionária da campanha – e aposta que a oposição vencerá as eleições de 2018

 

O quadro de Ricardo Murad mostra o cenário da eleição

O ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PRP) analisou como um recado direto do eleitorado o resultado da pesquisa Vox Populi, divulgada nesta segunda-feira, 4, sobre a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).

– Os nomes da oposição já somam 52%. O resultado confirma a insatisfação cada vez maior com o governo comunista que não cumpriu nada do que prometeu – afirmou Murad.

Segundo ele, o resultado é catastrófico para Ricardo Murad, sobretudo, pelo fato de a campanha ainda estar na fase embrionária.

– Como digo, a população clama por um novo governo. Flávio Dino, eleito com 68% dos votos, a cada dia perde mais eleitores. Nesta pesquisa do Instituto Vox Populi, está com apenas 37% das intenções de votos – provocou o pré-cadidato.

5

Eduardo Braide e o cavalo selado…

Deputado estadual desenha a mesma trajetória que a deputada federal Eliziane Gama percorreu entre 2013 e 2014; só não pode cometer os mesmos erros

 

Até agora sem dizer se será ou não candidato a governador do Maranhão, o deputado estadual Eduardo Braide (PMN), se coloca, mesmo assim, entre os favoritos na disputa de 2018.

Ele está em terceiro lugar na disputa que tem Flávio Dino (PCdoB) e Roseana Sarney (PMDB) empatados em primeiro lugar; e perde apenas para Roseana na capital maranhense.

É, portanto, uma performance digna de terceira via.

Eduardo Braide pode entrar na disputa pelo governo sem correr maiores riscos em 2018; se não se viabilizar em um eventual segundo turno, ele garante, certamente, o favoritismo para a Prefeitura de São Luís em 2020.

Sua situação é idêntica à vivida pela deputada federal Eliziane Gama (PPS) em 2014.

Eliziane saiu das eleições municipais de 2012 como terceira via – numa condição ainda menos favorável que a de Braide – e passou a figurar como opção ao Governo do Estado.

A deputada, no entanto, optou por candidatar-se a deputada federal, aliando-se ao então candidato do PCdoB Flávio Dino. Sua votação – a maior dentre os candidatos – mostrou que ela tinha potencial majoritário.

Mas, na Câmara, a parlamentar praticamente saiu do cenário. E quando veio para a disputa pela Prefeitura, em 2016, acabou definhando, amargando o quarto lugar.

Braide tem tudo para ser a nova terceira via da política estadual, assim como foi Eliziane em 2014.

Só não pode cometer os mesmos erros que a colega…

0

Perfil confirma aprovação da gestão de Luciano Genésio em Pinheiro…

Pesquisa divulgada pelo Instituto Perfil, neste último fim de semana, comprovou que a maioria da população pinheirense aprova a gestão do prefeito Luciano Genésio. Segundo o levantamento, 57,9% dos entrevistados estão satisfeitos com a atual administração; enquanto que 36,2% desaprovam e outros 5,9% não souberam responder.

Por conta da crise financeira que atinge todos os municípios, com cortes pesados de recursos do Governo Federal, houve uma queda na boa avaliação do prefeito , o que é considerado natural.
Sabedora do momento, a oposição divulgou recentemente uma pesquisa na qual aponta que mais de 70% dos entrevistados desaprovam a administração do prefeito.

Vale lembrar que o levantamento foi encomendado pela TV Difusora, comandada por adversários políticos de Luciano e que foram derrotados por ele e seu grupo nas eleições de 2016.

Apesar da crise e do momento difícil que os municípios passam, entre eles Pinheiro, a pesquisa revela não só a aprovação da maioria da população, mas também a confiança dos pinheirenses na gestão do prefeito Luciano Genésio.

O que a oposição não imaginava é que uma outra pesquisa também estava em campo para avaliar, entre outros aspectos, a aprovação da gestão municipal.

Os números do Instituto Perfil desmontam os números da Econométrica, contratada pela TV Difusora de Pinheiro para atacar Genésio.

A prova de que a pesquisa da TV Difusora foi orientada para distorcer os números sobre a boa avaliação do prefeito, está justamente na boa avaliação de candidatos que tem o apoio de Luciano.

Tanto o governador Flávio Dino, como o deputado federal Waldir Maranhão, lideram as pesquisas em Pinheiro.

Waldir, por exemplo, lidera a pesquisa de intenção de votos para o Senado.

Caso o prefeito estivesse realmente com 70% de desaprovação, como disse a pesquisa da oposição, o eleitor não votaria em um candidato apoiado por ele.

O levantamento da Perfil foi realizadio em vários bairros e zona rural de Pinheiro. Foram entrevistadas 423 pessoas entre os dias 9,10 e 11 deste mês.

3

Difusora desmente pesquisa da própria Difusora sobre Flávio Dino…

Jornalista Diego Emir, do programa Algo Mais, foi às ruas de São Luís e constatou a insatisfação da população com o governo comunista, que só aparece bem aprovado nos números de um tal Instituto Data Ilha

 

Não durou nem duas horas a credibilidade da pesquisa Data Ilha, divulgada na manhã desta segunda-feira, 16, no programa Bom Dia Maranhão, da TV Difusora.

Os números já haviam sido questionados pela própria TV Difusora, ainda no sábado, 14, no quadro Conversa Franca, apresentado pelo jornalista Diego Emir, no programa Algo Mais. (Veja o vídeo)

CASO DE POLÍCIA. Sede do Data Ilha em São Luís; pesquisa acabou na polícia

No mês passado, o Instituto Data Ilha tentou gerar números favoráveis ao governador Flávio Dino (PCdoB), mas acabou tendo que se explicar sobre endereço e sistema de levantamento.

E recusou-se a revelar quem o contratou. (Relembre aqui)

Agora, mais um levantamento do Data Ilha é desmascarado.

Desta vez pela própria empresa que o contratou…

1

O caminho aberto para Maura Jorge…

Desconhecida de pelo menos 80% do eleitorado, e com presença em menos de 10% dos municípios, a ex-prefeita de Lago da Pedra registra índices entre 5% e 8% das intenções de votos; e tem a menor rejeição entre os candidatos

 

Com índices que variaram entre 5% e 8% das intenções de votos na última pesquisa Escutec – dependendo do cenário – a ex-prefeita e ex-deputada Maura Jorge (Podemos) mostra força para trilhar um caminho nas eleições de 2018.

Desconhecida como candidata a governadora por pelo menos 80% do eleitorado, já que nunca disputou cargo majoritário, Maura Jorge registra esses índices mesmo tendo visitado menos de 10% dos municípios.

Dentre os nomes já apresentados para a disputa, Maura Jorge é a única que trilha sozinha o seu caminho, com a ajuda apenas do seu partido e dos aliados, como o deputado federal Aluisio Mendes.

Ela não tem a estrutura do governo montada por Flávio Dino (PCdoB) nem o cacife do Senado, usado por Roberto Rocha (PSB); também não dispõe do recall eleitoral apresentado por Roseana Sarney (PMDB).

Mas sua rejeição é a menor entre eles, o que lhe abre um caminho gigantesco à frente.

No momento em que conjugar o amplo conhecimento do seu nome pelo eleitorado e visitar o grosso dos municípios como candidata, ela tende a crescer.

E isso deve ocorrer exatamente na campanha.

É aguardar e conferir…

2

“É sigilo profissional”, diz empresário sobre contratante do Datailha…

Josiel Novaes tenta atacar quem revelou o endereço divergente de seu instituto, mas não explica porque incluiu apenas dois nomes em seu levantamento sobre a eleição no Maranhão e, principalmente, quem pagou pelos serviços

 

Novaes recebeu o EMA em uma casa que aprece ter sido montada às pressas

Chama-se Josiel Novaes, é paraense e está instalado há três meses em uma casa em São Luís o dono do Instituto Datailha, que causou alvoroço ao divulgar – do nada – pesquisa sobre a sucessão maranhense com apenas um cenário.

Em entrevista ao jornalista Gilberto Léda, de O EstadoMaranhão, garantiu que sua empresa não é fantasma, mas ficou devendo algumas explicações sobre o levantamento e, principalmente, sobre quem pagou por ele.

– Isso aí é sigilo profissional – emendou, contrariando a regra eleitoral que obriga a revelação do contratante das pesquisas, pelo menos em época de campanha.

Outra resposta sem-pé-nem-cabeça dada pelo dono do Datailha refere-se ao fato de que, seu levantamento, divulgado apenas por blogs ligados ao governo Flávio Dino (PCdoB), só ter dois candidatos a governador.

– Uma metodologia que foi decidida, né? Até então, quis testar esse cenários com esses dois possíveis candidatos. Mas outras pesquisas fizemos com quatro ou cinco candidatos – justificou, sem mostrar as provas do que disse.

Embora o EMA não tenha perguntado, fica aqui um novo questionamento ao estatístico do polêmico instituto: Por acaso sua empresa fechou após as eleições municipais – quando fez pesquisas para o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) – já que, segundo ele, está em São Luís há apenas três meses? (entenda aqui e aqui..)

Talvez por isso a pesquisa do Datailha tenha virado até caso de polícia…

0

Sem propaganda, Assis Ramos atinge aprovação de 52%…

Eleito com menos de um terço dos votos de Imperatriz, prefeito já tem a confiança de mais da metade da população

 

Assis vai, aos poucos, conquistando a confiança da população

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (PMDB), que surpreendeu o mundo da política maranhense ao eleger-se sem nunca ter disputado qualquer tipo de eleição, agora demonstra fôlego para ir além, registrando aprovação de 52% de sua administração, conforme apurou o Instituto Galaxy, em pesquisa concluída no começo da semana passada.

De uma disputa acirrada, contra o favoritíssimo ex-prefeito e empresário Ildon Marques (PSB); contra a candidata apoiada pelo Governo do Estado, Rosângela Curado (PDT), e contra o candidato do prefeito Sebastião Madeira (PSDB), Ribinha Cunha (PSC), Assis obteve uma vitória apertada, com menos de dois pontos percentuais acima do segundo colocado, ou 29% dos votos válidos.

Menos de um ano depois, ao fim dos primeiros oito meses da sua administração, já quebrou a barreira dos 50% e registra uma aprovação de 52%.

Em junho, medido pela Escutec, ele registrara 47% de avaliação positiva.

O Instituto Galaxy ouviu 1.200 pessoas em praticamente todos os bairros de Imperatriz, entre os dias 5 e 10 de outubro.

A evolução da aprovação popular de Assis Ramos desde a eleição

A segunda pesquisa de avaliação do trabalho do prefeito Assis Ramos se dá ao término do oitavo mês da sua administração, sem que ele, até aqui, tenha feito qualquer tipo de propaganda das obras e serviços da Prefeitura.

De acordo com a Assessoria de Comunicação, esse tipo de divulgação só se dará depois de concluído o processo de licitação das verbas publicitárias, processo que ainda se arrasta, principalmente por exigências dos prazos de lei.

– As pessoas estão atentas, principalmente às mudanças de postura e quanto ao jeito que a gente trata os recursos públicos. Minha gestão não está na TV e nos rádios, mas eu e minha equipe estamos nas ruas, nas escolas, nos corredores do Socorrão, enfrentando com coragem e dando boas respostas a todos os problemas que vão surgindo – observou Assis Ramos.

3

Luciano Genésio tem quase 90% de aprovação em Pinheiro…

Pesquisa do Instituto Perfil, divulgada semana passada, mostrou aprovação de 87% da gestão do prefeito Luciano Genésio em Pinheiro.

O resultado do novo levantamento confirma o que o próprio Instituto divulgou em maio deste ano em uma primeira pesquisa realizada na cidade.

Na ocasião, 80% dos entrevistados afirmaram aprovar a administração executada por Genésio.

A nova pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 16 deste mês. Apenas 5,5% dos entrevistados disseram não aprovar a atual gestão. 7,3% não souberam ou não responderam.

O levantamento também avaliou o governo municipal apresentando aos entrevistados os conceitos ótimo e péssimo.

58,2% das pessoas ouvidas o classificaram como ótimo; 10% disseram ser bom; e 7,3% regular.

A aprovação, quase que unânime, da administração Luciano Genésio em Pinheiro é fruto de ações bem planejadas e que estão beneficiando o cidadão em todos os setores.

Um deles é a saúde, onde o prefeito vem promovendo significativos investimentos, sempre recebendo o total apoio de sua esposa e primeira-dama, Thaíza Hortegal, que é médica e demonstra, além do companheirismo para com o marido, total afinco para contribuir e mudar a realidade de um setor tão importante para o crescimento do município e melhora da qualidade de vida do povo.

A pesquisa Perfil tem margem de 4,5% — para mais ou para menos – e grau de confiabilidade de 95%.