5

Eliziane volta a crescer e embaralha disputa a uma semana da eleição…

Pesquisa divulgada hoje no Jornal Pequeno mostra que a candidata do PPS tem 17,2% das intenções de voto, cinco a menos que o adversário do PP, Wellington do Curso; levantamento, do Instituto Perfil, vai na contramão dos demais e confirma também a realização de segundo turno na capital maranhense

 

elaA candidata do PPS à Prefeitura de São Luís, Eliziane Gama, voltou na crescer na disputa e alcançou 17,2% das intenções de voto na pesquisa do Instituto Perfil, divulgada neste domingo, 25, pelo Jornal Pequeno.

perfilDe acordo com o instituto, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) tem 37,3% das intenções de voto, seguido por Wellington do Curso (PP), que aparece com 22,1%.

Os números do Instituto Perfil é fundamentado em quatro fatos básicos:

1 – deverá haver segundo turno na capital maranhense;

2 – A disputa ainda está indefinida em relação ao provável adversário de Holandinha;

3 – realizada nos dias 19, 20 e 21 de setembro, o levantamento ainda não mediu a repercussão do debate da TV Guará;

4 – O Instituto demonstra extrema coragem e confiança ao ir contra o rebanho e divulgar números totalmente divergente do que aparece no pool de pesquisa que vinham realizando pesquisas em São Luís.

Ainda de acordo com o levantamento do Instituto Perfil,  o candidato do PMDB, Fábio Câmara, ocupa a quarta colocação, com 3,1%, seguido de Rose Sales (PMB), com 2,7% e Eduardo Braide (PMN), com 2,6%.

Cláudia Durans (PSTU), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL) não alcançaram 1% na pesquisa. Outros 6,4% votariam nulo ou branco e outros 6,9%  não souberam ou não quiseram responder à pesquisa.

A Perfil ouviu mil eleitores em São Luís. A margem de erro do levantamento é de 3,1 ponto percentual, para mais ou para menos.

A pesquisa foi registrada no TSE sob o nº de protocolo MA-01931/2016…

3

Dr. Magno consolida vitória em Chapadinha, diz Exata…

Bacelar comemora com o povo destaque na eleição

Bacelar comemora com o povo destaque na eleição

Pesquisa divulgada nesta terça-feira, 20, mostra que o ex-prefeito  abre oito pontos de antagem sobre a atual prefeita, Belezinha  deve ser eleito no dia 2 de outubro

O ex-prefeito e ex-deputado Magno Baceelar será eleito prefeito de Chapadinha, em 2 de outubro, segundo mostra levantamento do Instituo Exata, divulgado nesta terça-feira, 20.

Os número da pesquisa Exata

Os número da pesquisa Exata

Dr. Magno tem 45% das intenções de voto, contra 37% da prefeita Ducilene Belezinha.

Outros 5% declaram votar em Raimunda Maria.

Ainda de acordo com o Instituto Exata, 3% do eleitores de Chapadinha declararam votar Nulo, em Branco ou em Nenhum dos candidatos. E 10% não quiseram ou não souberam responder.

A pesquisa Exata ouviu 450 eleitores entre os dias 7 e 8 de setembro, e foi registrada a Justiça Eleitoral sob o nº de protocolo MA-09723/2016. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

1

Luanna lidera com folga, corrida eleitoral em Vitorino Freire…

pesquisa

A candidata do DEM à Prefeitura de Vitorino Freire, Luanna Bringel Rezende, lidera com folga a disputa eleitoral. Pelo menos foi o que apontou a pesquisa BMO – Brasil Marketing e Opinião, divulgada neste sábado, 10.

De acordo com o levantamento, Luanna venceria a eleição com 44,4% dos votos.

O segundo colocado é o prefeito de Vitorino Freire, Zé Leandro (PTdoB) que aparece com menos da metade das intenções de voto de Luanna, ou seja, teria 20,1%. Em terceiro, colado, aparece o candidato do PEN, Jusimar Rodrigues com 18,7%. Veja abaixo o percentual de todos os candidatos.

O BMO também perguntou para os eleitores quem seria o vencedor da eleição, independente do voto. Para a maioria dos entrevistados, mais precisamente 52%, a vencedora da eleição será Luanna.

A pesquisa também fez o levantamento sobre a rejeição dos candidatos. O prefeito Zé Leandro tem a maior rejeição com 33,6%, seguido de Cirineu Cutrim (PSD) com 15,3% e Luanna com 12,5%.

O levantamento também questionou aos moradores de Vitorino Freire sobre a aprovação e desaprovação da gestão de Zé Leandro. Para 67,3% a administração do atual prefeito está desaprovada e apenas 27,2% aprovam a gestão de Zé Leandro.

Ao que tudo indica, Luanna deve conseguir se eleger prefeita de Vitorino Freire e concretizar o sonho da mãe, Margareth Bringel, que foi interrompido com o seu falecimento em setembro de 2014, vítima de um acidente automobilístico.

A pesquisa BMO, contratada pelo próprio instituto, foi registrada no dia 04 de setembro sob o protocolo MA-04726/2016. O levantamento ouviu 502 eleitores entre os dias 01 e 02 de setembro. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3% para mais ou para menos.

6

Escutec mostra polarização entre Edivaldo e Wellington…

Prefeito conseguiu reduzir drasticamente a rejeição, e mantém cerca de 11 pontos sobre o adversário do PP; Eliziane confirma tendência de queda, agora restando apenas 20 dias de propaganda na TV

 

numeros

Os números da pesquisa Escutec divulgados neste sábado pelo jornal O EstadoMaranhão consolidam duas situações em relação aos candidatos:

1 – O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) reduziu drasticamente a rejeição, agora para algo em torno de 25%, já quase nos mesmos níveis da de Eliziane Gama (PPS).

2 – Eliziane reflete intenso desgaste das primeiras três semanas de campanha, e perde considerável terreno para Wellington do Curso (PP), agora consolidado em segundo lugar.

fabio

De acordo com a pesquisa, Edivaldo tem hoje 33,5% das intenções de votos, exatos 11,2 pontos percentuais à frente de Wellington, que aparece com 22,3%, na segunda colocação.

Eliziane agora registra 15, 8% de intenção de votos, ou 6,5 pontos percentuais atrás do segundo colocado.

Como a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, pode-se dizer que Wellington supera em apenas 0,5 pontos percentuais a condição de empate técnico com Eliziane Gama.

Rejeição

Outro ponto fundamental da pesquisa Escutec é a questão da rejeição.

Enquanto Edivaldo reduziu drasticamente seus índices nas últimas semanas, registrando agora 25,9%, Eliziane tem desgaste acentuado, registrando, agora, 21,3% de eleitores que declaram não votar nela de jeito nenhum.

Wellington do Curso tem rejeição de apenas 8,8%, o que lhe dá condições de brigar fortemente com Edivaldo em um eventual segundo turno.

Segundo Turno

Uma eventual disputa de segundo turno Edivaldo Júnior e Wellington do Curso – o cenário mais provável – a situação é de rigoroso empate técnico, com o candidato do PDT registrando 42% e o pepista aparecendo com 40%.

Detalhe: Wellington está em viés de alta, o que pode ser fundamental neste aspecto.

Em todos os cenários de segundo turno, Eliziane perderia para os dois principais adversários…

A pesquisa Escutec ouviu 800 eleitores, entre os dias 7 e 9 de setembro. Foi registrada no TSE sob o número de protocolo MA-00724/2016.
1

Pesquisa Escutec deve por ordem na casa em São Luís…

Diante da confusão gerada por uma série de levantamentos – e da disparidade drástica entre um  e outro – instituto de maior credibilidade no Maranhão deve apontar os rumos exatos do atual cenário da corrida eleitoral em São Luís

 

escutec3

O Instituto Escutec vai divulgar no sábado, 3, na edição de fim de semana do jornal O EstadoMaranhão, a sua terceira rodada de pesquisas de intenção de votos sobre a sucessão em São Luís.

A pesquisa, já registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral, deve ser a palavra final neste momento da campanha na capital maranhense, num momento em que institutos apresentam números tão díspares e antagônicos entre si, que fica impossível fazer qualquer leitura do cenário.

É uma espécie de fechamento do ciclo de pesquisas da primeira semana de propaganda eletrônica efetiva.

Os dados do registro da pesquisa Escutec, para publicação sábado, em O EstadoMaranhão

Os dados do registro da pesquisa Escutec, para publicação sábado, em O EstadoMaranhão

De acordo com o dados do registro, a Escutec vai às ruas até sexta-feira, 2, para medir também o alcance da primeira semana de propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

A pesquisa será publicada integralmente no jornal O EstadoMaranhão, que começa a circular no sábado, 3 de setembro…

7

Wellington é ameaça real a Edivaldo….

Surpresa da campanha eleitoral, candidato do PP tem a seu favor a mais baixa rejeição dentre todos os postulantes e o fato de estar em ciclo de crescimento, o que põe totalmente em risco o projeto de reeleição do prefeito, que registra altíssima rejeição

 

Wellington do Curso entre eleitores: com ele, o risco de Edivaldo é desconhecido

Wellington do Curso entre eleitores: com ele, o risco de Edivaldo é desconhecido

Ao ultrapassar a candidata do PPS, Eliziane Gama, na disputa pela Prefeitura de São Luís, o deputado Wellington do Curso (PP) tornou-se uma ameaça real ao projeto de reeleição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Edivaldo tem 29% de intenção de votos, mas a maior rejeição de todos: 37%.

Wellington, por sua vez, aparece com 20% de intenção de voto e rejeição de 11%,  menor dentre os candidatos.

Eliziane aparece com 16%, mas em condição de empate técnico com Wellington.

A preocupação do prefeito agora é o desconhecido

A preocupação do prefeito agora é o desconhecido

Se conseguir se manter como opção de segundo turno no decorrer da campanha – e caso Eliziane não se recupere até o fim do primeiro turno – Wellington pode se transformar na onda que Edivaldo não esperava para a disputa.

E exatamente por ser um candidato novo, desconhecido das disputas, é que o progressista se torna uma arma letal contra o rejeitado prefeito.

Curiosamente, foi o grupo do próprio Edivaldo quem transformou Wellington em seu possível adversário, ao bombardear Eliziane, impiedosamente, desde o início oficial da campanha.

O Ibope não mediu cenário de segundo turno, mas todos os especialistas em análise de pesquisas dizem que a altíssima rejeição do prefeito, combinada à curva crescente e à baixa rejeição de Wellington, torna cada vez mais seu futuro incerto.

É aguardar e conferir…

10

Rejeição impede projeto de reeleição de Edivaldo Júnior…

Antipatia popular à gestão do prefeito pedetista beira os 40%, o que torna quase impossível vencer os adversários em confronto direto

 

Rejeição inviabiliza sonho do prefeito

Rejeição inviabiliza sonho do prefeito

A pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 29,  pelo jornal O Imparcial, confirmou que a rejeição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) continua nas alturas, mesmo com toda a força que o candidato tem feito para se mostrar competitivo.

De acordo com os números do Instituto Ímpar, nada menos que 37,5% dos eleitores de São Luís declaram não votam de jeito nenhum em Edivaldo.

A rejeição à gestão de Holandinha é quase três vezes superior à da deputada Eliziane Gama (PPS), apesar de todo o bombardeio dos adversários contra ela.

Essa rejeição altíssima impede, por exemplo, que o prefeito possa sonhar com uma vitória em primeiro turno; e também o leva a perder para qualquer adversário que venha a enfrentá-lo em um segundo turno.

A rejeição do prefeito é quase três vezes maior que a da sua principal adversária

A rejeição do prefeito é quase três vezes maior que a da sua principal adversária

No final de semana, Edivaldo Júnior tentou criar um ambiente de otimismo com a pesquisa do Instituto DataM, que baixou artificialmente sua rejeição para pouco mais de 20% e elevou seus índices de intenção de votos à casa dos 34%.

Mas o DataM já foi denunciado por fraude em pesquisas, pelo histórico de irregularidades que registra em seus levantamentos.

O prefeito tem a maior estrutura de campanha, o maior tempo na propaganda eleitoral, o maior número de inserções, o maior número de partidos políticos e ainda conta com o fato de estar no comando na máquina administrativa.

Nem isso, porém, faz com que ele seja menos rejeitado pelo eleitor.

E é isso que inviabiliza seu projeto de reeleição…, São Luís,

0

“O povo reconhece o trabalho de Amaury em Mirinzal”, afirma Zé Inácio…

Inácio com Amaury e seu vice, em campanha em Mirinzal

Inácio com Amaury e o ex-vice-prefeito Eduardo,  em campanha em Mirinzal

O deputado estadual Zé Inácio (PT) destacou o trabalho realizado pelo prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT),  um dos mais atuantes na região da Baixada Maranhense.

“Nós que acompanhamos o trabalho realizado pelo prefeito Amaury não nos surpreendemos com o número da aprovação ao seu governo”, enfatizou.

Para o deputado, a população de Mirinzal aprova a gestão do atual prefeito pelo trabalho realizado em diversos setores.

“Essa aprovação se dá em determinados setores e reflete também no desempenho do candidato, ou seja, sua boa gestão contribui para esse resultado”, disse.

Na avaliação de Zé Inácio, a aprovação do governo municipal se dá em diversas áreas.

“Houve a manutenção das estradas na Zona Rural e a construção da última escola de taipa que existia no município, na comunidade de Rio do Curral, realizada com recursos próprios pelo prefeito Amaury. Por último, a recuperação de ruas e avenidas com tapa buraco e asfalto, o que mostra que o povo de Mirinzal reconhece o trabalho, assim como em toda a Baixada o prefeito Amaury é conhecido como o prefeito trabalhador”, finalizou.

2

Holandinha perde para qualquer adversário no 2º Turno…

Números da Econométrica festejados antes mesmo de sua divulgação pelos aliados do prefeito não foram suficientes para colocá-lo à frente de Eliziane Gama e Wellington do Curso nos cenários de confronto direto

 

Rejeitado, Edivaldo é derrotado por todos

Rejeitado, Edivaldo é derrotado por todos

Este blog revelou ainda na quarta-feira, que aliados do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) já estavam comemorando a pesquisa da Econométrica – divulgada neste sábado, 23 – antes mesmo de o instituto ir às ruas para a coleta dos dados.

Mas nem a boa vontade do instituto com o prefeito foi suficiente para fazê-lo aparecer à frente dos seus dois principais adversários – Eliziane Gama (PPS) e Wellington do Curso (PP) – em um cenário de segundo turno.

Contra Eliziane, a Econométrica até diz que o prefeito encostou bem, mas continua perdendo.

A candidata do PPS aparece com 33,7%, contra 32,3% de Edivaldo.

Contra Wellington do Curso Edivaldo também seria derrotado em eventual segundo turno, por 37,4% contra 31,6%.

Os números não poderiam mostrar Edivaldo à frente em um segundo turno por uma questão também intransponível para qualquer eventual manipulação de cenário: a rejeição altíssima do prefeito, acima dos 37% no levantamento Econométrica.

Rejeitado pela população, Edivaldo pode até estar embolado com seus adversários no 1º turno, sobretudo por causa da forte estrutura de campanha, montada no poder da máquina administrativa.

Mas o prefeito perde para todos eles em um eventual segundo turno.

Simples assim…

O levantamento Econométrica foi feito com 985 eleitores em São Luís. Contratada pela empresa Luís Assis CS de Almeida-ME (Blog do Luís Cardoso) foi registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo MA-03691/2016. A margem de erro é de 3,1% e intervalo de confiança de 95%.
0

É preciso ficar de olho em Eduardo Braide…

Recém-apresentado pelas pesquisas ao eleitor, deputado estadual superou o patamar de muitos candidatos em campanha há anos e apresenta crescimento consistente em São Luís

 

Eduardo Braide estudando projetos: preparo e conhecimento são diferenciais

Eduardo Braide estudando projetos: preparo e conhecimento são diferenciais

Sua candidatura ainda é vista com reservas pelos setores da mídia que acompanham a cobertura política.

E muitos até desdenham.

Mas o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) se mostrou consistente na duas pesquisas de intenção de votos que incluíram seu nome.

Na pesquisa Exata/TV Guará, ele surgiu com exatos 3%, à frente de nomes como Fábio Câmara (PMDB) e João Bentivi (PHS), e próximo aos índices de Rose Sales e Bira do Pindaré (PSB)

Já no levantamento Prever/Neto Ferreira, seu índices chegaram a 4,8% já na casa do segundo escalão dos pré-candidatos – e já à frente da vereadora Riose Sales (PMB).

Leia também

O fator Eduardo Braide…

A boa largada de Eduardo Braide…

Eduardo Braide e seus passos planejados…

É claro que Braide ainda se apresenta muito distante dos principais candidatos. mas tem um trunfo que poucos postulantes à prefeitura têm: a credibilidade.

Este blog tem analisado que o eleitor de São Luís começará a avaliar melhor os que querem ser prefeito só a partir do início da propaganda eleitoral.

É neste ponto que se começa a ver quem está preparado, quem demonstra equilíbrio, quem conhece, de fato, os problemas de São Luís – e aponta soluções – e quem tem a credibilidade para convencer o eleitor.

Braide sempre foi um político preparado – que discute os problemas os problemas e aponta soluções – e  de credibilidade.

Por isso, é bom ficar de olho nele.

Sobretudo durante a propaganda eleitoral…