0

Podcast “Sai da Lama”, de Caxias, gera principal fato político de 2022 no Maranhão

Programa conduzido pelos jornalistas Fred Belfort e Jonas Filho produziu a entrevista com o senador Weverton Rocha, que mudou os rumos da eleição maranhense e causou repercussão em todo o estado e em todos os setores da sociedade

 

Banner da entrevista que mudou os rumos da política maranhense dada aos jornalistas Fred Belfort e Jonas Filho

O saudoso jornalista Nilton Ornellas – ex-secretário de Comunicação e ex-editor de Política de O EstadoMaranhão – dizia que, algumas entrevistas tinham o poder de mudar os rumos da história.

Nesta sexta-feira, 29, um podcast do interior maranhense – o “Sai da Lama”, de Caxias – exerceu este poder.

Foi ao programa de radioweb apresentado pelos jornalistas Fred Belfort e Jonas Filho, que Weverton anunciou que o seu grupo não iria mais votar no ex-governador Flávio Dino para o Senado; a entrevista viralizou na internet, foi comentada em todos os programas de rádio de São Luís e do interior, ganhou blogs, portais e jornais.

Criado em 1º de dezembro, o podcast “Sai da Lama” já realizou, em cinco meses, 86 entrevistas.

A sabatina com o senador  Weverton ganhou o mundo pelo momento político por que passa o Maranhão; momento este que a perspicácia dos apresentadores foi capaz de perceber e fazer a pergunta necessária.

A entrevista no “Sai da Lama” teria também participação do deputado federal Gil Cutrim (PRB), que acabou ficando em segundo plano diante da repercussão dos fatos.

O “Sai da Lama” é apresentado de segunda a sexta, a partir das 12h30…

3

“Bolsonaro não está preparado para o cargo de presidente”, diz Othelino…

Presidente da Assembleia Legislativa criticou a postura bolsonarista em relação às eleições na Argentina e ponderou a falta de ações do Governo Federal no que diz respeito ao vazamento de óleo no Nordeste

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), lamentou a postura do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PSL), em relação ao eleito da Argentina, Alberto Fernández.

O presidente brasileiro se recusou a cumprimentar o vizinho.

– Bolsonaro demonstra que não está preparado para exercer o cargo dessa importância. Lamento que o presidente da República não saiba conviver com as diferenças e aja dessa forma – ponderou Othelino, em podcast distribuído esta semana.

Para o presidente da Assembleia Legislativa, a postura do governo Bolsonaro em relação às manchas de óleo nas praias do Nordeste é digna de repreensão internacional.

– O ministro do Meio Ambiente, ao invés de se juntar aos estados, aos municípios e às comunidades para uma ação rápida, preferiu minimizar o problema. Acabou que agravou e atingiu o Nordeste de forma muito grave. E, ao extinguir o Comitê de Contingenciamento para o caso de acidentes no litoral brasileiro, mais uma vez, o presidente da República prova a falta de compromisso com o Brasil e, em especial, com a população do Nordeste – acentuou.

Os podcasts de Othelino Neto são veiculados semanalmente no site da Assembleia e no Youtube…

1

Podcast: Othelino comenta postura de senadores na votação da reforma..

Na décima edição do Podcast “Diálogo com Othelino”, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou a votação da Reforma da Previdência no Senado Federal e também repercutiu temas e eventos que movimentaram o Parlamento Estadual nos últimos dias, entre eles, a homenagem ao cantor Zeca Baleiro; o projeto de lei de sua autoria que acrescenta dispositivo à Lei nº 9.663 que dispõe sobre Gratificação de Complementação de Jornada Operacional, dando nova redação visando beneficiar os policiais e promover mais segurança nos municípios maranhenses.

Também deu destaque à celebração dos 30 anos da Constituição Estadual que será comemorada em sessão solene na Casa, no próximo dia 17.

Sobre a PEC da Previdência, aprovada em primeiro turno pelo Senado, Othelino Neto lamentou a manutenção de itens que, segundo ele, são prejudiciais aos brasileiros.1

“Se o redutor da previdência for aprovado também em segundo turno vai fazer com que muitos pensionistas recebam menos que um salário mínimo e como sobreviver desta forma?”, questionou.

Othelino fez questão de registrar os votos dos senadores do Maranhão, Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS), contrários ao texto aprovado.

“Eles votaram respeitando o eleitor e a favor dos destaques que retirariam esses itens que prejudicam a população”, relatou o parlamentar.