0

Waldir Maranhão quer tomar na Justiça o comando do PP maranhense…

Deputado defenestrado da presidência da legenda após se rebelar contra decisão a favor do impeachment agora quer tomar na Justiça o controle do partido

 

O deputado federal Waldir Maranhão decidiu tentar retomar na Justiça o controle do diretório regional do PP.

Ele entrou com ação para que o também deputado federal André Fufuca deixe a presidência do partido, que assumiu há duas semanas.

Waldir foi defenestrado do comando do PP após se rebelar contra a decisão do partido, de votar  a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Parte da ação de Waldir contra o PP

Parte da ação de Waldir contra o PP

Entre outras coisas, o parlamentar alegou em sua ação que não houve o contraditório e a ampla defesa no processo do diretório nacional do PP, que o destituiu.

Ele alega ainda que os prejudicados pela decisão não terão mais tempo para procurar novas legendas pra as eleições de outubro, uma vez que já passou o período de filiação.

A ação de Waldir Maranhão foi protocolada no Tribunal de Justiça do Maranhão, com pedido de antecipação de tutela para retomar imediatamente o comando do PP.

9

Wellington vai comandar PP em São Luís…

Deputado foi confirmado pelo presidente regional André Fufuca no comando municipal da legenda, o que garante a ele a condução de sua própria campanha, sem atropelos partidários

 

Com o controle do partido, Wellington consolida sua candidatura

Com o controle do partido, Wellington consolida sua candidatura

Terceiro lugar em alguns cenários da disputa pela Prefeitura de São Luís – segundo a última pesquisa Escutec – o deputado Wellington do Curso (PP) está cada vez mais consolidado em sua candidatura.

O deputado federal André Fufuca, novo presidente regional do PP, confirmou ao blog que Wellington será o presidente municipal da legenda.

Isso significa que o parlamentar conduzirá, ele próprio, as negociações para formação de alianças na sucessão do prefeito Edivaldo júnior (PDT).

Fufuca assumiu o comando do PP em substituição ao colega Waldir Maranhão, que caiu em desgraça na legenda após votar a favor da presidente Dilma Rousseff (PT), no processo de impeachment.

Wellington do Curso vai substituir Pedro Celestino no comando do diretório municipal…

4

Para Wellington do Curso, “impeachment muda o jogo no Maranhão”…

Pré-candidato a prefeito de São Luís, deputado estadual avalia que a correlação de forças no estado – e na capital – terá outra configuração a partir da posse de Michel Temer na presidência

 

Fufuca com Wellington, no gabinete de Ciro Nogueira: confiança ampliada

Fufuca com Wellington, no gabinete de Ciro Nogueira: confiança ampliada

Um dos maiores beneficiários do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) é o deputado estadual Wellington do Curso.

Filiado ao PP desde abril, o parlamentar convivia com a desconfiança de que o então presidente da legenda, deputado federal Waldir Maranhão, iria “negociá-lo” até as convenções.

Mas Waldir caiu em desgraça no partido ao negociar com o governador Flávio Dino (PCdoB) seu voto contra o impeachment. E foi imediatamente destituído da presidência regional progressista.

– [Wellington] Será o futuro prefeito de São Luís – garantiu o novo presidente da legenda, André Fufuca, em quem o deputado estadual deposita toda sua confiança.

Mas Wellington vê uma mudança mais ampla no jogo político maranhense no pós-impeachment do que a simples mudança na disputa em São Luís.

O próprio Flávio Dino perdeu força ao quebrar lanças em favor de Dilma Rousseff e se indispor com o futuro ocupante do Palácio do Planalto. E o esvaziamento de Dino prejudica seu candidato em São Luís, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

– A presença de Temer no comando do país modifica a correlação de forças políticas no Maranhão. Não haverá mais ninguém tão absoluto. O contraponto terá mais consistência – avaliou.

Para Wellington, essa nova correlação de forças políticas forçará o próprio Flávio Dino a buscar maior diálogo com deputados estaduais, a fim de garantir sua própria governabilidade, agora em ambiente, senão hostil pelo menos antipático a ele.

– É hora da base se reorganizar e se valorizar – prega o pré-candidato do PP…

2

Waldir Maranhão: de traidor a articulador do governo…

Vice-presidente da Câmara Federal, deputado maranhense ofereceu almoço neste sábado, 16, para indecisos do PMDB, do PP e do PR, com a presença do ministro Jaques Wagner

Após trair o PP e declarar voto contra o impeachment, o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (MA), deu almoço hoje, em seu apartamento, para deputados indecisos do PMDB do PP, do PR e pequenas legendas.

A informação é do blog de Gerson Camarotti.

Do encontro participou também o ministro chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff (PT), Jaques Wagner.

O emissário de Dilma propôs que os indecisos não declarassem votos na primeira chamada de votação, evitando a definição de um placar já na primeira rodada.

Ainda de acordo com Camarotti, os deputados não pareceram se convencer dos argumentos de Jaques Wagner e Waldir Maranhão.

A votação do impeachment começa as 14 horas deste domingo, 17…

2

Wellington do Curso é a surpresa da pesquisa Escutec…

Mesmo sem se anunciar candidato a prefeito, deputado chega a alcançar quase 9% das intenções de votos em alguns cenários da disputa pela prefeitura, o que o coloca como opção em São Luís

 

Wellington em campanha: ousadia e coragem para o enfrentamento

Wellington em campanha: ousadia e coragem para o enfrentamento

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) aparece como a maior surpresa na pesquisa do Instituto Escutec, divulgada nesta segunda-feira, 11.

Seus índices de intenção de votos variaram de 5,5% a 8,6%, dependendo do cenário.

Para efeito de comparação, os números – mesmo sem se anunciar candidato – estão no mesmo patamar dos de Rose Sales (PMB), que age como candidata há pelo menos quatro anos, e aos de Bira o Pindaré (PSB), que movimenta estruturas políticas fortes na capital.

No cenário mais provável, sem um candidato do PSDB  sem Bira do Pindaré, Wellington já figura em terceiro lugar. (veja quadro)

O desempenho de Wellington no cenário mais provável: terceiro lugar

O desempenho de Wellington no cenário mais provável: terceiro lugar

Wellington tem uma vantagem adicional: circula bem em todos os segmentos sociais, seja como professor de curso preparatório, seja como parlamentar ou patrocinador de grandes eventos culturais.

O problema: ele precisa superar uma desconfiança que o presidente do seu partido, deputado Waldir Maranhão, gera na classe política maranhense: a de que não dará legenda para sua candidatura.

Se conseguir convencer o PP, Wellington desponta como forte alternativa aos projetos já postos na disputa.

É aguardar e conferir…

4

Wellington filia-se ao PP…

Parlamentar  foi recebido pelo senador Ciro Nogueira, presidente da legenda, a convite dos deputados federais André Fufuca e Waldir Maranhão que indicaram como “importante reforço já para 2016”

 

Wellington com Fufuca e Ciro Nogueira: projeto de poder em São Luís

Wellington com Fufuca e Ciro Nogueira: projeto de poder em São Luís

O deputado estadual Wellington do Curso, que se desfiliou do PPS no último dia 18, filiou-se, na noite desta quarta feira (30), ao Partido Progressista (PP). Ele foi recebido em Brasília  pelos deputados federais André Fufuca e Waldir Maranhão, que preside o PP maranhense, pelo senador Ciro Nogueira, presidente nacional da sigla.

Em respeito ao povo do Maranhão, comunico a minha filiação ao PP. Rogo a Deus que possa me conceder sabedoria nessa nova caminhada. Agradeço aos convites recebidos pelo PV, PSB, PMB, PHS e PR. A minha chegada ao PP tem como objetivo contribuir efetivamente para o crescimento do partido no Maranhão. Com a sensibilidade de quem conhece a realidade do povo maranhense, realizarei o mesmo trabalho em defesa do povo do Maranhão. Venho para somar. Vamos juntos contribuir para a construção de um Maranhão melhor para todos”, declarou Wellington.

Segundo o deputado federal Waldir Maranhão, Wellington do Curso é uma jovem liderança política em ascensão, muito comprometido com a educação, com o social e desenvolvimento do Maranhão, e com uma admirável preocupação com São Luís, sua principal base política, sendo um reforço considerável para o Partido Progressista já nas eleições de 2016.

1

André Fufuca agora no PP…

André, com os líderes do PP, assina ficha de filiação

André, com os líderes do PP, assina ficha de filiação

Amigos e amigas, o momento no Brasil é de realinhamento político. Passamos por mudanças e temos que ficar atentos. Hoje, eu mudo de partido para poder continuar firme nas minhas convicções. Mudo de partido para poder ter mais força para realizar o que sempre fiz: trabalhar pelo povo do meu estado e do meu país. Neste ano de mandato eu aprendi muito e dei o meu máximo. Mas acho que ainda tenho muito o que aprender e muito o que fazer. E para as pessoas que sempre buscam avançar naquilo que querem na vida, ficar parado é inadmissível. Por isso, hoje inicio um novo momento, mas sigo na mesma caminhada.
Espero que Deus me dê força para seguir fazendo no PP o que fiz em toda a minha trajetória. Agradeço a confiança do Presidente Nacional do Partido, Ciro Nogueira e do amigo Deputado, Waldir Maranhão.  E que meus novos correligionários me recebam de braços abertos e que tenham a certeza de que venho para somar. Vamos juntos, rumo ao Progresso”, André Fufuca, ao trocar o PEN pelo PP.

0

“O apoio do PP será importante”, afirma porta-voz estadual da Rede…

Gledison Brito, coordenador da Rede

Gledison Brito, coordenador da Rede

O PP tem discutido conosco programas e projetos com base em projetos exitosos o deputado Waldir Maranhão. Tem sido um aliado de primeira hora e um amigo fraterno. Temos uma relação fraterna e de respeito com vários dirigentes do PP: Hamilton Ferreira, o Daniel Bandeira nos tratam com respeito e têm sido leiais. O apoio dele ”Waldir” , será importante nas eleições deste ano”. A Rede não faz vetos a partido. Isso não é nova política pois partidos que se acham os “limpos” e os “corretos”, que vetam todos os outros – os “sujos” – têm aos montes. Não há nada de novo nisso. Na verdade, são atrasados e anacrônicos. Somos um partido que baseia suas alianças em programas e disso não abrimos mão. Não abrimos mão do nosso programa e do nosso DNA da ideia de uma cidade sustentável e em que pulse a vida. Nesse sentido, não temos problema em alianças com partidos que pensem como nós. 

Gledison Brito, porta voz estadual da legenda.

Com informações do blog de Diego Emir
2

PP diz que Lidiane Leite não é filiada à legenda…

Partido encaminha documentos da Justiça Eleitoral para dizer que prefeita foragida de Bom Jardim é filiada ao PRB, mas não explica presença de Waldir Maranhão em atos de campanha ao lado dela

 

Preisdente do PP, Waldir Maranhão fez campanha ao lado de Lidiane Rocha

Preisdente do PP, Waldir Maranhão fez campanha ao lado de Lidiane Rocha

Em nota encaminhada ao blog, a direção do Partido Progressista afirmou que a prefeita foragida de Bom Jardim, Lidiane Leite, não faz parte dos quadros da legenda.

O partido faz questão e desvincular a imagem da prefeita, que tem prsião preventiva decretada pela Justiça Federal e é caçada pela Polícia Federal.

A nota do PP descartando ligações com Lidiane Leite

A nota do PP descartando ligações com Lidiane Leite

– A presente declaração se faz necessária para que nenhuma vinculação haja da referida figura pública com o Partido Progressista (PP) e para que cessem as divulgações equivocadas e/ou maldosas nesse sentido – diz o documento, assinado apenas por Diretório Estadual do Partido Progressista no Maranhão.

Documentos da filiação de Lidiane, encaminhados pelo Partido Progressista

Documentos da filiação de Lidiane, encaminhados pelo Partido Progressista

A direção do PP encaminhou também prints do sistema de filiação da Justiça Eleitoral, para mostrar que Lidiane Leite é filiada ao PRB desde 6 de outubro de 2011, ou seja, um ano antes das eleições de 2012.

Apesar de pedir que nenhuma vinculação haja da “figura pública” com o partido, o PP não esclareceu por que o seu presidente, Waldir Maranhão, aparece em imagens ao lado da prefeita foragida. (Leia aqui)

0

Waldir Maranhão na berlinda…

Alçado à condição de vice-presidente da Câmara Federal, após dois mandatos como membro do chamado Baixo Clero na Casa, o deputado federal maranhense Waldir Maranhão (PP) entrou no centro do furacão da crise política que movimenta Brasília.

Como se sabe, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vive ameaça clara de afastamento, sobretudo após a denúncia da Procuradoria Geral da República afirmando ter ele recebido propina de empresas ligadas à Petrobras.

E quanto mais aumentam as chances de queda de Cunha, mais Waldir Maranhão é chamado aos holofotes, como primeiro na linha de sucessão.

wmMas a possibilidade de ascensão também desperta uma curiosidade da mídia em relação ao perfil do parlamentar maranhense. E as informações que surgem não são nada lisonjeiras para ele.

No final de semana, vários foram os colunistas que relembraram a ficha corrida de Maranhão. Ele é listado como um dos 32 parlamentares do PP investigados na Operação Lava Jato. Foi citado como um dos beneficiários de propina da empresa GDF.

O jornal O Globo descobriu também que Waldir Maranhão responde a processo no Supremo Tribunal Federal(STF), por lavagem de dinheiro e ocultação de bens.

Diante de todas estas informações, os jornalistas que cobrem Brasília entendem ser muito difícil que Waldir Maranhão assuma o posto de Cunha no caso de queda do presidente.

E o próprio deputado maranhense parece se esconder desta responsabilidade, mantendo-se discreto diante da crise.

Mas os holofotes estão focados nele, queira ou não…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão, com ilustração do blog