0

Zé Inácio reafirma candidatura de Lula a presidência…

Deputado estadual do PT participou do encontro em São Paulo que homologou a candidatura do ex-presidente, preso em Curitiba desde abril

 

Zé Inácio no encontro do PT, em São Paulo

O deputado Zé Inácio esteve sábado (4),em São Paulo, SP, para participar do Encontro Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT). O evento reuniu centenas de pessoas na Casa Portugal, ponto histórico da militância de esquerda da cidade.

O grande momento do evento foi a escolha de Lula como candidato à Presidência da Republica pelo partido, o candidato foi escolhido por aclamação pelos delegados presentes no Encontro.

“Não existe plano B, não existe plano C, não existe plano Z, o nosso plano é L de Lula presidente”, afirmou o ator Sergio Mamberti, que conduziu o cerimonial.

Além de um vídeo lembrando os 100 dias de luta e resistência pela democracia em Curitiba, foi lida uma carta redigida por Lula especialmente para o encontro. Em um trecho da carta Lula convoca a militância petista para continuar na luta pela democracia e pelo povo.

“Este encontro nacional do PT talvez seja um dos mais importantes em toda a história do nosso partido. É enorme a responsabilidade que temos pela frente. A decisão de hoje vai nos conduzir a uma luta sem tréguas pela democracia, pelo povo brasileiro e pelo Brasil. E a vitória dependerá do empenho de cada um de nós”, escreveu Lula.

Lideranças politicas de partidos aliados, de movimentos sociais e do PT, bem como simpatizantes do ex-presidente Lula estiveram presentes no evento.

Já na madrugada deste domingo (5) o PT escolheu Fernando Haddad para compor chapa com Lula, como vice. O partido também anunciou coligação com o PCdoB, PROS e PCO.

Com a aliança entre PT e PCdoB, Haddad e Manuela D’Ávila, então candidata a presidência pelo partido comunista, devem sair pelo Brasil divulgando a candidatura de Lula.

0

Após “condenar” candidatura de Lula, Flávio Dino volta atrás e critica sua prisão…

Governador comunista do Maranhão parece confuso em relação ao ex-presidente, ora criticando a decisão judicial que levou o petista à cadeia, ora pregando sua substituição imediata pelo pedetista Ciro Gomes

 

Confuso sobre eleição presidencial , Dino fala, desfala e volta a falar; e não diz nada…

O governador Flávio Dino (PCdoB) parece mesmo confuso quando o assunto é a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Ex-juiz federal com passagem também pela Justiça Eleitoral, o comunista não consegue estabelecer um parâmetro de opinião própria sobre a situação do petista.

No mês passado, Dino pregou publicamente, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que o PT desista da candidatura de Lula e apoie um outro candidato a presidente, de preferência o pedetista Ciro Gomes. (Releia aqui e aqui)

O comunista maranhense foi desautorizado publicamente, não apenas pelo PT, mas por vários outros partidos de esquerda, o que o fez voltar atrás de desdizer o que disse.

Agora, Dino volta, de uma hora para outra, a criticar a prisão de Lula, classificando-a como uma “vergonha nacional do nível das pedaladas fiscais” que justificaram a cassação de Dilma Roussef (PT).

Definitivamente, Flávio Dino não sabe o que diz.

Ou melhor, não sabe o que pensa…

2

Agenda de Bolsonaro com Maura Jorge terá caravanas de todo o Maranhão…

Pré-candidato a presidente participará da confirmação oficial da ex-prefeita na disputa pelo governo, com forte discurso crítico em relação ao governo Flávio Dino, o que já mobiliza militantes do interior

 

O presidenciável Jair Bolsonaro, a convite da pré-candidata a governadora Maura Jorge, estará em São Luís dia 16 de junho e já movimenta todo o estado para recepcioná-lo.

Bolsonaro realizará eventos por todo o Nordeste, a começar pelo Maranhão, reduto histórico do PT.

Caravanas de todas as regiões do Maranhão já se mobilizam para vir à capital.

As movimentações nas redes sociais demonstram que o evento poderá ser um dos maiores atos políticos já vistos em São Luís.

A participação de Bolsonaro terá como objetivo oficializar Maura Jorge como sua candidata ao governo do Maranhão.

O forte discurso de Bolsonaro contra Flávio Dino (PCdoB), além de fortalecer a ex-deputada, contribuirá para consolidar negativamente a imagem do governador no eleitorado bolsonarista.

1

“Sei quem não me quer candidato, inclusive as razões políticas”, diz Lula

Em carta encaminhada à presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ex-presidente desabafa em relação ao debate sobre sua candidatura a presidente, numa espécie de resposta ao governador Flávio Dino, que pregou a inviabilidade da presença do petista na disputa

 

FOGO AMIGO. Lula desabafou com a companheira Gleisi contra os ataques dos próprios aliados da esquerda

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminhou ontem à presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, uma carta-desabafo contra os que tentam tirá-lo precocemente da disputa presidencial.

– Quem quer que eu não seja candidato eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em 2a. instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja – desabafou Lula.

A carta a Gleisi Hoffmann – a qual este blog teve acesso com exclusividade no Maranhão – seria uma espécie de resposta de Lula ao governador Flávio Dino (PCdoB), que pregou o abandono de sua candidatura pelo PCdoB, PT e PDT, por suposta inviabilidade legal.

Este blog apontou ontem, em Editorial, as razões de Dino para tirar Lula da disputa. (Releia aqui)

Na carta a Gleisi, a quem o ex-presidente chama de “querida” e diz saber o quanto ela “está sendo atacada”, Lula não cita nomes, mas indica de quem ele fala – muito provavelmente, além de Dino, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que teve o nome defendido pelo comunista maranhense.

Na verdade, Lula já havia dado a resposta ao PCdoB, a Dino e a Ciro Gomes já na segunda-feira, ao bispo Leonardo Boff, que o visitou com a proposta de um nome para sucedê-lo.

– Os meus acusadores sabem que sou inocente. Procuradores, juiz,TRF-4, sabem que eu sou inocente. Os meus advogados sabem que eu sou inocente. A maioria do povo sabe que eu sou inocente. Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime. Não cometi nenhum crime – afirmou.

Ao fim do escrito, o ex-presidente diz ainda que sua candidatura é em respeito ao povo, que merece o direito de escolha.

– Por isso sou candidato – disse.

Abaixo, a íntegra da carta de Lula:

Querida Gleisi,

Estou acompanhando na imprensa o debate da minha candidatura, ou Plano B ou apoiar outro candidato.
Sei quanto você está sendo atacada. Por isso resolvi dar uma declaração sobre o assunto.

Quem quer que eu não seja candidato eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em 2a. instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja.

Os meus acusadores sabem que sou inocente. Procuradores, juiz,TRF-4, eu sou inocente. Os meus advogados sabem que eu sou inocente. A maioria do povo sabe que eu sou inocente.

Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime.

Não cometi nenhum crime.

Por isso sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir.

O povo merece respeito. O povo tem que ter seus direitos e uma vida digna.

Por isso queremos uma sociedade sem privilégios para ninguém, mas com direitos para todos.

Lula

1

Zé Inácio participa do lançamento da candidatura de Lula…

O Deputado Estadual (PT) Zé Inácio esteve quinta-feira (25) na reunião da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), na Central Única dos Trabalhadores (CUT), em São Paulo, para o lançamento da pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência.

Para o partido, a condenação do ex-presidente foi um julgamento político para enfraquecê-lo. Mesmo assim Lula foi aclamado pela militância e disse “aceitar a empreitada”.

– Além do lançamento da candidatura temos o objetivo de recuperar a democracia e inocentar Lula. Pois ele é perseguido porque lidera as pesquisas de intenção de voto e não é isso que vai nos tirar a vontade de seguir lutando e vencer nas urnas com a vontade do povo – acrescentou.

Com o lançamento da pré-candidatura, no programa de governo serão criados grupos temáticos a partir da coordenação com ligações em todos os diretórios estaduais.

A previsão é que até o dia 15 de março as propostas tenham sido entregues para ajudar na elaboração do programa. 

1

Othelino é o segundo mais jovem deputado a assumir o comando da Assembleia…

Deputado vai chefiar o Poder Legislativo aos 42 anos; apenas Marcelo Tavares, aos 38 anos, foi presidente com menos idade

 

LEALDADE. Othelino Neto manteve-se ao lado de Humberto Coutinho, como fiel escudeiro, durante os dois mandatos de presidente

O deputado Othelino Neto (PCdoB) será o segundo mais jovem deputado a comandar a Assembleia Legislativa na história recente da Casa.

Com a morte do presidente Humberto Coutinho (PDT), ele ascende à chefia do Poder Legislativo aos 42 anos.

Apenas Marcelo Tavares (PSB), que comandou a Casa entre os anos de 2009 e 2011, chegou ao poder com menos idade. O atual chefe da Casa Civil do governo Flávio Dino (PCdoB) foi presidente aos 38 anos.

Jornalista e economista formado pela Universidade Federal do Maranhão, Othelino Neto iniciou a carreira política no final dos anos 90, como candidato a vereador. Em 2004, chegou à secretaria de Estado do Meio Ambiente, no governo José Reinaldo Tavares.

Serviu também à gestão do então prefeito João Castelo (2008/2012), em São Luís, com quem rompeu para apoiar Edivaldo Júnior (PDT), sendo peça decisiva na derrota do tucano.

Em 2010, Othelino foi candidato a deputado estadual pela primeira vez, obtendo a primeira suplência. Elegeu-se em 2014, chegando à vice-presidência da Assembleia ainda no primeiro mandato.

Tem exercido o comando da Casa desde que Humberto Coutinho precisou se afastar para tratamento médico.

A ascensão automática de Othelino ao posto de presidente foi garantida por uma alteração no Regimento Iterno da Casa, propsota no ano passado pelo deputado Roberto Costa (MDB).

Antes, em caso de vacância do cargo de presidente, era convocada eleição em 30 dias.

Haverá eleição apenas para o posto de 4º vice-presidente…

0

André Fufuca no comando da Câmara Federal…

Deputado federal maranhense assumiu a presidência do Parlamento e ficará no posto durante todo o período de viagem do presidente Michel Temer à China; Rodrigo Maia está no exercício da presidência do país

 

No comando da Câmara, André assinará documentos e conduzirá votações importantes

Mais jovem parlamentar da bancada maranhense no Congresso, o deputado federal André Fufuca é, desde ontem, o presidente em exercício da Câmara Federal.

Segundo vice-presidente da Casa, ele chegou a esta condição devido à viagem do presidente Michel Temer à China, onde ficará por cerca de 10 dias. Como Temer levou na comitiva o primeiro-vice da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG), Fufuca assumiu o posto,  já que o titular, Rodrigo Maia (DEM-RJ) está na presidência da República.

Como comandante da Câmara neste período, o maranhense deve presidir sessões importantes para votação de projetos relacionados à reforma política e outros temas de repercussão.

2

E ele quer ser presidente do Brasil…

DIZES COM QUEM ANDAS…
Luciano Huck no iate milionário do crápula-delator Joesley Batista; más companhias

Logo após a divulgação das conversas que mostravam o senador Aécio Neves (PSDB) em negociação de propinas, o apresentador Luciano Huck tratou de apagar todas as fotos que tinham com o tucano em seu perfil no Instagram, mesmo dizendo-se “amigo há 17 anos”. Mas não conseguiu se livrar desta outra, em que aparece, feliz da vida, no iate de R$ 11 milhões de ninguém menos que o bandido-mor da Lava Jato, Joesley Batista. Com imagem construída de bom moço, Huck, o garoto-Friboi, ele próprio um playboy amigo de playboys parece ter planos futuros. Dizem que ele sonha ser presidente do Brasil. Vai conseguir?!?

0

Zé Inácio lança candidatura à presidência estadual do PT…

Candidato reúne lideranças petistas e sindicais e consegue atrair até mesmo adversários na disputa, reforçando a tese de unidade pregada por sua chapa

 

Zé Inácio com Márcio Jardim e aliados no lançamento de sua candidatura

O deputado estadual  Zé Inácio realizou no sábado, 1º, o lançamento da candidatura à presidência estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), por meio do Processo de Eleições Diretas (PED) do partido, com a chapa “Por um Maranhão mais Justo para Todos e para Lula”.

O evento ocorreu no Structura Buffet, em São Luís, com a presença de, em média, 300 convidados.

– Quando iniciei no PT, ainda jovem, tínhamos os ideais de estudantes e, juntamente com o vice-prefeito de Bequimão, Sidney Nogueira, demos início ao Partido no nosso município. Posso dizer que toda a minha carreira política foi construída dentro do PT – afirmou.

Zé Inácio também falou sobre a abordagem utilizada por ele enquanto candidato à presidente estadual do PT.

– Eu respeito a história e a militância de cada um, e acredito que juntos podemos construir um PT cada vez mais forte e democrático.

Para a presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT- MA), o compromisso de Zé Inácio com os trabalhadores e trabalhadoras é de extrema importância.

– Precisamos de um presidente que entenda as necessidade dos trabalhadores e que lute pela nossa democracia, dialogando com as bases sociais e, por isso, apoio Zé Inácio”, falou. Já para o presidente do Sindsep/MA, Raimundo Pereira, o principal destaque na escolha em apoiar Zé Inácio como candidato é o fortalecimento do PT. “Com Zé Inácio presidente teremos um maior diálogo com os municípios, unificando ainda mais o partido – disse.

Além disso, o deputado agradeceu a presença de candidatos e lideranças políticas da oposição que fizeram presença no lançamento.

– Agradeço aos companheiros Márcio Jardim, Eri Castro e Paulo Romão pela presença no Lançamento da Chapa Estadual ‘Por um Maranhão mais Justo para Todos e para Lula’. A presença de vocês reforça o espírito de unidade que estamos dispostos a construir, e que vai além do PED-PT – enfatizou.

A etapa municipal do PED ocorrerá no próximo domingo, 09 de abril.

0

Humberto assume segundo mandato no comando da Assembleia…

Eficiência administrativa e unidade parlamentar marcam a gestão do presidente da Casa no primeiro mandato

 

Humberto: respeito e unidade na Assembleia

O médico, empresário e agropecuarista Humberto Ivar Araújo Coutinho toma posse, pela segunda vez, nesta quarta-feira, dia 1º de fevereiro, como Presidente da Assembleia Legislativa para o biênio 2017/2018.

Reeleito por unanimidade, Coutinho tem sabido superar as dificuldades. Enfrentando dura batalha contra um câncer de intestino, ele não se abate e tem mostrado força na vida pessoal.

Na seara política, enfrentou o duro golpe da derrota do sobrinho, Leo Coutinho (PSB), candidato à reeleição em Caxias, com altivez e dignidade. Não culpou ninguém e atribuiu a si a responsabilidade pelo resultado.

Ainda assim, Coutinho ampliou seu grupo político, com novos prefeitos eleitos, sem precisar entrar em conflito com nenhum dos colegas parlamentares.

Sob o comando de Coutinho, a  Assembleia Legislativa do Maranhão está pacificada.

O Presidente atende a todos sem hora marcada. E dá a todos os deputados as mesmas condições materiais de exercer seu mandato, sem distinção, fato inédito na história da Casa.

Os governistas, em maioria, votam e ganham. A minoria é respeitada e jamais é cerceada no seu direito de exercer a oposição.

Sem ser orador, o presidente age nos bastidores. Não deixa ninguém sair de sua presença sem um sorriso de satisfação. Paciente, absorve golpes como se fossem desferidos no ar. Deixa claro, aos interlocutores, que tem compromisso político e lealdade com o governador, mas não é vassalo do Palácio.

Relação com Flávio Dino

Justiça seja feita: Coutinho é um declarado entusiasta do governo Flávio Dino (PCdoB).

Apesar da lealdade ao governador, jamais faz qualquer gesto de perseguição aos oposicionistas. Ao contrário: proporciona-lhes as mesmas condições que dá aos governistas.

O que mais distingue a gestão Coutinho à frente do Parlamento estadual é a eficiência administrativa. Hoje, o presidente conseguiu a façanha de gastar com a folha de pessoal abaixo do limite constitucional, apesar da queda das receitas estaduais, fruto da crise econômica. Humberto vem proporcionando forte economia aos cofres públicos maranhenses.

E conseguiu tais resultados dando aumento aos servidores, cerca de 18% em dois anos, melhorando as condições de trabalho para todos os deputados, expandindo a divulgação das atividades legislativas para veículos de comunicação em todo o estado e mantendo uma reserva estratégica que lhe dá tranquilidade para garantir a independência necessária que precisa do Poder Executivo.

Sempre dentro da linha dos princípios da democracia: poderes harmônicos, mas independentes.

Em tempos de déficits bilionários nas diversas esferas do poder público, em todos os níveis e atividades, a Assembleia Legislativa do Maranhão é uma ilha de tranquilidade e administração eficiente.

Sem alarde, sem polêmicas, costurando silenciosamente nos bastidores, Coutinho inicia seu segundo mandato presidencial com a confiança inédita dos colegas, dos demais poderes e a certeza que as lutas futuras serão vencidas com humildade, paciência, generosidade, diálogo e muita capacidade política e administrativa.

Ancorada num apoio familiar que divide com sua companheira, Cleide Coutinho, há 50 anos.