3

Imagem do dia: Astro repassa o parque a Dino…

Dino e Astro no parque folclórico

Dino e Astro no parque folclórico

O presidente da Câmara Municipal, vereador Astro de Ogum (PMN), entregou hoje, oficialmente, o Parque Folclórico da Vila Palmeira ao governo Flávio Dino (PCdoB). Astro é ligado à Federação das Entidades Folclóricas e Culturais do Maranhão (Fefcema), que administra o parque desde o final dos anos 90. Cedido pelo governo Roseana Sarney, o parque permaneceu sob comando da entidade também nos governos Zé Reinaldo, Jackson Lago, e novamente sob Roseana – com eventos culturais e ações sociais em suas dependências. Só agora, por decisão da secretária Ester Sá Marques, Flávio Dino decidiu reaver a gestão. Ele garante que o local estará funcionando no São João. Há quem duvide…

169

Mais do mesmo em mais um São João…

Boizinho barrica na mesma evolução: cenas que se repetem

Que música inédita de sucesso o Boizinho Barrica produziu nos últimos cinco anos? Quem é capaz de cantar uma música nova do Boi da Maioba, de Axixá, de Morros ou do Maracanã?

São João é uma festa repetitiva e igual no conceito ano após ano.

E se perguntar para o povo que frequenta os arraiais, a resposta também será a mesma do ano passado. E do retrasado, e de há três anos…

– Ah, o arraial tal está lindo este ano!!! – dirá um.

– A comida daquele arraial é a melhor que tem!!! responderá outro. 

Os telejornais nem deveriam se dar ao trabalho de mandar repórter perder tempo nas noites juninas. Basta botar no ar aquela matéria arquivada do ano passado – ou até mesmo a de cinco anos atrás. Não faz diferença.

Brincantes do boi da Maioba: mesma coisa do ano passado…

Em 2012 é mais do mesmo no São João do Maranhão. Assim como foi em 2011, 2010, 2009…

E será também em 2013.

Os mesmos grupos de bumba-boi, as mesmas danças portuguesas, o cacuriá de sempre e – aquele velho tambor de crioula para o que se acham alternativos.

Manifestações que servem apenas para pesquisadores bancados por universidades européias, que vêm para cá concluir suas teses pseudo-antropológicas sobre as culturas primitivas do Terceiro Mundo.

E o repórter ainda perde tempo para ouvir aquela mesma resposta de sempre. E com o mesmo sotaque:

– Hé uma ferrsta marrravilhôôôssa!!!.

Com o microfone nativo em sua cara, o “turista” iria dizer algo diferente???

17

Não basta administrar; é preciso participar…

Gil Cutrim em plena festa no boi da Mata Grande

Considerado como uma das revelações do grupo político comandado pela governadora Roseana Sarney (PMDB), o prefeito Gil Cutrim, também do PMDB, gosta de participar ativamente do calendário cultural do município de São José de Ribamar.

Desde 2008, quando ainda exercia o cargo de vice-prefeito, ele prestigia e participa dos ensaios de vários grupos folclóricos da cidade. Neste último fim de semana, por exemplo, batizou o Bumba-Boi da Mata Grande e esteve presente em mais um ensaio redondo do Bumba-Boi de São José de Ribamar.

– Gosto de estar presente e de ter o contato direto com as pessoas e brincantes. Avalio que investir na cultura é uma política pública necessária e eficiente. Além de prestigiarmos e incentivarmos as manifestações culturais da terra, movimentamos a economia da cidade e promovemos a atividade turística, gerando mais emprego e renda – afirmou o prefeito.

Gil Cutrim explicou que o município já está preparado para os festejos juninos deste ano.

A programação, organizada pela Prefeitura, e que será divulgada nas próximas horas, reúne mais de 100 brincadeiras genuinamente ribamarenses (grupos de Bumba-Boi e de Cacuriá; Danças Portuguesas; Quadrilhas; Tribos de Índio; Danças do Boiadeiro; dentre outros) que irão se apresentar nas dezenas de arraiais espalhados pela cidade.

Atrelado ao gosto do prefeito de prestigiar as agremiações folclóricas, estão as ações da sua administração direcionadas para o setor cultural.

As brincadeiras que irão se apresentar nos festejos juninos, por exemplo, já receberam parte dos seus cachês. O pagamento antecipado dos cachês, por parte da Prefeitura, é uma forma de incentivar os grupos folclóricos e oferecer a eles as condições necessárias para se preparar bem para a festança.

– A cultura ribamarense foi resgatada a partir de 2005, quando o ex-prefeito Luis Fernando assumiu o comando da cidade. Estamos mantendo e ampliando este trabalho que gera mais oportunidades de trabalho e renda e, é claro, muita alegria e entretenimento para a população – disse.

7

São João de menos…

Do blog de Jorge Aragão

Neste final de semana será iniciado o São João do Maranhão 2011, mas as reclamações não param de chegar sobre um dos principais festejos do Estado.

A principal delas é a diminuição do número de arraiais patrocinados pelo Governo.

A programação divulgada pela SECOM afirma que o “São João do Maranhão – Bumba meu coração” vai movimentar a cidade no período de 17 a 29 de junho.

O roteiro da festança embalará 13 espaços em São Luís com, no mínimo, sete atrações por noite.

São eles: Casa do Maranhão, Praça Nauro Machado, Canto da Cultura, Ceprama, Praça da Saudade, Estiva, Parque Folclórico da Vila Palmeira e os Vivas Anjo da Guarda, Bairro de Fátima, Cidade Operária, João Paulo, Liberdade e Vila Embratel.

Entretanto, os números são bem diferentes do ano passado, começando inclusive pelo período e quantidade de dias.

Em 2010, o São João foi realizado durante 20 dias, de 11 a 30 de junho, mas as diferenças não param por ai. Continue lendo aqui…