1

Roseana não cogita disputa em São Luís…

Ex-governadora é citada em levantamentos espontâneos sobre a disputa na capital maranhense, mas descarta a possibilidade de concorrer ao pleito, mesmo com a pressão do MDB por sua candidatura

 

APESAR DO BOM DESEMPENHO EM SÃO LUÍS, ROSEANA DESCARTA ENTRAR NA SUCESSÃO DO PREFEITO EDIVALDO JÚNIOR, e se prepara para as “próximas eleições”

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) não tem mostrado nenhum tipo de empolgação diante dos números de pesquisas que a incluem no páreo pela Prefeitura de São Luís.

Na mais recente destas pesquisas, ela aparece até em segundo lugar nos cenários espontâneos.

Os dados animam o MDB, que ainda busca um candidato de peso para entrar na disputa pela sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Mas nas conversas pessoais que têm tido com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, a ex-governadora descarta totalmente a entrada na disputa.

– Deixa pra próxima – diz ela, diante a empolgação do interlocutor, sem explicar que próxima seria essa.

de qualquer forma, o MDB pretende continuar forçando pela aparição de Roseana nos levantamentos.

Quem sabe assim a próxima não seja a próxima…

2

Econométrica confirma: Neto e Duarte são principais adversários de Braide

Dentre os candidatos da chamada base governista, deputados estaduais têm o melhor desempenho contra o favorito nas pesquisas, tanto no primeiro quanto em um eventual segundo turno

 

NETO EVANGELISTA E DUARTE JÚNIOR SEGUEM SENDO AS OPÇÕES MAIS REALISTAS DO GOVERNO PARA 2020, ambos com amplas chances de chegar ao segundo turno

O blog Marco Aurélio D’Eça tem apontado desde o início deste ciclo eleitoral: os deputados estaduais Neto Evangelista (DEM) e Duarte Júnior (PCdoB) são os únicos nomes da chamada base governista com potencial para enfrentar o favoritismo do deputado federal Eduardo Braide (PMN) nas eleições de 2020.

A pesquisa Econométrica que vem sendo divulgada em blogs desde a semana passada confirma esta tendência.

Tanto Neto quanto Duarte ficam em segundo lugar no cenários em que aparecem, polarizando, inclusive, com o oposicionista Wellington do Curso (PSDB).

Chama-se base governista o grupo formado pelos partidos que compõem a aliança em torno do governador Flávio Dino (PCdoB) e aqueles que cerram fileira com o prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Neste aspecto, os dois candidatos preferidos do PCdoB e do PDT – Rubens Pereira Júnior e Osmar Filho, respectivamente – ainda têm desempenho sofrível na disputa, amargando índices insignificantes.

Mesmo com o bom desempenho registrado nas pesquisas, no entanto, Neto Evangelista e, sobretudo, Duarte Júnior, têm dificuldades para agregar os líderes da base.

Neto tem a vantagem de ter o controle do próprio partido, o DEM, o que lhe garante a possibilidade de ser candidato em qualquer circunstância.

Duarte, por sua vez, não goza de apoio no PCdoB, e terá que buscar abrigo em outra legenda.

Enquanto isso, governo e prefeitura vão forçando a barra pelos seus preferidos…

2

PCdoB já montou até estrutura de campanha para Rubem Júnior…

Amparados na disposição do governador Flávio Dino de viabilizar, a qualquer custo, a candidatura do secretário de Cidades, comunistas já têm até esboço de organograma e profissionais atuando como se já estivessem na eleição

 

CHANCELADO PELO PCDOB, RUBENS JÚNIOR ANTECIPOU EM UM ANO A CAMPANHA, e já tem ao seu lado profissionais atuando em caráter eleitoral

Quem circula nos bastidores da política não tem mais dúvidas de que o PCdoB e o governo Flávio Dino – sobretudo o núcleo duro do Palácio dos Leões – já se decidiram pela candidatura do secretário Rubens Júnior a prefeito de São Luís.

Mesmo com sua baixíssima desenvoltura nas pesquisas, Pereira Júnior é o escolhido de Flávio Dino; e isso já foi comunicado aos aliados e aos profissionais que cuidam das estruturas eleitorais.

Tanto que nomes como o marqueteiro Juliano Corbelline – que atua nas campanhas do próprio Dino – já assumiu o projeto comunista em São Luís.

Outros, como o publicitário Evilson Almeida, estão sendo sondados para a estrutura de mídia.

A presença de Almeida na campanha de Rubem Júnior pode gerar, inclusive, atrito com o grupo do PDT, que quer a viabilização do presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho.

O publicitário tem a conta da prefeitura e a missão de construir o legado do próprio prefeito Edivaldo Júnior, como projeto vinculado à viabilização de Osmar.

Está claro, portanto, que as duas máquinas, a do governo e a da prefeitura, atuarão conjuntamente – e desta vez bem mais cedo do que em 2016 – para tentar manter o controle político de São Luís.

Menos mal se isso resultar em obras e serviços de qualidade para a população; até porque a questão eleitoral pode ser resolvida em 2020.

E esta é, certamente, uma outra história…

5

O comércio eleitoral de Josimar de Maranhãozinho…

Com estilo agressivo de fazer política, deputado federal trata o próprio partido como uma espécie de cartório em que ganha espaço quem oferecer mais; e transforma em caso de compra e venda o debate sobre a sucessão em São Luís

 

AO LADO DA ESPOSA DETINHA, JOSIMAR INICIOU DISCUSSÕES COM DUARTE JÚNIOR, após passar por Astro de Ogum…

Quem conhece o estilo político do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) sabe do quanto ele é capaz para atingir seus objetivos.

E não esconde de ninguém que usa o poder econômico literalmente como moeda de troca no exercício do poder.

O atual debate sobre a eleição em São Luís é mais um exemplo deste estilo, digamos… heterodoxo de o deputado exercer a política; Josimar está literalmente em um leilão do seu partido, o PL.

Já garantiu ao vereador Astro de Ogum (PL), que teria candidato próprio, esteve também com Duarte Júnior (PCdoB), ofereceu vice para Eduardo Braide (PMN) e, por último, reuniu-se com Rubens Pereira Jr. (PCdoB).

E em todas as negociações é a família quem está no primeiro plano dos ganhos e benefícios de uma eventual aliança em 2020 – que pretende usar como trampolim para 2022.

…E ANTES DE CHEGAR A RUBENS PEREIRA JÚNIOR, O DEPUTADO FEDERAL OFERECEU O SOBRINHO COMO VICE para Eduardo Braide

Josimar quer fazer do sobrinho vereador Aldir Júnior candidato a vice em uma das chapas promissoras em São Luís – qualquer uma, independentemente de ideologia – garantindo espaços para si mesmo e para a esposa, Detinha, nas eleições de 2022.

Josimar quer ser candidato a governador ou a senador, e para isso vai montando uma base municipal a custa do controle do PL e de muito, mas muito dinheiro.

O problema é que, para isso, constrói muitos adversários no meio do caminho.

E em épocas de espionagem e grampos, pode acabar caindo do cavalo…

3

Eduardo Braide vai encarar candidatos de R$ 350 milhões em 2020…

Deputado foi vítima de uma espécie de atropelamento literal nas eleições de 2016 e agora tem que se preparar para o mesmo bombardeio milionário nas eleições do ano que vem

 

BRAIDE CONSEGUIU CHEGAR AO SEGUNDO TURNO EM 2016, mas enfrentou a forte reação da máquina do governo e da prefeitura

Favorito em todas as pesquisas de intenção de votos – variando entre 45% e 60%, dependendo do cenário – o deputado federal Eduardo Braide (PMN) só precisa administrar seus índices para se tornar o próximo prefeito de São Luís.

Mas, político experiente que é, sabe que, neste pouco mais de 1 ano que falta para o pleito, ainda corre risco de  desabar, diante da atuação de duas máquinas prontas para o bombardeio, que aliás, já começou.

Em 2016, então zebra nas pesquisas, Braide chegou ao segundo turno e enfrentou a força dessas máquinas – a da prefeitura e a do governo – numa ação desenfreada nunca vista em um pleito de São Luís. (Relembre aqui, aqui, aqui e aqui)

E as mesmas máquinas se preparam para atuar novamente em 2020.

A da prefeitura, com seu projeto de manutenção do poder, vai atuar com nada menos que R$ 250 milhões em serviços e obras espalhados por São Luís.

A do governo, trabalha com outros R$ 100 milhões para catapultar seu candidato.

EM 2016, AS MÁQUINAS DA PREFEITURA E DO GOVERNO ATUARAM JUNTAS EM PROL DO SEU CANDIDATO, como mostra esta imagem, de outubro daquele ano

Para enfrentá-las, Braide trabalha em duas frentes:

Na primeira, tenta articular o maior número de partidos possíveis, capazes de lhe garantir estrutura eleitoral e espaço de divulgação midiática, afim de consolidar sua liderança.

Na outra frente, vai agir exatamente denunciando eventuais abusos – não apenas para gerar demandas judiciais que, no fim das contas, nem são levadas em conta por um Judiciário também alinhado – mas para inibir ações contrárias.

E junto com essas frentes, apostar facilmente na possibilidade de o cidadão comum não voltar a se impressionar com volumes de obras que só aparece ás vésperas da eleição.

Caso contrário, já se conhece o final de tudo…

0

PTB, PDT e DEM: tríplice aliança ainda em construção…

Deputado federal Pedro Lucas Fernandes garantiu o apoio trabalhista à candidatura do vereador Osmar Filho, mas espera que os pedetistas consigam atrair também o Democratas, garantindo a trinca inicial prevista para a disputa

 

PEDRO LUCAS NO ENCONTRO DO SEU PTB, QUE FORTALECEU PROJETO DE OSMAR FILHO; pacto de geração por São Luís

Anunciado no início da semana, o apoio do PTB à candidatura do presidente da Câmara Municipal Osmar Filho (PDT) a prefeito de São Luís, consolidou o projeto do pedetista.

Mas o movimento do PTB abre perspectivas para uma retomada que vinha sendo discutida até o início do ano: a formação de uma aliança tríplice envolvendo PDT, PTB e DEM na disputa em São Luís.

O blog Marco Aurélio D’Eça chegou a tratar desta junção de forças em posts como aquele publicado em 9 de fevereiro, sob o título “A agenda comum de Neto Evangelista, Osmar Filho e Pedro Lucas…”

Ou até mesmo no post de dois dias depois, sob o título “PDT e DEM irmanados para 2020…”

Há duas referências para se crer na perspectiva de junção entre PTB, DEM e PDT, mesmo com as duas últimas legendas tendo nomes prontos para a sucessão de Edivaldo Júnior (PDT:

1 – o líder maior do PDT, senador Weverton Rocha, tem nos deputados federais Juscelino Filho, capitão do DEM, e Pedro Lucas Fernandes, comandante do PTB, dois dos seus principais aliados na bancada federal;

2 – Além disso, o próprio Pedro Lucas é amigo de infância e juventude do próprio Osmar Filho e do deputado estadual Neto Evangelista, nome do DEM para prefeito e um dos mais bem posicionados pré-candidatos na base do grupo Flávio Dino (PCdoB)/Edivaldo Júnior.

PEDRO LUCAS COM OSMAR FILHO E NETO EVANGELISTA; relação de infância que se fortalece no jogo do poder

E a citação do nome de Evangelista não se faz aleatoriamente.

Criado com Osmar Filho, como espécies de primos, o deputado sabe aguardar o momento de agir; e não se incomoda nenhum pouco com a movimentação do pedetista, que busca viabilização.

Neto seria, portanto, e naturalmente, a opção da tríplice aliança PTB, PDT, DEM, caso Osmar Filho decida buscar outro caminho eleitoral.

Mas esta é uma outra história…

0

“Ele não sairá do PCdoB”, afirma Márcio Jerry, sobre Duarte Júnior…

Deputado federal diz que especulações sobre eventual traição a Flávio Dino são “descabidas e sem sentido”; e garante que o candidato a prefeito de São Luís será escolhido após “esgotamento de todos os diálogos possíveis”

 

DUARTE JÚNIOR TEM GARANTIA DE MÁRCIO JERRY DE SER UM DOS NOMES DO PCDOB PARA SÃO LUÍS; comunista diz não acreditar que colega deixará a legenda

O deputado federal e presidente do PCdoB maranhense, Márcio Jerry, foi abordado nesta sexta-feira, 6, pelo titular do blog Marco Aurélio D’Eça com a seguinte indagação:

– Vi em blogs que a candidatura de Duarte Júnior a prefeito, mesmo por um partido que não seja o PCdoB, seria uma traição a Flávio Dino… de que forma ele estaria traindo o grupo se decidisse entrar, por exemplo, no PRB de Carlos Brandão?

Em reposta, Jerry garantiu que Duarte Júnior é um dos candidatos do PCdoB a prefeito de São Luís; e afirmou que a definição se dará “no tempo certo e após debates internos e com demais forças”.

O parlamentar completou com a seguinte declaração:

– Referências a traição ao PCdoB ou ao governador Flávio Dino são absolutamente descabidas; especulação sem sentido – disse.

O titular do blog fez a pergunta sobre “o tempo certo”, que Jerry definiu como o tempo “após esgotamento de todos os diálogos possíveis”.

E como não se viu a resposta anterior, perguntou-se de novo sobre eventual traição; no que Jerry concluiu:

– Ele não sairá do PCdoB…

0

Brandão confirma espaço no PRB para Duarte Júnior, que confirma candidatura

Ao negar legenda ao também deputado Yglesio Moyses, vice-governador deixa claro seu interesse no pré-candidato do PCdoB, que responde a internauta garantindo que honrará a confiança dos que o querem candidato

 

BRANDÃO GARANTIU A DUARTE JÚNIOR O PRB PARA SUA CANDIDATURA; deputado confirmou na internet que deve mesmo ser candidato

Dois gestos políticos divulgados ao longo da semana que passou mostram o grau de proximidade do vice-governador Carlos Brandão (PRB) com o deputado estadual Duarte Júnior (PRB).

E reafirmaram também o desejo de ambos de ser protagonista nas eleições de 2020.

Na quinta-feira, 5, o jornalista Diego Emir publicou em seu blog a informação de que o também deputado estadual Yglesio Moyses (PDT) havia procurado Brandão em busca de legenda para concorrer à prefeitura. Emir finalizou o texto com a seguinte afirmação:

– Mostrando coerência, Carlos Brandão disse que o diálogo está aberto, mas que inicialmente tem uma conversa inicial que Duarte Júnior. (Leia aqui)

Nesta sexta-feira, 6, o blog Marrapá publicou o post “Com Dino ou em Dino” mostrando a resposta de Duarte Júnior a um internauta que o abordou afirmando apoiá-lo mesmo fora do PCdoB de Flávio Dino. (Entenda aqui)

Os dois fatos políticos mostram que Brandão quer mesmo ter um candidato a prefeito para chamar de seu; e que Duarte Júnior pretende mesmo concorrer à Prefeitura. (Entenda aqui)

Só resta uma pergunta a fazer: de que forma Duarte estaria traindo Flávio Dino se decidisse entrar no partido de Brandão?!?

Com a palavra o PCdoB e suas lideranças…

3

Classe política erra ao hostilizar Duarte Júnior…

Enquanto deputados estaduais rechaçam o colega do PCdoB – muitos deles por ciúme de sua atuação – ele vai alcançando índices cada vez melhores de aceitação popular, sobretudo entre os mais jovens

 

DUARTE JÚNIOR EM AÇÃO NAS RUAS; enquanto a classe política torce o nariz, a população tem cada vez mais proximidade com o parlamentar

Editorial

O deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) vive um paradoxo inédito na política maranhense.

Apesar da consistente penetração popular e dos expressivos índices de intenção de votos para a Prefeitura de São Luís, o parlamentar sofre rejeição sem precedentes entre colegas de parlamento e no próprio partido.

A lista de assinaturas em recente nota de desagravo da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa dá um pouco da medida da antipatia que a classe política tem do deputado do PCdoB. (Entenda aqui)

Mas é um erro achar que seu desgaste político seja fruto apenas de sua antipatia e arrogância; e erro maior ainda ignorar sua forte penetração popular.

Enquanto deputados se corroem contra o colega, ele vai alcançando forte apoio popular nas ruas; e é hoje o melhor nome do grupo Flávio Dino (PCdoB)/Edvaldo Júnior (PDT) para o enfrentamento a Eduardo Braide (PMN), favorito em todas as pesquisas de intenção de votos.

O desgaste que Duarte Júnior sofre na classe política ocorre apenas na classe política.

Ignorar isso, é abrir mão da disputa de poder em São Luís.

Simples assim…

3

Duarte Júnior é reprovado por 2/3 dos colegas na Assembleia Legislativa

Este é o número de deputados estaduais que assinaram uma  Nota de Esclarecimento da Comissão de Constituição e Justiça contra as últimas declarações do parlamentar comunista

 

DUARTE JÚNIOR ESTÁ CADA VEZ MAIS ISOLADO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, resultado direto de seu temperamento explosivo

Uma Nota de Esclarecimento da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa deu nesta segunda-feira, 19, a medida da animosidade que o deputado Duarte Júnior (PCdoB) enfrenta na Casa.

Nada menos que 28 parlamentares – nada menos que 1/3 dos assentos – assinaram o documento, que rechaça as acusações do comunista e saem em desagravo ao presidente da comissão, Neto Evangelista (DEM).

Entre os que assinaram a nota estão o próprio Evangelista e os deputados César Pires (PV), Dr. Yglésio (PDT) e Fernando Pessoa (SDD), aqlguns dos que já tiveram entreveros com Duarte.

Mas a medida da dificuldade de relacionamento do deputado comunista pode ser analisada pelas assinaturas dos comunistas Carlinhos Florêncio e Marco Aurélio, e pela do líder do governo, Rafael Leitoa (PDT).

Ainda não consta no documento – que deve ser publicado no Diário da Assembleia – a assinatura de Adriano Sarney (PV), último a se envolver em bate-boca com o comunista.

Abaixo, a íntegra da nota e as respectivas assinaturas:

NOTA ESCLARECIMENTO- CCJ/ALEMA

A respeito das acusações proferidas pelo deputado Duarte Júnior à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Assembleia Legislativa do Maranhão:

A CCJ da Assembleia Legislativa é responsável pela emissão de pareceres relativos a Projetos de Lei, Proposta de Emenda Constitucional, Medidas Provisórias e Resolucões Legislativas dos parlamentares e dos poderes Executivo e Judiciário, entre outros.

A Comissão é composta por 7 membros titulares e seus respectivos suplentes e cumpre com equilíbrio o seu papel regimental, sempre respeitando os princípios da constitucionalidade, legalidade e juridicidade. 

Este ano, o presidente, deputado Neto Evangelista, mudou a dinâmica da CCJ, dando mais celeridade e promovendo o debate mais amplo acerca dos projetos apresentados. O objetivo é entregar à sociedade leis de qualidade que promovam a paz, isonomia e justiça social.

Todos os projetos recebem uma nota técnica emitida pela consultoria legislativa da Casa, entretanto, o relator tem autonomia para elaborar seu voto. Durante as reuniões da CCJ, o relator apresenta o relatório e submete o seu voto aos demais membros. Prevalece a decisão da maioria. 

O parecer não é absoluto. O autor pode recorrer da decisão ao Plenário, que é soberano para a decisão final.

Assinam os deputados: 
Neto Evangelista – DEM 
Glalbert Cutrim – PDT
Marco Aurélio – PCdoB 
Rafael Leitoa – PDT 
Fernando Pessoa – SDD 
Wellington do Curso – PSDB
Andreia Martins Rezende – DEM
Dr. Yglesio – PDT 
Ciro Neto – PP
Thayza Hortegal – PP
Roberto Costa – MDB 
Pará Figueiredo – PSL 
Fabio Macedo – PDT 
Cleide Coutinho – PDT 
Felipe dos Pneus – PRTB 
Mical Damasceno – PTB 
Wendell Lages – PMN 
Helena Duailibe – SDD
Zito Rolim – PDT
Rigo Teles – PV 
Adelmo Soares – PCdoB 
Pastor Cavalcante – PROS 
Paulo Neto – DEM 
Ricardo Rios – PDT 
Antônio Pereira – DEM 
Zé Gentil – PRB
Carlinhos Florêncio – PCdoB
Cesar Pires – PV