3

Bares e restaurantes terão lotação e horários restritos em São Luís…

O Protocolo Específico para Bares, Restaurantes e Afins, editado pelo Governo do Estado – e que ainda está em fase de adequação – estabelece, além das medidas gerais já divulgadas, redução do número de frequentadores e mesas de quatro lugares com dois metros de distanciamento uma das outras; o funcionamento só pode ir até a 0h00

 

Os bares precisarão seguir restrições quanto à lotação e ao distanciamento entre clientes para voltar a funcionar a partir de sábado, 27

Com autorização para reabrir a partir do próximo sábado, 27, bares, restaurantes e afins em São Luís terão que seguir um protocolo rígido de funcionamento, além das medidas que já vinham sendo adotadas pela população em geral.

Segundo o Pacto de Protocolo Especifico firmado entre o Governo do Estado e os representantes do segmento, além de máscaras pelos clientes será obrigatório o uso de Face Shield (Proteção acrílica) pelos atendentes.

A lotação terá que ser reduzida e as mesas – dispostas a dois metros uma das outras – só poderão comportar quatro pessoas.

– Nós já havíamos fechado o pacto com as entidades do setor, mas houve novas sugestões que foram encaminhadas à Vigilância Sanitária para reavaliação; ainda hoje teremos o protocolo final – explicou ao blog Marco Aurélio D’Eça o secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares.

O pacto firmado inicialmente ao qual este blog teve acesso, orienta evitar ao máximo a formação de filas, com adoção de senhas e agendamento para organizar o atendimento;

– Se houver necessidade de filas, o distanciamento precisa ser de 2 metros entre as pessoas, com marcação destacada no chão – diz o documento. (Veja imagens abaixo)

A circulação interna também deve obedecer a distância mínima de dois metros, além das medidas de higiene e proteção já definidas desde o início da pandemia.

Outra modificação se dá quanto ao horário de funcionamento; os bares, lanchonetes e restaurantes deverão seguir os seguintes horários:

Almoço: das 11h às 15h;

Lanches: das 10h às 00h;

Jantar: das 18h às 00h

Já nas padarias o funcionamento se dará entre 6h e 20h.

Não há restrições previstas quanto à adoção de música ao vivo, desde que sigam as recomendações de distanciamento e de lotação.

Veja abaixo o Protocolo Específico para Bares, Restaurantes e Afins:

4

Fechamento de bares gera efeito dominó na noite de São Luís

Segmento é ignorado nas discussões sobre retomada das atividades econômicas pós-pandemia, o que acaba prejudicando também profissionais como garçons e artistas da noite, sem perspectivas de receitas

 

Os bares continuam sem perspectiva de voltar a abrir em São Luís, o que gera uma reação em cadeia, prejudicando garçons, atendentes e artistas da noite

Editorial

Um dos segmentos mais ignorados no debate sobre a retomada econômica pós-pandemia no Maranhão é, especificamente, o de bares.

Empreendimento que depende exclusivamente de sua rede física – já que não tem característica de drive thru ou de delivery – um bar precisa também de garçons e de animação para garantir o lazer à noite.

Mas fechados – e com altos alugueis para honrar – acabam por prejudicar também os profissionais de atendimento e os artistas da noite, ambos dispensáveis no atendimento virtual.

O pior é que os bares devem ser os últimos a voltar a funcionar, já que não se enquadram em nenhum tipo de serviço essencial.

Os restaurantes podem fazer entregas em casa ou funcionar para retirada na loja; os depósitos e lojas de conveniências seguem abertos para compra de bebidas e afins, que podem ser consumidas em casa.

Mas quem vai pedir petisco e cerveja em seu bar preferido para receber em casa? 

Os bares funcionam como um atrativo físico por si só. Seu ambiente, sua luz, sua música e sua bebida é que levam as pessoas a frequentá-lo.

E essa experiência não pode ser virtual. 

Milhares de artistas que vivem exclusivamente de suas apresentações em bares estão em dificuldades financeiras desde o fechamento das atividades.

Milhares de garçons estão esperando o retorno das atividades para poder trabalhar em ambientes físicos.

Mas não há nenhuma discussão conhecida sobre a reabertura deste segmento, que movimenta milhões por ano apenas em São Luís.

São três setores interdependentes, que se juntam nesta pandemia numa espécie de abraço de afogados.

E muitos, sequer, terão condições de voltar ao final da crise…

0

Imagem do dia: Centro Histórico “fechado” pra balanço…

Blitz de órgãos públicos começaram desde ontem a fechar casas de festas e bares que não dispunham das licenças necessárias, em mais uma ação para impedir confusões envolvendo vândalos na área turística de São Luís

 

A imagem acima foi registrada na noite desta quinta-feira, 5

Uma força-tarefa do Ministério Público, da Blitz Urbana, Polícia Militar, Corpo e Bombeiros e Delegacia de Costumes começou a fechar bares e casas de festas sem licença na região do Centro Histórico.

A ação visa coibir a presença de vândalos e pessoas violentas na região considerada de forte apelo turístico.

A operação terá continuidade nesta véspera de feriado da sexta-feira, 6…

3

O que houve com o Manu?!?

Restaurante que se propõe premium em São Luís mudou de endereço, mas parece ter deixado a cozinha ainda no antigo

 

Manu, agora em novo endereço: ambiente aprazível e falhas de cozinha

Manu, agora em novo endereço: ambiente aprazível e falhas de cozinha

O Manu Restaurante, um dos bons espaços da cozinha contemporânea em São Luís agora funciona no lobby do hotel BrisaMar, em uma das vistas mais espetaculares da orla marítima da capital.

Um bate papo gostoso entre casais amigos, na noite da sexta-feira, 12, tinha todos os ingredientes para uma boa happy hour. A proposta do restaurante, ainda em adaptação no novo endereço, é oferecer exatamente isto – inclusive com a construção de um deck externo, com vista para o mar.

Mas apesar do atendimento atencioso e gentil de garçons e maitre, o serviço de cozinha deixou a desejar.

Poucos pratos estavam disponíveis – faltou, por exemplo, o tradicional camarão Manu, servido com pedaços de abacaxi. “O fornecedor não entregou o camarão”, justificou o gentil garçon.

O prato pedido com arroz de tarioba veio sem tarioba, o que só foi admitido após a cliente perceber textura, aroma, cor e sabor diferentes.

Não havia as sobremesas do cardápio e o sucos disponíveis eram apenas de laranja e, ou com, abacaxi, numa mistura inusitada para qualquer estômago.

Detalhe: a primeira pedida de suco foi simplesmente esquecida pelo garçom, que só lembrou meia hora depois, após advertência da cliente.

Na hora da conta, outro problema: pratos registrados a mais e outros a menos.

Enfim, para um restaurante que se destina a servir em alta classe, ou Class, a mudança de endereço ainda precisa ser absorvida.

E ensinada a fornecedores…

0

OAK Wine: happy hour com cozinha gourmet e sofisticação…

Casa de vinhos é opção para jantar a dois com cozinha contemporânea – apesar do risoto como única opção de acompanhamento -; ou  bate papo gostoso, regado a uma boa cepa de tintos, brancos e espumantes

 

OAK Wine: ambiente de descontração elegante

OAK Wine: ambiente de descontração elegante

Quem busca um fim de noite a dois, ou mesmo uma reunião de amigos com horas felizes após o trabalho, tem na casa de vinhos OAK Wine – antiga Expand Storie – uma das opções mais sofisticadas de São Luís.

A casa reúne boa comida, boa música e bom atendimento na mesma medida.

Os pratos da cozinha contemporânea só têm um  senão: o risoto como única opção de guarnição. Mas a seleção de vinhos – do mais clássico tinto ao mais requintado espumante – combina perfeitamente com a música instrumental tocada às sextas-feiras e com as entradas espetaculares, que vão do tradicional carpaccio clássico, aos cubos de Salmão e rosbifes.

A OAK Wine funciona a la carte no jantar, mas tem opção  de buffet no almoço, e a degustação nos fins de semana.

Sem dúvida uma das mais sofisticadas opções de happy hours da capital maranhense…

13

Caio Montteiro, agora no Kitaro Lagoa…

Um dos mais perfeitos interpretes do pop-rock internacional na noite de São Luís estréia hoje o seu novo show no bar Kitaro, na Lagoa da Jansén.

Caio Montteiro e banda se apresentam a partir das 8h30, com o melhor do flashback e do pop, cantado como nos originais dos anos 80 e 90.

Interprete perfeito dos principais ídolos dos anos de ouro do showbiz, Caio canta de Cyndi Lauper a Bonnie Tyler, passando por Rod Stweart, Brian Adams, Axl Rose, Abba, Double You e muitos outros ícones oitentistas.

A sequência dance, que ele apresentava há três anos no Adventure Beach Bar, tem interpretações de Cher, Modern Talking, Information Socyet, Erasure e Pet Shop Boys, e é uma das mais perfeitas do gênero tocado na noite de São Luís, graças também aos arranjos do maestro Alan Almeida, que faz os arranjos nos teclados, e do guitarrista Zildo, com solos que homenageiam de Pink Floyd a Queen, passando por Eaglees e Nazareth.

O show de Caio é imperdível para quem gosta de relembrar os alucinaodos anos 80, com espaços também para a era disco, nas vozes de Tina Charles, Glória Gaynor e Bee Gees, com intepretações quase idênticas ao original – todas cantadas ao vivo, em ritmo de boite.

Sem falar nas impagáveis interpretações de Michael Jackson e Madonna – e claro, espaços para astros do pop nacional de todos os tempos.

Quem já ouviu sabe do que se está falando.

O show de Caio é a mais bela interpretação dos anos 70, 80 e 90 em cartaz atualmente em São Luís, sobretudo pela suavidade da voz, que o faz cantar com a mesma perfeição os graves de Rod Stewart e Nazareth, e os agudos de Cyndi Lauper e Axl Rose – e não se prende apenas aos repetitivos sons de Codlplay, U2 e Radiohead.

A estréia para o público da Lagoa da Jansén é também com muita luz, caraterística das apresntações de Caio Montteiro.

Imperdível!!!