5

Nomeação de Carlos Filho abre reforma do governo Roseana…

Chico Gomes retornará à Assembléia

A confirmação do deputado estadual Carlos Filho (PV) na Secretaria de Juventude é o início da reforma admin sitrativa do governo Roseana Sarney (PMDB), anunciada em matéria deste blog, semana passada.

Com a saída de Filho da Assembléia, assumirá sua vaga o suplente Chico Gomes (PSD), que hoje ocupa a Secretaria de Desenvolvimento Social.

A pasta de Gomes será reforçada para dar lugar ao engenheiro Fernando Fialho, que cuidará do projeto de Combate à Pobreza do governo Roseana.

A pasta de Fialho encampará as atribuições da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, hoje ocupada por Conceição Andrade – que pode compor a chapa de Washington Oliveira (PT), em São Luís – e as pastas que têm como titular Israel Ferreira e Alberto Franco.

Roseana deve mexer também nas secretarias de Planejamento e Gestão; de Educação e Ciência e Tecnologia…

8

Roberto Costa consolida-se na Assembléia

Roberto Costa será mesmo deputado...

A governadora Roseana Sarney e o deputado estadual Roberto Costa (ambos do PMDB) já chegaram à conclusão de que o melhor mesmo será ele permanecer na Assembléia Legislativa.

Costa tem sido um dos membros mais destacados da bancada governista e o de maior repercussão na mídia.

Agora, falta decidir o que fazer com a Secretaria de Juventude, garantida ao deputado desde janeiro, mas que vem sendo conduzida pelo adjunto Ruy Pires.

O nome de Pires,  inclusive, surge naturalmente como opção para a pasta, embora haja intensa movimentação de lideranças políticas pelo posto.

Roseana deve decidir esta semana o futuro da Sejuv.

Além de Pires, há o nome do ex-secretário de Esportes, Souza Neto, ligado ao secretário Ricardo Murad, e a possibilidade de transferência de José Antonio Heluy, do trabalho para a Juventude – o que abriria vaga em uma secretaria para articulação com partidos aliados.

O certo é que Roberto Costa continuará exercendo seu mandato na Assembléia Legislativa, cmo interlocutor privilegiado da governadora.

E um dos contapontos da oposição na Casa….

4

A indefinição na Secretaria de Juventude…

Costa: indefinição política

O deputado estadual Roberto Costa (PMDB) ainda não sabe se retornará ao governo Roseana Sarney (PMDB) ou ficará na Assembléia Legislativa, onde tem excelente desempenho neste início de legislatura.

Roseana quer Roberto na Sejuv por dois motivos: para não se ver obrigada a refundir a pasta com a do Esporte e para abrigar mais um aliado na Assembléia.

Roberto Costa não vê com bons olhos o retorno ao governo nas condições apresentadas: secretaria do tipo extraordinária e sem poder de ação.

Não há sinal de iniciativa do governo para transformar a Secretaria de Juventude em ordinária, o que garantiria maior poder de ação ao titular.

Além disso, a saída do deputado da Assembléia não deixa de ser um desfalque para um governo, que precisa de quadros ativos para o embate com a oposição.

As duas ações mais rejeitadas pelo governo seriam, portanto, as melhores saídas, no atual momento político maranhense.

Quais sejam: fundir a Juventude com o Esporte e manter Roberto Costa na Assembléia.

Simples assim…

19

Orçamento para quê???

Para Comerciário, basta a confiança da governadora

Nos dias que antecederam a montagem do governo Roseana Sarney (PMDB) era comum candidato a secretário dizer que não queria pasta tal por que esta não tinha orçamento.

Alguns reclamaram publicamente; outros ainda murmuram, mas apenas nos bastidores.

Porque tanta ênfase em orçamento? Secretaria é pra enriquecer alguém?

Um bom exemplo de postura foi dado hoje pelo secretário da Articulação Institucional, Rodrigo Comerciário, em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, da Mirante AM.

– Eu não estou preocupado com Orçamento, com estrutura de Secretaria. Eu estou procurando é trabalhar – ensinou Comerciário, como divulgou também o blog de Gilberto Léda.

A crítica do secretário foi direcionada também aos próprios petistas, que reclamam – até eles! – da falta de orçamento da sua pasta.

Tendo caráter extraordinário ou não; com estrutura reduzida ou não, Comerciário mostra que, se quiser, o titular de qualquer pasta pode trabalhar – e muito – pelo Maranhão.

Durante a entrevista à Mirante, o petista listou diversas ações que já implementou na pasta, mesmo sem ter ainda a estrutura necessária.

O que prova ser cada vez mais estranha a preocupação com orçamento…

53

Nada definido com relação a Sectec…

Por Matias Marinho

O ainda deputado estadual, José Lima (PV), tem se movimentado mais do que “pinto no lixo” para emplacar seu nome na Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sectec).

Tem como padrinho principal, o irmão da governadora, o deputado federal Sarney Filho (PV).

De acordo com informações palacianas, a governadora Roseana teria dito que não está muito animada para emplacar Lima como chefe da pasta, sobretudo, por conta de seu curriculum nada agradável.

Roseana teria repetido a negativa também a outro irmão, o empresário Fernando Sarney, que tenta emplacar outro deputado na pasta, o bem mais nobre Joaquim Nagib Haickel.

Este último, ao contrário de Lima, tem todo preparo intelectual, moral e político para ocupar o posto.

Porém, esbarra em dois problemas: o primeiro é pelo fato de seu principal padrinho, Fernando Sarney, já ser contemplado com uma das pastas mais fortes do governo, a Secretaria de Comunicação, comandada pelo jornalista e publicitário Sérgio Macedo.

Já o segundo empecilho de Haickel, é o fato da governadora querer utilizar a Sectec para manter alinhado os laços do governo com as academias.

E, para isso, busca alguém que tenha forte penetração nas áreas de conhecimento em extensão universitária.

Neste aspecto, por incrível que pareça, hoje, estaria com mais chance de emplacar na pasta, o atual comandante Lauro Assunção, tanto por ter fortes ligações com mestres e doutores da UFMA e UEMA como por agradar o deputado federal Waldir Maranhão.

Mas, esse é, antagonicamente, o grande dilema de Roseana: agradar Waldir Maranhão e ter que passar o tempo “de olho” nas ações da pasta.