2

Aluisio Mendes defende o fortalecimento das guardas municipais…

Aluisio Mendes em dois momentos: no primeiro , proferindo palestras a guardas municipais…

O fortalecimento do sistema de segurança pública é a prioridade do deputado Aluisio Mendes em sua atuação na Câmara Federal e também no Maranhão. Por isso, nas visitas que tem feito ao interior do estado, ele tem sido procurado por representantes dos guardas municipais, que buscam o apoio do parlamentar para conseguir o investimento de recursos federais para reestruturar suas atividades nos municípios.

No ano de 2016, Aluisio Mendes destinou emendas ao Orçamento da União para a aquisição de viaturas e equipamentos para as guardas municipais de Viana, Grajaú e Lago da Pedra.

“Acredito que os municípios também podem dar uma grande contribuição no combate à criminalidade, atuando na proteção não somente do patrimônio público, mas também na prevenção de crimes”, declarou.

No outro, co0nversando com membros da categoria no interior

Na semana passada o deputado comemorou a decisão do prefeito de Lago da Pedra, Laércio Arruda, que propôs a criação da Secretaria Municipal de Segurança, aprovada pela Câmara de Vereadores.

“Todos estão de parabéns por criar as condições para que possamos fortalecer o sistema de segurança no município. Em Brasília, buscaremos recursos no Ministério da Justiça para que os guardas municipais possam receber investimentos em capacitação e condições de trabalho”, acrescentou ele.

Aluisio Mendes já assumiu compromisso de buscar recursos para as guardas municipais das demais cidades onde tem conversado com os prefeitos, secretários e vereadores.

“A segurança é hoje uma das maiores preocupações da população, por isso continuará sendo a nossa prioridade, no retorno das atividades parlamentares em fevereiro”, concluiu.

1

Aluisio defende investimentos e mudanças na legislação para crise no sistema prisional…

Deputados federais apresentaram propostas ao presidente Temer e ao ministro da Justiça

O deputado Aluisio Mendes voltou a defender hoje a adoção de medidas que solucionem a grave crise no sistema carcerário brasileiro, que nos últimos dias registrou a morte de 134 detentos. Para o parlamentar maranhense, a falência desse sistema é uma realidade que só terá solução, a médio e longo prazo, se forem feitos os investimentos necessários e se a Lei de Execuções Penas sofrer as mudanças adequadas.

Semana passada a Frente Parlamentar da Segurança Pública, em audiência articulada por Aluisio Mendes, esteve com o presidente Michel Temer, para discutir a crise no sistema carcerário e apresentar propostas. Segundo ele, há projetos importantes na área da segurança em tramitação no Congresso Nacional, e que deverão ser priorizados na Câmara Federal na retomada dos trabalhos legislativos, em fevereiro.

“Embora cuidar e gerir os presídios no governo Roseana não fossem atribuições da minha pasta, quando eu era secretário de Segurança Pública do Maranhão já alertava para esse problema da falência do sistema penitenciário nacional”, lembrou Aluisio Mendes.

Ele ressaltou que, antes da que aterrorizou Pedrinhas, haviam ocorrido rebeliões violentas nos presídios Urso Branco, no Acre; Bangu, no Rio, e em várias outras penitenciárias brasileiras.

Aluisio Mendes ressaltou que, em todos esses episódios violentos, sempre são anunciadas medidas paliativas.

“Além de construir presídios e qualificar melhor seus gestores e profissionais, precisamos criar condições para que os presos possam trabalhar, e punir com maior rigor, com penas duríssimas, os que participam de rebeliões violentas. Com essas medidas iremos começar a resolver esse problema crônico brasileiro”, opinou.

1

Frente Parlamentar propõe criação do Ministério da Segurança Pública…

Grupo que tem o deputado federal maranhense Aluisio Mendes como membro reuniu-se nesta quarta-feira com o presidente Michel Temer, para discutir os problemas do setor

 

Aluisio, Michel Teme e os demais parlamentares da Frente

A crise no sistema penitenciário brasileiro foi o principal assunto da reunião que integrantes da Frente Parlamentar de Segurança Pública tiveram na manhã desta quarta-feira (11) com o presidente Michel Temer.

Os deputados apresentaram propostas como a criação de um Ministério da Segurança Pública e implantação de medidas de incentivo à contratação de mão-de-obra de presos ou ex-detentos.

“Mostramos ao presidente Temer que há hoje na Câmara Federal um grupo de deputados oriundos na área que podem dar importante contribuição para a melhoria da segurança pública do Brasil, que hoje é um dos maiores problemas do país. Queremos ser ouvidos pelo governo federal, pois temos experiência como integrantes e gestores da segurança pública, e apresentamos muitos projetos em tramitação no Legislativo”, informou Aluisio Mendes.

O encontro articulado pelos deputados Aluisio Mendes e Alberto Fraga teve a participação do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes; do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, e de membros da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Aluisio esclareceu que a proposta de criação do Ministério da Segurança Pública não teria custo extra para o governo federal, pois somente iria aglutinar órgãos federais de segurança já existentes – como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal – em uma só pasta, com um comando único.

“O presidente se comprometeu em estudar a proposta internamente, nos pediu que aprofundássemos essa discussão na Câmara Federal e prometeu nos convocar para uma outra reunião em fevereiro, para apresentar as medidas que serão adotadas”, disse Aluisio Mendes.

O deputado maranhense acrescentou que, caso seja reeleito presidente da Câmara, Rodrigo Maia terá o compromisso de colocar em votação os projetos da área de segurança que estão em tramitação na Casa.

“Há anos o sistema carcerário vive uma grave crise, e a cada episódio como o ocorrido em Roraima muitas medidas são propostas, mas nada se resolve. Por isso, levamos ao presidente mais de 20 propostas, como o endurecimento de penas para líderes de facções criminosas, que é de minha autoria. E nos colocamos à disposição para buscar soluções que tanto a população deseja”, ressaltou ele.

0

Flávio Dino é “contador de lorotas”…

Por Souza Neto*

Por onde passo, por onde tenho amigos, tenho recebido notícias estarrecedoras na área da Segurança Pública do nosso Estado, que me deixam enormemente preocupado com as desgraças que estão por vir.

São informes e denúncias da situação vergonhosa a qual os agentes de segurança têm enfrentando em todo o Estado. Não há armas, não há coletes, não há viaturas. As instalações dos quarteis estão caindo aos pedaços. Nos pátios, o que se vê é um amontoado de veículos que viraram sucata. Não há sequer alimentação para as guarnições de serviço. A realidade é que a Polícia Militar do Maranhão e as outras forças de Segurança estão vivendo um verdadeiro caos, por culpa desse ‘desgoverno’ Comunista.

Todos nós, povo do Maranhão, lembramos das promessas de campanha do “nosso Governador”. Flávio Dino gritou aos quatro cantos que mudaria “a realidade caótica” que ele dizia existir no setor, culpando a ex-governadora Roseana Sarney. Pois bem, passados dois anos de um governo capenga e desastroso, em todas as áreas, o que nós temos vivenciado é um quadro tenebroso e preocupante. Não há nada que se comemorar, como tenta convencer (gastando milhões) a mídia comunista, comandada por Jerry. Ao contrário, temos que lamentar o fracasso a qual chegou a Segurança Pública do nosso estado!

De Bacabal, onde estive esses dias, recebo informações de que a tentativa de assalto que seria executada contra uma empresa de transporte de valores e a agência bancária daquele município, por quadrilha armada até os dentes com fuzis e metralhadoras, só foi evitada porque os PMs, diuturnamente perseguidos por Dino e o comando da SSP, mesmo os que estavam de folga, se juntaram aos companheiros de serviço, e conseguiram enfrentar e debelar os bandidos. A Associação dos Policiais Militares do Médio Mearim (ASPOMMEM) publicou uma nota em reconhecimento pela bravura e coragem dos policiais em defesa da sociedade bacabalense.

De Timon, as informações são ainda mais preocupantes e urgentes. As quatro viaturas que ainda estão atendendo às ocorrências na região, operam com racionamento de combustível. A ordem é a de abastecer somente 20 litros de combustível por dia, insuficiente para o patrulhamento ostensivo e o combate à criminalidade, o que as obriga a ficarem paradas no pátio do quartel.

Lá, o governo ainda cortou a alimentação dos PM’s de serviço, há mais de um ano, por alegada falta de recursos. Situação enfrentada também PM’s no KM-17, em Codó, motivo pelo qual eles abandonaram o posto que funcionava naquela localidade.

Em Parnarama, a única agência do Banco do Brasil está fechada há cerca um ano, depois de ter sido assaltada. Naquela cidade, assim como em Matões e tantas outras, a prefeitura teve que assumir o custeio da PM e paga uma mísera e insuficiente quantidade de combustível para os carros da PM fazerem as rondas. Isso fora o aluguel dos imóveis das companhias da PM, com todos os custos de água, luz e ainda a alimentação.

Ou seja, aquele que prometia ‘independência e autonomia da PM’ nos municípios está submetendo a tropa às piores condições possíveis, impondo a responsabilidade às prefeituras, e desta forma, tornando-os serviçais dos gestores municipais. Resultado: a prefeitura tem que tomar para si a responsabilidade pelas equipes estaduais de Segurança, para garantirem o mínimo de segurança aos cidadãos.

Todos nós lembramos que Dino acusava os governos anteriores de “vender” a PM para as prefeituras, tirando sua autonomia, e que ele iria acabar com essa prática. Pois bem, parece que ele aprimorou a técnica, institucionalizou, e essa agora é a regra em seu governo. Sem as prefeituras, a PM nem se mexe e nem põe combustível nas viaturas, o que torna inviável a execução do serviço.

O resultado disso tudo, é o que se vê diariamente: bandidos fortemente armados invadindo e aterrorizando cidades inteiras. Explosões a bancos e a caixas eletrônicos, assaltos aos Correios, a residências, roubos de motos e carros, homicídios e tantos outros crimes bárbaros.

Governador, dê o mínimo de dignidade aos nossos bravos guerreiros. Cumpra as promessas de campanha, que tanto sonham os militares e seus familiares. Exigimos o mínimo de respeito os policiais militares, civis, bombeiros e a sociedade maranhense.

Estamos bem com esse governo que só se preocupa em beneficiar a “curriola” comunista, não estamos?

*Deputado estadual pelo PROS

1

Governador mentiu e enganou os policiais, diz Sousa Neto…

sousa Estou aqui, mais uma vez, mostrando o quanto esse governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino, mentiu e enganou a população e os militares. Esse documento é o grito de revolta, decepção e indignação das categorias de militares com esse Governador, que, em 2014, em campanha, disse que trataria os policiais de forma honesta e digna. E que faria uma revolução na Polícia Militar. Realmente ele fez uma revolução de ditadura”

Os policiais e bombeiros militares querem um diálogo com o Governador e com o comando da Segurança Pública, coisa que eu acho muito difícil. A situação que estamos vivenciando hoje na Segurança do Estado é vergonhosa. A Polícia Militar do Maranhão está jogada, está abandonada, mas vocês não podem recuar. O secretário de Segurança Pública não trata a PM de forma honrada. E o governador está pouco se lixando para as promessas de campanha porque ele já está eleito, já está no Palácio dos Leões”

Deputado Sousa Neto, na tribuna da Assembleia, ao defender manifesto dos policiais contra o governo comunista

3

Em vídeo, homem põe dúvidas sobre versão da polícia para execuções no Maiobão…

Casal foi alvejado por tiros na manhã do domingo, resultando na morte da mulher, grávida, e de um motoqueiro também atingido; Secretária de Segurança diz que tratou-se de acerto de contas, mas vítima aponta para ação do serviço velado

 

Um crime brutal ocorrido na manhã do domingo, 20, na região do Maiobão, pode ter novos rumos com a revelação de um vídeo em que uma das vítimas aponta o serviço velado da Polícia como responsável pelos assassinatos.

Homem chora ao saber da morte da mulher, que está no carro

Homem chora ao saber da morte da mulher, que está no carro

Jackson Dutra, 35, e sua mulher, Hariedna da Silva Melo, 31, foram perseguidos na estrada da Maioba e alvejados com tiros, por homens em um veículo não identificado.

Desesperado, o homem seguiu para a delegacia do Maiobão, onde sua mulher já chegou sem vida. Outro homem, que estva em uma moto, também foi atingido e teria sido morto.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública afirmou que as investigações apontam para uma certo de contas.

Aos prantos, na porta da delegacia, no entanto, Jackson acusa diretamente o serviço velado da polícia.

A revelação aina não foi comentada pela cúpula da SSP…

1

Hildo Rocha vai à Itália e França colher subsídios para a PEC da unificação das polícias…

policias

Deputados com parlamentares e diplomatas italianos

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) foi designado pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia para participar de missão internacional na Itália e na França com o objetivo de coletar informações e subsídios para embasar proposta de emenda à Constituição Federal (PEC) que poderá estabelecer mudanças no sistema de segurança pública do Brasil.

“O modelo policial brasileiro vem sendo criticado por organizações internacionais e por setores da sociedade brasileira. Por essa razão, o Presidente da Câmara dos Deputados criou Comissão Especial destinada a estudar e apresentar propostas de unificação das polícias Civis e Militares”, explicou Rocha.

Além do deputado Hildo Rocha, integram a comitiva o relator da comissão especial de unificação das policias, Vinicius Carvalho (PRB-SP) e o consultor da Câmara Federal, Eduardo Granzotto, especialista do Legislativo Federal em segurança publica.

As policias na Constituição Federal 

De acordo com a Constituição Federal de 88, compete aos Estados manter duas corporações policiais de ciclo incompleto: a Polícia Militar, com competência para policiamento ostensivo e preservação da ordem pública, e a Polícia Civil, com competência de polícia judiciária e de apuração de infrações penais, exceto militares.

A polícia italiana

A polícia italiana possui caráter civil, mas com disciplina militarizada.

A Polícia de Estado, que é subordinada ao Departamento de Segurança Pública Italiano e uma polícia de cunho militar que são os Carabineiros ligados aos Ministérios da Defesa e do Interior, com atuação de ciclo completo (preventivo e investigativo).

A polícia francesa

A França, outro país que terá seu sistema de segurança pesquisado possui um modelo policial que pode ser considerado misto, pois há uma polícia de caráter civil, que é a Polícia Nacional, ligada ao Ministério do Interior, com atuação nas áreas urbanas, e uma polícia de caráter militar a Gendarmaria Nacional, vinculada aos Ministérios da Defesa e do Interior, com atuação em áreas rurais e do interior francês.

“A experiência desses países, por constituírem modelos de cunho civil e militar atuando conjuntamente, contribuirá muito para os trabalhos dos parlamentares que, juntamente com mais outros 46 deputados da Comissão de Estudos, apresentarão até o final de 2017 a PEC da unificação da policias”, declarou Rocha. 

Os parlamentares brasileiros com colegas italianos

Os parlamentares brasileiros com colegas italianos

Atividades

Os integrantes da missão participaram de encontros na Câmara dos Deputados da Itália e se reuniram com membros da comissão responsável pela reforma das forças policiais, e no Senado Italiano.

A comitiva foi recepcionada pela Senadora Ana Finocchiaro (Presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais) e pelo Senador Roberto Cociancich (membro da Comissão de Defesa e relator do decreto legislativo que trata da reforma das forças policiais).

Próximos compromissos

Na sexta-feira, 19, a comitiva se deslocou para a França onde haverá, no dia 21, Encontro na I.G.P.N (Inspection Générale de la Police Nationale  que é a Corregedoria da Polícia Nacional Francesa e com a Diretora-geral da IGPN, no Ministério do Interior que está localizado em Paris. 

Terça-feira, 22,  a comitiva terá encontro na Direction des Ressources et des Compétences de la Police Nationale.

Os parlamentares  conhecerão a forma de  gerenciamento dos recursos humanos, materiais, logística; concursos, recrutamento e formação profissional. Haverá também uma Visita à E.N.P- École Nationale de Police  que é uma das academias de polícia na França que fica localizada na cidade de Sens.

Quarta e quinta feira (23 e 24) a comitiva terá encontros com diversas autoridades francesas. 

Sexta (25) os deputados irão se reunir com a D.G.G.N (Direction Générale de la Gendarmerie Nationale). Almoço de trabalho com a D.C.I (Direction de la Coopération Internationale du Ministère de l’Intérieur).

0

Aluisio Mendes cobra maior atuação da PRF nas rodovias federais do Maranhão…

Aluisio Mendes foi recebido em audiência pelos dirigentes da PRF em Brasilia

Aluisio Mendes foi recebido em audiência pelos dirigentes da PRF em Brasilia

O deputado Aluisio Mendes (PTN) solicitou à diretora geral da Polícia Rodoviária Federal, Maria Alice Nascimento, que a atuação da instituição seja reforçada no Maranhão. Em audiência ocorrida segunda-feira, 11, ele relatou a gestora que vários postos de fiscalização da PRF no estado estão desativados, deixando as rodovias federais desguarnecidas de policiamento e livres para atuação de quadrilhas de roubo de cargas, assaltantes de bancos e traficantes de drogas.

“A ausência de um policiamento mais efetivo nas nossas rodovias facilita a atuação do crime organizado, que usa as estradas para circular livremente por todo o Maranhão”, enfatizou Aluisio Mendes, na audiência que contou também com a participação do corregedor geral da PRF, João Carlos LanziAlcade, e do chefe de gabinete da diretora, Eduardo Aggio de Sá.

Segundo informou o parlamentar, a diretora Maria Alice reconheceu o problema, mas afirmou que é o efetivo reduzido que compromete muito a atuação da Polícia Rodoviária Federal, não só no Maranhão, mas em todo país.

Ela se comprometeu em promover operações pontuais da PRF, usando reforço de efetivo dos estados do Pará e Piauí, para dar mais segurança e tranquilidade aos maranhenses que usam as rodovias federais .

“Eu também assumi o compromisso de lutar, na Câmara Federal, pela realização de concurso público para ampliar o efetivo da Polícia Rodoviária em todo o país”, acrescentou Aluisio Mendes, que na audiência esteve acompanhado do deputado Ademir Camilo, do PTN de Minas Gerais.

0

Aluisio Mendes busca o fortalecimento das Guardas Municipais…

Aluisio ouvu guardas municipais de Colinas para tratar da proposta...

Aluisio ouvu guardas municipais de Colinas para tratar da proposta…

Tornar mais efetivo o sistema de segurança pública, com mais investimentos no setor e a reformulação da legislação penal, é o objetivo maior da atuação do deputado Aluisio Mendes (PTN) na Câmara Federal. Por isso, uma das suas prioridades tem sido contribuir de forma efetiva para a reestruturação das Guardas Municipais, para que os municípios possam dar efetiva contribuição no combate a criminalidade, em especial no Maranhão.

Nas cidades que tem visitado, Aluisio Mendes é procurado pelos representantes das Guardas Municipais, que pedem apoio para a aprovação de leis municipais que regulamentam a reformulação de suas atribuições, e a destinação de recursos federais para a aquisição de viaturas e equipamentos para essas corporações.

E colheu subsídios em vários outros municípios Maranhão a fora...

E colheu subsídios em vários outros municípios Maranhão a fora…

Aluisio Mendes já destinou recursos, por meio de emendas, para garantir melhores condições de trabalho às Guardas Municipais de Viana e Grajaú, e assumiu o compromisso de atender também as corporações de Lago da Pedra e Colinas, com as quais teve reunião mais recentemente.

“Discutimos formas de fortalecer a ação dasGuardas Municipais em todo o Maranhão. Em Colinas, me coloquei à disposição do comandante Cunha e sua equipe para continuar nessa parceria e trazer mais segurança à população da cidade. Vamos também elaborar com eles um projeto para implantar um sistema de videomonitoramentoem Colinas”, afirmou o deputado.

Emc ada cidade ouviu a realidade dos guardas municipais e as ideias para melhorar as condições de trabalho

Em cada cidade ouviu a realidade dos guardas municipais e as ideias para melhorar as condições de trabalho

Para o comandante da Guarda Municipal de Viana, José Ribamar Vieira Neto, o apoio do deputado Aluisio tem sido muito importante, permitindo a participação do município no fortalecimento da segurança pública, através do patrulhamento preventivo realizado pelos guardas municipais.

“Ele teve participação direta na restruturação e adequação da Guarda Municipal de Viana, no Estatuto Geral das Guardas Municipais (Lei federal 3.022) e nos presenteou com uma das suas emendas para compra de viaturas e equipamentos, trazendo mais qualidade às nossas ações para a população”, afirmou.

0

Zé Inácio discute segurança pública em Bequimão…

Zé Inácio fala em audiência pública em Bequimão

Zé Inácio fala em audiência pública em Bequimão

O deputado Zé Inácio usou a tribuna na manhã de quarta-feira, 15, para falar sobre a audiência pública realizada na cidade de Bequimão no ultimo dia 9, cujo tema central abordado foi a segurança do município.

A audiência foi requerida pela vereadora da cidade, Raquel Paixão e contou com a presença dos vereadores Elandeson, Nestor, Valmir, do Presidente da Câmara, Jorge, o Prefeito municipal da cidade de Bequimão, senhor José Martins, o coronel do 10º Comando da Polícia Militar, que fica em Pinheiro, o senhor coronel Osmar, o coronel Lopes, que foi um idealizador da guarda municipal da cidade de Bequimão, além da delegada Marta, da juíza Adriana e do promotor de justiça da comarca, Renato.

A população da cidade também participou ativamente da audiência, que resultou num encaminhamento de reunião com o Secretário de Estado de Segurança Pública Jefferson Portela.

Zé Inácio comentou ainda a necessidade de fortalecer as guardas municipais do estado e o avanço que a segurança do Estado teve nesse primeiro ano de governo Flavio dino.

“Não podemos achar que, em pouco mais de um ano, o governo do Estado, o governador Flávio Dino e o secretário Jefferson Portela vão dar solução a todos os problemas da segurança no estado. O que temos que ter são ações concretas e algumas ações nós estamos vendo, como é o caso da nomeação de mil e quinhentos policiais”, disse o deputado.

E se reúne com o chefes da Segurança Pública do Maranhão

E se reúne com o chefes da Segurança Pública do Maranhão

Reunião

A reunião aconteceu na tarde de terça-feira, 14, na presença do secretario Jefferson Portela e de uma comissão formada por autoridades e representantes da cidade de Bequimão, além do deputado Zé Inácio.

O secretário garantiu uma visita da equipe de engenharia da Secretaria a cidade de Bequimão, ainda esta semana, para viabilizar a construção da delegacia da cidade e de um alojamento para os policiais militares e civis, além disso, uma viatura, solicitada por indicação do deputado Zé Inácio, que disponibilizou ainda emenda parlamentar para a compra de motocicletas que fortalecerão o patrulhamento.

Foi acordado também a realização de uma ação ostensiva da polícia e do serviço de inteligência para inibir o tráfico de drogas na cidade e outros crimes.

O Secretário comprometeu-se ainda em aumentar o rigor na blitz da travessia São Luís/Cujupe, via ferry boat, não só do lado de São Luís, mas também na estrada que liga Cujupe a Pinheiro.

Estiveram presentes na reunião além do deputado, a vereadora Raquel Paixão, o vereador Elenderson Pereira, Sidney Bouere, representando a prefeitura de Bequimão, o Coronel PM Osmar Alves Filho, Coronel PM Decival e José Frederico Pereira e os guardas municipais Antônio Calos Lopes e Carliane Nunes.