0

Denúncia anônima envolve auditor do TCE…

Documento encaminhado à ouvidoria e ao presidente do tribunal, com fartura de acusações e provas, aponta para a existência de uma suposta organização criminosa especializada em fraudar contratos em prefeituras em troca de favores na corte de contas

 

SEDE DO TCE É ALVO DE MAIS UMA DENÚNCIA ENVOLVENDO SEUS MEMBROS ou funcionários da Casa

Um documento de mais de 30 páginas encaminhado ao comando do Tribunal de Contas do Estado (TCE) apresenta uma coleção de denúncias contra um dos auditores da casa e seus familiares.

Como a denúncia é anônima, o blog Marco Aurélio D’Eça optou por revelar o auditor denunciado – José Gonçalves de Souza Neto – diante da farta documentação encaminhada ao blog, incluindo cópias de diários oficiais – decidiu-se publicar a acusação.

Também decidiu pela publicação diante da informação de que outras denúncias sobre o mesmo caso foram feitas e ignoradas no TCE, local de trabalho do acusado.

De acordo com a denúncia, são várias empresas de um mesmo dono – Josivaldo Oliveira Lopes, irmão do auditor – ou de seus laranjas, que vencem contratos em prefeituras do interior.

O documento entregue ao presidente do TCE cita nominalmente as prefeituras de Mirador, Governador Nunes Freire, São Mateus, Morros, Itaipava do Grajaú, Alto Alegre do Maranhão, Barra do Corda, Trizidela do Vale, Paraibano e Pedreiras.

As empresas – uma delas chegou a ter o próprio auditor José Gonçalves como sócio, segundo a denúncia – atuavam na área de controle interno das prefeituras, exatamente a mesma de atuação do acusado no tribunal.

– Assim solicitamos que os senhores, Conselheiros e Auditores Idôneos,  que sabemos que existe dentro dessa Corte, nos ajude a extirpar de nossa administração pública figuras como (…) (Auditor de Controle Externo do TCE/MA) e seus comparsas, que envergonha não só essa Corte, mas todo o Estado do Maranhão – pede o documento, em sua conclusão.

Foram encaminhados 11 anexos, todos também em poder do blog, que decidirá sua publicação de acordo com a manifestação do comando do TCE.

Até porque, o denunciante diz que outras denúncias já foram encaminhadas e ignoradas pela corte…

0

Acusado de assédio, dono de laboratório debocha da denúncia exaltando a própria genitália…

Paulo Braid Ribeiro Júnior foi acusado de demitir uma funcionária de seu laboratório – que tem, diversos contratos com entes públicos – após a mulher se recusar a fazer sexo com ele

 

UMA DAS VÍTIMAS DE PAULO BRAIDE NA DELEGACIA DA MULHER: convite para sexo a três em motel temático

Denunciado à Delegacia das Mulheres por assédio, o empresário Paulo Braid Ribeiro Júnior, que tem diversos contratos no setor da saúde, além de controlar laboratórios, clínicas e maternidades, debochou da acusação.

Questionado sobre o fato pela titular do blog da Itamargarethe, o empresário ironizou a denúncia, fazendo exaltações à sua própria genitália.

 – Constrangido com nudes que mostram pênis pequeno, Paulo Braid chegou a debochar da denúncia, alegou ser fake news e afirmou as espessuras exibidas (do pênis pequeno) na foto, tanto no comprimento quanto na largura, não reportarem a realidade das suas genitálias – disse a jornalista, em seu blog. (Entenda o caso aqui e aqui)

Empresário do setor da Saúde, Paulo Braid é dono de laboratórios, clínicas e uma maternidade de luxo em São Luís; além disso, mantém contratos públicos, na casa dos milhões, com prefeituras e com o Governo do Estado.

Ele já foi denunciado à Delegacia da Mulher por duas mulheres.

PAULO BRAIDE EM FOTO EXIBIÇÃO NAS REDES SOCIAIS: preocupação apenas com o tamanho da genitália

Uma delas, disse que fora convidada pelo empresário para ir a um motel da cidade, acompanhada de outra mulher, para fazer sexo a três.

Ao tomar conhecimento da primeira denúncia, o empresário – filho de família poderosa no setor público e na política do Maranhão – se preocupou somente em negar a informação sobre sua genitália, alegando que as imagens entregues à polícia e ao blog não condizem com a realidade.

Na tarde do domingo, 7, nova denúncia foi formalizada à Delegacia da Mulher.

Ela contou que, após diversas investidas de Paulo Braid, o empresário propôs diretamente que os dois fossem ao motel Le Baron, juntamente com uma secretária da empresa, para praticarem sexo a três. (Veja depoimento abaixo)

A denúncias mostram comportamento inadequado do empresário, sobretudo em um momento de forte pressão pela equidade de gênero e respeito às mulheres.

O caso está sendo investigado pela delegada Kasumi Tanaka, que pode, inclusive, pedir a prisão do empresário.

Ele deve ser ouvido pela autoridade policial nos próximos dias…

O BOLETIM DE OCORRÊNCIA DE UMA DAS DENÚNCIAS: perseguição rotineira no trabalho, assédio moral e sexual

5

Profissionais de comunicação do MP denunciam perseguição e pedem melhor relacionamento com futuro procurador…

´Tácito Garros: tirano na comunicação do MP, segundo denúncia

Em Carta Aberta encaminhada a todos os candidatos a procurador-geral de Justiça, os profissionais de comunicação social, concursados, do Ministério Público, relatam a relação conflituosa que mantêm com a atual coordenação da área.

Na carta, assinada por sete profissionais do MP, é citado nominalmente o nome do advogado Tácito Garros, que exerce a função de coordenador de Comunicação Social.

– Nos últimos anos, a Coordenadoria de Comunicação foi dividida. Alguns de seus melhores profissionais concursados foram transferidos para outros setores por razões nunca esclarecidas. Fomos vítimas de agressões, perseguições xingamentos e ataques pessoais quase diários, que continuam sendo perpetrados pelo coordenador Tácito de Jesus Lopes Garros – afirma o documento.

Eles também denunciam que Garros comandava o boicote na divulgação de notícias envolvendo os demais membros do Ministério Público, privilegiando apenas a procuradora Fátima Travassos.

Travassos: fim de mandato aguardado por todos no MP

Para jornalistas, radialistas, publicitários e outros profissionais da área de comunicação do MP, o setor deve ser tratado como estratégico, “que só pode ser gerido por alguém realmente capacitado e com formação na área”.

– Ao próximo(a) procurador(a)-geral de Justiça colocamo-nos à disposição para colaborar, como sempre fizemos, indepedentemente de quem seja o (a) vencedor (a) – afirmam os profissionais.

Assinam a Carta Aberta os servidores Adriano Rodrigues, Eduardo Júlio Canavieira, Francisco Colombo, Johelton Gomes, José Luís Diniz, Lucina Medeiros e Rodrigo Freitas.

A eleição no Ministério Público acontce nesta segunda-feira…

5

Assessores corruptos são exonerados do TJ…

Marco Túlio atuava na presidência...

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, anunciou hoje à tarde a exoneração dos assessores Marco Túlio Dominici e Francisco Reginaldo Duarte Barros.

Os dois foram presos ontem, em flagrante, tentando negociar, por R$ 400 mil, o sumiço de um processo que tramitava no tribunal.

Dominici atuava diretamente no gabinete da própria presidência do TJ. Duarte Barros, por sua vez, era lotado no gabinete do desembarador Raimundo Cutrim.

Duarte: do gabinete de Cutrim

No momento em que recebi a notícia da prisão dos dois, estava sendo cumprimentado pela minsitra Eliana Calmon, em Brasília. Foi constrangedor – contou Guerreiro Júnior, que participava da posse do minsitro Carlos Ayres Brito, na presidência do Supremo Tribunal Federal.

Ontem mesmo, os dois criminosos foram soltos, por determinação da Justiça, após pagar fiança de R$ 6,2 mil cada um.

Além da exoneração, eles vão responder à infração disciplinar , conforme Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil.

 

4

Cresce movimento por “Ficha Limpa” em todos os níveis da administração pública…

Zé Carlos quer Ficha Limpa em toda administração

Em Brasília, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) abriu os trabalhos após o carnaval sugerindo à presidente Dilma Rousseff (PT) que implante os critérios da Ficha Limpa nas noemações de sua administração.

Na Câmara de São Paulo já tramita projeto que impõe a “ficha limpa” às futuras noemações da capital paulistas.

E o movimento de implantação da nova regra em todos os níveis da adminsitração pública se espalha por todo o país.

No Maranhão, o deputado Zé Carlos da Caixa (PT) foi o primeiro a tratar do assunto, aindfa no ano passado, como revelou hoje o blog de Jorge Aragão.

Logo na sua estréia como parlamentar, em 22 de fevereiro de 2011, Zé Carlos apresentou proposta baseada na Lei da Ficha Limpa, quando nem a própria Lei havioa sido liberada pelo Supremo Tribunal Federal.

– A lei da ficha limpa é uma realidade inexorável, instituída por iniciativa da sociedade e não pode se restringir apenas aos que disputam cargos eletivos, é preciso avançar mais – pregou ele.

A Assembléia poderia ter saído na frente, mas nem tudo está perdido.

O parlamentar pede aos colegas, agora, que aprove seu projeto de lei que estabelece a Lei da Ficha Limpa como critério para contratação no serviço público.

E tem confiança que, aprovado na Casa, terá a sanção da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Até por uma imposição de simbolismo histórico…