23

Recuperação asfáltica: Castelo prioriza avenidas erradas…

A imagem não mente: o que há de errado neste asfalto para ser trocado com tanta urgência?

Não há explicação plausível para a suposta recuperação asfáltica, que já dura mais de três semanas, realizada pela administração de João Castelo (PSDB) na avenida Daniel de La Touche.

Uma obra que poderia esperar a conclusão de ações mais urgentes.

Não há sequer um cidadão de São Luís que possa apontar problemas na via antes da intervenção de Castelo. Pelo contrário, a Daniel de La Touche sempre foi uma das que apresentam melhor qualidade asfaltica da cidade.

E seus pequenos contratempos poderiam esperar o término de obras mais urgentes.

Fica evidente que Castelo optou por ela por ser um importante corredor para as praias, onde a classe média passa diariamente. O prefeito quer apenas mostrar “trabalho”.

Enquanto isso, deixa pra depois – ou simplesmente ignora – avenidas como a Mário Andreazza e a Jerônimo de Albuquerque, estas sim, necessitando de urgente recuperação asfáltica.

Na Daniel de La Touche já não tem asfalto, mas a via terá que esperar a lógica do prefeito

A primeira, importante ligação entre Turu e Cohama, precisaria ter todo o asfalto retirado para ser refeito, já que praticamente não existe mais pavimentação, tamanho é o abandono da via.

Mário Andreazza: só uma nova avenida resolve o problema

Ou seja, precisaria uma nova avenida, mais urgentemente que o recapeamento do bom asfalto da Daniel de La Touche.

Na Jerônimo de Albuquerque, as sistemáticas e malfeitas operações tapa-buracos destruíram toda a camada aslfáltica, que precisa ser recomposta urgentemente.

Exatamente o serviço que está sendo feito sem necessidade na Daniel de La Touche.

O registro das imagens mostra claramente que o asfalto da Daniel de La Touche resistiria por mais um tempo, ao contrário das outras duas vias citadas.

Só Castelo pensa o contrário…

20

Roberto Costa: “lamentável que o prefeito faça uma festa tão grande para uma ação de tapa-buracos em São Luís”

Roberto Costa: "mediocridade é fazer festa pra tapar buracos"

O deputado Roberto Costa (PMDB) criticou ontem a “pompa e circunstância” com as quais o prefeito João Castelo (PSDB) lançou o programa de tapa-buracos em São Luís.

– É lamentável que estejamos completando 400 anos e a principal obra anunciada pelo prefeito seja uma operação tapa-buracos, coisa corriqueira – criticou o parlamentar.

Castelo apresentou ontem a operação de recuperação de ruas e avenidas em vários bairros de São Luís, a começar pela Zona Rural.

O objetivo é garantir a recuperação da malha viária durante o período de estiagem.

Para Roberto Costa, a festa liderada por Castelo mostra a mediocridade de uma gestão sem projeto para o aniversário de São Luís.

– São quase três anos de governo Castelo e a capital maranhense não mudou. Aliás, mudou para pior! Que obra será entregue antes do aniversário? A operação tapa-buracos? – ironizou o parlamentar.

Costa diz que pretende continuar fiscalizando e analisando criticamente a adminsitração de São Luís, seja como parlamentar ou como secretário de Juventude.

– É preciso acompanhar de perto o que está sendo feito – afirmou.

13

Blog comprova influência e prefeitura recupera buracos menos de 24 horas depois de noticiado; obra, porém, é mero paliativo…

Menos de 24 horas depois de o blog mostrar imagens da buraqueira que tomou conta da chamada Nova Cohama, a Secretaria de Obras realizou uma operação tapa-buracos na região.

Maquiagem, apenas… Por dois motivos.

Primeiro que tapou apenas o buraco da avenida atrás do supermercado Atacadão. O pior deles, é verdade. Mais uma vez, no entanto, ficou apenas na área mais visível. As ruas do São Domingos I, pouco mais à frente, continua esburacada.

Além disso, o serviço da prefeitura será mais um desperdício de dinheiro público.

Ontem à noite mesmo, o buraco tapado já estava cheio d’água. Simplesmente porque a infiltração que causa as crateras continua.

Para resolver o problema, é necessário uma parceria da Caema e da Semosp. A primeira conserta as tubulações de água e esgoto. A segunda faz a drenagem profunda e superficial, além do recapeamento.

Só assim o problema será resolvido de uma vez por todas. E o dinheiro público não  precisará ser gasto à toa.

De qualquer forma, a iniciativa valeu para mostrar, mais uma vez, a força e a influência deste blog nas esferas do poder público.

Sem fofocas, sem fuxicos, sem ataques pessoais a quem quer que seja, a crítica serve, sobretudo, para alertar as autoridades dos problemas dos municípios e do estado.

Simples assim…