1

Sebastião Madeira: “aqueles que não seguirem o projeto terão que deixar o PSDB”…

Posição do ex-prefeito impõe uma tomada de posição por parte de tucanos como Carlos Brandão, Pinto Itamaraty, Luis Fernando Silva, Neto Evangelista e Sérgio Frota

 

À VONTADE. Sebastião Madeira tem se mostrado muito feliz com a entrada de Roberto Rocha no PSDB e quer o partido unido

O ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, mandou um duro recado aos membros do PSDB que não se alinham ao projeto de poder da legenda no Maranhão.

– Aqueles que não seguirem o projeto do partido terão que deixar o PSDB – afirmou Madeira, principal articulador da entrada do senador Roberto Rocha na legenda.

O recado atinge diretamente o vice-governador Carlos Brandão, o prefeito de Ribamar Luis Fernando Silva, os deputados estaduais Neto Evangelista e Sérgio Frota e o suplente de senador Pinto Itamaraty.

ATRELAMENTO. Luis Fernando entrou no PSDB a convite de Madeira e com anuência de Dino; mas deve sair pela vinculação ao comunista

Esses tucanos têm até abril de 2018 para buscar novos rumos partidários, mas Madeira quer que essa saída seja feita de imediato, até para preparar o partido para as eleições.

Filiado na última quarta-feira, 4, o senador Roberto Rocha será o candidato do PSDB a governador.

Alguns membros do partido mais inseguros quanto à própria – como o prefeito Luis Fernando e o deputado Sérgio Frota – chegaram a procurar Madeira e Rocha para tentar ficar, mesmo vinculados ao governo Flávio Dino (PCdoB),

Brandão, por outro lado, deve mesmo sair, sobretudo após manifestação de interesse do governador de tê-lo novamente como companheiro de chapa. Com o vice deve sair também Neto Evangelista.

A partir da definição dos insatisfeitos, Sebastião Madeira e Roberto Rocha irão em busca de novos filiados para a disputa eleitoral de 2018.

0

Flávio Dino acena ao PSDB, que mantém Brandão no comando…

Em convenção do partido, governador comunista diz que pretende continuar com os tucanos em sua coligação

 

JUNTOS
Brandão discursa aos tucanos maranhenses e é aplaudido pelo governador Flávio Dino

 

O governador Flávio Dino (PCdoB) participou da convenção estadual do PSDB, no domingo 7, e acenou com a possibilidade de manter o partido em sua chapa em 2018.

– Aqui, eu me sinto em casa. Podemos e devemos falar de futuro. É de minha vontade que o PSDB continue compondo chapa majoritária com o PCdoB. Estou muito feliz em estar aqui avaliando com vocês os avanços que este partido nos ajudou a construir no governo do Estado. O Brandão é um presidente eficiente. O PSDB continua em mãos eficientes e honradas. Espero que o PSDB continue crescendo em nosso estado – é um desejo sincero do meu coração – com toda minha gratidão e solidariedade – frisou Dino.

A convenção, que manteve o vice-governador Carlos Brandão no comando do partido reuniu no Rio Poty Hotel as principais lideranças do partido, à exceção do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

Mas esta é uma outra história…

1

Aproximação com Lula afasta Flávio Dino do PSDB…

Governador quer formalizar uma aliança de esquerda no Maranhão, o que deve levar os tucanos para outro rumo nas eleições de 2018

 

Flávio Dino quer Lula em seu palanque, mas também quer o PSDB, como fez em 2014

A visita do governador Flávio Dino (PCdoB) ao Instituto Lula, na semana passada, foi um duro golpe nas pretensões do vice-governador Carlos Brandão, de manter o PSDB atrelado ao projeto comunista no Maranhão.

Flávio Dino joga loas no PSDB por que sabe da importância que tem o tempo de propaganda do partido, mas sonha mesmo é com o palanque de esquerda, que possa abrigar uma eventual candidatura de Lula.

Os tucanos maranhenses sabem disso e – vinculados ao projeto nacional da legenda – trabalham para afastar o partido do governo comunista.

Apenas o próprio Brandão ainda sonha estar com Dino em 2018.

Mas com Lula será impossível…

 

11

No PSDB, todos querem Luis Fernando candidato ao governo…

Lideranças de todos os cacifes no ninho tucano defendem o nome do prefeito de São José de Ribamar como alternativa viável para 2018; resta saber se ele terá coragem de abrir mão do mandato para tentar o embate com Flávio Dino que deveria ter ocorrido em 2014

 

Já testado nas ruas, Luis Fernando é ovacionado pelo povo de São José de Ribamar e da Grande São Luís

Em meio à crise de identidade vivida pelo PSDB no Maranhão, o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, ganha cada vez mais força como opção da legenda para as eleições de 2018.

Seu nome é defendido tanto pelos partidários do vice-governador Carlos Brandão – como o deputado Neto Evangelista e o suplente de senador Pinto Itamaraty – quanto pelos adversários de Brandão, a exemplo da ex-deputada Gardeninha Castelo, do vereador Gutemberg Araújo  e dos membros da Juventude tucana.

O ex-prefeito Sebastião Madeira, que pode assumir o comando do PSDB no Maranhão, é um entusiasta antigo do projeto Luis Fernando Silva.

Mas tudo depende do próprio Luis Fernando.

Leia também:

Luis Fernando Silva para além de Ribamar…

O diferencial de Luis Fernando Silva…

A dignidade de Luis Fernando Silva…

Com o vice, Eudes Sampaio: homem de confiança para eventual substituição

Para assumir o papel de protagonista no PSDB, o prefeito de Ribamar terá que mostrar coragem para abrir mão de mais da metade do mandato de prefeito e arriscar um projeto que tem tudo para dar certo…

Mas também pode dar errado.

Muitas lideranças dizem que o prefeito tucano não tem o perfil para decisões como esta.

Ocorre que, para se eleger em Ribamar – com mais de 90% dos votos válidos – ele montou uma chapa de absoluta confiança, tendo como vice o economista Eudes Sampaio.

E este detalhe pode ser significativo no projeto de Luis Fernando Silva.

É aguardar e conferir…

1

Tucanos arregaçam as mangas e ganham destaque em noticiário de início de ano…

Assim como o colega de partido João Dória, em São Paulo, o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, tem brilhado neste período de recesso, gerando notícias com ações diárias de sua gestão

 

Luis Fernando vistoriando obras nas ruas, em ações planejadas antes esmo da vitória

Na contramão do que aconteceu no Brasil inteiro, os prefeitos João Dória, de São Paulo, e Luis Fernando Silva, de São José de Ribamar (ambos do PSDB), praticaram um ato inédito, que deu lhes deu projeção e suscitou controvérsias: após a solenidade de posse, trocaram as festividades comemorativas pelas ruas, gerando fatos.

Acompanhados de auxiliares, os dois gestores, iniciaram – em pleno domingo, 1º, um feriado mundial – uma simbólica jornada de trabalho voltada para a limpeza pública.

O objetivo foi mostrar que, nas suas gestões, estarão permanentemente nas vias públicas e fiscalizando os serviços reclamados.

A mídia, de lá como a de cá, deu forte repercussão ao ato, a ponto de obscurecer tudo o que aconteceu no Brasil afora, num dia marcado por milhares de posses, em cidades de todos os portes.

Gesto de João Doria acabou soando demagógico

A repercussão dos gestos de João Doria e de Luis Fernando foi de tal modo gritante que, além de virar assunto do cotidiano, deu margem a comentários variados.

E, neste ponto, Luis Fernando levou vantagem em relação ao colega do PSDB.

Se em São Paulo, o gesto de João Doria foi criticado e taxado de demagógico – pelo fato de ele apresentar-se paramentado de gari – no Maranhão, a atitude de Luis Fernando foi elogiada e vista como algo novo e alentador.

Resta saber quem foi o primeiro a anunciar a iniciativa. Luis Fernando, com bastante antecedência, divulgou o propósito de realizá-la.

Já antes do pleito, e convicto da vitória, ele convocava os ribamarenses para uma empreitada, pensada sem objetivos demagógicos.

Há quem sonhe num futuro encontro de João Doria com Luis Fernando, para se conhecer e discutir os projetos que pensam executar em São Paulo e São José de Ribamar.

Mas esta é uma outra história…

1

Flávio Dino tira dinheiro da Uema e distribui a prefeitos aliados para festas de réveillon…

Secretário de Cultura, Diego Galdino, libera quase R$ 800 mil, dos quase R$ 1 milhão que o governador retirou da universidade estadual, para fests de fim de ano em municípios comandados basicamente por tucanos e comunistas

 

Professores e alunos da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) podem até ter ficado sem orçamento em 2016, mas não vai faltar diversão neste Réveillon em municípios comandados, soretudo, por prefeitos ligados ao PSDB e ao PcdoB, principais partidos da base do governo Flávio Dino (PCdoB).

No início de dezembro, Flávio Dino determinou que fossem transferidos cerca de R$ 970 mil do orçamento da Uema – da rubrica “formação de profissionais de nível superior” – para a conta do secretário de Cultura, Diego Galdino, para convênios com prefeito alinhados.

A informação foi dada em 13 de dezembro, pelo blog Atual 7

O dinheiro retirado da Uema começou a cair esta semana na conta dos municípios.

Foram R$ 154,5 mil para a Prefeitura de Barão de Grajaú, administrada pelo prefeito Gleydson Rezende (PCdoB). Outros R$ 121,6 mil foram parar na conta da Prefeitura de João Lisboa, do tucano Jairo Madeira. O também tucano João Carneiro Filho, de Senador Alexandre Costa, recebeu R$ 200,8 mil. E o pedetista Adailton Cavalcanti, de Fernando Falcão, recebeu outros R$ 203 mil.

Outros dois municípios – Araguanã e Maranhãozinho – ligados ao deputado estadual Josimar de Maranhãozinho (PR), receberam, juntos, outros R$ 203 mil.

Todos os recursos foram distribuídos pelo governador comunista atendendo à rubrica “apoio às manifestações culturais”.

A conta deve ser ainda maior, já que nem todos os Diários Oficiais, onde são publicados o convênios, estão disponibilizados no portal da Transparência do Governo do Estado.

Em tempo: o cartaz que ilustra este post, é uma homenagem aos 35 anos da Uema, com uma galeria de ex-alunos que ajudam no desenvolvimento do Maranhão

0

Caminhada de Josemar movimenta Paço do Lumiar…

paco

O candidato à reeleição Josemar (PSDB) realizou, na tarde de quinta-feira (8/9), uma grande caminhada em Paço do Lumiar, com saída do Conjunto Maiobão ao Residencial Cidade Verde.

O ato fez parte da agenda da “Comitiva do 45”, que tem organizado várias reuniões nas comunidades do município para dialogar com os luminenses e apresentar as propostas de governo para o próximo mandato.

Durante o percurso, ao lado da primeira-dama, Ivone Oliveira, da sua vice, profª Ana Paula (PDT) e de candidatos a vereadores da Coligação “De novo trabalhando pelo povo”, Josemar ia recebendo demonstrações de carinho e apoio dos moradores e comerciantes à sua candidatura.

paco2

“Estamos felizes com mais essa ação da militância do 45 e da recepção dos moradores, que tem fortalecido a nossa campanha com inúmeros gestos de incentivo à continuidade da minha gestão por mais garantias de políticas públicas e de melhorias na qualidade de vida da população”, afirmou Josemar.

De acordo com a militância do PSDB luminense, mais de 1 mil pessoas participaram da caminhada, entre elas, eleitores, militantes e pessoas da comunidade que se juntaram à comitiva durante o percurso.

1

Eliziane terá vice do PSDB…

Tucanos realizam encontro nesta quarta-feira, 3, para decidir o nome que será o companheiro de chapa da candidata do PPS na disputa pela Prefeitura de São Luís

 

José Joaquim com Eliziane: apoio da base

José Joaquim com Eliziane: apoio da base

O PSDB tem agendado para quarta-feira, 3, encontro do diretório municipal para decidir quem será o indicado do partido a compor a chapa da deputada federal Eliziane Gama (PPS) em São Luís.

O vereador José Joaquim Ramos tem a indicação da maioria do partido, incluindo os parlamentares estaduais e municipais.

Pinto também aparece cotado

Pinto também aparece cotado

Mas o suplente de senador Pinto Itamaraty também aparece como opção.

A escolha caberá exclusivamente ao PSDB, e a deputada Eliziane Gama acatará qualquer decisão tomada pelos tucanos.

Além do PSDB, a coligação de Eliziane já tem Rede Sustentabilidade, PTN e PRTB.

Ela espera ainda definição do Solidariedade, PRP, PHS , PV e PSDC…

1

Tucano Benjamim de Oliveira com dificuldades de aliança em Açailândia…

Pré-candidato pelo PSDB à Prefeitura de Açailândia, o médico Benjamim de Oliveira anda tendo dificuldades de fechar alianças partidárias para sua provável candidatura à prefeito.

Genro do ex-prefeito de Cidelândia, Neto Teixeira – que faleceu em 2013 – Benjamin de Oliveira trocou o PR pelo PSDB do ex-prefeito Ildemar Gonçalves, há três meses. Já ouvi dos ex-aliados que não contará com a legenda na sua coligação.

O pré-candidato chegou a anunciar conversas com dirigentes do PR, PDT, PV e PMDB. Mas, a ex-prefeita Gleide Santos afirmou que PMDB terá candidatura própria, e já tem como aliado de primeira hora o PR.

Na semana passada, Ildemar Gonçalves conversou longamente com o pré-candidato a prefeito de Imperatriz, Ildon Marques. Quem ouviu a conversa, viu Gonçalves desanimado com o cenário em Açailândia, e arrematou: “A eleição em Açailândia caminha mesmo para ser vencida pelo Juscelino Oliveira, que tem serviço em todas as áreas da cidade”.

Em meio a dificuldades para fechar alianças partidárias, pegou muito mal para Benjamin de Oliveira a ‘aliança’ dele com a presidente do SINTRASSEM, Maria da Paz Reina, a Nona assustou o eleitorado de Açailândia. Maria ‘Nona’ da Paz é acusada pelo Ministério Público Federal (MPF) de promover cursos superiores não autorizados pelo MEC e a entregar diplomas falsos. 

10

O xeque-mate de Eliziane Gama…

Candidata do PPS consolidou seu favoritismo ao garantir o apoio e a coligação com o PSDB; e caminha para ter também o PSB em seu palanque

 

 

Eliziane entre as principais lideranças do PPS e do PSDB: de Aécio neves a Roberto Freire; Brandão a Castelo

Eliziane entre as principais lideranças do PPS e do PSDB: de Aécio Neves a Roberto Freire; de Carlos Brandão a João Castelo

 

Cada vez mais favorita a vencer a disputa pela Prefeitura de São Luís, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) consolidou ontem a aliança com o PSDB, que deverá indicar seu companheiro de chapa.

Com a aliança, Eliziane amplia seu tempo na propaganda eleitoral e fortalece seu palanque com uma legenda com forte estrutura política e eleitoral.

– O martelo foi batido e o partido caminhará com Eliziane Gama. Decidiremos nas convenções partidárias o nome que comporá a chapa majoritária – resumiu o presidente do PSDB em São Luís, suplente de senador Pinto Itamaraty, um dos principais articuladores da aliança.

Desde ontem pela manhã, este blog já apontava a consolidação da aliança de Eliziane com o PSDB. O post Carlos Brandão também já defende apoio do PSDB a Eliziane, já mostrava que o anúncio estava a caminho, o que ocorreu no final da tarde.

Eliziane trabalha agora para garantir também o PSB em seu palanque.

E tem conversado com o senador Roberto Rocha para o fechamento da questão.

Mas esta é uma outra história…