1

Temas relacionados a Bolsonaro viram viram assunto do Twitter no Carnaval..

Primeiro presidente do mundo a ser censurado pela rede social aparece nos cinco primeiros assuntos mais comentados, sempre em posição negativa

 

Censurado pelo Twitter, após publicar vídeo com conteúdo considerado ofensivo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é o personagem dos principais assuntos da rede social durante o carnaval.

E sempre com destaque para seus aspectos mais negativos.

Bolsonaro apareceu na quarta-feira, 6, listado nos quatro assuntos do momento. (Veja print acima)

As hashtags “ImpeachmentBolsorano”, “Vergonhadessepresidente”, Goldenshowerpresident” e “Bolsonarovaitomar no…” lideraram os assuntos da rede social durante toda a quarta-feira, 6.

Bolsonaro é o primeiro presidente do mundo a ser censurado no Twitter.

E o primeiro a liderar tópicos negativos em todo o planeta.

Resultado direto do que o Brasil quis fazer em 2018…

2

Após publicação pornográfica, Twitter restringe post de Bolsonaro…

Empresa que controla rede social considerou ofensiva a publicação do presidente, que expôs homens em atitudes obscenas, tentando atacar o carnaval brasileiro

 

A CONTA DE BOLSONARO COM O BLOQUEIO DO TWITTER; ativismo descontrolado das redes sociais agora se volta contra o presidente

O Twitter anunciou nesta quarta-feira, 6, a restrição do post publicado pelo  presidente Jair Bolsonaro (PSL) e considerado de conteúdo ofensivo.

Ele foi responsabilizado por divulgar vídeo considerado ilegal pela empresa, por ter conteúdo pornográfico.

Bolsonaro divulgou, durante o carnaval, vídeo em que homens aparecem em atitudes obscenas; a tentativa de Bolsonaro era desmoralizar a festa, mas acabou jogando contra si mesmo.

A PUBLICAÇÃO DO VÍDEO DE BOLSONARO COM CONTEÚDO PORNOGRÁFICO; presidente teria outras opções para condenar a cena, mas optou por disseminá-la

Como presidente da República, o capitão tem prerrogativas para cobrar das autoridades investigação ou mesmo a prisão dos homens que aparecem no vídeo, por atentado ao pudor.

Mas ele preferiu disseminar a cena, o que também é considerado criminoso pelas leis de crimes tecnológicos.

Não há previsão para a liberação do post de Bolsonaro pelo Twitter…

Post alterado às 13h45 de 06/02/2018 para correção de informações

1

Márcio Jerry tenta negar crise e é fortemente criticado na Internet…

Jerry foi mais uma vez ao Twitter e disse o que queria...

Jerry foi mais uma vez ao Twitter e disse o que queria…

O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, tentou desqualificar as informações da manchete do jornal O EstadoMaranhão, deste domingo, 11 – que aponta para crise no governo, no Tribunal de Justiça e nos municípios – e acabou criticado duramente por internautas.

A matéria do EMA, assinada pelo jornalista Ronaldo Rocha, mostra que, em crise, o governo está atrasando repasses de convênios para municípios, que respondem cortando ações, obras e até salários.

A matéria acabou confirmada pelo próprio prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT) que ontem mesmo anunciou redução de 10% no seu sala´rio e no dos auxiliares da gestão.

Mas para Márcio Jerry é tudo mentira.

tuiter2

..mas ouviu o que não queria nas redes sociais…

– Sem pauta real para criticar o governador Flávio Dino, a mídia de Sarney mente despudoradamente todos os dias. É incrível – declarou Jerry, em seu perfil no Twitter, afirmando ainda que Dino concedeu aumento de salários, instituiu gratificações e contratou mais servidores.

A resposta veio dos próprios seguidores do principal auxiliar do governador comunista.

..E até provocações mai duras

..E até provocações mai duras

– Quem é mesmo o governador do Maranhão? Vamos acordar povo, a realidade só não vê quem não quer. Tá uma porcaria – criticou a internauta Socorro Silva.

Outro, de nome Júnior Barros, foi ainda mais duro:

– O governo persegue de forma incansável os servidores públicos.

Mesmo aliados do governador, e ex-eleitores, criticam a forma de governador do comunista.E atacam principalmente o próprio Márcio Jerry, visto como símbolo da gestão de Flávio Dino.

– O único aumento foi o o do salário de sua esposa, mentiroso – atacou o internauta Samuel Wellington.

Como se vê, a onipresença do governador e de seus principais auxilaires nas redes sociais começam a prejudicar o próprio governo.

6

O governo virtual de Flávio Dino..

envolvente-mundo-virtual

O governo do comunista Flávio Dino só existe nas redes sociais.

No Twitter e no Facebook parece que o Maranhão está no primeiro mundo.

A realidade virtual criada pelos secretários, auxiliares, adjuntos, chefes e chefetes do governo não encontra paralelo no mundo real.

Tudo é perfeito no mundo virtual dos comunistas maranhenses.

O próprio Flávio Dino se dedica mais às redes sociais que ao governo real.

O resultado é um governo de ficção, um mundo colorido pintado diariamente pelos atuais donos do poder

Um mundo de imaginação…

3

Mais uma tolice da Justiça Eleitoral…

A cúpula da Justiça Eleitoral é sempre formada por velhinhos e velhinhas que já chegaram cansados ao auge da carreira jurídica – e por um ou outro indicado de OAB e Ministério Público, que vive o eterno dilema esquerdóide de parecer “contra  tudo o que aí está”.

Essa salada cultural geralmente beira o autoritarismo e se torna receita indigesta para as liberdades sociais, coletivas e individuais.

Foi o que aonteceu mais uma vez, ontem, com a decisão estapafúrdia do TSE sobre a divulgação de mensagens políticas na rede social Twitter.

Para velhinhos estressados e operadores angustiados do Direito que compõem o tribunal, mensagens deste tipo, divulgadas antes do dia 6 de julho, caracterizam propaganda eleitoral antecipada.

Pura tolice.

Não passa de mais uma tentativa burguesa, oligárquica e quatrocentona de querer controlar o direito mais elementar do cidadão – a liberdade plena de expressão e pensamento.

Uma tolice que só não será mais desastrosa por que esbarra em um detalhe operacional: a quase impossibilidade de controlar a Internet e seus apêndices, entre os quais se incluem as redes sociais.

Além disso, o Twitter se auto-regulamenta.

Um gaiato qualquer pode até tentar fazer proselitismo político na rede social, mas levará as bordoadas necessárias quase que concomitantemente, restringindo sua ação.

Que tentem controlar o Twitter e oura redes os velhinhos estressados, os operadores melancólicos do Direito e seus angustiados “fiscais da lei”.

Será apenas mais um mico ridículo a ser pago por aqueles que se sentem capazes de ditar o ritmo da modernidade e do futuro.

Será delicioso ver de camarote, bem montado em um provedor de Internet.

De preferência, lá na Conchinchina

29

As ameaças do procurador Cláudio Pavão…

A governadora Roseana Sarney (PMDB) está encurralada.

As ameaças do procurador José Cláudio Pavão Santana, reveladas no twitter – e divulgadas em primeira mão por Gilberto Léda – tiram dela a possibilidade de optar pela indiferença na crise com a Procuradoria-Geral do Estado.

Ou Roseana toma uma decisão dura ou ficará refém do órgão.

É exatamente isso que diz Cláudio Pavão, em uma das ameaças mais abertas já feitas no Maranhão.

Ou Roseana a mantém (a procuradora-geral Helena Haickel) ou não governará. escrevam o que eu digo – detona ele, dando a entender, também, ser detentor de um absoluto poder no órgão.

Seria chantagem, recado, bravata ou surto do procurador? Caberá a Roseana dizer o que é.

E só o fará mostrando quem é que manda…

5

A farsa do moralismo e a cultura do rebanho…

O povo segue, como gado, fazendo sempre o que os outros fazem

Para este blog, chocaram mais as tolices de repugnância e horror de comentaristas e twitteiros que propriamente as imagens das execuções de Pedrinhas, exibidas pelo blog de Luís Cardoso.

O livro “As 48 Leis do Poder” é uma compilação de clássicos da Literatura mundial sobre ensinamentos para alcançar e manter o controle sobre a própria vida e a dos outros.

A de número 38 reflete o comportamento de rebanho das sociedades ao longo dos tempos: Pense como quiser, mas comporte-se como os outros. O texto ensina que é muito mais seguro juntar-se à multidão e fazer o mesmo que ela do que tentar mudar as coisas.

Nas sociedades em evolução, ser gado é a regra de vida. Por isso tanta rejeição à posutra do deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), que reproduziu as imagens no twitter.

Todos viram, reviram,  mas se disseram enojados.

Pura bobagem. Pura militância de rebanho. Pura necessidade de ser parte da multidão, de se esconder entre os iguais e seguir a mesmice da vida.

Por isso as pessoas repugnam as imagens de Cardoso, embora todos se deliciem com elas nos recônditos.

Todos querem manter a idéia de homens e mulheres decentes, que não aceitam a degradação de outrem.

Só em público – como ensina a Lei do Poder.

O livro de Robert Greene e Joost Elffers mostra, para cada lei estudada, exemplos de gente na história que seguiu essas regras e gente que não as seguiu.

Mas o livro também mostra o inverso, exemplos de quem quebrou o paradigma.

Este blog não segue a cultura do rebanho e não se importa em ser considerado repugnante, odiento, frio, cruel. Vai buscar, sempre, a quebra de paradigmas.

Por isso considerou pura informação às imagens publicadas em Luís Cardoso.