1

Glalbert Cutrim participa da entrega de ração a piscicultores da zona rural de São Luís…

O deputado Glalbert Cutrim (PDT), participou, nesta sexta-feira, 20, na zona rural de São Luís, da entrega de quatro toneladas de ração de peixe para auxiliar na produção dos piscicultores. O evento de iniciativa da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento em parceria com o Governo do Estado, contou com a participação de centenas de produtores locais.

“Essa valorização dos piscicultores é o que faz o Maranhão crescer e avançar para melhorar os seus índices sociais. No momento de crise que o Brasil vive, em especial os municípios,  parcerias como essas, entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís, é uma demonstração de que o Maranhense está em primeiro lugar, e juntos, conseguiremos superar esse momento difícil”, destacou o deputado.

A  entrega dos insumos aconteceu na propriedade do senhor Wellington, na comunidade de Coquilho, e contou com a presença do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda (PDT), do deputado federal Weverton Rocha (PDT), do secretário municipal Ivaldo Rodrigues (PDT), do secretário estadual Márcio Honaiser (PDT), dos vereadores Silvino Abreu (PRTB) e Raimundo Penha (PDT) e outras autoridades.

A ação vai beneficiar cerca de 100 famílias de agricultores familiares da Ilha.

0

A luta de Hildo Rocha pelo alcance do “Cheque Reforma”…

Parlamentar defende a inclusão de moradores da Zona Rural no programa, cuja proposta foi vetada pelo presidente Michel Temer e mantido pela Congresso Nacional

 

Hildo Rocha defende benefícios a moradores da Zona Rural

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) voltou a criticar a manutenção de vetos presidenciais pelo congresso, esta semana. Rocha lamentou a sustentação do veto à emenda de sua autoria que estende os benefícios do Programa Cheque Reforma para moradores da zona rural.

“Os deputados derrubaram, mas, os senadores não se fizeram presentes para contribuir na derrubada da cláusula. Não posso concordar porque a efetivação do veto presidencial prejudica principalmente famílias de baixa renda. No Maranhão o maior déficit habitacional é na zona rural. A manutenção do veto impedirá que milhares de famílias tenham acesso aos benefícios do programa. O veto não significa a extinção do projeto pois continuarei lutando até que a proposta seja concretizada”, afirmou Hildo Rocha.

O parlamentar maranhense afirmou que vai continuar lutando pelo benefício ao moradores de zonas rurais…

2

Todos o louros a Fábio Câmara…

Presidente municipal do PMDB foi a primeira liderança a tornar pública a ideia de usar o VLT abandonado em São Luís em uma linha férrea que beneficiasse a Zona Rural

 

Fábio Câmara, em campanha, conversando na Zona Rural sobre o VLT

Repercutiu fortemente a notícia de que o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB) pretende utilizar o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – abandonado em um trilho ao relento pelo prefeito Edivaldo Júnior (PDT) – em uma linha que vá de São Luís a Santa Rita.

Mas o projeto de Gonçalo – ou pelo menos parte dele – foi tornado público pela primeira vez ainda na campanha de 2016, em São Luís, pela boca do então candidato do PMDB a prefeito, Fábio Câmara.

A ideia do ex-vereador era utilizar o VLT em uma linha férrea já existente, beneficiando a Zona Rural, beneficiando moradores do Maracanã, Estiva e Pedrinhas, dentre outras comunidades. (Relembre aqui)

Até as estações que Câmara pretendia usar são as mesmas citadas por Gonçalo: Araracanga, Piçarra e Mandubé. (Saiba mais aqui)

Após a campanha, a proposta de Fábio Câmara foi considerada a melhor dentre todas as apresentadas pelos candidatos, beneficiando pelo menos 20 mil moradores da Zona Rural.

Hoje jogado ao relento, o VLT pode ser resgatado por Hilton Gonçalo, de Santa Rita,

Coube a Hilton Gonçalo o mérito de ampliar esta ideia, levando-a para além da ilha de São Luís, chegando até Santa Rita.

Projeto que, sem dúvida tem toda a viabilidade possível para quem quer fazer, ao contrário do prefeito Holandinha.

E os louros a Fábio Câmara por trazer o assunto ao debate…

2

Wellington reinaugura “Gabinete Móvel” com ação na Zona Rural de São Luís…

À frente do gabinete móvel, Wellington observa a precária ponte de madeira no bairro Recanto Verde

“Ouvindo Maranhão”. Com este lema, o deputado Wellington do Curso (PP) reinaugurou, na manhã desta terça-feira, o “Gabinete Móvel” com atividades desenvolvidas na Zona Rural de São Luís. Embora a Assembleia Legislativa do Maranhão esteja de recesso parlamentar, o Gabinete do deputado Wellington está nas ruas, colhendo solicitações, denúncias e reivindicações da população.

“Ouvir a população é o que nos motiva a cobrar e a fiscalizar. Em 2016, tivemos várias solicitações protocoladas que já foram aceitas e concretizadas, a exemplo da pavimentação da Avenida Tancredo Neves, que liga MA-201 ao Socorrão II; conclusão das obras da Ponte Pai Inácio, que liga os bairros Parque Vitória e Turu, bem com a pavimentação asfáltica da avenida da Vitoria no Parque Vitoria e adjacências. Quem ganha com isso é a população. O nosso mandato é das ruas e é nas ruas que nascem nossas proposições e denúncias. Esse é o mandato popular que construímos juntos com cada maranhense”, disse Wellington do Curso.

A primeira ação do dia realizada pelo Gabinete Móvel ocorreu no bairro da Vila Itamar, a pedido de moradores, na Zona Rural de São Luís.

Na oportunidade, o deputado ouviu moradores de dois bairros. As reclamações foram sobre a falta de saneamento básico, falta de estrutura e a falta de uma ponte que liga o bairro Vila Itamar ao bairro Recanto Verde.

No local, apenas uma ponte de madeira em péssimas condições, onde o mato, lixo e esgoto tomam conta.

Como funciona o gabinete?

O Gabinete Móvel consiste em uma van em que o deputado Wellington e sua equipe percorrem bairros da capital e de demais municípios do Maranhão. Nessa van, há uma espécie de “sala de atendimento” que é direcionada à população, a fim de receber denúncias, solicitações e, posteriormente, transformá-las em proposições na Assembleia Legislativa.

O Gabinete Móvel possui uma agenda que é previamente divulgada. Para solicitar a visita, qualquer cidadão pode entrar em contato com a Equipe do Deputado Wellington do Curso através do número (98) 99911 0011 e justificar a solicitação (também no WhatsApp).

3

Fábio Câmara apresentou melhor proposta para o VLT..

Vereador ex-candidato a prefeito mostrou, durante a campanha, que o trem jogado em um depósito por Edivaldo Júnior poderia ser utilizado em uma malha ferroviária já existente, atendendo à população da Zona Rural com eficiência e rapidez

 

Fábio Câmara quer beneficiar moradores da Zona Rural com o VLT…

Em meio à volta do debate sobre a destinação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), comprado na gestão do ex-prefeito João Castelo (PSDB) e jogado em um depósito pelo atual prefeito Edivaldo Júnior (PDT), este blog relembra proposta eficaz e simples para o projeto.

Durante a campanha, o vereador Fábio Câmara (PMDB) mostrou que o VLT pode ser usado na ferrovia entre Mandubé e Aracanga já existente na Zona Rural

– A bitola métrica dos trilhos e dormentes desta rede ferroviária é a mesma utilizada pelo VLT, que está jogado em um galpão no Tirirical. O serviço, a um custo-benefício excepcional para o alcance do projeto, vai beneficiar milhares de pessoas na Zona Rural, os que mais precisam de transporte efetivo – frisou o então candidato do PMDB, à época. (Releia aqui)

O VLT está apodrecendo em um depósito, por decisão de Edivaldo Júnior

Hoje, Fábio Câmara mantém o projeto e já apresentou, inclusive, Indicação à Câmara para que a rede ferroviária seja utilizada.

– O mais importante deste projeto é que a malha ferroviária já existe, faltando apenas pequenas reformas nas estações. E ela pode atender o morador da Zona Rural tanto no destino até o Tirirical quanto no sentido inverso, indo até o Porto do Itaqui – conta o parlamentar.

Para Câmara, o que não faz sentido é que o VLT fique apodrecendo em um galpão no Tirirical, gastando dinheiro público com aluguel de espaço e deixando milhares de pessoas sem transporte de qualidade.

É simples assim…

23

E a compra de votos se espalha por toda São Luís…

A própria população alerta para as ações de militantes, vereadores eleitos, reeleitos e não eleitos, além de muitos cabos eleitorais na zona rural e na periferia distribuindo bandeiras enquanto a máquina da prefeitura joga asfalto até sobre asfalto na tentativa de convencer o eleitor

 

Virou uma avalanche descarada de compra de votos a campanha do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) pela reeleição.

Nos últimos dias, um verdadeiro exército de militantes, cabos eleitorais, aliados e até coordenadores da campanha do pedetista saíram à periferia literalmente para comprar votos, seja por meio de obras de última hora, seja com dinheiro mesmo

Os comunitários denunciam, sobretudo, os vereadores eleitos e reeleitos como principais operadores da compra de votos na zona rural.

E tudo nas barbas da Justiça Eleitoral.

Conversa do aplicativo WhatsApp: zona rural

Conversa do aplicativo WhatsApp: zona rural

Mas os moradores descontentes começaram a denunciar o abuso de poder nas redes sociais, em blogs e em aplicativos como o WhatsApp.

Numa das conversas, os eleitores falam da região do Rio Grande, na Zona Rural.

Um deles diz que Edivaldo “está comprando 10 por um”. E revela:

– Passei agora no Rio Grande. A coisa tá feia. Estão derramando dinheiro nos pacotes.

Um outro orienta que ele tire foto.

E tudo às barbas da Justiça Eleitoral.

Moradores também começaram a gravar vídeos, em que mostram a revolta popular com a obra eleitoreira.

– Isso é simplesmente desespero do prefeito, fazer obra em cima da eleição. Isso é brincar com o povo. Passou quatro anos e não fez. E aí, a uma semana da eleição ele acha de fazer – desabafa o eleitor de um bairro no vídeo acima.

Repare que o prefeito joga asfalto em cima de asfalto, só para dar a ideia de que está fazendo, gerar volume de trabalho na cidade.

E tudo nas barbas da Justiça Eleitoral, repita-se.

Os ônibus retirados de circulação para servir à campanha de Holandinha: abuso do poder político

Os ônibus retirados de circulação para servir à campanha de Holandinha: abuso do poder político

Na manhã de sábado, 22, outro abuso.

Dezenas de ônibus cedidos pelas mesmas empresas que “venceram” a contestada licitação do transporte em São Luís mantinham-se em fila indiana ao lado do comitê de campanha do prefeito, no Vinhais, prontos para levar eleitores para “cabalar votos” na periferia.

Assim como os ônibus tirados do serviço para servir ao prefeito, o Estádio Nhozinho Santos também está sendo usado como comitê de propaganda, conforme já havia denunciado este blog. (Releia)

E tudo às barbas da Justiça Eleitoral.

Neste outro vídeo, o cidadão reclama que a máquina compactadora chegou ao bairro quatro dias após o asfalto ter sido colocado. E exibe  a qualidade do asfalto.

Os demais moradores se revoltam e xingam o prefeito e sua obra.

A ação de Edivaldo envolve também militantes do PDT, vereadores e muitos cabos eleitorais à venda, oferecendo-se para comprar a população mais carente.

E tudo nas barbas da Justiça Eleitoral…

7

Edivaldo aposta tudo na zona rural…

Candidato do PDT intensifica presença na região mais afastada e na periferia de São Luís para tentar garantir a vitória sobre Eduardo Braide, que tem apoio dos chamados “formadores de opinião”

 

Edivaldo entre eleitores da zona rural: na busca pela virada entre eleitores mais distantes dos grandes centros

Edivaldo entre eleitores da zona rural: na busca pela virada entre eleitores mais distantes dos grandes centros

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) esteve em caminhada, nesta sexta-feira, 21, pela região da Estiva, na Zona Rural de São Luís.

Holandinha tem intensificado presença na Zona Rural e na periferia de São Luís – tanto com a militância política quanto com a máquina da prefeitura – para tentar consolidar-se na disputa contra Eduardo Braide (PMN).

O candidato do PDT aposta que os votos nessas regiões são mais suscetíveis, e podem decidir a eleição na reta final; por isso intensificou a presença.

Além do próprio Edivaldo, vereadores alinhados ao projeto da prefeitura, e cabos eleitorais – muitos cabos eleitorais – estão diariamente nessas áreas em busca de votos.

E a tendência é que a presença seja intensificada na semana final de campanha…

5

Eduardo Braide recebe apoios importantes no fim de semana…

Candidato do PMN é aplaudido por segmentos sociais importantes, como o da enfermagem e o setor cultural; e garante também apoio em comunidades da Zona Rural

 

Eduardo conquista cada vez mais gente do movimentos comunitários

Eduardo conquista cada vez mais gente do movimentos comunitários

Reuniões, carreata e caminhadas marcaram o fim de semana da campanha do candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PMN), que recebeu apoios importantes durante os compromissos.

A primeira declaração de apoio a Eduardo Braide foi do Movimento Acorda Enfermagem.

Os representantes dos sindicatos e movimentos que participaram da reunião, questionaram o candidato sobre seus projetos e a valorização dos profissionais.

“Os trabalhadores vivem há muitos anos na invisibilidade. Todos falam sobre construção ou estruturação das unidades de saúde. Em nenhum momento é tratado sobre a situação dos profissionais da saúde. Não temos condições de trabalho, lugar para descansar. A gente quer saber qual a proposta do candidato”, questionou uma diretora do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem e Trabalhadores de Saúde do Maranhão (SindSaúde) Dulce Mary.

Profissionais de Enfermagem declararam apoio em Braide

Profissionais de Enfermagem declararam apoio em Braide

Para Eduardo Braide a valorização dos profissionais deve ser tratada como prioridade. Para tanto, vai instituir o “Programa de Valorização do Servidor Municipal”, que abrange a promoção dos servidores pela dedicação, mérito e capacitação profissional.

“Eu tenho absoluta convicção de que não se faz saúde de qualidade sem um profissional de qualidade. Mas essa qualidade do profissional deve partir primeiro da Prefeitura. Ela tem que dar o exemplo no tratamento em relação aos seus servidores, funcionários. Eu sei a importância da enfermagem na vida das pessoas. Eu vou sentar e ver o orçamento do município para melhorar a situação dos profissionais da saúde”, afirmou Braide.

Artistas, cantadores de boi, músicos e produtores de cultura declaram apoio a Eduardo Braide

Artistas, cantadores de boi, como Zé Alberto, de Iguaíba, músicos e produtores de cultura declaram apoio a Braide

Cultura

Ainda no sábado, Eduardo Braide se reuniu com representantes da cultura, que ao declararem apoio ao candidato, pediram respeito e maior atenção a quem trabalha pela preservação das manifestações populares.

“O senhor vai na sua gestão assumir o compromisso real de fazer com que o São João, o carnaval e todas as manifestações culturais de São Luís sejam realmente valorizadas? ”, questionou Robson Coral, representante do Boi de Sonhos.

Eduardo Braide reafirmou sua posição sobre a gestão da cultura em São Luís, a partir do Programa Municipal de Cultura.

“A Prefeitura precisa parar de achar que os artistas só servem duas vezes por ano, no carnaval e nas festas juninas. O Programa Municipal de Cultura vai servir justamente para que o trabalho de vocês seja visto todos os meses do ano, os turistas que aqui chegarem em qualquer mês, precisam conhecer a nossa cultura e o trabalho de vocês”, completou.

Em abril deste ano, o Conselho Municipal de Cultura de São Luís chegou a repudiar o atraso de quase um ano no pagamento das brincadeiras contratadas pela Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Cultura, ainda do São João 2015.

“Precisamos dar exemplo. Honrar com os pagamentos das brincadeiras. Eu estou dando a minha palavra a vocês. Vocês terão uma Prefeitura aberta para discutir a Cultura”, finalizou.

A receptividade na Zona Ruiral entusiasmou o candidato, que agradeceu pessoalmente durante carreata pela região

A receptividade na Zona Ruiral entusiasmou o candidato, que agradeceu pessoalmente durante carreata pela região

Apoio da população

Ainda na agenda de campanha, Eduardo Braide esteve nos bairros Novo Angelim e Angelim. Acompanhado da esposa, Graziela Braide, do candidato a vice-prefeito, Gilmar dos Anjos, de vereadores e lideranças políticas, o candidato foi seguido por centenas de pessoas durante a caminhada.

Eduardo cumprimentou moradores como a dona de casa, Maria Raimunda, que reafirmou o apoio ao candidato.

“São Luís tem jeito. Eu acredito e vou votar nele (Eduardo Braide) de novo”, assegurou.

Além da caminhada, Eduardo Braide fez uma grande carreata pela Zona Rural de São Luís, onde também recebeu o carinho e o apoio dos moradores da Vila Maranhão, Maracanã, Vila Nova República, Rio Grande, Campinas, Vilas Samara I e II, Estiva, além da Mata Itapera.

“Eu ‘tô’ com Braide. Vou votar nele de novo porque apresentou as melhores propostas. Para mim ele é o melhor”, afirmou Aldeane Araújo, moradora de Campinas.

Abusca pelo apoio dos mais idodos também está na agenda do candidato, sobretudo na Zona Rural

Abusca pelo apoio dos mais idodos também está na agenda do candidato, sobretudo na Zona Rural

Ana Lúcia, moradora da Estiva, também já se decidiu.

“A gente ‘tá’ com Eduardo Braide porque a gente acredita no que ele diz. Eu e minha família vamos votar em Eduardo”, garantiu.

O candidato agradeceu todo o apoio que tem recebido da população.

“Eu quero agradecer a Deus e ao povo de São Luís por acreditarem que nossa cidade pode ser muito melhor. Fico muito feliz e convicto de que se Deus e vocês me permitirem chegar à Prefeitura, São Luís será muito melhor de se viver. Obrigado por todo apoio”, finalizou Eduardo Braide.

Texto: Ascom/Eduardo Braide
Fotos: Milena Cutrim
2

Eduardo Braide reforça presença na Zona Rural…

Candidato do PMN realizou caminhada nas comunidades mais afastadas do Centro de São Luís para tentar reverter a forte votação que o adversário Edivaldo Júnior obteve no primeiro turno

 

Eduardo com aliados e militantes nas ruas da Zona Rural

Eduardo com aliados e militantes nas ruas da Zona Rural

O candidato do PMN à Prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, realizou caminhada neste sábado, 8, por várias comunidades da Zona Rural, setor que deu a maior vantagem proporcional ao prefeito Edivaldo Júnior (PDT) no primeiro turno. (Releia aqui)

Acompanhado de militantes de sua campanha, Eduardo percorreu as comunidades de Cruzeiro Santa Bárbara, Vila Magril, Vila Vitória, Brasília, São Domingos e São Jerônimo.

Mais sofridos, os mais idosos dão os abraços mais calorosos no candidato: esperança..

Mais sofridos, os mais idosos dão os abraços mais calorosos no candidato: esperança..

– Aqui é só lama ou poeira. Não temos paradas de ônibus e a falta iluminação favorece os assaltos na nossa comunidade – afirmou a dona de casa Maria Inácia Sousa, na Vila Viória.

– A própria comunidade asfaltou a rua e tapou os buracos. Votei nele (Eduardo Braide) no primeiro turno e vou votar no segundo turno. Chega de ser enganada, queremos Eduardo Braide para prefeito –  completou a aposentada Maria José Gama.

Moradores da Zona Rural fazem o sinal-símbolo da campanha de Eduardo Braide

Moradores da Zona Rural fazem o sinal-símbolo da campanha de Eduardo Braide

Mesmo diante do abandono da área, o prefeito obteve expressiva votação, fruto, sobretudo, da presença da militância pedetista, candidatos a vereador alinhados e de setores comunitários remunerados pela prefeitura, desafios que o candidato do PMN terá que superar.

Até por que, a presença dos aliados do prefeito continuam intensa na região neste segundo turno…

9

Edivaldo tem solidez de votos na Zona Rural…

Prefeito venceu com ampla vantagem na região mais afastada de São Luís, e mantém forte influência naquelas comunidades, o que pode garantir a vitória também no segundo turno

 

Holandinha tem forte penetração popular na Zona Rural

Holandinha tem forte penetração popular na Zona Rural

Há um certo clima de euforia na campanha do candidato do PMN, Eduardo Braide, baseado em uma percepção de crescimento desde o início do segundo turno.

E muito deste otimismo se dá pelo seu desempenho no primeiro turno.

Mas esta impressão é medida muito a partir dos centros urbanos de São Luís, onde os formadores de opinião estão mais acessíveis e as informações circulam com maior rapidez.

Ocorre que a maior força eleitoral do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) veio da Zona Rural.

O pedetista venceu com ampla vantagem na 89ª, 90ª e 91ª Zonas Eleitorais, exatamente as que abrigam os bairros da Zona Rural. Neste setor, foram 83.102 votos ao candidato do PDT, quase três vezes mais que Eduardo Braide.

O candidato do PMN obteve30.780 votos nas mesmas zonas.

Ouro detalhe significativo: apenas na 89ª zona Braide chegou em segundo lugar; nas outras duas, ele ficou em terceiro, atrás de Wellington do Curso (PP).

O clima pode mostrar uma espécie de euforia entre os aliados e torcedores do candidato do PMN.

Mas os números mostram que ele ainda tem muito chão pela frente para suplantar Edivaldo.

E tem apenas 22 dias para isso…