4

“Minha cota de vice já esgotou”, desabafa Roberto Rocha

Por Diego Emir

Com a aproximação do PSDB, o cenário na oposição foi todo modificado. Esta semana, o ex-prefeito João Castelo foi a Brasília conversar com Aécio Neves e demais membros do partido, para discutirem a possibilidade dele disputar a vaga de senador pelo campo oposicionista.

A proposta é totalmente inviável, afinal o presidente do PCdoB, Márcio Jerry, e membros do PSB, afirmam que não há possibilidade de tirar Roberto Rocha da disputa. No entanto, especulou-se sobre a possibilidade, dele acabar disputando o cargo de vice-governador e deixando os tucanos com o senado.

Em relação ao questionamento sobre a chance dele ser candidato a vice-governar, foi respondido:

Minha cota de vice já esgotou. Dependendo de mim, nem em outra encarnação. Tenho feito um imenso esforço para não me arrepender de ser vice em São Luís. Nas condições que sou, não desejo isso para nenhum amigo. Portanto, nem discuto esse assunto.

A declaração de Roberto Rocha evidencia a situação que ele vive no momento na administração municipal, uma vez que ele não possui nem gabinete para trabalhar e para o PSB só foi oferecida a Semapa. No entanto o pré-candidato ao Senado, diz não haver nenhum problema ou rusga com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), inclusive respeita suas ações, mas que a situação de vice é muito complicada.

O socialista alerta que não está nenhum pouco preocupado com a possibilidade de ser retirado da disputa de senador, “isto não existe e não vai acontecer”, pois de acordo com o próprio, se existisse essa possibilidade, ele já estaria trabalhando sua candidatura de governador.

Roberto Rocha ainda aproveitou para lembrar, que se dispôs a ser vice-prefeito de Edivaldo Holanda Júnior, para manter o PSB unido em torno do projeto oposicionista e que se isso não acontece, a legenda teria apoiado João Castelo.

Ao longo dos anos o socialista vem demonstrando ser homem de grupo e sempre fazendo atos em prol da unidade, mas chega o momento que não pode recuar e deve se manter firme no que foi acordado.

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. O próprio vice diz que não há nenhum problema com o prefeito, que aliás todos gostam. Creio que ele se posicionou desta forma para reafirmar-se como candidato ao Senado, e isso é normal pois em qualquer profissão a pessoa quer subir de cargo.

  2. Esse tal de Roberto Rocha critica a família sarney e na prática faz muito pior. É só ver suas praticas. Irmão, filhos na politica!

  3. QUAL FOI A CONTRIBUIÇAO QUE ESSE CIDADAO DEU AO MUNICIPIO DE SÃO LUIS? QUANDO CHEGA AS ELEIÇÕES ESSES POLÍTICOS FAZ DE CONTA SE APRESENTAM COMO ANJOS.

  4. Negue !? O seu amor e seu carinho ! Diga que vc ja me esqueceu…

    Resp.: Anhh?!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *