0

Braide mostra a força e recebe apoio na região da Divinéia

Os moradores da região da Divinéia saíram às ruas para saudar o candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), em uma grande carreata na noite de segunda-feira.

“Sou sempre recebido com muito carinho em todos os bairros e são essas demonstrações espontâneas de apoio que nos dão força e a certeza de que a população de São Luís confia em nossas propostas para governar a nossa cidade nos próximos quatro anos”, enfatizou Braide.        

Eduardo Braide também visitou a Feira do Mangueirão, na Divinéia, onde conversou com consumidores, feirantes e comerciantes. “Como parlamentar, o Braide já dedica muita atenção para São Luís. A população reconhece esse trabalho, por isso ele lidera todas as pesquisas. Nossa cidade só tem a ganhar com a eleição dele como prefeito”, disse a comerciante Isabel Cristina.

Carreata

Logo em seguida, com a candidata a vice-prefeita, Professora Esmênia, Braide iniciou a carreata pelas ruas do bairro Divinéia. Das portas, janelas e varandas das casas ou estabelecimentos comerciais, moradores acenavam para o candidato.

Durante quase cinco horas, a carreata atravessou os bairros da Divinéia, Sol e Mar, Vila Luizão, Ipem-Turu, Parque Vitória, entre outros conjuntos residenciais da região, que é uma das mais populosas de São Luís.

Em muitos trechos, a carreata parou e as pessoas se aproximaram do carro onde Eduardo Braide estava, o cumprimentaram e declararam apoio à sua candidatura.

“Esse carinho das pessoas nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. É esse carinho e essa força que aumentam ainda mais o nosso desejo de trabalhar pela nossa cidade. O povo de São Luís pode contar comigo”, finalizou Eduardo Braide.
 

0

Pesquisa aponta os favoritos pra vereador em São Luís

Por Antonio Martins

Pesquisa realizada pelo Instituto Interpreta, em parceria com a TV Guará, entre os dias 19 a 21 de outubro, em nove áreas da capital  de São Luís, aponta os candidatos a vereador preferidos pelo eleitorado. Entretanto, esses nomes não podem ser considerados aqueles que vão efetivamente ocupar as 31 vagas na Câmara Municipal de São Luís. Isso porque a Justiça Eleitoral tem uma fórmula para calcular quantas cadeiras cada partido terá direito.

A conta envolve, além do número de votos de cada candidato, a totalidade da votação de cada legenda, de forma a garantir a proporcionalidade e a participação de segmentos minoritários da sociedade. Além disso, ainda não é possível saber quantos candidatos vão disputar o pleito na capital, o que determina uma disputa de nomes por vaga. No entanto, a eleição proporcional é praticamente um vestibular de curso considerado concorrido.

Dos 31 atuais vereadores, apenas o vereador Honorato Fernandes (PT), vice de Rubens Júnior (PCdoB), e a vereador Bárbara Soeiro (PSC) não vão tentar permanecer por mais quatro anos no Legislativo. Bárbara , por exemplo, será substituída pelo filho, Octávio Soeiro (Podemos). Mas a tarefa pode não ser fácil, pois o herdeiro está filiado a um partido com três vereadores que buscam a renovação do mandato: Sá Marques, Chaguinhas e Marcial Lima.

O Instituto Interpreta entrevistou 1.000 eleitores e o intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro é de 3%. A pesquisa foi registrada no TSE em 19/10/2020, com número de identificação MA-01301/2020.

OS MAIS LEMBRADOS

A pesquisa perguntou aos entrevistados quem eles votariam para vereador de São Luís. O vereador mais citado foi Astro de Ogum, com 5,6% das intenções. Em seguida, apareceu Osmar Filho (3,7%), Nato Júnior (3,5%), André Campos (3,2%) e Rosana da Saúde (2%).

0

MA pagou mais que o dobro da média nacional por respiradores nunca entregues

Do blog de Gilberto Léda

Uma auditoria realizada pela pela Controladoria-Geral da União (CGU) e utilizada pela auditora estadual de Controle Externo Aline Vieira Garreto para embasar relatório de instrução apresentado ao conselheiro Antônio Blecaute, do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), aponta que o Governo do Maranhão, em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), pagou mais que o dobro do valor médio pago nacionalmente pela compra de 70 respiradores que nunca chegaram aos hospitais do estado.

O caso está sendo analisado em procedimento de controle pela Corte de Contas e o parecer da auditora é pela conversão do processo em Tomada de Contas Especial, “em face da gravidade das irregularidades apontadas”.

Segundo a CGU – que iniciou pesquisa de preços no dia 15 de abril -, em compras efetuadas por estados e municípios o preço médio pago por respirador mecânico foi de R$ 87 mil.

“A CGU analisou compras de 377 entes federados, e em torno de 75% das aquisições realizadas foram de até R$ 135.000,00 por respirador”, destacou Garreto.

O Maranhão, contudo, pagou quase R$ 200 mil, em média, por cada um dos aparelhos, que sequer foram entregues, nas malfadadas tentativas de compra realizadas por intermédio do Consórcio Nordeste.

No primeiro negócio, de R$ 4,9 milhões, cada um dos 30 respiradores custou R$ R$ 164.917,86. O dinheiro foi integralmente pago à HempCare Pharma, e nunca devolvido aos cofres públicos. No segundo caso, o valor subiu: cada aparelho saiu pela bagatela de R$ 218.592,00 – desta feita, houve devolução do recurso, mas com prejuízo de R$ 490 mil ao Maranhão.

“Os valores negociados pelo Consórcio Nordeste nas duas aquisições foram bem elevados, cabendo ao Estado que foi o repassador dos recursos também motivar e demonstrar o porquê de ter optado por essas aquisições via Consórcio, já que não se mostraram economicamente vantajosas (no primeiro contrato de rateio R$ 164.917,86 e no segundo contrato R$ 218.592,00 por unidade de respirador)”, destacou a auditora do TCE-MA.

Descuido

Ao opinar pela abertura de uma Tomada de Contas Especial para se apurar responsabilidade no caso, a auditoria Aline Garreto teceu duras críticas ao que considerou “descuido” de agentes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com o dinheiro público no caso (saiba mais).

A menção à falta de diligência da pasta foi feita ao se analisar a primeira tentativa de compra dos equipamentos. Na ocasião, o Governo do Maranhão pagou de forma antecipada R$ 4,9 milhões ao Consórcio Nordeste para a aquisição de 30 respiradores – R$ 164 mil por unidade -, mas os aparelhos nunca chegaram e o dinheiro não foi devolvido.

Para a auditora, o Estado deveria “ter sido mais previdente” ao repassar os valores ao Consórcio. Ela apontou que a empresa contratada, HempCare Pharma, fora criada meses antes do início da pandemia, e com capital social de apenas R$ 100 mil.

“Nesses pareceres emitidos no âmbito da Secretaria de Saúde Estadual, nada disso foi analisado: preço, escolha do fornecedor pelo Consórcio, garantias e cuidados que deveriam ser adotados para pagamento antecipado. No relatório inicial deste TCE/MA (item 3.8.1) consta que a empresa HEMPCARE, escolhida pelo Consórcio, foi constituída em junho de 2019, com capital inicial de R$ 100.000,00 (cem mil reais). Que experiência/confiabilidade uma empresa tão nova no mercado tinha para uma transação desse porte? As condições do mercado no período de pandemia impuseram condições extremas, mas não é justificativa pra se agir de forma descuidada com o dinheiro público, olvidando-se de adotar cautelas para evitar danos ao erário. E os entes consorciados tinham que ter sido mais previdentes, ter conhecido e avaliado melhor os termos e tratativas do Consórcio com o pretenso fornecedor antes de liberar o recurso para o pagamento antecipado”, destacou.

No segundo caso – que culminou com o pagamento, também de forma antecipada, de R$ 4,3 milhões por outros 40 respiradores (R$ 218 mil por unidade) -, o dinheiro foi devolvido ao Estado. Mas como a compra foi efetivada em Euro, no ato da devolução houve deságio de R$ 493 mil, decorrente de variação cambial.

Para a auditora, esse valor deve ser ressarcido. “O defendente [SES] também não indicou que providências foram adotadas no sentido de cobrar ações do Consórcio para reaver essa diferença. Portanto no âmbito do Contrato de Rateio nº 002/2020, persiste um prejuízo no montante de R$ 493.933,69 […] que devem ser ressarcidos ao Estado do Maranhão”, pontuou.

Acrescentando, mais, uma vez, que houve desleixo da SES em relação ao acompanhamento da contratação pelo colegiado. “O valor unitário do respirador nesse segundo contrato de rateio foi de R$ 218.592,00 por unidade de respirador. E mais uma vez não ficou demonstrado pela defesa que a Secretaria de Saúde fez qualquer ponderação acerca do preço e do fornecedor escolhido pelo Consórcio antes de transferir o recurso, ainda mais considerando que os respiradores do primeiro contrato de rateio ainda nem tinham sido recebidos nas datas contratualmente estabelecidas”, completou.

A auditoria ressaltou também que faltou transparência, já que os contratos e os pagamentos não estavam corretamente inseridos no Portal da Transparência do Governo do Maranhão, tampouco haviam sido disponibilizados no Sistema de Acompanhamento Eletrônico de Contratação Pública (Sacop) do TCE-MA.

0

Prefeito inaugura praça em Povoado de Anajatuba

O prefeito de Anajatuba, Sydnei Pereira, inaugurou na quarta-feira (20), a área de lazer do Povoado Olho D’água que recebeu o nome de Praça Leovegilda Leal ( anfitriã da família Leal, família tradicional do povoado).

No evento, além do gestor, marcaram presença o ex prefeito Ademir Duarte, o ex vereador Neco, os secretários municipais, Fernando Silva, Cláudia Frota, Polyana Lisboa e Iracely da Silva.

O Deputado Estadual Wendell Lages, que também estava presente, parabenizou o prefeito pela boa gestão que vem fazendo em Anajatuba, o mesmo falou do seu apreço pelo município.

Os membros da família LEAL, Araújo Leal (filho de Leovegilda) fez uso da palavra e agradeceu ao prefeito pela linda obra ali inaugurada, falou da sua alegria pela praça receber o nome da sua mãe.

Araújo Leal, ressaltou ainda, que o povoado Olho D’água já tinha tido dois gestores municipais e que nenhum deles havia lembrado da sua própria localidade.

O jovem José Maria Sousa, morador do povoado, se emocionou em falar que era um sonho de infância ver uma praça ali construída. Ao término do evento, o prefeito apresentou a placa de inauguração para a população e o Paredão Vulcano fez a festa com os participantes ali presente.

Da assessoria

4

O que Duarte e Neto podem esperar de Edivaldo?!?

Embalado por popularidade nas alturas, mas sem nenhum envolvimento direto nas eleições do próprio sucessor, prefeito passa a ser trunfo em um eventual segundo turno para candidatos que se mostram distantes da atual gestão na capital maranhense

 

Este carisma ainda vivo na personalidade de Edivaldo seria fundamental para um candidato de sua base, mas os principais se mantêm distantes da gestão

Opinião

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) ampliou nesta reta final de mandato uma popularidade que já era alta, mesmo diante do pouco volume de obras em anos anteriores.

Essa força popular seria importante capital eleitoral para um sucessor alinhado à prefeitura, mas o próprio Edivaldo decidiu manter-se distante da disputa, pelo menos no primeiro turno.

E os principais candidatos da base aliada ao prefeito – Duarte Júnior (PRB) e Neto Evangelista (DEM) – também não ajudam essa aproximação, com pouca ou nenhuma referência direta à gestão de Edivaldo.

Dos candidatos ligados ao grupo Flávio Dino/Edivaldo Júnior, apenas Rubens Júnior (PCdoB) faz questão de destacar as ações holandistas e diz querer continuar o trabalho do prefeito pedetista.

Diante de toda essa conjuntura, o que Duarte e Neto podem esperar de Edivaldo em um eventual segundo turno?

Neste caso, irão precisar da interferência dos seus respectivos padrinhos, o vive-governador Carlos Brandão (PRB) e o senador Weverton Rocha (PDT), que travam, eles próprios, uma batalha pessoal em São Luís.

Por que, sem a presença de Edivaldo em palanque, a batalha pela prefeitura fica quase impossível.

O papel de Edivaldo é tão significativo que até aquele que seria seu principal opositor – o favorito nas pesquisas Eduardo Braide (Podemos) – silenciou em relação às questões da gestão na capital.

E este silêncio de Braide pode ser significativo em um eventual segundo turno… (Não entendeu? entenda aqui)

1

Técnicos em celulares se reúnem em associação…

Profissionais querem dar maiores garantias à reposição de peças e acessórios a aparelhos de telefonia, evitando longas esperas em assistências técnicas autorizadas e oferecendo maior qualidade aos usuários

 

Emanuel Ferreira, com alunos hoje formados: segurança e garantia para quem busca qualidade no conserto de celular

Os equipamentos de celular são hoje, algo que fazem absoluta diferença no dia a dia.

E neste aspecto, surge no Maranhão surge no Maranhão algo que vem para revolucionar o que já revolucionou a vida de todos.

A Associação Maranhense dos Técnicos em Celulares (AMTECEL) é a entidade que reúne hoje os principais técnicos em aparelhos deste tipo no Maranhão.

A AMTECEL garante os melhores serviços e garantias do mercado, segurança e praticidade com peças selecionadas oferecendo o que a de melhor.

– Estamos reunidos nesta entidade não apenas para buscar maiores garantias na negociação com as distribuidoras de peças e acessórios, mas para oferecer maior garantia e segurança em reposição de peças ao cliente que busca o conserto de seu celular – explicou o presidente da associação, Emanuel Ferreira, responsável pelo treinamento da maioria dos técnicos de celulares que hoje atuam no Maranhão. 

A ideia é fazer muita diferença para toda a população do estado e também motivar outros estados a criar a sua.

Pelo respeito que todo consumidor merece…

0

Segundo turno vira disputa entre Brandão e Weverton…

Potenciais candidatos a governador embalam seus respectivos candidatos a prefeito na tentativa de garantir vaga no segundo turno contra o líder nas pesquisas Eduardo Braide, numa prévia do que deve ocorrer em 2022

 

Mesmo com pouca capilaridade eleitoral em São Luís, Carlos Brandão tem acompanhado a campanha de Duarte júnior na tentativa de levá-lo ao segundo turno

A acirrada disputa pela segunda vaga em um cada vez mais consolidado segundo turno nas eleições de São Luís vem se transformando em uma disputa tácita entre o vice-governador Carlos Brandão (PRB) e o senador Weverton Rocha (PDT).

Brandão apoia a candidatura de Duarte Júnior (Republicanos), que segue em segundo lugar, mas tecnicamente empatado com Neto Evangelista (DEM), candidato de Weverton.

O blog Marco Aurélio D’Eça já havia mostrado que o acirramento da disputa entre Duarte e Neto levaria fatalmente a disputa a um segundo turno.

É Weverton quem está `frente dos principais eventos de campanha de Neto, numa forma de mostrar envolvimento da militância pedetista: objetivo é chegar ao segundo turno

Mas este blog também já havia apontado, ainda em maio, que a disputa em São Luís seria o primeiro round da corrida pelo Governo do Estado entre Brandão e Weverton.

O curioso é que tanto o vice-governador quanto o senador – e seus respectivos candidatos – sabem que, chegando ao segundo turno, terão que buscar apoio não apenas da base do governo Flávio Dino (PCdoB), mas também de outro personagem, em franca ascensão política; o prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Mas esta é uma outra história…

1

Com candidatura aprovada, Ricardo intensifica campanha em Coroatá

Candidato do PSDB segue firme na disputa pela prefeitura e reúne as maiores lideranças de oposição no município do qual já foi prefeito

 

O ex-deputado federal, ex-secretário de Saúde e ex-prefeito de Coroatá teve a candidatura aprovada pela Juíza Anelise Reginato, da 8ª Zona Eleitoral; e segue intensificando a campanha pela prefeitura local.

Candidato pelo PSDB, Murad conseguiu reunir em torno do seu nome as principais lideranças de oposição em Coroatá.

Os adversários do tucano tentam impedir judicialmente sua candidatura, temendo um revés nas urnas.

Ricardo Murad é um dos muitos candidatos no interior que o Palácio dos Leões trabalha para evitar a eleição.

Sua vitória nas urnas é, portanto, simbólica para o processo eleitoral de 2022.

Por isso a tentativa de tirá-lo da disputa…

2

A força da mulher na campanha de Braide e Octávio Soeiro

Atualmente as mulheres são protagonistas do seu próprio espaço de poder, e isso é notório nessa esfervência eleitoral, que tem sido as campanhas eleitorais nas ruas de São Luís.

Três presenças femininas, em especial se pontua, como a vereadora Bárbara Soeiro, a esposa do candidato a prefeito Braide, a Doutora Graziela e a vice Esmênia.

Vale destacar que elas estão ativamente em campo, na busca de apoios e adesões. Neste sábado (24), elas participaram ativamente de uma caminhada no bairro do Coroadinho, ao lado de Braide e Octávio Soeiro.

“Com toda a nossa militância feminina, vamos ter a cidade que queremos. A professora Esmênia e a Dr. Graziela são duas mulheres que engrandecem a campanha do nosso prefeito. Tenho certeza que a nossa São Luís será bem representada pelo próximo prefeito da capital, Eduardo Braide.”, ressaltou Bárbara Soeiro, vereadora e Procuradora da Mulher da Câmara Municipal de São Luís.

Bárbara que este ano, não é candidata à reeleição, além de firmar um compromisso com o prefeituravél Braide, entrou com força total na campanha do seu filho, Octávio Soeiro, para ocupar uma vaga na Câmara de Vereadores.

Essas mulheres não param e têm fortalecido o projeto de Braide e Octávio, em favor da vitória desses dois candidatos do Podemos.

0

Neto proíbe uso de fogos em sua campanha…

Preocupado com a reação dos animais domésticos e com as condições de portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA), candidato do DEM orientou todos os candidatos a vereador de sua coligação e evitar uso de material explosivo em seus eventos

 

Neto mostrou em vídeo empatia por portadores de autismo e com os animais domésticos

O deputado estadual Neto evangelista, candidato do DEM a prefeito de São Luís, gravou neste fim de semana vídeo em que faz um alerta aos seus aliados sobre o uso de fogos de artifício na campanha eleitoral. 

– Esses foguetes causam transtornos às pessoas portadoras de TEA; também prejudicam os animais domésticos, como os cães; precisamos respeitar essas vidas. Vamos continuar fazendo uma festa democrática, mas respeitando a todos – disse o candidato.

Os portadores de TEA sofrem coma soltura de fogos de artifícios; decisão de proibir é respeito à vida

O uso de fogos de artifícios são comuns em campanhas políticas e eventos religiosos; de uns tempos para cá, no entanto, ativistas dos direitos humanos e da Defesa Animal lutam contra o uso deste tipo de material.

A decisão de Neto Evangelista – que já havia comunicado da proibição do uso há várias semanas – mostra respeito pelas condições de terceiros.

E deveria ser seguida por outros candidatos…