0

Prefeito de Santa Rita vai propor nova discussão do VLT ligando a Ilha de São Luís ao continente

Sabedor que Eduardo Braide é um defensor desse projeto, Dr Hilton Gonçalo vai propor um encontro ainda com os prefeitos de Bacabeira, Fernanda Gonçalo e de Rosário, Calvet Filho, para que juntos possam discutir e fazer com que esse projeto saia do papel

 

Os moradores de São Luís, Bacabeira, Rosário e Santa Rita podem ganhar uma nova opção de transporte público, desafogando o trânsito intenso da BR-135. Pelo menos essa é a proposta do prefeito Dr Hilton Gonçalo, que deseja debater o uso do VLT, que foi adquirido pela Prefeitura de São Luís em 2012 e desde então está guardado em um galpão no Tirirical consumindo mais de R$400 mil por mês, simplesmente para ficar parado.

Não é a primeira vez que Dr Hilton Gonçalo traz o tema para discussão. Em 2017, ele levantou essa possibilidade e na época Eduardo Braide então deputado estadual defendeu a proposta na Assembleia Legislativa. “Empreendimentos já anunciados para aquela região, pedem um transporte de massa eficiente, já que hoje há uma grande dificuldade no deslocamento da capital até a altura daquelas cidades pela BR-135.

Portanto, a partir de hoje, sou um defensor da proposta do prefeito de Santa Rita, já que será muito melhor ver o VLT nos trilhos do que em um galpão, sendo motivo de chacota em rede nacional, com dinheiro público gasto sem nenhuma utilização”, afirmou no dia 7 de fevereiro de 2017.

Sabedor que Eduardo Braide é um defensor desse projeto, Dr Hilton Gonçalo vai propor um encontro ainda com os prefeitos de Bacabeira, Fernanda Gonçalo e de Rosário, Calvet Filho, para que juntos possam discutir e fazer com que esse projeto saia do papel.

O projeto para instalação do VLT já existe e foi apresentado em uma reunião do CIM – Consórcio Intermunicipal Multimodal – na época participaram representantes da TransNordestina e Vale. 

O engenheiro Francisco Soares apresentou um esboço das paradas já existentes onde o VLT poderia passar. Sairia do Tirirical, passando por Aracanga (Maracanã), Piçarra (Pedrinhas) e Mandubé (Estiva), em São Luís. No continente a primeira parada seria em Rosário, onde já existe uma estação pronta e recém-recuperada pelo IPHAN. Logo em seguida três estações finalizariam o percurso – Recurso, Carema e Piruaba – todas em Santa Rita.

A atual linha férrea da TransNordestina não possui parada em Bacabeira, mas pode ser incluída duas estações, uma em Periz de Baixo e outra próxima a sede do município. 

Dr Hilton Gonçalo argumenta que que os atuais vagões do VLT teriam capacidade de atender 400 passageiros por hora, tempo estimado para fazer a ligação São Luís – Santa Rita. 

A linha férrea da TransNordestina passa no momento por uma reforma e seria o momento ideal para aproveitar a instalação do transporte ferroviário. Dr Hilton reconhece que as dimensões dos trilhos são diferentes da atual bitola dos vagões do VLT, mas isso pode ser resolvido com a troca do equipamento, o que não traria tanto custo, uma vez que na prática seria praticamente como “trocar os pneus de um carro”.

O prefeito de Santa Rita afirma que a instalação do VLT ligando a Ilha de São Luís ao continente é “uma obra de alcance social e desenvolvimento econômico muito grande. Pois além de atender a população em geral, o turista também seria beneficiado, uma vez que ao chegar no Aeroporto de São Luís, o visitante poderia parar no Maracanã e conhecer o Parque da Juçara e ir até a entrada da BR-402, que leva até o Parque dos Lençóis Maranhenses”.

Além de levar a proposta ao prefeito de São Luís, Eduardo Braide, Dr Hilton Gonçalo quer trazer para o debate o Governo do Maranhão, a FIEMA, SEBRAE, Ministério Público e todas entidades interessadas em tirar do papel, esse projeto que beneficiaria milhares de maranhenses.

6

Academia Maranhense de Letras pode transformar vaga em herança familiar…

Oferecida ao governador Flávio Dino apenas pelo fato de ter sido ocupada pelo seu pai, o intelectual Sálvio Dino, a cadeira número 32 será posta em disputa na próxima quinta-feira, 21; no páreo está também o renomado escritor Antonio Guimarães de Oliveira

 

Flávio Dino no Palácio dos Leões com membros da AML, em 2015: imortalidade como herança familiar

O governador Flávio Dino (PSB) resolveu tentar impor seu nome como membro da Academia Maranhense de Letras, querendo ocupar a cadeira de número 32.

E o argumento é um só: a vaga era do seu pai, o reconhecido escritor e poeta Sálvio Dino.

Na verdade, o movimento para fazer Dino imortal surgiu na própria AML, logo após a morte do seu pai, em 2020, segundo revelou o jornalista Pergentino Holanda em sua coluna no jornal O EstadoMaranhão.

Na tentativa de tornar a vaga na AML uma espécie de herança familiar, a Casa acaba por estuprar intelectualmente os imortais maranhenses, uma vez que – embora com amplos conhecimentos técnicos na área jurídica – Flávio Dino nunca teve qualquer tipo de militância ou produção intelectual que justifique sua “imortalidade”.

Sobretudo por que também concorre à vaga o escritor respeitado no mundo intelectual, Antonio Guimarães de Oliveira.

– Sobre Benedito Buzar, bom cidadão e grande historiador, porém acredito, sinceramente na força da literatura maranhense e seus grandes escritores. Acredito que não ocorrerá o “favor político”. Acredito na idoneidade de todos os acadêmicos e acadêmicas. Vamos aguardar o dia 21 de outubro… – desabafou Guimarães, em comentário no blog Marco Aurélio D’Eça.

O escritor Antonio Guimarães: livros reconhecidos pelos próprios intelectuais da Academia Maranhense de Letras

O problema para Guimarães é que, desde o ano passado, os próprios membros da AML encabeçam o movimento pró-Dino.

Na sua tentativa de se tornar imortal, Flávio Dino submeteu-se, inclusive, a um encontro com o ex-presidente José Sarney – decano da AML e da Academia Brasileira de Letras, e, por mérito próprio, reconhecido internacionalmente como escritor.

Antonio Guimarães revela que, quando fez sua inscrição à cadeira 32, foi informado pela direção da Casa de Antônio Lobo que o governador Flávio Dino não iria concorrer e que o ex-presidente Sarney não iria se envolver em disputa literária. (Leia aqui a íntegra do comentário)

Mas Flávio Dino quer a influência do ex-presidente para convencer os prováveis futuros confrades.

 A eleição na  AML será na quinta-feira, 21…

2

Jornal O Estado entra em sua última semana de circulação

Mais importante matutino do Maranhão vai encerrar a publicação de edições físicas no próximo sábado, 23, focando suas atividades apenas nas edições on-line, vinculado ao site imirante.com

 

O Estado acompanhou a vida maranhense em todos os seus aspectos nas últimas seis décadas

O jornal O EstadoMaranhão vai encerrar suas edições físicas no próximo sábado, 23.

A última edição será uma espécie de documento histórico, relembrando a vida de 60 anos do maior periódico do Maranhão, com reportagens, artigos de homenagens.

O Estado acompanhou a vida política, econômica e social do Maranhão nas últimas seis décadas, tornando-se o principal jornal e influenciando conceitos e pensamentos sobre o jornalismo maranhense.

Por lá passaram alguns dos principais jornalistas ainda em atividade no Maranhão e no Brasil.

A Última Edição, portanto, será um documento para colecionador…

0

Rafael mostra força em primeiro evento de pré-campanha em Timon

Líder do governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa, que deixou o grupo Leitoa no final de 2020, reuniu milhares e lançou desafio aos adversários no município e região

 

Rafael mostrou que tem liderança no município de Timon e força para contrapor seu ex-grupo político

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rafael (que retirou o Leitoa do sobrenome político) deu uma demonstração de força política em Timon, nesta sexta-feria, 15.

O parlamentar reuniu milhares de pessoas em uma casa de show, em seu primeiro evento de campanha.

– Realizada na casa de shows Mega Hall, no bairro Formosa, a atividade lotou o espaço obrigando muita gente a ficar em pé porque todas as cadeiras ficaram ocupadas – contou o Portal Elias Lacerda. (Leia a íntegra aqui)

Rafael separou-se do grupo leitoa após as eleições de 2020 e reagrupou-se em um novo grupo no município e região.

No palanque, o presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende, um dos mais eloquentes no discurso, além do secretário de infraestrutura, Cleyton Noleto (PCdoB).

O evento mostrou que Rafael deve mesmo ser o principal líder da oposição aos eu ex-grupo, que detém o poder em Timon.

E impõe tanto as outras forças oposicionistas quanto aos Leitoa a responsabilidade de mostrar a mesma força política na cidade…

4

Flávio Dino volta a constranger aliados em palanque…

Sem nenhuma justificativa plausível, governador ataca vice-prefeito de Caxias, Paulo Marinho Júnior, na presença do próprio prefeito Fábio Gentil, que escolheu duas vezes o suplente de deputado federal para compor sua chapa

 

Flávio Dino em Caxias: constrangimento não apenas ao prefeito Gentil, mas também ao vice Brandão

Cheio de si, absolutista e sem modos, o governador Flávio Dino (PSB) segue fazendo estragos em sua base política em suas investidas administrativo-eleitoreiras no interior maranhense.

A vítima da vez foi o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), constrangido publicamente por ter como vice o suplente de deputado federal Paulo Marinho júnior (PL), que nem presente estava em palanque.

– … Vocês sabem que vice as vezes né Fábio [Gentil] ? É negócio meio delicado, não sei se tu sabe disso –  provocou Flávio Dino, do nada, segundo revelou o blog do Ludwig Almeida.

Foi um constrangimento sem necessidade em um momento de festa, segundo observaram aliados do próprio governador presentes ao evento em caxias, nesta sexta-feira, 15.

Dino quis atingir Paulo Marinho Júnior, mas acabou constrangendo seu próprio aliado Fábio Gentil

Mas os ataques gratuitos a qualquer um que não reze em sua cartilha – seja ou não da base aliada – tem sido a tônica de Flávio Dino ao longo do seu mandato.

Na semana passada, por exemplo, partiu pra cima da prefeita de Chapadinha, Dulcilene Belezinha, com ataques do tipo “mentirosa”, “desequilibrada” e outros adjetivos.

Só neste ano pré-eleitoral, ele desmereceu também a deputada estadual Daniela Tema, ao fazer questão de expô-la em palanque, ao ressaltar que as vaias de um evento não eram para ele.

Das duas uma:

1 – ou Flávio Dino está muito ciente do seu poder e carisma, a ponto de desdenhar de qualquer um por que se acha acima do bem e do mal;

2 – ou o governador está ciente de que tem algo acontecendo na política maranhense que o deixa emocionalmente desequilibrado.

De qualquer forma, são grosserias incompatíveis com o posto de governador.

E, principalmente, de um ex-juiz federal…

2

Denúncias deste blog embasam relatório contra Josimar no STF

Notícias divulgadas desde o início de 2020 – apontando o deputado federal maranhense como “papão de emendas” no Congresso Nacional – fazem parte do arcabouço sob a responsabilidade do ministro Ricardo Lewandowski, que vazou na semana passada

 

Reportagem da revista Crusoé destaca o “Mercadão das Emendas” e joga luz sobre o deputado maranhense Josimar Maranhãozinho

 

Um conjunto de matérias publicadas pelo blog Marco Aurélio D’Eça ao longo de 2020, compõe o relatório que embasa as denúncias do Ministério Público Federal contra o deputado Josimar Maranhãozinho (PL) no Supremo Tribunal Federal.

O documento – que deveria ser sigiloso – vazou esta semana, e é tema das principais revistas e portais nacionais de notícias.

Mas tudo começou em fevereiro de 2020, a partir deste blog.

Quem conseguiu ter acesso ao documento diz que há nele elencados ao menos 10 posts publicados neste blog ao longo de 2020 e 2021, juntamente com reportagens de outros veículos nacionais.

Em 20 de fevereiro de 2020, o blog Marco Aurélio D’Eça publicou o post “Venda de emendas parlamentares pode virar escândalo nacional”.

Naquela época, o blog já revelava que um único deputado maranhense conseguia comprar até R$ 50 milhões em emendas, inclusive de outros estados.

– Investigado pela Procuradoria-Geral da República, o esquema pode se transformar no maior escândalo do país desde a Operação Lava Jato – vaticinou o post.

Em 15 de junho de 2020, nova denúncia do blog Marco Aurélio D’Eça, com selo de Exclusividade: “Destino das emendas na pandemia pode gerar novas ações da PF…”

– Levantamento do blog Marco Aurélio D’Eça em sites de controle, nos portais de transparência e nas páginas das próprias prefeituras identificou grandes volumes de recursos encaminhados para pequenos municípios – em detrimento de outros, maiores – e até dinheiro de emenda parlamentar a municípios que sequer registraram casos de coVID-19 – dizia o texto.

Por, praticamente, delinear o caminho a ser seguido no Maranhão, este é um dos posts que compõem o relatório em poder do STF, 

Foto icônica de Josimar Maranhãozinho, recorrente no blog Marco Aurélio D’Eça: ele, em família, com sua bancada de deputados federais

Naquela época, Josimar Maranhãozinho já era tido no Congresso Nacional por “Papão de Emendas”, pela facilidade que tinha de liberar recursos nos ministérios.

No início de dezembro de 2020, a Polícia Federal desencadeou operação no Maranhão, que resultou na prisão do agiota Josival Cavalcanti, o Pacovan.

Na semana seguinte, exatamente no dia 7 de dezembro, o blog Marco Aurélio D’Eça publica nova postagem com selo de Exclusividade: “Josimar controla emendas de três deputados maranhenses…”.

Neste mesmo post, o blog lembrava que a Polícia Federal se voltava agora para outras emendas maranhenses, em outros canais de indicação.

– Os olhos da PF agora se voltam para outras movimentações tidas por suspeitas, envolvendo grandes volumes de recursos destinados à Codevasf, à UFma, aos Bombeiros e a fundações que controlam hospitais em São Luís e no interior – disse a matéria, linkando textos anteriores sobre o assunto.

Chegou a 2021 e o blog Marco Aurélio D’Eça publica, em 4 de março – também com exclusividade – aquela que seria a chave do processo envolvendo Josimar de Maranhãozinho: “Polícia Federal vai unificar ações que envolvem Josimar de Maranhãozinho…”  

De lá pára cá, o deputado federal vem sofrendo em várias frentes de investigação, que ele atribui à perseguição de adversários, mas que a imprensa vê como um grande escândalo que pode resultar em algo de repercussão nacional.

A exemplo do que traz neste fim de semana a revista Crusoé, com a reportagem “Mercadão das Emendas”.

Que tem Josimar de Maranhãozinho como destaque…

0

Flávio Dino deve adiar decisão sobre candidato da base ao governo

Entrada do secretário Felipe Camarão no páreo e a indefinição quanto às alianças partidárias de sua candidatura ao Senado levam o governador a ganhar tempo para escolha do nome que ele vai apoiar, embora tenha que rasgar os termos da carta-compromisso de julho

 

Felipe Camarão assinou a carta-compromisso de julho, mas nesta foto, da época, ele ainda não se apresentava como candidato a governador, o que pode influenciar a decisão de Flávio Dino

O governador Flávio Dino (PSB) já pensa em adiar de novembro para março sua decisão sobre o candidato que irá apoiar nas eleições para o Governo do Estado, em 2022.

Segundo contaram ao blog Marco Aurélio D’Eça membros do grupo mais próximo de Dino no Palácio dos Leões, dois fatores levam o governador a repensar a data de anúncio do seu candidato:

1 – a entrada do secretário de Educação Felipe Camarão (PT) no páreo precisa ser medida mais claramente pelas pesquisas de intenção de votos, o que só deve ocorrer em dezembro;

2 – Dino negocia mesmo alianças com PV e MDB para sua candidatura ao Senado, o que deve interferir na formação de alianças também para o candidato da base ao governo.

Mas o adiamento do compromisso firmado em julho não agrada nem o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), nem o senador Weverton Rocha (PDT), principais candidatos da base dinista.

Com índices baixos de intenção de votos, Brandão espera uma decisão ainda em 2021 para fortalecer sua articulação e atrair partidos, antes mesmo de sua posse como governador, o que ocorrerá em abril.

Líder nas pesquisas, Weverton Rocha, por sua vez, já tem agendado para São Luís o encontro “Maranhão Mais Feliz”, onde espera anunciar, de forma irreversível sua candidatura, já com a posição do governador tomada.

Embora tente manter a aparência de controle do processo eleitoral, os movimentos de Flávio Dino denunciam sua falta de rumo, que ele tenta corrigir com investidas em várias frentes.

E o adiamento da decisão que anunciou para novembro também é uma tentativa de colocar as coisas no prumo do seu projeto.

1

Edivaldo Júnior vai agora ao Baixo Parnaíba…

Ex-prefeito de São Luís e pré-candidato do PSD ao Governo do Estado retoma suas viagens ao interior, acompanhado das lideranças do partido e apoiadores de sua campanha

 

 

Edivaldo e Edilázio já prepararam nova viagem ao interior, esta vez ao Baixo Parnaíba

O pré-candidato do PSD ao Governo do Estado, Edivaldo Júnior, já tem programado nova agenda de visitas ao interior maranhense.

Ele agora vai à região do Baixo Parnaíba.

– Fechando os últimos detalhes para a nossa próxima viagem pelos municípios do Maranhão, onde iremos dialogar e apresentar o trabalho do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, o nosso pré-candidato ao governo do estado! Estaremos na região do Baixo Parnaíba nos próximos dias! – anunciou o deputado federal Edilázio Júnior, presidente regional do PSD.

Segundo colocado nas pesquisas de intenção de votos – nos cenários sem a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) – Edivaldo é hoje um dos principais pré-candidatos ao governo.

Líder na Região Metropolitana de São Luís, ele busca ganhar capilaridade no interior, o que pode garantir presença no segundo turno das eleições 2022.

A data da viagem ao Baixo Parnaíba deve ser anunciada nos próximos dias…

3

“Maranhão Mais Feliz” vai agora a Peritoró…

Movimento liderado pelo senador Weverton Rocha vai reunir dia 30 prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, parlamentares e lideranças políticas de diversas regiões do estado para discutir as eleições de 2022

 

O “Maranhão Mais Feliz” já reuniu cerca de 90 prefeitos maranhenses com o senador Weverton Rocha, em quatro edições

O senador Weverton Rocha e o PDT vão realizar mais uma edição do movimento “Maranhão Mais Feliz”, desta vez em Peritoró, no próximo dia 30.

O encontro, que já foi realizado em Imperatriz, São Bernardo, Presidente Dutra e Pinheiro debate o processo eleitoral de 2022 com prefeitos, ex-prefeitos, vice-prefeitos, parlamentares e lideranças políticas.

Além de Peritoró, outros duas edições do “Maranhão Mais Feliz” já estão agendadas para Timon e São Luís.

O encontro de São Luís, marcado para dezembro, ocorrerá após decisão do governador Flávio Dino (PSB) sobre o candidato da base.

Será, portanto, a culminância da pré-campanha do senador…

2

Erlanio Xavier tem índice histórico de aprovação entre gestores maranhenses

Prefeito de Igarapé Grande e atual presidente da Famem apresenta 96% em sua gestão, patamar nunca antes alcançado por nenhum gestor maranhense em qualquer nível da administração

 

Erlanio Xavier é hoje o gestor mais bem aprovado da história política do Maranhão em todos os níveis da administração pública

O presidente da Famem e prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier (PDT), é o prefeito mais bem avaliado do Maranhão, aponta pesquisa do Instituto Exata.

Nada menos que 96% da população de  Igarapé Grande aprova a gestão de Erlanio, índice nunca antes alcançado por gestor maranhense em qualquer nível da administração.

A aprovação pessoal de Erlanio como gestor chega a 88%, somente entre aqueles que consideram sua administração em Igarapé Grande entre Boa (57%) e Ótima (31%).

– Não tenho dúvidas que isso é resultado da nossa seriedade e responsabilidade com a administração pública. Agradeço a toda minha equipe, desde os secretários aos funcionários mais humildes, que contribuíram para essa grande aprovação – ressaltou Erlanio.

Aliado de primeira hora do senador  Weverton Rocha (PDT) – senador mais votado da história do maranhão – Erlanio Xavier é considerado por prefeitos, deputados federais, estaduais e vereadores como a liderança mais popular do estado na atualidade.

Diante destes dados é que Erlanio já surgiu,. inclusive, como opção de candidato a senador.

E os números não mentem, jamais…