0

Após vencer nova enquete, Ivaldo reúne-se com presidente do PDT…

Secretário de Articulação Parlamentar da Prefeitura de São Luís apareceu em primeiro lugar em levantamento do blog do jornalista Diego Emir sobre a sucessão de Edivaldo Júnior

 

Ivaldo com Raimundo Penha e assessores: debate interno sobre os rumos eleitorais do PDT

O vereador e atual secretário de Articulação Parlamentar, Ivaldo Rodrigues (PDT) reagiu pragmaticamente ao resultado de enquete do blog de Diego Emir sobre a sucessão em São Luís.

De acordo com o levantamento de Emir, Ivaldo foi o primeiro lugar na preferência do eleitorado para suceder o prefeito Edivaldo Júnior (PDT). (Veja aqui o resultado completo da enquete)

As enquetes não têm valor científico, mas servem para balizar os caminhos partidários e dos interessados nas disputas eleitorais.

Após a repercussão, Ivaldo Rodrigues reuniu-se com o presidente municipal do PDT, vereador Raimundo Penha, para avaliar os cenários atuais das eleições e 2020.

É a segunda enquete seguida em que Ivaldo aparece como primeiro colocado.

No mês de dezembro, em levantamento do blog de Robert Lobato, ele também ficou em primeiro lugar na preferência do eleitor. (Relembre aqui)

O vereador é um dos nomes do PDT para a sucessão de Edivaldo Júnior.

E os números – científicos ou não – mostram que ele tem cacife popular e partidário para a disputa.

É aguardar e conferir…

0

Luciano Genésio se reúne com presidente da Assembleia…

O Prefeito de Pinheiro Luciano Genésio se reuniu na manhã desta sexta-feira (18) com o deputado e Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, para tratar de assuntos específicos da baixada maranhense.

“Conversamos hoje especialmente sobre a saúde e infraestrutura de Pinheiro que é a principal referência da nossa região; tivemos uma conversa muito proveitosa pois o presidente Othelino entende a importância de Pinheiro na prestação de saúde para a região e que a infraestruturas da cidade precisa acompanhar essa demanda que aumenta todos os dias no município; 2019 é um ano de trabalho e união de forças e a população da baixada deve aguardar muitos avanços para a região”, disse prefeito Luciano.

Pinheiro é a cidade polo mais importante do estado com cerca de 17 municípios pactuados penas na área da saúde, mas atende hoje mais de 40 todos os meses.

0

A praxe do recadastramento na Câmara Municipal…

Seguindo a rotina-padrão dos presidentes que assumem o poder na Casa, o vereador Osmar Filho estabeleceu prazo para que os servidores atualizem sua situação funcional

 

A Câmara Municipal de São Luís realizará, a partir da próxima semana, o trabalho de recadastramento dos servidores da Casa.

A coleta de informações terá início no dia 23 e se prolongará até o dia 13 de fevereiro no setor de Protocolo. O atendimento será feito das 8h às 17h.

Os funcionários (efetivos, comissionados e contratados) deverão apresentar os seguintes documentos: foto 3×4, cópia da identidade, CPF, PIS/pasep e título de eleitor, cópia de certidão de nascimento ou casamento; cópia da certidão de nascimento dos filhos; cópia do comprovante de residência; cópia da carteira de trabalho; cópia do cartão do banco e cópia da portaria ou termo de posse.

Vale destacar que o recadastramento é obrigatório.

O servidor que não o fizer estará sujeito a penalizações, como a suspensão do pagamento.

0

Hildo Rocha apresenta sugestões para melhorar programas assistenciais

Valendo-se da experiência adquirida durante os mandatos de prefeito e dos demais cargos públicos que exerceu, o deputado federal Hildo Rocha tratou com Ministro da Cidadania, Osmar Terra, sobre ideias que poderão servir para o aprimoramento dos programas assistenciais.

“Considero importante que os programas sociais, especialmente os de transferência de renda para famílias mais necessitadas sejam aperfeiçoados”, destacou Hildo Rocha.

Bolsa Família  

De acordo com o parlamentar, a eficácia do Bolsa Família pode ser melhorada.

“Quando as crianças atingem a idade máxima permitida para o enquadramento no Bolsa Família a maioria até consegue continuar os estudos, mas a sua família volta a ficar com a renda abaixo da linha de pobreza, então é necessário fazer ajustes para a manutenção da renda das famílias acima da linha de pobreza”, argumentou Hildo Rocha.

Como melhorar?

O deputado disse que a uma das possibilidades está nas entrelinhas da medida provisória da Reforma Administrativa.

“A medida provisória editada pelo Presidente Jair Bolsonaro, prevê que o orçamento da assistência social do sistema ‘S’ seja efetivado mediante aprovação do Ministro da Cidadania. Então, o ministério deve fazer a integração entre o programa Bolsa Família e as ações de capacitação das organizações do sistema ‘S’, assim os benefícios chegarão aos pais que serão atendidos com formação para o trabalho e também receberão recursos para iniciar um pequeno negócio ou até mesmo entrar no mercado de trabalho”, explicou Hildo Rocha.

Economia solidária

De acordo com o parlamentar, essa possibilidade torna-se bastante viável porque as ações referentes a capacitação e economia solidária, antes realizadas pelo extinto Ministério do Trabalho, agora estão sob a responsabilidade do Ministério da Cidadania.

“Os desafios são imensos, mas, existem soluções, dentre as quais as que apresentei ao Ministro. É imprescindível que haja maior apoio aos moradores de áreas rurais que também merecem e precisam do apoio dos poderes públicos”, destacou o deputado.

Benefícios para o Maranhão

Hildo Rocha enfatizou que também discutiu acerca de projetos para o Maranhão.

“Eu não poderia desperdiçar a oportunidade de tratar sobre as demandas do Maranhão, Estado que represento no Congresso Nacional. A reunião foi proveitosa e eu estou bastante otimista. Com força, foco e fé, haveremos de conseguir bons resultados também no setor da assistência social para o Estado do Maranhão”, afiançou.

0

Os homens fortes do segundo mandato de Flávio Dino…

Felipe Camarão, Carlos Lula e Diego Galdino figuram como personagens principais na nova configuração do governo; e devem ganhar a companhia de Rogério Cafeteira e Rubens júnior

 

Felipe Camarão e Diego Galdino ganharam chancela de Flávio Dino para o segundo mandato

Qualquer que seja o desempenho do governo Flávio Dino (PCdoB) neste segundo mandato, o próprio governador já definiu seus homens fortes.

Felipe Camarão, na Educação; Carlos Lula, na Saúde; e Diego Galdino, na Cultura ganharam projeção ao serem confirmados por Dino antes mesmo do início do segundo mandato.

Independentemente da análise de desempenho das pastas que eles comandam, o governador deu a eles a condição de homens-fortes ao confirmar a continuidade de suas ações.

E em breve, Camarão, Lula e Galdino deverão ter companhia de outros prestigiados por Flávio Dino.

Rubens Pereira tem projeto para 2022; e a presença no governo pode catapultar este projeto

É o caso, por exemplo, do atual líder do governo na Assembleia Legislativa, Rogério Cafeteira (DEM), que deve ocupar uma vaga na gestão comunista.

Outro cotado para estar na linha de frente do segundo mandato é o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

Mesmo porque, o parlamentar tem foco na sucessão do próprio Flávio Dino, onde deve figurar como opção.

Mas esta é uma outra história…

1

CPI da Cyrela: diretor da empresa é ouvido em São Paulo…

Antonio Carlos Zorzi foi ouvido na sede da Assembleia Legislativa paulistas, com a presença dos deputados Zé Inácio, Rogério Cafeteira, César Pires e Vinícius Louro

 

Sob a presidência de Zé Inácio, deputados foram a São Paulo ouvir dono da Cyrella

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga irregularidades nas obras residenciais da construtora Cyrela, em São Luís, ouviu, nesta quinta-feira (17), o diretor do grupo, Antônio Carlos Zorzi.

Ele foi ouvido  na sede da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) pelos deputados Zé Inácio (PT), presidente da CPI; Rogério Cafeteira (DEM), relator; César Pires (PV) e Vinicius Louro (PR), também integrantes da comissão.

No depoimento, o diretor do Grupo Cyrela respondeu aos questionamentos sobre os projetos de engenharia e arquitetura, além da emissão das licenças necessárias para a construção dos condomínios Jardins de Toscana e Provence, Residencial Vitória e Pleno Residencial.

– A Cyrela reconhece e já pediu desculpas pelas falhas nos empreendimentos de São Luís. Estamos com uma equipe técnica atuando fortemente para sanar essas falhas – declarou o diretor, destacando que, na época, não só os empreendimento de São Luís apresentaram falhas estruturais mas, também, de outras localidades, em razão, segundo ele, de um “boom” de construções simultâneas, o que acabou comprometendo a seleção de um corpo técnico mais eficiente.

Os parlamentares indagaram, principalmente, sobre os problemas no Residencial Vitória, considerados mais graves, uma vez que a construção ocorreu em Área de Preservação Permanente, e cuja Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) foi feita às margens do Rio Paciência.

– Na sua experiência, como engenheiro de uma grande empresa, o que levou a Cyrela a cometer esse tipo de erro, de equívoco? Foi desconhecimento da legislação? – questionou o deputado Zé Inácio.

Antônio Carlos Zorzi alegou desconhecimento em relação à emissão das licenças ambientais para a construção de empreendimentos em áreas proibidas, reforçando que, em todas as construções, o setor de engenharia seguiu os projetos aprovados.

– Quando erramos não é por querermos, mas assumimos a nossa responsabilidade – disse.

Ao final da oitiva, os deputados Zé Inácio e Rogério Cafeteira, presidente e relator da CPI, respectivamente, pontuaram que o depoimento do diretor da Cyrela foi conclusivo para que seja elaborado e apresentado um relatório a contento.

– O trabalho da CPI está indo além da investigação dessa relação de consumo. Estamos tentando identificar, sobretudo, quais foram as motivações que levaram à concessão de licença ambiental, alvará de construção, Habite-se, em alguns casos, no nosso entendimento, de forma irregular. Tudo isso constará no relatório – finalizou Zé Inácio.

Os engenheiros civis Leonardo Camasseto e Jorge Gabriel Neto, que também foram convocados, não compareceram à oitiva.

Mas, em acordo com o Grupo Cyrela, devem apresentar-se para prestar esclarecimentos nesta sexta-feira (18), às 9h, também na Alesp.

2

Direita maranhense mapeia cargos federais de comunistas e sarneysistas…

Em documento encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro, grupos políticos que se fortaleceram no período eleitoral mostram quem ocupa os principais postos no estado e as consequências destas atuações

 

Flávio Dino controla o Porto do Itaqui, que a Direita Maranhense quer devolver ao Governo Federal

Não se restringe apenas à relação do governador Flávio Dino (PCdoB) com o empresário Ilson Mateus o dossiê encaminhado por uma série de grupos da direita maranhense ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Além de citar o que chamam de monopólio do Mateus no setor atacadista – favorecido por Dino, segundo o documento – o grupo, encabeçado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), propõe ações do Governo Federal no Maranhão e pede investigações em vários setores.

Um dos capítulos trata dos principais cargos federais no Maranhão.

O MBL e seus parceiros – Endireita Maranhão; Expresso liberdade; Círculo Monárquico e Movimento Brasil Conservador – citam cargos controlados por aliados do Grupo Sarney e de Flávio Dino.

– Hoje a administração do Porto [do Itaqui] está nas mãos do Governo do Estado do Maranhão, podendo ser revista a qualquer momento pelo Presidente da República. No ano de 2018 o Governo do Estado se apropriou de R$ 140 milhões de reais das contas do Porto do Itaqui, na véspera das eleições – informa o documento.

André Campos, com João Alberto; “para a direita, representantes da velha política”

Os direitistas citam ainda a presidência da Eletronorte, “cargo hoje Astrogildo Quental, histórico aliado da Família Sarney”, e a Superintendência da Funasa.

– Este cargo hoje está ocupado pelo senhor Marco André Campos da Silva, indicado pelo Ex-Senador João Alberto, e que faz parte de uma espécie de velha política – apontam.

Após apontar a histórica guerra entre sarneysistas e comunistas, MBL e seus congêneres concluem com um requerimento ao presidente:

– Pensando nisso, os grupos que neste requerimento se reúnem, vem pedir ao Governo Federal, que seja analisado todo o conteúdo aqui exposto, e que sejam tomadas providências no sentido de melhorar a vida do povo maranhense, que certamente refletirá positivamente no restante do Brasil.

O dossiê da Direita maranhense foi protocolado segunda-feira, 14, na presidência da República…

1

Eleição na Famem: Tema convoca coletiva para esta sexta-feira…

Faltando 15 dias para a eleição, atual presidente da entidade e candidato à reeleição vai conversar coma  imprensa sobre os últimos acontecimentos relacionados à disputa com o prefeito Erlânio Xavier

 

Dutra e Tema: pregação pela unidade na Famem

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Cleomar Tema Cunha (PSB), convocou a imprensa para uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, 18.

Ele deve falar sobre os últimos acontecimentos envolvendo a disputa com o também prefeito Erlânio Xavier (PDT).

Na tarde de ontem, Tema recebeu o apoio do prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), que pregou a unidade entre os prefeitos.

A coletiva de Tema foi convocada para as 15 horas, na sede da Famem.

A eleição na entidade acontece no próximo dia 30…

0

Aprovação de projeto de reforma tributária foi proeza de Hildo Rocha, afirma Hauly

Há décadas discutia-se na Câmara dos Deputados a necessidade de se aprimorar o Sistema Tributário Brasileiro. Por diversas vezes tentou-se pautar o tema. Mas a discussão nunca avançou. Isso só mudou a partir do momento em que o deputado federal Hildo Rocha puxou para si a tarefa de conduzir os debates acerca do tema.

A questão tinha tudo para novamente cair no esquecimento. Mas, desta vez foi diferente. Prevaleceu a força de vontade, de Hildo Rocha, a persistência, a capacidade técnica e a imprescindível habilidade demonstrada pelo parlamentar no articulação que culminou na aprovação do relatório do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB/PR).

Breve histórico

No início do ano de 2015 foi criada uma comissão especial de altos estudos pela Câmara Federal com a finalidade de apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição Federal (PEC) para modernizar o Sistema Tributário Brasileiro. Hildo Rocha foi eleito, pelos deputados, presidente daquele colegiado. Naquela ocasião, Rocha designou o deputado André Moura para ser o relator.

Após a ascensão do relator ao cargo de Líder do Governo no Congresso Nacional, o presidente da Comissão, deputado Hildo Rocha resolveu  designar o deputado Luís Carlos Hauly, relator da Comissão de Estudos.

Após o fim dos estudos realizados pela comissão, o relatório foi apresentado pelo deputado Hauly e aprovado. Em seguida foi criada a Comissão Especial da Reforma Tributária (PEC 293/04) para analisar e deliberar sobre a PEC proposta pela Comissão de Estudos. O deputado Hildo Rocha se candidatou a presidente da nova comissão e foi eleito por unanimidade dos deputados.

“Depois de quatro anos de trabalho conseguimos aprovar o mais importante projeto de Reforma Tributária do Brasil. Está prontinho para ser votado no plenário. Enfrentamos todas as adversidades e você, Hildo, com a sua capacidade técnica, sempre solidário e competente conseguiu essa proeza”, declarou Hauly.

Dedicação à causa

Desde que assumiu o mandato Hildo Rocha vem trabalhando para apresentar um projeto de mudança no sistema tributário nacional que acabe com a regressividade, que permite alto grau de injustiça tributária; que simplifique o sistema, para facilitar o recolhimento dos tributos e que diminua o custo do recolhimento por parte das empresas, contribuindo assim para a redução dos custos da produção.

Continuidade

O relator agradeceu por ter sido designado por Hildo Rocha, para ser o relator do projeto, e disse que o parlamentar maranhense dará continuidade ao trabalho.

“Agradeço a você, Hildo, obrigado mesmo, de coração. Que Deus sempre te abençoe. Você vai dar continuidade a esse trabalho da reforma tributária, com o Presidente Bolsonaro, com os novos presidentes da Câmara do Senado. Não podemos desperdiçar essa grande oportunidade”, disse o relator.

Articulação

Hildo Rocha informou que já solicitou, ao Chefe da Casa Civil, audiência com o Presidente Jair Bolsonaro.

“Vou apresentar ao presidente essa proposta que já está aprovada na Comissão Especial. Entendo que pode até haver pequenas modificações mas, o trabalho que Hauly fez  é esplendoroso. Portanto, nós não podemos deixar de aproveitar esse trabalho porque eu tenho certeza que com esse sistema implantado o Brasil vai voltar a crescer como crescia na década de 70 e início de 80, período conhecido como o do Milagre Econômico”, afiançou o deputado.

0

Luciano Genésio articula apoio da Baixada a Erlânio Xavier…

Prefeito de Pinheiro avalia que a chapa encabeçada pelo colega de Igarapé Grande representa a renovação e a transparência nas ações da Federação dos Municípios

 

Luciano Genésio tem sido articulador do apoio a Erlânio na região da Baixada

O prefeito de Igarapé Grande Erlânio Xavier (PDT) mostrou força ontem(16) ao reunir cerca de 130 prefeitos durante o lançamento de sua “Chapa Humberto Coutinho” à presidência da Famem. Um dos articuladores pelo apoio de grande parte dos prefeitos da Baixada, o prefeito de Pinheiro Luciano Genésio participou do evento realizado ontem no Rio Poty Hotel.

Para Luciano, a “Chapa Humberto Coutinho”, encabeçada pelo companheiro Erlânio representa renovação, transparência e mais ações pela Baixada.

“Estamos organizados. Eu, assim como a maioria dos prefeitos da Baixada nos reunimos e entendemos que precisamos de uma voz mais ativa na FAMEM e que lute pelas causas da nossa Região. Durante conversa com o candidato Erlânio ele nos garantiu, caso eleito, um olhar mais incisivo, principalmente na nossa luta pelas áreas da Saúde e Infraestrutura”.

Presença de Cleide Coutinho no evento da chapa deu ainda mais prestígio ao candidato

Luciano Genésio também destacou o apoio dos cerca de 130 prefeitos presentes no evento de ontem.

“Participar de um encontro como este e ver o apoio majoritário dos prefeitos do nosso estado significa o pensamento compartilhado de uma política limpa e transparente. E quem ganha com isso é o povo maranhense,” afirmou Luciano Genésio.

Como candidato a presidente da Famem, Erlânio defendeu transparência na aplicação dos recursos, assim como anunciou uma série de propostas que pretende colocar em prática na direção da Federação dos Municípios.

“Os associados precisam saber como os recursos arrecadados são investidos e benefício dos gestores municipais”, defendeu.

Entre as prioridades do seu plano de administrativo consta a construção da sede própria em terreno já doado pelo Governo do Estado, criação de subsede na região tocantina e reativar a Escola de Gestão Municipal que encontram com suas atividades paralisadas.

O ex-presidente da Famem, Gil Cutrim, antecessor de Tema, lamentou o fechamento da Escola de Gestão a parabenizou Erlânio pela iniciativa de reativá-la.