0

Sérgio Frota despreza torcida do Sampaio e expõe obsessão por dinheiro…

Presidente do clube maranhense que jogará contra o Fluminense (RJ) – atual campeão da Libertadores – desdenha das chances do próprio time, que, com apoio da torcida, poderia ganhar mais de R$ 3 milhões com a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil e negocia o jogo por R$ 1 milhão

 

Sérgio Frota; paixão pelo Sampaio Corrêa ou pelos louros oriundos do futebol?

Análise da Notícia

Há muitos anos se ouve nos bastidores do futebol maranhense informes dando conta de que o Sampaio Corrêa, principal clube maranhense, nunca subiu à Série A por que seu presidente, o ex-deputado estadual Sérgio Frota, sempre negociou essa classificação, por dinheiro, nas rodadas finais da Série B.

Nunca ninguém provou que Frota embolse dinheiro como presidente do Sampaio, embora seu patrimônio tenha tido considerável aumento na última década, com terrenos, imóveis e hotéis em São0 Luís; mas sua decisão de vender o jogo contra Fluminense (RJ) pela Copa do Brasil revela um desejo por dinheiro acima do prestígio futebolístico.

Ao admitir a venda do mando de campo, Frota mostra, além da falta de confiança no próprio time, também outros aspectos desonrosos de sua postura como cartola do Futebol:

  • A venda para outro estado mostra desprezo pela torcida, que poderia lotar o Castelão em apoio ao Sampaio;
  • Apoiado pela torcida, a Bolívia Querida poderia embolsar mais de R$ 3 milhões com a classificação para a próxima fase;
  • Ao jogar sem a presença majoritária de sua torcida, o time diminui as próprias chances de classificação, o que depõe contra o presidente;
  • o desinteresse pelo avanço do Sampaio na Copa do Brasil corrobora a suspeita de enriquecimento de Frota com a venda de resultados na Série B.

É preciso destacar que o Fluminense é o atual campeão da Copa Libertadores, o que garante apelo de público, mas vive um mal momento no campo, o que aumentam as chances do Sampaio.

Dede que surgiram as notícias sobre a venda do jogo Sampaio X Fluminense, torcedores e imprensa maranhense se dividem no apoio e na crítica ao presidente do Sampaio.

Mas todos concordam com uma verdade: o futebol maranhense continuará no fundo do poço com a mentalidade de dirigentes como Sérgio Frota.

É simples assim…

0

Alvo de Junior Bolinha em 2023, empresário é morto em São Luís…

Um ano depois de sofrer um atentado a mando do acusado de ser o agenciador da morte de Décio Sá é executado em uma barbearia no Anjo da Guarda exatamente na véspera do 12º aniversário de morte do jornalista

 

Felix Mendes, o Felinho, foi morto nesta segunda-feira, 22, um ano depois de sofrer atentado que resultou na morte do seu filho

O empresário e agricultor Félix da Silva Mendes Filho, o “Felinho”, foi executado na manhã desta segunda-feira, 22, em uma barbearia do Anjo da Guarda.

A informação é do jornalista Domingos Costa. (Leia aqui)

Em abril de 2023, Felinho sofreu um atentado em seu racho, na Vila Maranhão, ocasião em que executaram o seu filho,  Marcelo Mendes Martins; este blog Marco Aurélio d’Eça publicou a informação, à época, com o título “Assassino do Tech Office envolvido em outra execução”.

De acordo com a polícia, o atentado de 2023 fora encomendado pelo ex-empresário Raimundo Sales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha, acusado de ser o agenciador do pistoleiro Jhonatas de Souza, que executou o jornalista Décio Sá na noite do dia 23 de abril de 2012; 

Júnior Bolinha deveria ter enfrentado o Júri Popular pela morte de Décio Sá no último dia 4 de abril, mas o julgamento foi suspenso por causa de um documento que aponta irregularidades na obtenção das provas apresentadas pela Polícia e pelo Ministério Público nas investigações do crime contra o jornalista.

A anulação dessas provas pode levar, inclusive, à anulação de todo o caso Décio Sá, como este blog Marco Aurélio d’Eça revelou, com, exclusividade, no post “Promotor se declara suspeito e Júri do caso Décio com Júnior Bolinha é cancelado…”. 

O assassinato de Décio Sá completa 12 anos nesta terça-feira, 23…

0

Sem liga, candidatos a prefeito têm aproveitamento zero com passagem de Michele Bolsonaro…

Repercussão da visita da ex-primeira-dama a São Luís no sábado, 20, ficou restrita às redes sociais de grupos de direita, evangélicos e conservadores, sem nenhum efeito prático na campanha dos adversários do prefeito Eduardo Braide que tentam se apresentam como opção deste campo político

 

Michele Bolsonaro evitou posar ao lado de candidatos a prefeito em sua passagem por São Luís

Ensaio

São Luís tem quatro pré-candidatos a prefeito vinculados de uma forma ou de outra ao bolsonarismo:

  • o deputado estadual Dr. Yglésio Moyses (PRTB) busca claramente vincular-se ao ex-presidente e à sua família;
  • também deputado estadual, Wellington do Curso (Novo) mudou seus enunciados nas redes sociais para vincular-se à direita;
  • o prefeito Eduardo Braide (PSD) é historicamente de direita, embora não apresente nenhum traço ideológico em sua trajetória política;
  • o deputado federal Duarte Júnior (PSB) tem em seu palanque o PL, partido do próprio Bolsonaro, de quem se declarou aliado ainda em 2020.

Mas nenhum destes postulantes à prefeitura conseguiu ter aproveitamento político com a passagem da ex-primeira-dama Michele Bolsonaro (PL) pela capital maranhense no sábado, 20; os registros e a repercussão da passagem da mulher do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ficaram restritas às redes sociais de grupos evangélicos e conservadores.

Dos quatro “bolsonaristas” que disputam a prefeitura, apenas Yglésio manteve em sua página no instagram, ainda nesta segunda-feira, 22, posts do evento com Michele Bolsonaro e as mulheres do PL.

Pesquisas qualitativas feitas ainda no final de 2023 – quando o registro eleitoral não era obrigatório – mostram que entre 20% e 25% do eleitorado de São Luís tende a votar em um candidato apontado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Mas a falta de liga dos pré-candidatos que disputam este campo ideológico pode levar a uma pulverização destes eleitores; a própria Michele evitou imagens ao lado de candidatos.

Enquanto os bolsonaristas tentam, sem sucesso, vincular-se a Bolsonaro e sua família, o candidato do PDT, Fábio Câmara, corre em faixa própria, como único candidato exclusivamente  do campo do presidente Lula (PT) em São Luís.

Representado pretos, pobres e trabalhadores, a candidatura de Câmara no campo lulista será consolidada na convenção pedetista de 10 de maio, com a presneça do ministro da Previdência Carlos Lupi, representando o presidente petista.

Mas esta é uma outra história…

0

Mesmo antes de assumir, Froz Sobrinho dá nova cara ao TJ-MA…

Ainda corregedor-geral de Justiça, desembargador que assumirá  presidência do Tribunal de Justiça decidiu suspender o chefe do cartório de Caxias, acusado de extorsão, fraude e sonegação de valores ao Fundo do Judiciário, punição que pode aumentar com a chegada no novo corregedor, José Luiz Oliveira de Almeida

 

José Luiz Almeida será o corregedor de Justiça; Froz Sobrinho assumirá o comando do TJ-MA e já demarcou como deve ser sua gestão

Análise da Notícia

Prestes a assumir a presidência do Tribunal de Justiça, o desembargador  José de Ribamar Froz Sobrinho tomou uma decisão na última semana – ainda como corregedor-geral de Justiça – que pode ser um símbolo de sua gestão à frente do Judiciário maranhense.

Segundo revelou em primeira mão o blog Atual7, Froz Sobrinho decidiu afastar por 90 dias – prorrogáveis por mais 30 dias – o titular do 1º Ofício da Serventia Extrajudicial de Caxias, Aurino da Rocha Luz, acusado de extorsão, coação, fraude e sonegação de valores ao Judiciário. (Leia aqui)

A investigação contra Aurino Luz, que começou ainda em 2023, na gestão do então corregedor Marcelino Chaves Ewerton, foi noticiada, com exclusividade, neste blog Marco Aurélio d’Eça no post “Corregedoria-Geral de Justiça vai investigar dono de cartório acusado de extorsão em Caxias…”.

Mais do que punir um serventuário recorrente em denúncias de corrupção desde a sua entrada no TJ-MA, ainda em 2011, a decisão de Froz Sobrinho dá uma ideia de como será sua gestão à frente do Tribunal de Justiça do Maranhão, marcado nos últimos anos por notícias não tão elogiáveis. (Saiba mais aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui)

Com relação a Aurino da Rocha Luz, sua punição é até considerada leve, diante de todas as provas apresentadas contra ele, mas pode piorar com a chegada do novo corregedor-geral de Justiça, que assume junto com Froz Sobrinho.

E é ninguém menos que o desembargador José Luiz Oliveira de Almeida…

0

Aliados querem Wellington concorrendo à Câmara, mas ele reafirma candidatura a prefeito

Com o mandato já cassado pela Justiça Eleitoral – e ainda atuando por força de recursos – deputado estadual tem sido aconselhado por amigos a tentar eleger-se à Câmara Municipal e garantir espaço político até as eleições de 2026, mas ele pretende mesmo disputa a sucessão do prefeito Eduardo Braide

 

Wellington é visto como vereador eleito pelo Novo, mas o deputado já decidiu que vai mesmo concorrer à Prefeitura de São Luís

O deputado estadual Wellington do Curso (Novo) tem ouvido conselhos de amigos, correligionários e aliados políticos para que dispute uma vaga na Câmara Municipal de São Luís.

Com o mandato na Assembleia Legislativa já cassado pela Justiça Eleitoral – e mantido no cargo por força de recursos – o parlamentar garantiria, com a eventual eleição de vereador, presença política até 2026, quando poderia concorrer novamente a deputado.

A estratégia nem é levada em conta pelo deputado, que garante sua candidatura a prefeito pelo partido Novo.

– Sei que teria amplas chances de me eleger vereador, mas vou mesmo disputar a prefeitura e chegar ao segundo turno – disse o deputado, há uma semana, em conversa com este blog Marco Aurélio d’Eça no Comitê de Imprensa da Assembleia.

Ao contrário do também cassado colega Fernando Braide (PSD) – que tem feito fortes contrapontos à decisão em discursos na Alema – Wellington tem evitado falar do julgamento do TRE-MA por que pretende focar na candidatura a prefeito, embora tenha sido aconselhado à disputa pela Câmara Municipal até mesmo pelos correligionários do Novo. 

O raciocínio dos aliados leva em conta o seguinte:

  • Se ficar dois anos sem mandato, ele corre o risco de não conseguir mais retornar à cena política;
  • A Justiça Eleitoral deve confirmar a perda do mandato de Fernando Braide e Wellington até o fim de 2024;
  • caso eleja-se vereador, o deputado assumiria mandato já em 2025, e garantia espaço de poder para concorrer em 2026.

Mesmo perdendo o mandato em última instância, Wellington não teria os direitos políticos cassados, e poderia disputar vaga de deputado normalmente em 2026, retornando ao debate estadual sem precisar ficar fora do debate eleitoral.

O deputado tem até às convenções de julho e agosto para decidir a que concorrer…

0

Em encontro com Juventude do PDT, Fábio Câmara fala de analfabetismo e inclusão digital

Lembrando que entre os maranhenses há 600 mil entre 15 e 35 anos que não conseguem ler, escrever, fazer cálculos ou contar sua história, pré-candidato a prefeito de São Luís debateu com a União da Juventude Socialista (UJS) formas de dar ao jovem a capacidade não apenas de estar conectado, mas que tenha inclusão social, educacional e humana

 

Jovens iniciantes na Juventude Socialista do PDT; projeto para inclusão anão apenas digital, mas social e educacional

O pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís, ex-vereador Fábio Câmara, teve importante encontro neste sábado, 20, com a União da Juventude Socialista (UJS) para apresentar suas plataformas de campanha a mais este segmento do partido; em sua palestra, Câmara falou sobre inclusão digital, acesso à internet, mas ressaltou a importância de incluir mais de 600 mil maranhenses educacional e socialmente.

– O PDT e nossa juventude precisam focar no fato de que entre os conterrâneos, maranhenses como nós, entre os 15 e os 35 anos de idade, há aproximadamente 600 mil analfabetos, mulheres e homens privados de ler, de escrever e de contar ou calcular suas vidas e histórias. Incluir digital e socialmente a nossa juventude é compromisso fundamental que o nosso projeto assume aqui e agora com todas e com todos vocês. Mas, para além disso, nós convidamos os jovens a somarem conosco nesse imenso desafio que é erradicar o analfabetismo da capital do Maranhão, entendendo que só assim será possível fazer inclusão plena: educacional, social, digital e humana – pregou o pré-candidato.

O encontro com a juventude pedetista faz parte da rodada de conversas que Fábio Câmara está tendo com todos os segmentos do PDT, como preparatórios para a convenção estadual do partido, marcada para o dia 10 de maio, com a presença do senador Weverton Rocha e do ministro da Previdência Social Carlos Lupi, representando o presidente Lula (PT).

Fábio Câmara falou para uma plateia de jovens militantes pedetistas e pediu participação na formação de um Plano de Governo

Fábio Câmara propôs à jovem militância do PDT que o ajude a construir dois eixos principais:

  • 1 –  elaborar e a executar um Plano de Governo onde a acessibilidade digital seja uma realidade para quem é cidadão do presente ocupado em construir cidadania do futuro;
  • 2 – firmar compromisso com o trabalhador e com a trabalhadora e com a qualidade de vida das pessoas antes mesmo da existência de negócios e de empresas.

Neste aspecto o candidato do PDT a prefeito vem desde setembro estudando todos os aspectos da capital maranhense, desde a sua infraestrutura, saúde e educação, passando pelos aspectos culturais, o turismo e, sobretudo, a qualidade de vida de cada um dos cidadãos.

Para isso, ele é o único candidato a ter aulas diárias com especialistas em todas essas áreas. (Saiba mais aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui)

A reunião organizada pela UJS pedetista reuniu antigos e novos militantes do PDT na sede do partido, no Centro de São Luís

Com a consciência da capacidade de conectividade dos jovens atuais e sua imersão na internet, o candidato pedetista vê um desafio não apenas em garantir a esta parcela da sociedade maior espaço no setor digital, mas preparar toda a sociedade para a inclusão plena.

– Se é verdade que as empresas que estão fora da internet não existem, e que pessoas que estão fora da internet estão marginalizadas de diversos novos mundos, então, o que dizer de quem não sabe a cartilha do ABC e é cego para a tabuada? Incluir digital e socialmente a nossa juventude é compromisso fundamental que o nosso projeto assume aqui e agora com todas e com todos vocês – declarou o pré-candidato.,

Até o dia 10 de maio, Fábio Câmara voltará a se reunir com representantes dos segmentos de mulheres, dos negros, do grupo LGBTQIA+ e do  meio ambiente.

Paralelo à essa agenda, ele se reúne diariamente com lideranças comunitárias, empresários, líderes políticos e formadores de opinião.

A convenção estadual do PDT será na Assembleia Legislativa…

0

Felipe Camarão agora se chama também Awgãnã, “o que tudo suporta”…

Em homenagem ao Dia dos Povos Indígenas, vice-governador foi batizado em ritual do povo Canela, em evento na Aldeia Escalvado. Recebeu mãe, pai, irmã e avós da etnia, que passarão a interceder por ele entre os deuses; e ele ganha a responsabilidade de também cuidar da comunidade

 

Awgãnã perfilado com sua família Canela, já com as indumentárias para o ritual de batismo indígena: “aquele que tudo suporta”

O vice-governador Felipe Camarão (PT) foi batizado pelo povo indígena Canela, na Aldeia Escalvado, em ritual que ocorreu na última sexta-feira, 19.

Acompanhando o governador Carlos Brandão (PSB) na entrega de obras e benefícios para os povos originários maranhenses – entre elas uma nova escola na aldeia – Camarão participou do ritual de batismo, que dá a ele uma nova família.

Com o batismo, Felipe passa a ser membro da comunidade indígena:

  • Se chamará Awgãnã (Leia-se Alganan), que significa “guerreiro”, “resistente” e “aquele que tudo suporta”;
  • Após batizado, o vice-governador passa a ter pai, mãe, irmã e avós entre o povo Canela.

– Eu sou escolhido por uma família, com mãe, pai, irmã e meus avós indígenas; uma das senhoras carrega na cabeça uma panela com comida – uma espécie de baião ou risoto – e eu também seguro panelas; ao chegar no local, eu tiro esses panos que estão amarados em minha cabeça e na barriga, recebo o nome e a comida é distribuída pra toda a família indígena; a partir deste momento eles ficam fazendo as orações por  mim  e eu fico com a responsabilidade de também cuidar da comunidade – explicou a este blog Marco Aurélio d’Eça o próprio Felipe Camarão.

 

O vice-governador sendo preparado para o ritual de batismo na Aldeia Escalvado, do povo Canela, após entrega de obras na comunidade

O governador  Brandão também esteve na aldeia Escalvado, mas usou apenas um pequeno cocar, espécie de fita amarrada na cabeça; ele estava com uma camisa estilizada com motivos dos povos originários.

A escola entregue por Carlos Brandão e Felipe Camarão é a maior em área indígena no Maranhão, com capacidade para atender cerca de mil estudantes… 

0

Eudes Barros: o exemplo de gestor eficiente que vem da Raposa

Com forte aprovação popular, secretariado fortemente técnico  para enfrentamento dos desafios estruturais históricos, prefeito vai pavimentando a reeleição, garantindo o favoritismo eleitoral mesmo sob ataque de setores da mídia, inclusive dos grandes veículos

 

O prefeito Eudes Barros (PL), que lidera a cidade turística de Raposa, situada na região metropolitana de São Luís, tem se destacado como um exemplo para outros gestores do Maranhão, especialmente no que diz respeito à sua forte aprovação popular durante o período pré-eleitoral.

Enquanto é comum associar eleições em cidades pequenas à compra de votos, o atual prefeito de Raposa desafia essa ideia ao demonstrar uma gestão séria e comprometida com os interesses reais da população local.

Eudes modernizou a administração pública municipal ao formar um secretariado composto majoritariamente por profissionais técnicos, os quais são cobrados por seu empenho nos trabalhos e por apresentarem soluções para os problemas enfrentados pela cidade.

Diferentemente de gestões anteriores, onde os secretários eram nomeados por razões puramente políticas ou por terem participado ativamente das campanhas eleitorais, Eudes delega responsabilidades e toma decisões embasadas em pareceres técnicos.

A gestão do prefeito Eudes Barros tem transformado Raposa, recebendo altas avaliações por parte dos moradores da cidade turística e pesqueira.

Apesar dos desafios estruturais enfrentados, muitos dos quais decorrentes da inércia de gestões passadas, que resultaram em quase três décadas de negligência, a história começou a mudar com as iniciativas implementadas por Eudes desde o início de sua gestão.

Na área da Educação, Eudes priorizou o ensino em tempo integral, realizou reformas significativas em escolas e garantiu a climatização das salas de aula, além de valorizar os profissionais da educação.

Ele reconhece que uma educação de qualidade é fundamental para o verdadeiro desenvolvimento do município.

Quanto à Saúde, o prefeito estabeleceu parcerias com o Estado, promoveu reformas e ampliações no único hospital municipal, aprimorou o atendimento ao público e dedicou uma atenção especial às crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), algo inédito na história do município.

 

Eudes Barros foi responsável por valorizar a classe artística local, tornando-se a primeira gestão municipal a contratar um grande número de artistas locais para eventos públicos.

Além disso, ele trabalhou incansavelmente para garantir que os artistas da cidade não fossem excluídos dos recursos federais destinados ao fomento da cultura, como as leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc, algo inédito em gestões anteriores.

No setor do Turismo, Raposa alcançou um destaque sem precedentes a nível estadual e nacional sob a liderança do prefeito Eudes.

Parcerias com o Sebrae, ações de qualificação dos profissionais do turismo local e uma maior divulgação dos atrativos turísticos da cidade foram algumas das metas da atual gestão.

Mesmo enfrentando ataques ferrenhos por parte da oposição ao longo de quase quatro anos, inclusive por meio de grandes veículos de comunicação, Eudes Barros continua sendo o favorito nas ruas e nas redes sociais.

Este blog Marco Aurélio d’Eça arrisca afirmar que Eudes Barros tem oferecido uma verdadeira lição de gestão pública a todos os ex-prefeitos que passaram por Raposa e pode servir de exemplo para outros prefeitos de outras cidades no Maranhão.

0

Descaso com Odylo Costa, filho vem desde o governo Flávio Dino…

Emenda da então deputada federal Eliziane Gama, em 2016, deveria resultar na reforma do centro de artes – que reúne cinema, teatro, artes plásticas e outras atividades culturais – mas o espaço foi fechado em 2020 pelo governo Flávio Dino, ação ignorada em 2022 por artistas e ativistas, que chegaram a ser cobrados por este blog Marco Aurélio d’Eça após manifestação contra o Circo-Escola, da prefeitura, diante do silêncio contra o fechamento do espaço do governo

Artistas e ativistas que saíram às ruas do Centro Histórico, em 2022, em defesa do Circo Escola, mas ignoraram o já então abandonado Odylo Costa, filho

Análise da Notícia

Este blog Marco Aurélio d’Eça publicou em fevereiro de 2022 o post “Cadê também o Odylo Costa, filho, artistas?!?.

Tratava-se de uma crítica a um movimento de artistas autodenominado “Cadê o Circo?”, que cobrava da gestão do prefeito Eduardo Braide (PSD) a desativação do Circo Escola, fechado desde o final do governo João Castelo (PSDB) e mantido esquecido por toda a gestão Edivaldo Júnior (PTC/PDT).

– O mesmo movimento, que, inclusive, já fez ação na região da Praia Grande, faz vista grossa ou ignora solenemente a desativação completa de todas as atividades do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho –provocou o post; à época, o Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, completava mais de dois anos que havia sido desativado pelo então governo Flávio Dino (PCdoB), queridinho dos mesmos artistas que cobravam Braide.

 

Desativado e abandonado no governo Flávio Dino, o Odylo Costa, filho, vinha sendo vilipendiado no governo Carlos Brandão

Essa mesma classe artística – “unifocal, torta e direcionada”, como destacou este blog Marco Aurélio d’Eça no post sobre o Circo Escola – agora retoma a cobrança pelo abandono do centro de criatividade, um das importantes espaços de arte e cultura da capital maranhense; além de abandonado, no governo Carlos Brandão (PSB) o Odylo começava a ser também saqueado.

Este mesmo blog Marco Aurélio d’Eça também publicou ainda em dezembro de 2016, o post “Eliziane destina emenda para reforma do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho”.

– A deputada federal Eliziane Gama participou nesta sexta-feira (16) da cerimônia de assinatura do convênio entre o Governo do Maranhão, a Secretaria de Cultura e Turismo, a Caixa Econômica Federal e a Agência Nacional do Cinema (Ancine), órgão veiculado ao Ministério da Cultura – explicou o texto.

 

Mesmo com o convênio – e com a destinação de emenda, não apenas de Eliziane, mas de outros parlamentares – não se tem notícia de nenhuma reforma no centro de artes, que acabou fechado pouco mais de três anos depois.

E permanece jogado à própria sorte há quase cinco anos…

0

Juscelino Filho conquista campus do IFMA para Vitorino Freire

A transformação do atual Centro de Referência foi garantida por meio de portaria do MEC publicada nesta sexta-feira; obra sempre contou com recursos de emendas parlamentares de autoria de Juscelino Filho

 

Foi publicada, no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 19, a portaria do Ministério da Educação que transforma dois Centros de Referência do Instituto Federal do Maranhão em campus universitário: o das cidades de Vitorino Freire e Mirinzal. O documento foi assinado ontem pelo ministro Camilo Santana, durante reunião com o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

“Especificamente em relação a Vitorino Freire, essa importante conquista é fruto de muita luta nossa. Até o meio do ano, com a presença do ministro Camilo Santana, vamos inaugurar esse campus, cujas obras físicas já estão 90% concluídas. Em nome de toda a população de Vitorino e região, quero agradecer ao ministro e ao presidente Lula por esse avanço”, disse Juscelino.

O ministro das Comunicações lembrou que sempre destinou verbas para o IFMA de Vitorino Freire.

“As obras foram iniciadas com recursos de emenda parlamentar de minha autoria, e desde então, fiz isso todos os anos. E neste ano, também por meio de emendas impositivas, assegurei os valores para equipar toda a unidade”, relatou Juscelino Filho.

O ministro da Educação, Camilo Santana, enalteceu o compromisso do presidente Lula e do MEC com os Institutos Federais.

“Parabéns, ministro Juscelino, por essa conquista. Quando chegamos aqui, havia três institutos prontos para serem transformados em campus no estado. Nós já tínhamos assinado a portaria de um deles, e agora de Vitorino e Mirinzal, os tornando campus para atender melhor nossos alunos e professores. Lembrando que o Maranhão vai ganhar novos Institutos Federais, também já anunciados pelo presidente Lula. ”, afirmou.

Da assessoria