0

E a caixa preta do Judiciário?!?

Citação de compra de dois juízes e pagamento de propina a um procurador força a divulgação, urgente, de todo o conteúdo das delações que se referem ao Judiciário, ainda mantidas em sigilo pelo próprio Judiciário

DESABAFO Cafeteira pede investigação no Judiciário; e nessas horas, ainda corre risco de sofrer perseguição de juízes

O deputado e líder do governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa, Rogério Cafeteira (PSB), fez o alerta ainda na sexta-feira, 19, no auge da crise política criada pela delação do empresário Joesley Batista.

– Será que também não está na hora de derrubar o sigilo, da parte da delação da Odebrecht que fala de membros do Judiciário? – perguntou o parlamentar, em seu perfil no Twitter.

De fato, já está na hora.

A relações subterrâneas mostradas não apenas na delação de Joesley Batista como de vários delatores da Lava Jato mostram que é preciso desbaratar, também eventuais crimes ocorridos no bojo do Judiciário.

CONSPIRAÇÃO O advogado e o procurador presos:  um pagava ao outro por informações privilegiadas

E são muitos os elementos de suspeição; não apenas no caso do procurador da própria força-tarefa da Lava Jato, que vendia informações das operações aos envolvidos, mas em outros casos que precisam explicações.

Exemplo 1: a mulher do ministro do STF Gilmar Mendes atua como advogada na banca que defende o empresário Eike Batista.

E quem mandou soltar Eike? Gilmar Mendes.

Exemplo 2: a filha do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, é advogada de uma das empreiteiras citadas no bojo da Operação Lava Jato a OAS.

E quem comanda a investigação da OAS? Rodrigo Janot.

Como se vê, é fundamental que se livre o Brasil de maus políticos espalhados por esta terra.

Mas é imprescindível que se purifique também o Poder Judiciário.

Simples assim…

0

A forte atuação municipalista de Hildo Rocha…

Ex-presidente da Famem, ex-diretor regional da CNM, deputado federal maranhense foi reconhecido pelas entidades durante a última Marcha de Prefeitos a Brasília

 

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) foi o parlamentar maranhense mais cumprimentado por prefeitos de todo o pais que participaram da XX Marcha dos Prefeitos a Brasília, promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Nem poderia ser diferente. Hildo Rocha tem uma trajetória reconhecida no municipalismo.

Atual deputado federal, ele foi presidente da Federação dos Município do Maranhão e diretor regional da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a maior e mais influente entidade municipalista do Brasil.

– Participei de todas as edições das Marchas a Brasília. Estive na primeira, quando exercia o cargo de prefeito de Cantanhede; depois na condição de Secretário de Estado de Articulação Política do governo do Maranhão e agora como deputado federal – destacou Rocha.

Hildo Rocha foi convidado pela CNM para fazer palestra no evento municipalista mais importante do país.

Na plateia estavam milhares de prefeitos, secretários municipais, técnicos, assessores, vereadores e membros de todas as esferas do poder público.

– Eu entendo que a força tem que estar nos municípios porque é nos municípios que moram as pessoas que de fato sabem quais são as suas necessidades e, por estarem mais próximos dos gestores podem cobrar as ações dos governantes municipais – afirmou Hildo Rocha.

Durante a caminhada rumo ao Congresso Nacional, em 2014, Hildo Rocha defendia a bandeira do municipalismo.

O compromisso tem sido honrado a contento fato que pode ser confirmado por diversas homenagens prestadas por entidades municipalistas de todo o país e frequentes elogios feitos pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski.

0

Ministério Público vai pedir novas diligências contra Flávio Dino…

Documento da Procuradoria-Geral da República deve ser encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça, a quem cabe decidir  se autoriza ou não a investigação contra o governador maranhense

 

PROPINA
Dino é acusado de receber R$ 200 mil

A força-tarefa da Operação Lava Jato está finalizando um documento que será encaminhando ao Superior Tribunal de Justiça.

Trata-se de um aditivo ao inquérito já em tramitação no STJ.

No novo documento, é apresentada razões para que a Polícia Federal seja autorizada a realizar novas diligências contra os governadores denunciados por delatores da Construtora Odebrecht.

Entre eles o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Dino foi acusado por um dos executivos da Odebrecht de ter recebido R$ 200 mil em, propina nas eleições de 2010.

A força-tarefa quer que a Polícia Federal faça diligências para colher mais provas contra o governador.

Relator do caso no STJ, o ministro Luiz Felipe Salomão decidiu aguardar esses aditivos da PGR para, só então, decidir se autoriza ou não as investigações contra os governadores.

É aguardar e conferir…

0

PMDB, PSDB, PTN e PMN no mesmo palanque…

Chapa com Eduardo Braide disputando o governo, tendo Maura Jorge de vice, Roseana Sarney e Sebastião madeira de candidatos a senador é vista por muitos como quase imbatível em 2018

 

CHAPA FORTE
Roseana, Eduardo Maura e Madeira: grupos pregam a união de partidos

O assunto ainda é incipiente, mas ganha cada vez mais relevância nas rodas de conversa sobre as eleições de 2018.

Aliados da governadora Roseana Sarney (PMDB), do ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB), do deputado estadual Eduardo Braide (PMN) e da ex-deputada Maura Jorge (PTN – ou Podemos) defendem uma aliança do quarteto em 2018

A ideia é formar uma chapa majoritária com os quatro.

Eduardo Braide seria o candidato a governador, tendo Maura Jorge de vice; Roseana Sarney e Sebastião Madeira disputariam as duas vagas de senador na coligação.

Nenhum deles fala oficialmente sobre a possibilidade, mas pelo menos alguns admitem já ter sido sondados sobre a ideia.

E mostram-se, no mínimo, empolgados…

0

Domingo deve ser de “Fora Temer” em todo o país…

Manifestações que começaram ainda na quarta-feira, após delação envolvendo o presidente, vêm ganhando corpo ao longo dos dias, e deve culminar com fortes atos nas principais capitais

 

RENÚNCIA JÁ
Populares têm ido cada vez mai às ruas das capitais par protestar contra Temer

Centrais sindicais, movimentos sociais, membros da sociedade civil e populares de forma isolada devem ir às ruas neste domingo, 21, em manifestações pela renúncia do presidente Michel Temer (PMDB).

O protestos começaram ainda na quarta-feira, 17, e vêm ganhando corpo desde que o presidente apareceu em delação premiada do dono do Frigorífico JBS, Joesley Batista.

Lideranças sindicais e políticas confirmam manifestações em todas as capitais brasileiras, ao longo do dia.

Os protestos pedem claramente a renúncia do presidente da República…

0

Recordar é viver: amigos do peito… e de Lava Jato…

As imagens abaixo são recordações compiladas da Internet para lembrar os colóquios entre o governador Flávio Dino e o presidente do PSDB, Aécio Neves, que estiveram juntos nas eleições de 2014 e caminham para continuar em 2018

 

DO PEITO
Aécio demonstra forte intimidade com Flávio Dino, que usa até adesivo com o número do candidato a presidente

 

TODOS JUNTOS
Aqui Flávio Dino aparece ao lado de Aécio e do seu indicado no Maranhão em 2014, o vice-governador Carlos Brandão

 

PÉ DE OUVIDO
Flávio Dino ouve o então candidato a presidente, hoje afastado do mandato por recebimento de propina de R$ 2 milhões

 

0

Deputados discutem crise e desemprego em Açailândida…

Comissão coordenada pelo deputado Eduardo Braide discute os problemas enfrentados pelo polo siderúrgico e soluções para alavancar o setor

 

Os deputados com empresários e representantes da classe política em Açailândia

Os deputados Eduardo Braide (PMN), Zé Inácio (PT), Vinícius Louro (PR), Marco Aurélio (PCdoB) e Wellington do Curso (PP) estão desde a sexta-feira, 19, em Açailândia.

Eles discutem com empresários, associações de classe, populares e classe política soluções para a crise do polo siderúrgico, que já fechou milhares de postos de trabalho.

Após a audiência, Eduardo Braide permanecerá na região tocantina, onde pretende manter contatos políticos e articulações partidárias.

Mas esta é uma outra história…

0

Um choque de realidade…

Self-made man que construiu uma das maiores lavanderias nos governos de Lula e do PT surgiu só agora como personagem da Lava Jato; Mas o que ele diz, se vale para Aécio Neves, deve valer também para Lula

 

BOLAS DA VEZ
Aécio Neves e Michel Temer foram os alvos da delação do dono da Friboi, Joesley Batista…

Editorial

Não costumo usar a primeira pessoa para escrever neste blog. Prefiro o distanciamento ideológico, intelectual e emocional que a terceira pessoa permite.

Mas a revelação de que o bandido Joesley Batista é o novo gangster brasileiro pego na Lava Jato, exige uma posição pessoal.

Joesley saiu do nada para transformar um pequeno açougue em um frigorífico multimilionário; e virou uma espécie de lavanderia do PT.

As “caguetagens” de Joesley Batista implicam reconhecer que uma quadrilha se apoderou do Brasil nos últimos 15 anos, pelo menos.

Ora, se as revelações do dono da  JBS-Friboi servem para derrubar até o presidente Michel Temer (PMDB) por que não serviriam para botar Lula e sua turma na cadeia?

AMIGUINHOS
…Mas o criminoso já mantinha relações próximas com Lula há muito mais tempo

E é isso que me preocupa.

Talvez até pelo viés ideológico e antipaulistano – o que me leva também a ver os tipos quatrocentões com desconfiança – sempre tive um posicionamento mais leniente em relação a Lula e ao PT.

Mas Joesley Batista só se criou no governo do PT.

Foi com o PT que ele aprontou das suas, foi a partir do PT que ele internacionalizou-se, foi sob o PT que ele ganhou dinheiro.

E foi por causa do PT que ele decidiu fazer delação premiada, como todo bandido alcaguete desta fase da história do Brasil.

Pois bem; Joesley Batista revelou que pagou propina de milhões a Aécio Neves e outros. Mas também disse que mantinha uma conta no exterior, com R$ 300 milhões, controlada pelo PT, por Lula e pelos seus liderados.

O Brasil precisa ser passado a limpo.

E para ser justo, defendo – eu e este blog – que todos esses que estão passem.

Do PT ao PSDB; De Lula a Aécio Neves e Michel Temer

Melhor para o Brasil…

0

Dois pedidos de cassação de Aécio Neves…

Rede e PSOL querem a perda do mandato do senador  do PSDB por quebra do decoro parlamentar; presidenciável foi flagrado recebendo dinheiro do dono da JBS

 

CORRUPÇÃO
Aécio Neves no momento em que lia a notícia sobre seu envolvimento com propina do frigorífico JBS

Pelo menos dois partidos já entraram com pedido de cassação do mandato do senador Aécio Neves no Senado.

Rede Sustentabilidade e PSOL entendem que Aécio quebrou o decoro ao negociar – e receber – propina com o dono do Frigorífico JBS, Joesley Batista.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que o pedido de cassação se apoia em três crimes: corrupção ativa, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça.

0

Júnior Verde conduz audiência para colher demandas da Polícia Civil…

Verde, o colega Wellington, e os participantes da audiência pública

Presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) conduziu audiência pública para colher as reivindicações da Polícia Civil e encaminhar ao Governo do Estado.

A exibição de um vídeo com dados sobre a situação estrutural, salarial e funcional da Polícia Civil do Maranhão abriu os debates.

– As Leis nº 3.597/74, 4.327/81 e 8.957/09 regem a Polícia Civil do Maranhão. Somos, atualmente, 1.152 Investigadores, 316 Escrivães e 400 Delegados. Para atender a proporção de 10 mil habitantes para um delegado, um investigador e um escrivão, que é o recomendado pelos organismos de segurança, a população do Maranhão, hoje, exigiria 900 delegados, 1.400 escrivães e 3.500 investigadores – revelou José Rayol Filho, vice-presidente do SINPOL.

– Um total de 78 municípios do Maranhão, o que corresponde a 36,62%, não têm policial civil e 92 cidades não têm delegados. Tem delegado, hoje, que responde por mais de dez municípios. Temos cerca de 154 escrivães de polícia ad hoc, ou seja, nomeados pelo prefeito para exercer a função. Temos mais de 1000 presos custodiados em delegacias. As delegacias, em sua grande maioria, estão em péssimas condições – denunciou o presidente do SINPOL.

O deputado Júnior Verde encaminhou expediente ao secretário de Segurança protestando por sua ausência na audiência pública.

– Ao mesmo tempo, o convidaremos para debater com essa Comissão o Plano de Segurança Pública do Maranhão. Caso não compareça, vamos convocá-lo – declarou.

Participaram da reunião o deputado Wellington do Curso (PP), o vereador de São Luís, Professor Sá Marques (PHS), o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (SINPOL), Elton John da Rocha, o presidente da Associação Maranhense dos Escrivães de Polícia (AMEPOL), Antônio Carlos Ribeiro, e o presidente da Associação dos Delegados de Polícia (ADEPOL), Marcondes Chaves Lima.