4

João Castelo desenha o futuro…

Flávio e Castelo: acenos estimulados pelos adversários

A entrevista do prefeito João Castelo (PSDB) à TV Guará, anteontem – com o devido vazamento antecipado para ganhar mais repercussão – pode ser entendido como um recado do prefeito ao grupo Sarney.

Castelo anda irritado com algumas ações dos sarneysistas neste fim de mandato e começa a achar que não há espaço para  ele no grupo em 2014. Estimulado pelo ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), cogita, inclusive, uma aproximação do seu desafeto-mor, Flávio Dino (PCdoB).

E o próprio grupo Sarney – inadivertidamente ou não – ajuda esta operação.

Um dos fatos que mais irritaram o prefeito foi o discurso do deputado estadual Roberto Costa (PMDB), há duas semanas, pedindo ao Ministério Público o seu afastamento do cargo. Segundo apurou o blog, a atitude – com forte repercussão em blogs, jornais e rádios – foi vista por Castelo como “uma provocação desmedida a alguém já abatido”.

Outro ponto criticado pelo prefeito foi o trabalho de ajuda do grupo Sarney para evitar a votação da Lei de Zoneamento em São Luís. para Castelo, a divulgação antecipada da história foi uma ajuda convivente ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

Na entrevista ao jornalista Américo Azevedo Neto, Castelo bateu forte no desafeto Roberto Rocha (PSB), a quem chama de traidor, Definiu Edivaldo Júnior como despreparado – o que este blog já dizia desde o início da campanha – e atacou também o grupo Sarney.

Poupou apenas o próprio Flávio Dino.

Conversas com Roseana não parecem evoluir

A entrevista foi só o primeiro recado. Castelo vai submergir agora até pelo menos o final de 2013, quando deve começar a definir seu rumo eleitoral em 2014.

Ele Já chegou mesmo a cogitar estar com o grupo Sarney, mas parece ter recuado após diversos ataques pós-eleição.

De Flávio Dino, vai esperar o que vier da prefeitura. E conta com José Reinaldo para evitar que Holandinha use as auditorias da gestão castelista contra o ex-adversário.

Tudo em nome das eleições de 2014.

O lado em que o ainda prefeito estará, dependerá da capacidade de aglutinação dos grupos que disputam o poder.

E de quem menos tocar nas feridas abertas com a derrota de 2012…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Esse Castelo e vingativo e ultrapassado….so pq perdeu a eleiçao nao colocou os enfeites de Natal na cidade…. Sao luis nao teve natal…retaliaçao do Sr Joao castelo para com a populaçao apos a derrota….Ele devia se candidatar no interior pq la ele iria trabalhar 6 meses antes da eleiçao e conseguiria vencer….aqui na ilha nao papai….a taca comeu…

  2. Não conheço o trabalho de Roberto Costa, mas apludo de pé a sua alegação de que Castelo deveria ter sido afatado, pois assim se evitaria ainda mais a sangria da máquina municipal. Ademais, me dá nauseas ver Castelo se fazendo de vítima.

  3. Prezado Jornalista
    Está mesmo uma bagunça. Tem muita gente no governo que não entende de política fazendo confusão, o que poderá trazer complicações futuras. Tem até secretários com lista de demissão fazendo terrorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *