13

A verdade sobre o recurso do condenado Bira do Pindaré…

bira1

Bira: objetivo é empurrar condenação com a barriga

Desde ontem, quando o jornal O EstadoMaranhão divulgou a condenação do deputado estadual Bira do Pindaré (PT), pelo Tribunal de Contas da União – por corrupção no exercício do cargo de delegado regional do Trabalho – ele tenta confundir a opinião pública.

Ora acusa “a oligarquia Sarney” de persegui-lo; ora usa o fato de o TCU ter aceito seu recurso para negar que esteja condenado.

Mas está.

Bira de fato tem recurso tramitando no TCU, mas este recurso não tem o poder de mudar a decisão do tribunal, que foi unânime.

Trata-se de um Agravo – espécie de pedido para que os julgadores esclareçam pontos de suas decisões que ainda não estão claros para o julgado.

Nos meios jurídicos chama-se este tipo de ação de “recurso protelatório”, por que tem o objetivo de empurrar uma decisão com a barriga, evitando assim cumprir a pena pelo máximo de tempo possível.

O objetivo de Bira é exatamente este: evitar que a pena do TCU seja aplicada, o que o tiraria da eleição de 2014, já que, agora, é considerado um ficha suja.

E para isso ele conta com o apoio do chefão do comunismo Flávio Dino.

Usando tráfico de influência, Dino tem atuado nos bastidores do tribunal em Brasília para que os conselheiros do TCU deixem ad eternum a análise do recurso de Bira.

Assim, ele ficaria livre para disputar as eleições de 2014, mesmo condenado por corrupção.

Esta é a verdade dos fatos…

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

13 Comments

  1. O papel de todo jornal é informar, noticiar… A condenação do Bira é só mais uma notícia… um pouco diferente das outras pois essa estava passando despercebida e o jornal agiu cumprindo seu papel de informar o povo… Parabéns!

  2. Eita, mas tem muito corrupto pendurado na barra da saia do Flávio Dino. O comunista vai se caracterizando como um cabide de canalhas.

  3. O que que o flávio Dino tem a ver com tribunal de contas ? tu insultas a inteligência de teus leitores ? Tu sempre acha que os outros operam como teus patrões.

    Resp.; Voc~e não conhce nada dos bastidores políticos. Não sabe que muitos santos, são apenas demônios disfarçados.

  4. Contando com o deputado já é a sexta pessoa que conheço de pindaré que gosta de mexer com o alheio.

  5. Não e só o Bira que estar bichado
    Vamos por parte
    Marcelo Tavares ate hoje não explicou o desvio dos vale alimentação da assembleia

  6. Olha este recurso que vc denominou agravo no TCU, não seria um Embargos de Declaração para esclarecer algo que ficou obscuro na decisão do Ministro do TCU, pois se for Agravo pelo menos para justiça tem efeito modificativo.

  7. É incrível o “modus operandis” da turma radical do PT, será possível que não escapa um? Bira não poderia estar em melhor lugar senão nos braços de “boneco de olinda” tambem conhecido com Flavio Comunista Dino.

  8. Se já foi julgado pelo plenario do TCU já era!!
    Nao pode ser desconstituído tal entendimento por um recurso de embargo de declaração!!
    No entanto todo advogado sabe que esse recurso de Embargo, e não Agravo como voce falou, tem efeito suspensivo, logo suspende a eficácia da decisão até o julgamento do seu merito, aclarando a obscuridade e esclarecendo suposta omissão! É Protelação pura na via procedimental, e certamente arquitetada pelo comunista que odeia trabalho !!

  9. CONHEÇO ESSA PEÇA DESDE OS TEMPOS QUE ELE E OS IRMÃOS MORAVAM NO VINHAIS, NUNCA FOI DE GRANDES COISAS.ELE É MUITO É METIDINHO SÓ QUER ATACAR, MAS QUANDO É ATACADO FICA SEM SABER O QUE FAZER.

  10. Agravo não é recurso protelatório e não tem o condão de obter esclarecimentos. O recurso de embargos é do que se trata. Recurso é um direito num país democrático. Agora vc quer investigar o “paladino” da moral. Investigue o período em que ele foi presidente do Sindicato dos Bancários e da ajuda em que ele recebeu para a sua campanha de vereador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *