4

2016 já está na pauta…

http://www.luiscardoso.com.br/wp-content/uploads/2012/10/eliziane-gama-debate-mirante.jpg

Eliziane Gama é o principal contraponto a holandinha

Engana-se quem pensa que a sucessão municipal de São Luís ainda não entrou no debate político do Maranhão.

Menos de 24 horas após a definição da eleição de governador – com a vitória em 1º Turno do comunista Flávio Dino – lideranças de todas as correntes oposicionistas já estavam falando sobre a sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

E em todas as conversas a deputada estadual – e federal eleita – Eliziane Gama (PPS) era o centro das discussões.

http://www.blogdodecio.com.br/wp-content/uploads/2011/04/Neto-Evangelista-08042011.jpg

Evangelista tem a estrutura partidária

Sua estupenda votação – com mais de 133 mil votos – a credenciou como principal nome na disputa contra o atual prefeito, que tem a prerrogativa de disputar a reeleição.

E a maioria apontou um senão no projeto da deputada: a dificuldade de construção de um grupo sólido, que tenha condições de fazer a interlocução com a classe política e as demais agremiações.

Eliziane já provou ter potencial de votos inigualável, mas ainda falta-lhe esta estrutura partidária consistente.

E é aí que as lideranças que já discutem as eleições municipais apontam para outros caminhos.

http://1.bp.blogspot.com/_rT6PkCSPXW8/TUJECQ2zkqI/AAAAAAAAAqU/2yhqdjgKNt8/s400/imagesCALM75XX.jpg

Costa é uma das opções do PMDB

Veem o deputado Neto Evangelista (PSDB), por exemplo, como uma forte opção, sobretudo se o tucano Aécio Neves chegar à presidência. Pesou contra Evangelista o fraco desempenho em São Luís no pleito de domingo, mas ele atribui isso exatamente ao contraponto feito por Holandinha, que tenta tirá-lo do páreo.

Outros nomes também mostraram força eleitoral na capital – o deputado Roberto Costa (PMDB), o vereador Fábio Câmara (PMDB) e o agora suplente de deputado Yglesio Moyses (PT) são alguns exemplos.

E nas avaliações primárias sobre a disputa em 2016, todos os interlocutores ouvidos ontem pelo blog têm a mesma opinião.

A de que o futuro governador Flávio Dino não deve se envolver na disputa…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Roberto Costa eleitorado para prefeitura?? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    faz mi rir. não é relogio de parede e brinquedo de dois reais nos dias da criança que ele vai conseguir isso, muito longe, nada como deputado estadual este homem fez ou tem feito por nosso estado.

  2. Ou seja, tudo vai depender, do comprometimento que o futuro governo terá com a PMSL e o atual Gestor. Pois, o que se sabe, é que ambos, irão arregaçar as mangas e colocar o projeto de reeleição de Edivaldo de pé. Portanto, eles que procuram mostrar serviço. Tem cerca de 18 meses para isso, tempo suficiente para 2 “gestações”. Dinheiro das esferas Estadual e Federal (independente de quem ganhar a cadeira de presidente), não faltará. Quanto a nós, vamos aguardar passar o ano de 2015, para vermos o que acontece. Este signatário, não vendo nada de “novo”, é o primeiro a mudar seu voto (seja pra quem for), assim, como estaremos de olho no governo em 2018. Simples Assim !!!

  3. Agora um registro preciso fazer, pois a Bia mesmo andando de muletas e sumida por quase 02 anos e em menos de 15 dias andou ainda conseguiu dar ao Adriano Sarney (755 votos) e ao Sarney Filho (712), apesar da campanha e rejeição contra a família Sarney e o grupo do prefeito. Mostra que ela ainda tem seus votinhos, imaginem se ela tivesse trabalhado nos três meses de campanha? Culpa de quem? da rejeição de Josemar. Tomem cuidado, pois mesmo não podendo se candidatar ela interfere e muito ainda no eleitorado do Paço.

  4. Roberto Costa opção do PMDB? Mas a nova liderança que surgiu nessas eleições não era o Lobão 30? Por que ele não tenta a prefeitura ou é medo de outra taca ainda mais vexaminosa, tal qual levou Macaxeira? Ninguém nunca mais vai ouvir falar nesse Lobãozinho aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *