3

Prefeito de Santa Inês solicita permanência do delegado Valter Costa…

Solicitação representa reconhecimento pelos ótimos serviços prestados pelo titular da Delegacia Regional de Polícia Civil

 

Ribamar Alves com o delegado: reconhecimento

Ribamar Alves com o delegado Valter Costa: reconhecimento

Considerando o ótimo trabalho prestado pelo delegado Valter Costa dos Santos, titular da 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil do Maranhão – sediada em Santa Inês –, o prefeito Ribamar Alves enviou ofício, através do Departamento Jurídico da Prefeitura Municipal, solicitando do secretário de Estado de Segurança a permanência do policial à frente desta Regional.

Endereçado Jefferson Portela, o ofício diz que Valter Costa é um “profissional qualificado, competente, e com grandes serviços prestados nesta regional, onde atua com firmeza no combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas, o que tem reduzido o índice de violência na região”.

Valter Costa é titular da Delegacia Regional de Polícia Civil de Santa Inês desde março do ano de 2010.

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. UM DELEGADO DESCARADO DESSE, DEVERIA TER VERGONHA NA CARA E NÃO FICAR SE HUMILHANDO, PEDINDO PRA SEUS APOIADORES, CÚMPLICES DA ROUBALHEIRA, INTERCEDER POR ELE, A GRANDE VERDADE É QUE ESSE REGIONAL VAGABUNDO É MANCOMUNADO COM OS GRANDES TRAFICANTES DA REGIÃO, QUE PAGA UMA MESADA PRA ELE NÃO MEXER COM ELES, ISSO É UM PILANTRA E GRAÇAS A DEUS ELE VAI ESTAR LONGE DE SANTA INES!!! SÓ FALTA ESSE PREFEITO PEDÓFILO SAIR, ESSE ANO ELE VAZA!!!!

  2. A interferência política em certas áreas deve ser combatida com todas as forças por ser nociva aos interesses da população, imoral e atentar contra os princípios democráticos.
    Delegado(a), promotor(a), juiz(a) ou qualquer outro agente público não pode ter suas ações pautada por qualquer outra coisa que não seja o interesse coletivo e o respeito ao que determina a lei.
    Interferir pela permanência de um agente público que cumpre com as suas obrigações é tão grave quanto reclamar a retirada (remoção) para atender a interesses ilegítimos.
    A população precisa conhecer as razões para tão repentina remoção já que o agente é um fiel cumpridor das obrigações e zeloso pelos ditames da lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *