0

Prefeito Eudes Sampaio prestigia encerramento de curso de panificação

Dando sequência à execução de políticas de fomento à produção e melhoria da renda no município de São José de Ribamar, o prefeito Eudes Sampaio prestigiou, na tarde da última segunda-feira (26) o encerramento do curso de Panificação. Realizado na reconstruída Cozinha-Escola, o curso é fruto de uma parceria da Prefeitura do o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

O curso atendeu 25 alunos e teve carga horária de 200 horas, sendo que foi dividido entre conteúdo teórico e prático. Ministrado por um profissional do SENAI, o curso abrangeu os conceitos mais relevantes da cozinha em panificação, passando ainda pela confecção de massas, bolos, entre outras receitas tradicionais ou inovadoras para o público que consome estes produtos.

Além disso, os alunos receberam formações sobre economia, noções de planejamento e provisão de materiais e noções de empreendedorismo para instruí-los a começar o próprio negócio.

O prefeito Eudes Sampaio fez questão de comprovar, vendo e provando, o resultado do esforço e dedicação dos alunos que fizeram receitas de dar água na boca.

Ele degustou diversas receitas que iam desde massas como a italiana brusqueta, até brioches e bolos com frutas. Na oportunidade, além de elogiar o empenho e qualidade das receitas, Eudes Sampaio destacou o trabalho importante que vem sendo realizado pela Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda (SEMAS), que vem proporcionando capacitação e abrindo portas para que muitos ribamarenses cresçam financeiramente e galguem as vagas mais promissoras no mercado de trabalho.

“Cursos como este são muito importantes, que marcam a vida das pessoas que participam. A assistência prestada pela SEMAS é algo extraordinário, mas o mais fecundo é o esforço que se faz na área do trabalho e renda, porque isso que vocês aprenderam, ninguém nunca irá tirar, é o conhecimento”, lembrou o gestor.

Atualmente no Brasil uma das áreas que mais vem apresentando crescimento é a da panificação, sendo uma das que mais gera renda e movimenta a economia do País. De acordo com Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), o faturamento desse setor chega a R$ 92,63 bilhões ao ano, e deve continuar crescendo.

Para a tecnóloga em alimentos e instrutora do SENAI, Nataliene Câmara, cursos como este que foi ministrado por ela certificam o interesse das pessoas em buscar cada vez mais capacitação e oportunidades de crescer em know-how e carreira. Ela afirma que o conhecimento que foi transmitido aos alunos não se limitou a apostilas e temática proposta no curso, mas buscou incentivar a criatividade e capacidade empreendedora de cada um.

“Todos foram bem formados e a formação foi para além do técnico, buscamos proporcionar ferramentas para que eles mesmos possam criar receitas inéditas, inovar e se destacar no mercado, que hoje é bastante competitivo”, ressaltou Nataliene.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *