3

Famem e Exército vão reabrir 48 juntas do Serviço Militar

Membros do Exército e da Famem abrem curso para as JSM

A federação dos Municípios (Famem) e o comando do Exército no Maranhão iniciaram ontem o Curso de Capacitação para Secretários de Juntas de Serviço Militar.

O curso será ministrado por oficiais do Exército e tem o objetivo de preparar quadros para reabertura das juntas no interior.

– É uma articulação pela cidadadia de milhares de jovens maranhenses. A falta de alistamento também provoca a exclusão social por que distancia os jovens de vários direitos – declarou o secretário-geral da Famem, prefeito Juarez Lima.

No Maranhão, apenas 144 municípios dispõem de Juntas do Serviço Militar. A Constituição Federal obriga os gestores municipais a instalar estas JSM, comandadas pelos prefeitos.

Na solenidade de abertura, obntem, os representantes do Ministério Público aprovaram a iniciativa da Famem de conscientizar os gestores e preparar técnicos.

O curso de capacitação de secretátrios de juntas – que vai até o dia 16, na Escola de Gestão da Famem – será ccoordeano pelo chefe da 27ª Circunscrição do Serviço Militar, tenente-coronel Pedro Moreira.

Com informações da Assessoria da Famem 

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. A abertura das Juntas de Serviços Militares nos interiores do Estado teem que contar com o apoio das prefeituras, tendo o EB a obrigação de treinar o pessoal, qualificando-os para exercerem a função. Pergunto o que o ministério Publico tem com a causa…esse pessoal querem aparecer…

  2. Assim como comparecer as urnas é obrigatório ao cidadão brasileiro, semelhantemente acontece com o Serviço Militar; que pena, o exército precisou ir até a famem para viabilizar a instalação de JSM nos municipios restantes, isso é lamentavel porque percebemos a falta de interesse, isto se deve pela ausência de uma politica voltada para essa área específia.

  3. Realmente a FAMEM não tem mesmo o que fazer, me poupeeeeeeeeeeeeeeeeeeee……………………………….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *