5

Reação a Edivaldo Júnior no grupo de Flávio Dino…

 

Ausente do debate, Holanda Jr. aposta no apoio de Flávio Dino (Charge: blog do Décio)

Aliados do deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC) andaram espalhando, semana passada, que ele já havia sido escolhido como candidato de Flávio Dino (PCdoB) a prefeito de São Luís.

Não é verdade!

Este blog conversou com todos os interessados na disputa – Tadeu Palácio (PP), Eliziane Gama (PPS), Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Marcelo Tavares (PSB) e Márcio Jerry (PCdoB).

Nenhum deles confirma a decisão de Flávio Dino. Mais: acham estranho uma decisão tomada depois da reunião do dia 27 de janeiro.

Já lançado pré-candidato pelo PP, Palácio declarou-se surpreso com a notícia da decisão de Dino. “Ninguém nunca me procurou para tratar do assunto”, afirmou.

Eliziane Gama , que também pretende ser candidata pelo PPS, argumenta que o grupo se reúne desde setembro, e Edivaldo nunca participou das reuniões. “Todos são bem vindos, mas não faz sentido chegar agora já impondo o nome“, ponderou.

O mais perto daquilo que Edivaldo Júnior plantou na blogosfera foi dito por Marcelo Tavares (PSB).

Acontece que Edivaldo Júnior decidiu vir a São luís. Me procurou e me comunicou que seria pré-candidato. O aconselhei a dizer isso a todos os pré-candidatos – afirmou Marcelo.

O problema é que Holanda Júnior ainda não procurou ninguém, provalvemete acreditando nas garantias que podem ter sido dadas por Flávio Dino.

Diante da reação dos aliados, no entanto, ele não terá vida fácil no grupo…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Qualquer um que estivesse na posição de Edivaldo Jr. faria o que ele fez. Pô, até outro dia o cara e o pai apoiavam Castelo. Aí ele tem mais de 100 mil votos, fruto do próprio trabalho, senão o pai se elegia também. Castelo faz uma administração pífia e abre espaço pra tomarem a cadeira. Começam a levantar o nome de Edivaldo evidentemente por ter a aceitação do eleitorado. Ele tem que ficar na dele mesmo e esperar até a hora certa em que haja um grupo grande disposto a apoiá-lo. Agora, tem que aparecer para impor limites nessa busca de união, um deles é não vendendo a alma pro diabo e se juntando com picaretas do extirpe de um Tadeu, por exemplo.

  2. Marco,
    Pelo que sabemos só houve uma reunião do bloco, a do dia 27 de janeiro, passado. Tem havido, isso sim, conversas entre os envolvidos no processo – e Edivaldo Junior tem feito muitas. Todos concordam que a candidatura, construída a partir dessas conversas, só deverá sair na segunda quinzena de março. Portanto não há decisão nenhuma e nem poderia haver, afinal ninguém é dono de candidatura nenhuma. É isso. Somente isso. O resto é factóide; é intriga. Simples assim… Um abç do Milton Calado.

    Resp.: Meu caro Milton, sinto muito, mas eu nunca vi o edivaldo Júnior em nenhuma destas reuniões, nem em conversas com nenhum outro candidato. E olha que todos os candidatos dizem a mesma coisa. Aliás, não vi o Edivaldo Júnior em nenhum evento político – seja ele qual for – em São Luís, desde que assumiu mandato na Câmara.

  3. Acho que existe muita tentativa de espalhar cizânia no bloco oposicionista. Vamos com calma, minha gente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *