3

População de Bacabeira recebe peixe de graça da prefeitura…

Funcionário da prefeitura distrinui pescado a gestante

A Prefeitura de Bacabeira garantiu ontem cerca de oito toneladas de pei´xe ás famílias carentes do município.

A distribuição dos peixes da Semana Santa é feita todos os anos na cidade, para que as famílias que não têm como adquirir o alimento tradicional do período possam recebê-lo da prefeitura. 

Para garantir o direito ao pescado, as famílias são cadastradas nos postos de saúde e ganham uma senha, que trocam pelo alimento.

Foram cerca de oito toneladas de pescado, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social.

A quantidade garantiu o benefício para cerca de 2,5 mil famílias.

Centenas de pessoas foram beneficiadas pela prefeitura

Após a entrega para famílias carrentes, o que sobrou foi distribuído aos que não tinham senha, com prioridade gestantes, idosos e pessoas com necessidades especiais.

Cada família recebeu Tambaqui e um menor número de Tilápias, Peixe Pedra e Pescada…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Isso é paternalismo barato de 5a.categoria.
    Populismo de prefeito irresponsável.
    Não é função da prefeitura distribuir peixe ou comida para ninguém.

  2. O povo precisa sim, desse tipo de ação. Desde o começo do município as administrações distribuem esses peixes. Tratam-se de pessoas que são carentes demais para comprar essa comida que é símbolo na Semana Santa. É uma ação simples, que imagino que não gere votos. Serve para essas pessoas carentes não passarem a Páscoa em branco, sabe…
    Putz, ainda em que vi isso. Não entendo a falta de equilíbrio das pessoas. Não precisamos ser ingênuos, mas também não precisamos ver todas as coisas com maus olhos…

  3. O povo não precisa desse tipo de ação. Precisa de educação, saúde e segurança. Eu gostaria de saber quem realmente saiu ganhando com esse tipo de ação por parte da prefeitura de Bacabeira. Qual foi a empresa que forneceu esse pescado? E a que preço forneceu esse pescado? Essa empresa é de alguem ligada ao governo? Os preços praticados estão de acordo com o mercado? Foram realmente 8 toneladas de peixe? Respondendo essas perguntas, eu acho que basta para sabermos o real motivo de tal ação. Política nojenta essa nossa…!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *