11

Quem são os assasinos???

http://3.bp.blogspot.com/-Z0bAJGPSt54/T1bE4MYJBII/AAAAAAAABlM/sTYv7r3AyD4/s1600/rosas.jpgO avô morreu na noite de domingo, após sofrer infarto quando soube da situação da neta.

A neta era a menina queimada por bandidos em um ônibus na Vila Sarney, na noite de sexta-feira, quando o crime resolveu tocar o terror em São Luís.

A menina também morreu, no início desta manhã.

E de quem é a culpa por esta tragédia envolvendo inocentes pobres da periferia de São Luís?

Do sistema de Segurança, que não teve a competência necessária para impedir a ação dos criminosos? Da Justiça, que só vê números em sua frente e manda por na rua marginais perigosos apenas por que a lei fria diz que é assim?

O assassinato da menina e de seu avô é culpa do Estado, como instituição.

O mesmo Estado que não dá garantias de segurança básica ao cidadão, que não oferece Justiça aos que dela necessitam, que não garante o direito de ir e vir e a mobilidade adequada ao cidadão.

São estes os assassinos da garotinha queimada.

Os advogados, tão ávidos pelo dinheiro dos criminosos, deveriam agora agir para garantir reparação a esta família enlutada.

Os marginais que agora gozam da custódia deste mesmo estado – Executivo, Judiciário e Legislativo – são apenas o braço armado dos verdadeiros assassinos.

Eles puxam o gatilho do crime.

Mas o crime acontece bem antes disso…

Marco Aurélio D'Eça

11 Comments

  1. vc fala de todos menos da “governadora” a culpa não é dela não, deve ser do papa Francisco!!!

  2. A GRANDE CULPADA É ROSEANA,QUE COLOCA ESSE DEDO DURO DA PF PARA SER SEC DE SEGURANÇA.
    A GRANDE CULPADA É ROSEANA POIS VEIO O DINHEIRO PARA FAZER MAIS PRESÍDIOS E A VERBA VOLTOU.
    A GRANDE CULPADA É ROSEANA ONDE TEMOS O MENOR CONTINGENTE DE POLICIAIS

  3. Não sei quantos assistiram hoje pela manhã o senhor Aluísio Mendes dizer que a policia descobriu as 17 horas do dia de sexta feira os ataques que eles iriam fazer, e minha pergunta é porque eles não evitaram? O pior é eles ainda terem a cara de pau de ficarem publicando o que descobriram na esculta e a população vendo isso sem concluir que na verdade tudo isso poderia ter sido evitado. É revoltante viu!

  4. Em diversas cidades do Brasil ônibus já foram queimados por criminosos. O destaque mararanhense é a existência de lugares chamados Vila Sarney, Vila Roseana, etc.

  5. Ainda temos forças para ler e talvez escrever algo com o intuito de sensibilizar os homens do falso poder, vou além disso, antes que nos aconteça algo pois não estamos livres já aconteceu com alguem tão próximo de nós, senhores aqui no maranhão a criminalidade vai além da política, dos partidos políticos, tudo isso é culpa sim de quem tem o poder na mão para mudar e agir e de verdade, não só com palavras mas com ações de fato, por mais segurança que tenham, a falsa segurança é visível não é sensação é destruição em e a culpa de quem é? e olha que seria o melhor governo e DEUS ajudou para não ser o pior.

  6. O Maranhão tem é que adotar uma lei de quem matar tinha que morrer só assim esses pilantras iriam saber o quanto deve ser ruim tirar a vida de um ser humano inocente é revoltante meu caro…

  7. E agora seu jornalista, pede para a sua governadora explicar como vai ficar a vida desses cidadães que foram metralhados pelo o estado.

  8. A culpa é da corrupção…

    Do popular corrupto…
    do policial corrupto…
    do delegado corrupto…
    do advogado corrupto…
    do juz vendido e corrupto…
    do desembargador corrupto…
    do vereador corrupto…
    do prefeito corrupto…
    do deputado corrupto…
    do senador corrupto…
    do governo corrupto…
    de um sistema vendido e corrupto…

    Somos refem de um sistema onde a corrução manda.. e todos sem sua parcela de culpa…
    minha culpa por não ir pra rua dizer que nada disso eu compactuo…

  9. A CULPA é da SRA “GOVERNADORA”, que brinca de governar, só tem projeto de poder, não de governo! que pena que o povo se contenta com tão pouco e ainda acredita nessa corja que comanda o estado ha meio século. BASTA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *