4

Ontem, só um time entrou em campo. E não foi o Brasil.

19nove2013---neymar-e-medel-travaram-um-duelo-durante-toda-a-partida-entre-brasil-x-chile-1384914589045_956x500Por Thiago Bastos
Repórter Jornal O Estado do Maranhão

Nessa mini Copa América proporcionada pela Copa do Mundo no último sábado, apenas se viu uma equipe na acepção da palavra em campo. E não foi a seleção brasileira, para desespero dos pachecos mais fanáticos. A Colombia – do ótimo argentino José Pekerman – mostrou ser coletivamente uma equipe em campo contra o Uruguai – de campanha digna, ao contrário do Brasil, de futebol medonho, deprimente e preocupante contra o Chile (que também ficou aquém das minhas expectativas e, mesmo assim, esteve a uma bola na trave de Pinilla da classificação).

Com uma linha de quatro defensores atrás, dois volantes no meio campo de boa marcação (deixando Guarin no banco de reservas), com dois meias talentosíssimos (Cuadrado e James Rodriguez, que fez o gol mais bonito até agora nesta Copa do Mundo) e dois atacantes rápidos e insinuosos (Jackson Martinez e Teo Gutierrez) o time proporciona aproximação entre os setores do campo (defesa, meio-campo e ataque), transição rápida, com intensidade e troca intensa de passes, confiança e recomposição entre as linhas do time.

Já o Brasil, ontem, contra o Chile, foi “oco”. Não há meio-campo na equipe de Felipão (que fez ao meu ver seu pior jogo na Copa até o momento). Fernandinho foi uma peça nula, não por ele, mas o time não o procurou, a bola não passou por ali. Uma intensa e irritante prática de bola direta, abuso das jogadas individuais e a óbvia bola aérea (gol do Brasil só poderia sair assim). O Brasil não possui ainda um time, e sim uma reunião de jogadores com boa técnica (um deles, acima da média, Neymar) que não consegue se aglutinar nos setores do campo como se deve e espera sempre por uma estocada, um sopro de genialidade de Neymar. Como ontem não ocorreu – e não irá ocorrer todo jogo – Brasil foi um arremedo de time, fazendo um segundo tempo no período normal dos mais vergonhosos da história do futebol brasileiro na história. Menção honrosa a Júlio César, que salvou o Brasil ou pode ter adiado a dor…

O Chile, ao contrário do que disseram os pupilos de Felipão e até alguns comentaristas renomados – também ficou aquém das expectativas. A equipe, de saída rápida para o campo de ataque, passes constantes do meio-campo para frente se reduziu hoje a um time comum, que apenas esperou o Brasil, em alguns momentos. Um respeito excessivo que, devido à mediocridade técnica do meio para frente do escrete brasileiro, fez com que, em alguns momentos, o time chileno pressionasse o Brasil, a ponto de no fim do tempo normal os torcedores brasileiros respirarem aliviados pelo apito final do árbitro.

Brasil fez algumas correções importantes hoje. A proteção aos laterais brasileiros foi mais eficaz contra o Chile. Muito. Muito pouco. É preciso mais. É preciso reavivar o meio-campo brasileiro, dar-lhe vida, até para poupar nosso melhor jogador Neymar. Ao contrário da Colombia que, com um sistema mais bem definido, proporciona a James Rodriguez esbanjar todo o seu talento ( e que talento, que golaço ele fez hoje contra os uruguaios).

O Brasil terá o desafio e tanto pela frente, na próxima sexta-feira. Futebol brasileiro, pelo que foi apresentado até aqui na Copa do Mundo, só terá chances se os colombianos sentirem o jogo, estiverem nervosos ou se Brasil apresentar algo diferente do que já vimos neste torneio. Caso contrário, o castelanazzo em Fortaleza estará próximo de acontecer…e com toda a justiça. Para sorte e competência dos colombianos…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Análise bem feita. Acho apenas que as honras da imprensa ao goleiro Júlio César foram exageradas, pois o gol que ele tomou no tempo normal foi uma bola defensável e uma das cobranças de pênalty foi no peito dele.

  2. MARCOS DEÇA
    DEPOIS DESTA APRESENTAÇÃO MEDÍOCRE DA SELEÇÃO NACIONAL DIANTE DOS CHILENOS TEMOS QUE AVISAR PARA A PACHECADA PARA NÃO SE ANIMAR MUITO COM O RESULTADO POIS FOI VERGONHOSO E RIDÍCULO A SELEÇÃO MOSTRANDO QUE NÃO TEM JOGADAS TÁTICAS NEM ESQUEMAS PARA SAIR DE SITUAÇÕES ADVERSAS COMO POR EXEMPLO O TÉCNICO HOLANDÊS MOSTROU HOJE CONTRA O MEXICO,NÃO TEM JOGADORES COM DUPLAS E ATÉ TRIPLAS FUNÇÕES COMO NA HOLANDA,NÃO TEM JOGADAS PELAS LATERAIS POIS SEU DANI ALVES COMO O CHAMAM É FRACO AQUELE MARCELO COM AQUELA CABELEIRA PARECE MAIS UMA VACA LOUCA CORRENDO DE CAMPO SÃO FRACOS NA MARCAÇÃO VEJA OS 03 GOLS QUE O BRASIL SOFREU TODOS NA COSTA DOS LATERIAS INCLUSIVE O DE ONTEM DO CHILE ONDE TEVE A COLABORAÇÃO DE HULK BUNDA LELÊ QUE FEZ DE TUDO ONTEM DEU GOL,FEZ GOL DE MÃO,PERDEU PENALTE NO SEGUNDO TEMPO QUE FOI PIOR POIS O CHILE DEU UMA DE ESPANHA NAQUELE TIC TAC CHATO E O BRASIL NÃO CONSEGUIU IMPOR NEM JOGAR OUTRO QUE AINDA FEZ ALGUMA COISA MAIS TÁ PROVADO QUE QUANDO HA MARCAÇÃO DURA ELE SOME É NEYMIDIA E O FRED UM POSTE INSTALADO DENTO DA ÁREA CHILENA.NÃO TEM SUBSTITUTO AGORA PARA LUIS GUSTAVO VÃO RETORNAR COM PAULINO PREGUIÇA JOGADOR DE CLUBE OU HERNANE QUE OSCILA MUITO PARA FINALIZAR É BOM A PACHECADA TAMBÉM NÃO FICAR VIAJANDO ESTA SEMANA NOS NOTICIÁRIOS E MATERIAS QUE SERÃO EXIBIDAS ATÉ SEXTA FEIRA SOBRE JULIO CESAR MÃO DE ALFACE ONDE ESTÃO LHE CHAMANDO DE SANTO OU HERÓI CUIDADO PACHECADA O SUAREZ DO URUGUAI FOI HEROI CONTRA A INGLATERRA MAIS FOI VILÃO CONTRA A ITALIA O JULIO MÃO DE ALFACE OSCILA MUITO DE JOGO EM JOGO NÃO CONFIE E FELIPÃO FALA BESTEIRA QUE PROCURE ORGANIZAR MELHOR ESTA EQUIPE DENTRO DE CAMPO FALTA ESQUEMA TÁTICOS E JOGADAS COM MAIS APLICAÇÕES NA HORA DE FINALIZAR ISTO VEM DE TREINAMENTOS POIS DE TANTO ELE REPETIR SEUS ESQUEMAS DE JOGOS É QUE ELE PERDEU UMA EUROCOPA PARA GRECIA,AFUNDOU COM CHESEA E CONTRIBUIU PARA O REBAIXAMENTO DO PALMEIRAS EM 2012 POIS ELE COM ESTA MANIA DE SER TÉCNICO COPEIRO PODE FICAR E PARAR NOS PROXIMOS JOGOS O QUE ACONTECEU ONTEM CONTRA O CHILE FOI SORTE E BOTE SORTE POIS AQUELA BOLA NA TRAVE NO SEGUNDO TEMPO DA PRORROGAÇÃO DISSE TUDO CUIDADO POIS SE O ESTOQUE DE SORTE ACABOU ONTEM PROCUREM JOGAR BOLA POIS A COLOMBIA NÃO É CHILE É BEM MELHOR.

  3. Marco, gostaria de ver agora tua teoria sobre a compra da copa. Como sustentas essa teoria em face o jogo de ontem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *