18

Roberto Costa pede que a greve dos professores municipais seja tratada como prioridade na Assembleia…

Roberto CostaNa sessão desta terça-feira, o deputado Roberto Costa (PMDB), pediu a atenção da Assembleia Legislativa para os quase cem dias de greve dos professores da rede municipal de ensino. O deputado cobrou da prefeitura de São Luís um posicionamento diante das humilhações que os professores tem passado e diante do prejuízo que isso representa para a educação , mas disse também que é dever da Assembleia tratar o assunto.

O parlamentar disse ser inadmissível o fato de milhares de crianças, que dependem da escola pública, na capital, estarem sem aulas. Roberto Costa declarou ser vergonhosa a forma como essa greve vem se estendendo, a ponto dos professores se acorrentarem e fazer greve de fome, como forma de chamar a atenção para as causas por eles reivindicadas.

As faltas escolares afetam, também, a realidade financeira de muitos lares, que contam com o pagamento mensal do Programa Bolsa Família. Para muitas crianças a ida à escola representa ainda, a única refeição do dia, o que passa a ser comprometido com o período de greve.

Para o peemedebista, a atual situação dos professores municipais é a maior vergonha pela qual o Estado passa.

O que mais precisamos tratar, atualmente, não é de campanha política, é deste massacre que estão fazendo com nossos professores e nossas crianças – disse o deputado.

Roberto Costa encerrou pedindo que o assunto seja tratado como prioridade dentro da Casa.

Marco Aurélio D'Eça

18 Comments

  1. Infelizmente, existem pessoas que não enxergam tudo que está acontecendo não só no município de São Luís, mas em todo Brasil.Escândalos envolvendo políticos corruptos que só pensam em sua própria mordomia,criando um ciclo vicioso de impunidade. E quem são os maiores culpados? São as pessoas que deviam cobrar mudanças,no entanto o que ocorre preferem fazer como esses do contra, que julgam os trabalhadores que só estão reivindicando seus direitos e melhorias das suas condições de trabalho e locais dignos para que ocorra uma aprendizagem significativa.Vê-se logo que essas pessoas que são contra a greve dos professores não conhecem a realidade das escolas do município.Assim, eu peço, visite-as só depois, com toda sinceridade e conhecimento de caso dê suas opiniões.Mas isso é querer demais,não é mesmo?

  2. Marc eu moro num país democrático onde a força de expressão prevalece.Onde todos tem sua opinião tanto faz favorável ou não.Só que lutar pelo seus direitos não quer dizer cercear o dos outros.

  3. Prioridade é contratar novos professores e demitir estes que não querem trabalhar. Esse Roberto aí é um fantoche da oligarquia e não me engana, que tal ele pressionar para investigarem os escandalos de propina e corrupção que a governadora está envolvida? Esse grupo todo tem o rabo preso por isso tentam desviar a atenção.

  4. Concordo com você Beatriz. Essa greve já virou uma tremenda palhaçada uma falta de respeito com os alunos que estão sem estudar a meses. E esses professores só estão pensando neles próprios.

  5. Greve é direito de todos, é constitucional. É inacreditável como as pessoas são manipuladas pela mídia a ponto de não enxergarem esse tremendo descaso com os professores e não admitem que também passaram pelas mãos deles e vivenciaram esse martírio. A greve não é só pelo reajuste salarial, mas também pela melhoria da infra-estrutura das escolas que estão sucateadas e “caindo aos pedaços”, servindo mais de depósitos de crianças, como se fossem animais

  6. Esse desgoverno municipal de São Luís quer humilhar a classe dos nossos sofridos professores com esse vergonhoso “aumento” 3%. As outras classes de barnabés da PMSL se calaram e não fizeram greve aceitando essa esmola. A luta dos professores pra mim é legítima.

  7. Greve é direito de todos, é constitucional. É inacreditável como as pessoas ainda são manipuladas pela mídia e não enxergam que isso é um descaso muito grande contra essa classe sofrida e não admitem que também passaram pelas mãos dos professores e vivenciaram todo esse martírio. A greve não é só pelo reajuste salarial, mas também pela melhoria das escolas que estão sem estrutura para funcionar, encontrando-se atualmente como depósitos de crianças e adolescentes como se fossem animais.

  8. Finalmente um Deputado que se preocupa com o Povo de São Luís.
    Muito bem Roberto.
    Oposição nada fala ou faz. Edivaldo Holanda ridículo administrador.
    Mudanças mentirosas. Mesmo discurso usado por Dino.

  9. eu concordo com os comentários acima,os alunos não podem ser prejudicados por uma minoria. resposta se dar nas urnas, as crianças estão sem aulas.

  10. Muito bem… quer dizer que existe coisa mais importante do que a Educação e vivemos na ilegalidade por lutar por nossos direitos. Sendo assim e sendo essa a ideia dos Senhores da mudança aqui acabaram de perder 8 votos da minha família. Sou professor e não vivo na ilegalidade.

  11. Ele tem q pedi é para os professores voltarem ao trabalho isso sim, e ñ mais dar continuidade a essa greve. Estão vivendo na ilegalidade.

  12. Rapaz tanta coisa mais importante p ser cuidado esse filhinho do governo não qer saber né.. sobre os precatórios, doleiro, Constran??? quem vai resolver o dinheiro, O NOSSO dinheiro na mao de uma bandida que envergoinhou o MA todo em cadeia nacional?? essa greve é ilegal esses professores são compras eleitoreiras de um candidato aiii, o mp, justica, já decretaram ilegalidade, a assmebleia tem que se preocupar é com o governo do estado que está afundando o MA.

  13. Da mesma forma como os deputados oposicionistas estão calados porque tal greve é dos professores municipais.

  14. engraçado esse deputado, na greve dos professores do estado ele não teve a mesma preocupação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *