0

Arraial da Assembleia terá abertura nesta quinta-feira, 20, com atrações diversificadas

Serão quatro noites de programação diversificada, com o melhor da cultura popular do Maranhão, em um espaço com segurança e conforto para o público

 

Os últimos detalhes na decoração e ornamentação do Arraial da Assembleia já foram dados, para a abertura nesta quinta-feira, 20

Um dos mais organizados da temporada junina, o Arraial da Assembleia será aberto nesta quinta-feira, 20, às 17h30, prosseguindo até o domingo, 23. 

O espaço, montado na área de estacionamento da Alema, vai contar com 11 barracas de comidas típicas, além de carrinhos do Programa ‘Mais Renda’, com venda de bebida, comida e doces típicos da época.

Haverá um parquinho infantil, para a criançada se divertir, e um espaço especial para idosos e pessoas com deficiência (PCDs) poderem conferir a festa com todo conforto.

Além disso, para mais acessibilidade, toda a programação no palco será acompanhada por um intérprete de Libras.

Transmissão ao vivo

  • O Arraial terá transmissão ao vivo pela TV Assembleia (aberto digital 9.2; Maxx TV, canal 17; e Sky, canal 309)
  • pelo YouTube (@tvassembleiamaranhao)
  • Facebook, além de cobertura em tempo real no Instagram e X (@assembleiama).
  • A transmissão também será feita pela Rádio Assembleia (96,9 FM) todas as noites.
  • Na abertura, haverá uma edição especial do programa ‘Cultura em Pauta’, de 21h às 23h.

Outros diferenciais do Arraial da Assembleia bastante elogiados são a segurança e a logística de estacionamento (com o público colocando o carro no Multicenter Sebrae e sendo transportado em micro-ônibus até o arraial).

O Arraial este ano também terá caráter solidário. Quem quiser pode doar 1kg de alimento não perecível. Tudo o que for arrecadado será doado aos desabrigados pelas chuvas que atingem o Maranhão.

PROGRAMAÇÃO DO ARRAIAL ALEMA 2024

Quinta – feira, 20

  • 18h00 – Boi Valente da Ilha (orquestra)
  • 19h00 – Quadrilha Buscapé
  • 19h30 – Dança Portuguesa Vila Luzitano
  • 20h00 – Boi de Upaon-Açu (orquestra)
  • 20h30 – Boi de Maracanã (matraca)
  • 21h30 – Boi Lendas e Magia (orquestra)
  • 22h00 – Boi Nina Rodrigues (orquestra)
  • 23h00 – Boi Meu Tamarineiro
  • 23h30 – Dança Portuguesa Beleza de Portugal
  • 00h00 – Companhia Vem BB
  • 00h30 – Cacuriá Libertos da Noite
  • 01h00 – Boi União da Baixada

Sexta-feira, 21

  • 19h00 – Boi Encanto da Ilha (orquestra)
  • 20h00 – Cacuriá do Jonh
  • 20h30 – Boi de Sonhos (orquestra)
  • 21h00 – Boi Itapary (orquestra)
  • 22h00 – Boi Estrela da Cohab (orquestra)
  • 22h30 – Quadrilha Juventude do Sertão
  • 23h00 – Dança Portuguesa Realeza da Boa Nova
  • 23h30 – Quadrilha Rosas Junina
  • 00h00 – Boi Tremor da Campina de S. José de Ribamar (orquestra)
  • 00h30 – Boi de Axixá (orquestra)
  • 01h30 – Boi Encanto do São Cristóvão

Sábado, 22

  • 18h00 – Companhia Batuque
  • 18h30 – Quadrilha Encanto do Sertão
  • 19h00 – Quadrilha Flor do Amor
  • 19h30 – Boi Brilho da Terra (orquestra)
  • 20h30 – Boi da Floresta (zabumba)
  • 21h30 – Boi da Madre Deus (matraca)
  • 22h30 – Boi da Lua
  • 23h00 – Boi da Maioba (matraca)
  • 00h00 – Boi da Matinha
  • 01h00 – Boi Barrica

Domingo, 23

  • 8h00 – Forró Pé No Chão
  • 18h30 – Boi Encanto do Olho d´água (orquestra)
  • 19h00 – Pérola do Lençóis (orquestra)
  • 20h00 – Boi Estrela
  • 21h00 – Quadrilha Flor e Beija Flor
  • 21h30 – Dança Country Coração de Peão
  • 22h00 – Novilho do Lençóis (orquestra)
  • 22h30 – Boi de São Simão (orquestra)
  • 23h00 – Boi de Morros
  • 01h00 – Boi de Ribamar
  • 02h00 – Boi São Francisco
0

A homenagem a Sarney na Assembleia…

Ao lado da filha Roseana, Sarney discursa na tribuna da Assembleia Legislativa

“Essa medalha muito me honra, pois é uma homenagem feita na minha terra”. Foram com essas palavras que o ex-presidente da República e escritor José Sarney, 94 anos, agradeceu pela entrega da Medalha do Mérito Legislativo ‘Manuel Beckman’, maior honraria concedida pelo Parlamento estadual.

A sessão solene em homenagem ao ilustre maranhense foi realizada na manhã desta quarta-feira (19), reunindo autoridades do Maranhão e outros estados.

Proposta pelo deputado Roberto Costa (MDB), a Medalha ‘Manuel Beckman’ foi concedida como forma de celebrar a trajetória, ainda em vida, do homem, político e escritor José Sarney.

Natural da cidade de Pinheiro, na Baixada Maranhense, o homenageado tem um legado imensurável para a política e letras brasileiras.

José Sarney foi recepcionado com honrarias dignas de sua importância na política, cultura e letras.

O 31º presidente da República Federativa do Brasil chegou acompanhado pela presidente da Casa, deputada Iracema Vale (PSB); do governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB); e dos deputados Antônio Pereira (PSB) e Roberto Costa (MDB), primeiro e segundo secretários da Mesa Diretora, respectivamente.

Logo na entrada, Sarney foi recepcionado com música orquestrada pela Banda do Bom Menino. Ainda no hall de entrada do plenário, ele participou de um momento de autógrafos em uma réplica de uma mesa presidencial de quando foi chefe do Executivo nacional, entre 1985 e 1990.

Nesse momento, autografou exemplares do livro “Saraminda”, uma de suas mais importantes e reconhecidas obras, ao lado de duas crianças alunas da Creche-Escola Sementinha, que funciona na Alema.

Depois, o homenageado foi recebido pelo coronel Emerson Bezerra, chefe do Gabinete Militar da Alema, que apresentou a guarda de lanceiros da Polícia Militar (PM). Em seguida, o ex-presidente José Sarney passou em revista as tropas militares, dirigindo-se ao plenário do Parlamento para o início das atividades solenes.

O ex-presidente com a presidente da Assembleia Legislativa Iracema Vale

A concorrida sessão foi conduzida pela presidente da Casa, deputada Iracema Vale (PSB). Além do governador Carlos Brandão e dos deputados Antônio Pereira (PSB) e Roberto Costa (MDB), compuseram a mesa dos trabalhos o ministro dos Esportes André Fufuca; o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Froz Sobrinho; a deputada federal licenciada Roseana Sarney; o procurador-geral de Justiça, Danilo José de Castro Ferreira; o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Bigu de Oliveira; e o presidente da Academia Maranhense de Letras (AML), o também desembargador do TJMA Lourival Serejo.

Além da presença dos deputados que compõem a Assembleia, a sessão solene também reunião deputados federais, prefeitos, secretários de governos, familiares e amigos de José Sarney, além de diversas outras autoridades políticas.

Logo na abertura dos trabalhos, foi apresentado um vídeo contando um pouco sobre a trajetória de José Sarney, no qual diversas pessoas falaram sobre o legado do ex-presidente da República para a política, cultura e literatura.

Em seu pronunciamento, a presidente Iracema Vale destacou as contribuições de José Sarney para o Maranhão e Brasil, pontuando a importância da sua atuação no processo de redemocratização do país após o fim da ditadura militar

“Essa homenagem, na verdade, é a Casa que recebe, com a presença desse grande homem que fez muito para o Maranhão e Brasil, como a Constituição e a democratização do nosso país. Estamos muito felizes e honrados em poder compartilhar esse momento. José Sarney é político, poeta, gentil, delicado e conciliador. É fonte de inspiração para muitos”, completou a parlamentar.

O governador Carlos Brandão, em sua participação na tribuna da Alema, também destacou as contribuições de José Sarney para a consolidação da democracia no Brasil após a saída dos militares do poder.

“Sinto-me muito honrado em estar governador em um momento muito importante como esse. José Sarney dedicou a sua vida a servir o Brasil e escreveu uma parte importante na nossa história, que foi a consolidação da democracia. Sob sua liderança, o Brasil abriu caminho para a liberdade e participação democrática. Esse processo de redemocratização marcou o fim do autoritarismo e o início do estado democrático de direto”.

Mesmo aos 94 anos, José Sarney fez questão de discursar da tribuna por entender a simbologia e a importância daquele momento. Em seu pronunciamento, o homenageado agradeceu a todos, em especial a presidente Iracema Vale e o deputado Roberto Costa pela proposição da homenagem.

“Portanto, eu quero dizer que esta cerimônia tem para mim um significado extraordinário que muito me comove e, ao mesmo tempo, é um reconhecimento que eu recebo com a maior honra e maior gratidão. A gratidão é a memória do coração. A vocês todos que comparecem a esta solenidade, eu quero dizer que a memória do meu coração é de gratidão”.

O homenageado também falou sobre a importância do Parlamento para a sociedade.

“O Parlamento é o coração da democracia, pois é o Parlamento que representa verdadeiramente o povo, onde o povo tem a oportunidade de se expressar, por meio dos seus representantes, sobretudo, sobre todas as coisas, criticar, até mesmo a si próprio, quando os representantes aqui transmitem aquilo que eles receberam no cotidiano”, disse.

0

Vereador Daniel Oliveira e deputado Fernando Braide acompanham obras da nova quadra do Jairzão no Coroadinho

O vereador de São Luís, Daniel Oliveira (PSD), acompanhado pelo deputado estadual Fernando Braide (PSD), vistoriou o andamento da reforma da quadra do Jairzão, no Coroadinho. A obra, executada pela Prefeitura de São Luís, inclui a instalação de uma cobertura e de um piso moderno e adequado, proporcionando um espaço de lazer seguro e de qualidade para toda a população.

Para Fernando Braide, a qualidade dos investimentos realizados pela prefeitura é um incentivo para a prática de atividades.

“A reforma da quadra do Jairzão é um exemplo de como a gestão municipal e o vereador Daniel Oliveira estão comprometidos em oferecer estruturas de qualidade para a população. Esse novo espaço, completamente reformado, trará mais segurança e conforto para os moradores. É gratificante ver que, tanto o Coroadinho como diversos outros bairros da cidade, estão sendo beneficiados com a instalação de equipamentos como esse, incentivando a prática esportiva em nossas comunidades”, afirmou o deputado.

Os serviços que estão sendo realizados visam transformar a quadra em um espaço multifuncional, onde a comunidade poderá praticar esportes e participar de atividades recreativas em um ambiente seguro e moderno. A reforma inclui, além da cobertura e do novo piso, melhorias na iluminação e de toda a estrutura da quadra, atendendo a uma demanda antiga dos moradores do Coroadinho.

O vereador Daniel Oliveira enalteceu os investimentos que a Prefeitura de São Luís está fazendo em todo o Polo Coroadinho.

“Essas melhorias são resultado de um trabalho contínuo e dedicado para garantir que os moradores tenham acesso a espaços públicos de qualidade. A reforma da quadra do Jairzão é apenas uma das várias iniciativas que estão em andamento na nossa região. Estamos empenhados em proporcionar mais lazer, esporte e bem-estar para a nossa comunidade”, concluiu o vereador.

Da Assessoria

0

Iracema Vale participa da abertura do Arraial do Ipem

Ao lado do governador Carlos Brandão – a quem parabenizou pelo apoio à cultura – chefe do Legislativo visitou o espaço junino e as barracas que comercializam comidas típicas e outros produtos

 

A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Iracema Vale (PSB), participou da abertura do Arraial do Ipem, na noite desta sexta-feira (14), ao lado do governador Carlos Brandão (PSB) e outras autoridades. Artistas locais, grupos folclóricos e muita diversidade cultural marcaram a estreia de um dos mais tradicionais arraiais do estado.

“Fico muito feliz em participar de mais um Arraial do Ipem e ver como está bonito, rico em diversidade cultural, com um ambiente familiar, seguro e agradável. Está de parabéns o governador Carlos Brandão por esse lindo momento de valorização da nossa cultura, do nosso São João”, ressaltou. Iracema Vale, ao lado do governador Brandão, visitou o espaço junino e as barracas que comercializam comidas típicas e outros produtos, e também participou tocando matraca no Boi da Maioba e saudando o Boi de Axixá.

Até o dia 14 de julho, centenas de apresentações acontecerão em quatro espaços montados no Arraial do Ipem, garantindo a diversão de turistas e maranhenses.

“O Arraial do Ipem é um dos mais tradicionais do nosso estado, e começa com muita força. Temos grandes apresentações culturais, fortalecendo as nossas origens, nossas raizes, prestigiando nossos cantores, nossos conterrâneos. Além disso, nosso São João gera emprego e renda para as pessoas, milhares estão comercializando seus produtos, movimentando restaurantes, bares, hotéis, motoristas de aplicativo, mão de obra local para artesanato e montagem de estrutura, e isso me deixa muito feliz”, declarou o governador Carlos Brandão.

O Arraial do Ipem fica localizado no bairro Calhau. A programação é diária, com entrada gratuita. O espaço é uma realização do Governo do Maranhão, coordenado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma). 

Da Agência Assembleia

0

Fiema manifesta apoio a projeto de Osmar Filho que cria política de organização do trânsito ferroviário

“É um projeto de grande alcance social e que promoverá maior segurança para a população residente no entorno dos leitos ferroviários”, diz o ofício da entidade entregue ao Deputado

 

Em visita ao gabinete do deputado estadual Osmar Filho (PDT), na última quinta-feira, 13, representantes da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) declararam apoio a um projeto de lei de sua autoria, que propõe a criação de uma política de organização do trânsito ferroviário.

Em tramitação no Legislativo Estadual, o PL prevê a criação da “Política de Conscientização para o Trânsito e Convivência Harmônica entre Veículos Automotores e Ferroviários” no Maranhão.

“É um projeto de grande alcance social e que promoverá maior segurança para a população residente no entorno dos leitos ferroviários”, diz o ofício entregue ao deputado pelo vice-presidente da Fiema, Cláudio Azevedo; pelo especialista em relações institucionais da entidade, Flávio Oliveira; e, pela gerente de Relações Institucionais da VLI Logística, Raquel Jordão.

No documento, a entidade ainda afirma crer no apoio dos demais parlamentares ao projeto, devido ao grande estímulo da proposta para a prevenção de acidentes nas cidades instaladas no entorno da malha ferroviária maranhense.

“Nós sabemos que o modal ferroviário é responsável por um transporte volumoso de cargas no Maranhão. Então, achei importante buscar instituir uma política educacional com o objetivo de evitar acidentes e dar uma maior segurança à população dos municípios que estão localizados próximo aos leitos das vias férreas”, falou Osmar na oportunidade, agradecendo o apoio da Fiema.

Vale lembrar, que a malha ferroviária que corta o estado é operada pela Estrada de Ferro Carajás e VLI Logística, pertencentes à Vale; Transnordestina; e Ferrovia Norte Sul, somando mais de 1.400 quilômetros de extensão.

Da Assessoria

0

Assembleia homenageará ex-presidente José Sarney com a Medalha “Manuel Beckman”

O ex-presidente da República e escritor José Sarney, de 94 anos, receberá homenagem expressiva da Assembleia Legislativa do Maranhão. Fruto de proposição do deputado Roberto Costa (MDB), a Medalha do Mérito Legislativo “Manuel Beckman”, a mais alta honraria do Poder Legislativo, será entregue em sessão solene na quarta-feira, 19, às 10h, no Plenário Nagib Haickel, da Alema.

“José Sarney tem uma história e um legado reconhecidos no mundo todo. É um maranhense dono de uma trajetória vitoriosa, de dedicação ao Maranhão e a seu povo, além de ser autor de dezenas de livros. A Assembleia presta essa homenagem como forma de reconhecer esse trabalho do homem, do político e do escritor José Sarney”, afirmou a presidente do Parlamento Estadual, deputada Iracema Vale (PSB).

Para o deputado Roberto Costa, a concessão da Medalha “Manuel Beckman” será um marco na história da Casa. Também é uma forma de reconhecer em vida o legado de José Sarney para o Maranhão, tanto na política quanto nas letras.

“O ex-presidente José Sarney é um dos maiores estadistas do país e vai receber um justo reconhecimento dessa Casa legislativa, materializado na entrega da Medalha “Manuel Beckman”, afirmou Costa. O parlamentar observou, ainda, que o homenageado é autor da frase “Não há democracia sem Parlamento livre”, que ilustra a parede ao lado da tribuna e, dessa forma, já tem seu nome inscrito no plenário da Assembleia.

Exposição

A homenagem será marcada ainda pela exposição “Hoje é Dia de… José Sarney”, realizada em parceria com a Fundação da Memória Republicana, e composta por painéis que retratam capas de obras essenciais do autor, trechos desses títulos e críticas de destaque através dos tempos.

A exposição será instalada no hall de entrada do Plenário Nagib Haickel e destaca parte da produção literária do imortal membro das Academias Brasileira (ABL) e Maranhense de Letras (AML). José Sarney é autor de 120 obras, entre as quais “Norte das águas (contos, 1969), “Marimbondos de fogo” (poesia, 1978), “Sexta-feira, Folha (1994, crônica), “O dono do mar” (romance, 1995), “Saraminda” (romance, 2000) e “A duquesa vale uma missa (romance, 2007).

Na área política, também ocupou os cargos de deputado federal, governador do Maranhão, vice-presidente da República e senador.

Trajetória de José Sarney

José Sarney de Araújo Costa é advogado, nascido na cidade de Pinheiro (MA), em 24 de abril de 1930. Filho de Sarney de Araújo Costa e de Kiola Ferreira de Araújo Costa. É casado com Marly Macieira Sarney, com quem tem três filhos. Bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Maranhão (1953).
Ingressou na Academia Maranhense de Letras (1953).

Entrou para a vida política em 1954. Oficial judiciário e diretor da Secretaria do Tribunal de Justiça do Maranhão. Professor da Faculdade de Serviço Social da Universidade Católica do Maranhão (1957).
Elegeu-se suplente de deputado federal pelo Partido Social Democrático (PSD), assumindo o mandato em 1956 e 1957.

Presidente da União Democrática Nacional – UDN/MA (1958-1965). Deputado federal pelas Oposições Coligadas, legenda integrada pela UDN, Partido Democrata Cristão – PDC e Partido Republicano – PR (1959-1966). Vice-líder da UDN na Câmara dos Deputados (1959-1960). Vice-presidente nacional da UDN (1961-1963).
Com a extinção dos partidos políticos e a imposição do bipartidarismo pelo AI-2, em 27 de outubro de 1965, ingressou na Arena, partido de sustentação do regime militar. Elegeu-se governador do Maranhão (1966-1970).

Senador pela Aliança Renovadora Nacional – ARENA/MA (1971-1979). Presidente do Instituto de Pesquisas e Assessoria do Congresso – Ipeac (1971-1983). Tornou-se presidente da Arena em 1979 e, no ano seguinte, com a instalação do pluripartidarismo, do Partido Democrático Social (PDS). Vice-líder da maioria no Senado (1978-1979).

Um dos fundadores do Partido Democrático Social – PDS (1979) e senador por essa legenda (1979-1985). Presidente da Comissão Diretora Nacional Provisória do PDS (1980).
Presidente nacional do PDS (1980-1984).

Academia Brasileira de Letras

Em 1980, foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras. Em 1984, juntamente com outros dissidentes do PDS, passou a integrar a Frente Liberal, que o lançou como vice-presidente da República na chapa de Tancredo Neves, do PMDB, tendo sido eleito pelo Colégio Eleitoral em janeiro de 1985.
Assumiu interinamente a presidência, em 15 de março de 1985, em virtude da doença de Tancredo Neves e, com a morte de Tancredo, em 21 de abril, foi efetivado no cargo.

Após o término de seu mandato presidencial, elegeu-se duas vezes senador pelo estado do Amapá (1991 e 1999). Presidente do Senado no período de 1995 a 1996 e 2003 e 2004.

Principais obras:

A Canção Inicial (1952, poesia)

A pesca do curral (ensaio, 1953)

A canção inicial (poesia, 1954)

Norte das águas (contos, 1969)

Marimbondos de fogo (poesia, 1978)
O parlamento necessário (1982, discursos, 2 volumes)

Falas de bem-querer (1983, discursos)

Dez contos escolhidos (1985)

Brejal dos Guajas e outras histórias (1985)

A palavra do presidente (1985-1990, discursos, 6 volumes)

Sexta-feira, Folha (1994, crônica)

O dono do mar (romance, 1995)

Mercosul, o perigo está chegando (1997, geopolítica)

Amapá, a Terra onde o Brasil começa (1998, história)

A onda liberal na hora da verdade (1999, crônica)

Saraminda (romance, 2000)

Saudades mortas (poesia, 2002)

Canto de página (2002, crônica)

Crônicas do Brasil contemporâneo (2004, 2 volumes)

Tempo de pacotilha (2004)

20 anos de democracia (2005, discursos, 2 volumes)

20 anos do Plano Cruzado (2006 discursos)

Semana sim, outra também (2006, crônica)

A duquesa vale uma missa (romance, 2007)

Maranhão – sonhos e realidades (romance, 2010)

Galope à beira-mar: Casos e acasos da política e outras histórias (memórias, 2018)

0

André Fufuca recebe Medalha Manuel Beckman na Assembleia…

Ministro do Esporte tem inúmeras iniciativas que repercutem no Maranhão inteiro, além dos serviços prestados como deputado estadual e deputado federal; a distinção honrosa foi outorgada por iniciativa do deputado Davi Brandão

 

Durante a homenagem, Fufuca ressaltou inúmeros colegas do tempo em que esteve na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Maranhão realizou nesta quinta-feira, 13, sessão solene para conceder a Medalha do Mérito Legislativo Manuel Beckman ao Ministro do Esporte e deputado federal licenciado André Fufuca (PP). Esta honraria, reconhecida como a mais alta distinção do Legislativo maranhense é concedida a personalidades que tenham prestado relevantes serviços ao estado.

A homenagem foi proposta pelo Projeto de Resolução Legislativa 080/2023, de autoria do deputado Davi Brandão (PSB).

São muitas as iniciativas de Fufuca significativas para o Maranhão:

  • criação de múltiplos núcleos esportivos;
  • implementação dos programas TEAtivo e Semear;
  • apoio na construção e revitalização de estádios;
  • instalação de Espaços Esportivos Comunitários.

Quero expressar minha gratidão à ALEMA pela aprovação unânime pelos 42 deputados, à presidente Iracema Vale, e ao amigo Davi Brandão por este gesto de reconhecimento e afeto”, afirmou o Ministro André Fufuca.

O ministro entre os deputados estaduais e convidados para a solenidade de outorga de sua medalha Manuel Beckman

Biografia de André Fufuca

André Luiz Carvalho Ribeiro, conhecido por André Fufuca, nasceu em 27 de agosto de 1989, em Santa Inês, Maranhão.

Médico de formação, iniciou sua carreira política ao ser eleito deputado estadual aos 21 anos; atualmente em seu terceiro mandato como deputado federal, obteve mais de 135 mil votos nas eleições estaduais de 2022, garantindo o quarto lugar na disputa.

Na Câmara dos Deputados, ocupou o cargo de segundo vice-presidente e assumiu interinamente a presidência da Casa em duas ocasiões distintas.

Em setembro de 2023, foi nomeado Ministro do Esporte no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Da Assessoria, com edição do blog

0

Miltinho Aragão assume mandato na Assembleia…

Ex-prefeito de São Mateus e diretor licenciado da atual gestão da Federação dos Municípios vai reforçar a bancada do PSB e a bancada governista no parlamento; além dele, também assume mandato o suplente Adelmo Soares

 

Miltinho discursa agradecendo aos Brandão; ele vai reforçar a bancada governista na Assembleia Legislativa (imagem: reprodução TV Assembleia)

O ex-prefeito de São Mateus Hamilton Aragão (PSB) assumiu nesta quinta-feira, 13, mandato de deputado estadual na  Assembleia Legislativa.

Um dos principais articuladores da campanha de Carlos Brandão (PSB), Miltinho vai reforçar a bancada pessoal do governador; além dele, assumiu mandato na  casa o suplente Adelmo Soares (PSB).

Os novos parlamentares assumem a vaga dos licenciados Daniela e Rafael (ambos do PSB), que vão disputar as eleições em Presidente Dutra e Timon, respectivamente.

O prestígio de Miltinho Aragão foi exibido na presença do secretário de Articulação Política do governo Brnadão, ex-deputado Rubens Pereira, além do presidente licenciado da Federação dos Municípios, Ivo Rezende.

Sua relação com os Brnadão foi marcada pela presença do executivo Marcus Brandão, do secretário Orleans Brnadão e da advogada Ana Brnadão, que foram destacados em seu discurso na tribuna.

Tanto Miltinho quanto Adelmo devem permanecer na  Alema até o final de 2024, pelo menos…

0

Governistas fazem fila para contrapor Othelino na Assembleia

Deputado conduz há pelo menos um mês todo o debate político em plenário, tira do sério o Palácio dos Leões, e leva parlamentares de todos os coturnos e matizes ideológicos a tentar fazer frente às suas revelações, numa clara demonstração de que seus pronunciamentos incomodam fortemente a cúpula do governo

 

Othelino provoca na tribuna os colegas que não votaram, mas, hoje, defendem o governo Brandão

Análise da Notícia

Parece até uma procissão política.

Deputados do alto e do baixo clero na Assembleia Legislativa têm se alternado na tribuna do Plenário Nagib Haickel há pelo menos um mês, com uma inglória missão: contrapor o deputado Othelino Neto (Solidariedade) e seus contundentes discursos contra o governo Carlos Brandão (PSD). 

Orientados ou não pelo Palácio dos Leões, por lá já passaram – além do líder do governo Neto Evangelista (União Brasil) – parlamentares do quilate de Cláudio Cunha (PL), Ricardo Arruda (MDB), Yglésio Moyses (PRTB), Mical Damasceno (PSD), Ana do Gás (PCdoB), Ariston Gonçalo (PSB), Rildo Amaral (PP), Francisco Nagib (PSB), Davi Brandão (PSB), Jota Pinto, Rafael (PSB) Zé Inácio (PT) e até quem nada deveria ter a ver com isso, como os pedetistas Osmar Filho e Glalbert Cutrim.

A estes dois, juntamente com Neto Evangelista, o deputado neo-oposicionista guardou um dos momentos mais memoráveis deste período, registrado no vídeo que ilustra este post:

Deputado Osmar, deputado Glalbert, tem uma coisa que vossas excelências não carregam e que eu, infelizmente carrego: vossas excelências não votaram no governador Brandão. Vocês estão livres desse peso. Eu sou cobrado todo dia nas minhas redes sociais. Quando eu faço crítica, perguntam: ‘mas você não votou?!? Votei! Errei, eu não tenho bola de cristal’. Mas eu tenho coragem de dizer: se eu não estou concordando eu não vou ficar lá. Mas vossas excelências têm essa vantagem sobre mim, os dois e o deputado Neto Evangelista”, provocou Othelino.

Além dos discursos, as falas dos parlamentares ganham eco na mídia alinhada ao Palácio, na tentativa de enquadrar o neo-oposicionista, como foram os casos de Zé Inácio, Antonio Pereira e Yglésio.

O deputado do Solidariedade não é o único oposicionista na Assembleia Legislativa; Wellington do Curso (Novo) e Fernando Braide (PSD) dividem com ele esta missão.

Mas, de alguma forma – não se sabe se por causa da própria relação com Brandão ou mesmo pelas questões internas da Assembleia – ele tem incomodado como poucos na história recente do Legislativo; prova disso é a procissão de parlamentares quase diária tentando explicar o que ele apresenta na tribuna.

Há pelo menos um mês Othelino tem reinado absoluto na tribuna da Assembleia, com a base governista fazendo fila em busca de argumentos para contestá-lo

O titular deste blog Marco Aurélio d’Eça cobre as atividades da Assembleia desde 1997, curiosamente, ao substituir o próprio Othelino Neto como repórter de Política do extinto jornal o EstadoMaranhão; nestes 27 anos, pelo plenário que hoje homenageia o lendário Nagib Haickel passaram inúmeros oposicionistas de peso, muitos tão solitários quanto o atual.

  • o deputado Aderson Lago, por exemplo, tirou o sono da então governadora Roseana Sarney (MDB) entre 1995 e 2002;
  • no governo José Reinaldo – e depois no de Jackson Lago – tinha-se o erudito César Pires, que calava a Casa quando na tribuna;

No terceiro e quarto mandatos de Roseana – entre 2009 e 2014 – a oposição já era mais fluída, com vários grupos disputando o poder político no estado; e a partir do governo Flávio Dino (PCdoB), em 2015, essa parcela política foi praticamente engolida na Assembleia.

Todos os oposicionistas da era deste blog Marco Aurélio d’Eça tinham uma característica comum:

  • Aderson Lago tinha uma espécie de proteção política do então presidente da Alema, Manoel Ribeiro;
  • César Pires contava com a ainda poderosa e organizada estrutura de poder do grupo Sarney.

Apesar da estrutura que conseguiu obter a partir de 2022, com a mulher, Ana Paula Lobato (PDT), no Senado Federal, e o controle de uma legenda de peso, o Solidariedade, Othelino também é mais um dos lobos solitários da histórica oposição maranhense.

E para o bem do registro jornalístico, tem mantido o charme reservado a eles…

0

Nova ação do Solidariedade pode adiar decisão de Flávio Dino sobre TCE-MA

Mesmo após pareceres da Advocacia-Geral da União e da Procuradoria-Geral da República, partido apresentou nova petição ao ministro do Supremo Tribunal Federal para que o processo seja “Chamado à Ordem”, alegando uma série de pontos que, entende, ainda não foram resolvidos na questão envolvendo a Assembleia Legislativa

 

Flávio Dino terá agora que receber novo pedido do Solidariedade – seja para não conhecê-lo – o que adiará novamente a questão do TCE-MA

O partido Solidariedade apresentou nesta quinta-feira, 11, ao ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino Requerimento em que pede o “Chamamento do Feito à Ordem” e o “Aditamento” da ação que contesta as normas da Assembleia Legislativa para escolha de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A nova ação é vista pela Alema como mera tentativa de protelar o processo, uma vez que tanto a Advocacia-Geral da União quanto a Procuradoria-Geral da República já se manifestaram ao STF propondo o arquivamento do caso, como analisado neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Assembleia fez a sua parte; agora é com Flávio Dino…”.

No capítulo “Chamamento do feito à Ordem”, o Solidariedade aponta a Flávio Dino que a Assembleia não cumpriu todos os ordenamentos do ministro para corrigir o processo de escolha do membro do TCE-MA, o que pode caracterizar uma fraude:

O que se depreende é que, ao revogar o edital inaugural do processo de escolha de novo membro do TCE/MA e pretender simplesmente a extinção da presente ADI, a Assembleia Legislativa pode estar permitindo a fraude à jurisdição constitucional (…) E se encerrada sem exame de seu mérito a ADI, o processo para a escolha do novo Conselheiro poderá ser retomado com as candidaturas já inscritas pelo procedimento aqui arguido como inconstitucional. Ou seja, ter-se-à a burla da decisão cautelar e da jurisdição constitucional”, argumenta o partido. (Leia a íntegra aqui)

Além deste ponto, o Solidariedade apresenta a Dino outros pontos ainda não esclarecidos, e pede que todas as partes e interessados sejam novamente instados a se manifestar neste novo pedido.

Com este novo capítulo, Flávio Dino pode:

  • extinguir todo o processo, sem receber este novo requerimento do Solidariedade;
  • reconhecer o novo pedido, chamar as partes a se manifestar e decidir pela extinção;
  • receber o novo Incidente Processual e encaminhar toda a ação para decisão do Pleno.

Em qualquer um dos casos, a Assembleia terá que esperar o segundo semestre para a escolha do novo membro do TCE-MA.

É simples assim…