3

PMs podem estar por trás de sumiço de PMs em Buriticupu…

De acordo com testemunha, dois oficiais e dois praças estariam envolvidos no desaparecimento de um cabo e de um soldado, em um esquema que, segundo apurou o blog, envolveria roubo de veículos, de cargas e assalto a bancos na região

 

os dois praças da PM desaparecidos há mais de dois meses: mistério

Ao que tudo indica, membros da própria Polícia Militar podem estar envolvidos no desaparecimento dos policiais militares Carlos Alberto Constantino Sousa e Júlio César da Luz Pereira, caso ocorrido em 17 de novembro de 2016.

De acordo com uma testemunha já ouvida pela Polícia Civil – que mantém o caso em segredo de justiça – os dois PMs foram levados de casa por outros dois policiais militares. No mesmo dia, a testemunha foi procurada pelo dois oficiais (um tenente e um major), que a “aconselharam” a manter silêncio sobre o caso.

Um áudio das declarações da testemunha, já legendado e com imagens, foi publicado no blog do jornalista Silvan Alves. (Ouça abaixo)

É visível o constrangimento do comando da PMMA sobre o assunto, que pode envolver uma quadrilha especializada em roubo de cargas e veículos, assaltos a bancos e tráfico de armas.

O sumiço dos dois policiais teria por motivação a apreensão de uma caçamba, sem ordem judicial, em Buriticupu, o que chamou atenção para outras práticas criminosas ocorridas dentro da própria companhia de Polícia da região.

Nem a delegada responsável pela investigação, nem o comandante da PM falam sobre o assunto.

E o mistério só aumenta…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Fica difícil combater a criminalidade com bandidos dentro da própria polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *