5

Edilázio diz que Flávio Dino não cumpriu promessa de campanha…

Parlamentar lembra na Assembleia que governador anunciou a venda da Casa de Veraneio para construir hospital do câncer no Maranhão; imóvel foi reformado para abrigar crianças e adolescentes

 

Edilázio aponta incoerência de Flávio Dino e engodo à população

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) apresentou na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira, 3, mais uma promessa de campanha não cumprida pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

– O governador Flávio Dino passou toda a campanha dizendo que ia vender a Casa de Veraneio e ia investir esse dinheiro na saúde pública do estado, e assim ele não fez. E quando nós vamos falar desse projeto Ninar, ele se encontra no metro quadrado mais caro de nossa capital. Ali os vizinhos da Casa Ninar não vão utilizar, todos têm condição de pagar um particular se, por ventura, tiverem um filho com a microcefalia ou com alguma deficiência. Quem vai precisar do Projeto Ninar é quem está na periferia, é quem está na zona rural, é quem está no interior do estado e vai ter toda essa dificuldade para se deslocar até a antiga Casa de Veraneio – disse, referindo-se ao projeto criado pelo governo na casa de veraneio, cuja venda serviu como mote de campanha do governador.

Posta à venda no início do mandato de Dino, casa de veraneio vai virar casa para atendimento a crianças com microcefalia

Sem entrar no mérito da importância do projeto Ninar, Edilázio ressaltou que a venda da casa – como anunciada pelo próprio Flávio Dino – serviria para abrigar dezenas, ou até centenas, de outros projetos deste tipo.

– Aqui a matemática é bem simples, se [a casa] fosse vendida, quantos projetos Ninar dava para fazer no Maranhão todo? Quantos prédios davam para ser construídos em todo o Maranhão? Vendia a casa de veraneio e construía, podia ser no Olho D’água, com o metro quadrado muito mais em conta, construía um em Imperatriz, um em Balsas, um em Bacabal, um em Açailândia, um em Chapadinha, deputado Levi Pontes, construía pelo menos uns oito projetos Ninar só com um que ele está colocando aqui na ponta D’Areia, no metro quadrado mais caro do Estado. Então, fica aqui apenas o meu repúdio à hipocrisia do governador Flávio Dino e o discurso fajuto do governo – concluiu.

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Ele até tentou vender a casa não conseguiu resolveu dá um destino social deve ser aplaudido
    Aquela casa valia uns 20 milhões
    É muita grana quem hoje dá 20milhoes numa casa?
    Acho q nessa crise mesmo q tem essa grana não compra

  2. Aquele Prédio do Ministério Público do Trabalho funcionando em pleno Calhau de frente para o mar e outros órgãos públicos funcionando na avenida do Holandeses são exemplos claros de improbidade administrativa. São gastos desnecessários com o dinheiro do cidadão.

    Poderiam funcionar muito melhor em um bairro mais barato. Economizar não é uma opção desses administradores.

  3. Para todos os lados que o cidadão se vira se depara com aberrações como aquela de ter o Ministério Público do Trabalho funcionando num prédio suntuoso de frente para o mar num local onde o trabalhador pouco tem acesso.
    Lamentável!

  4. Quantos a Roseana construiu mesmo? Ah, sim. Ela não vendeu a Casa de Veraneio também…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *