3

Oposição aponta dados “fantasiosos” da segurança do Estado e culpa Governo por onda de crimes

Eles apontam que Governo usa da omissão para macular informações. Monitor da Violência do G1 não apresenta dados do último trimestre da segurança pública da administração dinista.

Dino e seus aliados são acusados de “maquiar” resultados da violência. Enquanto isso, população sofre com a insegurança

De O Estado

Representantes da oposição no Legislativo Estadual questionam, segundo eles, os dados “fantasiosos” do Governo do Maranhão que apontariam para uma redução – desde 2014 no número de homicídios em São Luís. De acordo com parlamentares, os critérios para a construção e apresentação dos números são discutíveis e não refletem o atual cenário da cidade, que ainda sofre com onda de crimes, dentre eles, o triplo homicídio registrado na sexta-feira (4) de jovens na comunidade Mato Grosso, zona rural da Ilha, que envolveu um agente da Polícia Militar.

Uma das críticas feitas por representantes da Assembleia Legislativa do Maranhão é quanto à transparência do saldo de crimes mês a mês nos veículos de divulgação ligados ao Governo ou em outros canais. Uma destas omissões foi confirmada por O Estado. No Monitor da Violência do G1 – que cataloga periodicamente os crimes registrados em todos os 26 estados da federação e no Distrito Federal – não constam os dados de mortes violentas no território maranhense do último trimestre do ano passado. Questionada, até o fechamento desta edição, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) não emitiu parecer.

Segundo o deputado Adriano Sarney (PV), não há clareza do Governo do Maranhão quanto às políticas de segurança pública. “No portal G1, por exemplo, citado pelo governador do Estado, Flávio Dino e por seus aliados não há qualquer referência quanto às promessas cumpridas ou não na área da segurança pública. Trata-se de um governo sem transparência e critério na condução de um tema tão importante para a população”, disse.

De acordo com o deputado, os números recentemente divulgados pelo Governo e que apontariam para a redução dos homicídios na Região Metropolitana não refletem a realidade. Para ele, os cidadãos na capital e nos demais municípios convivem com aumento na sensação de insegurança, retratada pela onda de assaltos a bancos nos últimos meses e por bárbaros assassinatos. “Não adianta o Governo com sua propaganda retratar outro cenário. A realidade do Maranhão é a população amedrontada, sem ter condições de sair de casa com segurança e vivendo em um estado manchado nacionalmente com casos e mais casos de violência”, frisou.

Até ontem, Monitor da Violência não continha todos os dados do ano passado do Governo

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Dados fantasiosos ? São dados oficiais e além disso, são confirmados por instituições independentes. O desespero de vocês é latente, e por falta do que falar e criticar inventam, chifre na cabeça de cavalo. Marco tu já saiu da MIRANTE seja menos subserviente. Por favor !!!

  2. A OLIGARQUIA DESACREDITADA E SEUS PUXA-SACO ESTÃO DESESPERADOS APÓS DUAS DERROTAS ACACHAPANTES PARA DINO !! CHUPA, MALDITO!!!

  3. se for investiga as queimadas de onibus de 2014 no periodo eleitoral vao descobrir muita coisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *