2

Suposto hospital de Imperatriz é fanfarronice política do governo Flávio Dino…

Louco pela disputa de 2020, secretário Cleyton Noleto anuncia obra em terreno que ainda sequer foi desapropriado, numa clara intenção de gerar fatos que viabilizem seu projeto eleitoral

 

NOLETO ANUNCIA BRAVATA EM IMPERATRIZ com obra de hospital que sequer tem local para ser construído

Fanfarrão é aquele que alardeia coragem sem ser corajoso, aquele que conta bravatas.

E foi exatamente isto que que aconteceu na ação do governo Flávio Dino (PCdoB), capitaneada pelo secretário de infraestrutura, Clayton Noleto, nesta sexta-feira, 8, ao lado do hospital Macrorregional de Imperatriz.

Em nome do governo comunista, Noleto alardeou a construção de um hospital que sequer tem um terreno para iniciar as obras.

Nem mesmo o Decreto de Utilidade Pública assinado pelo governador foi publicado ainda.

Para garantir a pose do terreno, o governo precisa do processo de desapropriação, que às, vezes, dura anos. Só depois abre-se a licitação, e se inicia a obra.

Em outras palavras, o tão falado hospital deve ser apenas um mote de campanha em Imperatriz, nada mais.

O governo que anuncia o novo hospital é o mesmo que fechou um hospital de 20 leitos no município; e o mesmo que deu de ombros para o incêndio do Socorrinho, semana passada.

Essa cegueira não se percebe somente na saúde; na infra estrutura também.

Enquanto os imperatrizenses sofrem com os buracos e a lama na periferia, vem a pergunta: cadê o mais asfalto, que tanto atuou no período eleitoral, principalmente na periferia?

A história eleitoral de Imperatriz já demonstrou que seu povo sabe identificar um fanfarrão.

E eles surgem a todo momento…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. SERÁ QUE É ALGUM LARANJA, DO EDUARDO DP, QUE IRÁ REALIZAR ESSA OBRA?
    ESSE AÍ E DP, AINDA VÃO DAR MUITA DOR DE CABEÇA PRA O GOVERNADOR.

  2. Esse destrambelhado governo não tem competência pra elaborar ou sequer supervisionar a elaboração de um Projeto Básico preciso para um hospital dessa magnitude! Vão já licitar com um surrado e ilegal Regime Diferenciado de Contratação – RDC ou com um Sistema de Registro de Preços (contratos guarda-chuvas). A licitação também, de antemão, é um jogo de cartas marcadas com empresas laranjas de correligionários do secretário. É assim mesmo, o governo de todos nós não se emenda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *