0

De como a base dinista trabalha para tirar Duarte Jr. do páreo de 2020…

Por mais que o deputado do PCdoB se esforce, não consegue agradar nenhuma das lideranças que compõem o grupo do governador Flávio Dino; e pode ficar mesmo fora da disputa pela sucessão do prefeito Edivaldo Júnior

 

DUARTE JÚNIOR TENTA MANTER AS APARÊNCIAS NA RELAÇÃO COM FLÁVIO DINO, mas o fato é que ninguém o tolera na base do governo

Blogs e jornais divulgaram nos últimos dias dois movimentos do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL): um em direção ao senador Weverton Rocha (PDT); outro com o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB).

Sabe-se que tanto Josimar quanto Weverton e Othelino são declaradamente candidatos a postos majoritários nas eleições de 2022 – governador ou senador. A junção dos três pode significar a formação de uma chapa completa para a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).

Outro movimento que ganhou repercussão – inclusive do blog Marco Aurélio D’Eça – foi o rumor segundo o qual o PCdoB estaria discutindo uma nova opção de candidatura em São Luís, descartando os atuais pré-candidatos Rubens Pereira Júnior e Duarte Júnior. (Relembre aqui)

Os três movimentos políticos, tanto o de Josimar com Weverton e Othelino quanto o do PCdoB, atingem diretamente – planejadamente ou não – o deputado Duarte Júnior.

E mostra claramente que todos os movimentos dos aliados de Flávio Dino são para tirá-lo da disputa, pouco importando seus índices de intenção de votos nas pesquisas.

Para entender, basta seguir a lógica:

1 – Weverton e Othelino têm antipatia ao deputado comunista; e não fechariam qualquer tipo de acordo político-eleitoral com Josimar de Maranhãozinho sem levar em conta os interesses de 2020 do PL, partido que Duarte sonha em se filiar.

2 – Não faz sentido que um partido como o PCdoB, que tem um candidato com até 14% de intenções de votos e outro com menos de 1%, decida abrir mão dos dois ao invés de assumir o primeiro.

Está cristalino como água que ninguém na base tolera a possibilidade de ter Duarte júnior como candidato a prefeito.

A APROXIMAÇÃO ENTRE JOSIMAR DE MARANHÃOZINHO E OTHELINO NETO PODE SIGNIFICAR MAIS PORTAS FECHADAS PARA DUARTE, inclusive já nas eleições de 2020

O blog Marco Aurélio D’Eça tem apontado há tempos que o caminho, natural e único, para o deputado comunista é o PRB, do vice-governador Carlos Brandão. (Entenda aqui, aqui ou aqui)

Resta saber se Brandão corre mesmo em faixa própria, com projeto independente para 2022, que passe por 2020; ou se vai continuar atrelado aos interesses da base, evitando contrariar o projeto coletivo da meninada para a sucessão de Flávio Dino.

A decisão de Brandão significa o futuro de Duarte Júnior; e Duarte Júnior pode significar o futuro de Brandão.

É simples assim…

0

Hilton Gonçalo incentiva pré-candidatura de Benedito Coroba em Itapecuru-Mirim

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, vem articulando uma série de candidaturas a prefeito e vereador em diversos municípios maranhenses. Nesta segunda-feira (21), ele esteve reunido com Benedito Coroba, que é pré-candidato a prefeito de Itapecuru-Mirim.

Hilton vem sendo um dos incentivadores da pré-candidatura de Coroba para comandar a cidade de Itapecuru-Mirim, que passa por muitos problemas e vive uma crise institucional com tantas denúncias na justiça do atual e últimos prefeitos.

Benedito Coroba foi deputado estadual na década de 90 e duas vezes candidato a prefeito antes de ser aprovado em concurso público para o Ministério Público do Maranhão. Em setembro de 2018 aposentou-se e voltou à advocacia.

0

O cacife de Neto Evangelista em São Luís…

Único candidato da base governista a reunir a um só tempo força eleitoral, garantia partidária e poder de agregação, deputado estadual do DEM emerge da pesquisa Escutec como a opção mais consolidada para o confronto com Eduardo Braide

 

NETO EVANGELISTA REÚNE CACIFE POPULAR, FORÇA PARTIDÁRIA E PODER DE AGREGAÇÃO AO MESMO TEMPO, o que o torna forte candidato na base governista

Ao seu modo, o deputado estadual Neto Evangelista (DEM) vai construindo um cacife eleitoral que o credencia à disputa de 2020 em São Luís muito mais do que qualquer outro candidato da chamada base governista.

Evangelista tem, a um só tempo, garantia partidária para a candidatura, capacidade de agregação e, principalmente, força eleitoral capaz de levá-lo ao segundo turno.

Neto emergiu da pesquisa Escutec com índices que vão de 8,8% a 11,5%, superando Wellington do Curso (PSDB) e já dividindo a segunda posição com Duarte Júnior (PCdoB).

A vantagem para Evangelista é que o adversário do PCdoB não tem qualquer garantia partidária; pelo contrário, é praticamente hostilizado no partido. Além disso, Duarte Júnior não é o que se pode chamar de simpático aos aliados.

Tudo isso torna Neto Evangelista o principal nome da base do grupo Flávio Dino/ Weverton Rocha para São Luís.

Com poder, inclusive, de fazer os cabeças do grupo repensar o projeto eleitoral de 2020…

0

1/3 do eleitorado já vê Braide como próximo prefeito de São Luís…

Pesquisa da Escutec perguntou ao morador da capital maranhense quem, no seu entendimento, será eleito em 2020: 30,1% registraram que será o deputado federal do PMN

 

EDUARDO BRAIDE JÁ ESTÁ NO IMAGINÁRIO POPULAR COMO FUTURO PREFEITO DE SÃO LUÍS; Esta consolidação de voto torna sua posição quase intransponível

Um dos principais dados da pesquisa Escutec divulgada no fim de semana pelo jornal O EstadoMaranhão é a consolidação de votos de cada candidato.

E neste quesito, o deputado federal Eduardo Braide (PMN) torna-se praticamente imbatível.

O Instituto perguntou ao eleitor: “Independentemente do seu voto, quem, na sua opinião, será o próximo prefeito de São Luís?”.

Nada menos que 30,1% do eleitorado já tem na cabeça que será Braide.

Para efeito de comparação, o segundo colocado neste quesito é o deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), que aparece com distantes 2,4%.

A consolidação do voto em Eduardo Braide pode ser medida também pelo cenário espontâneo da pesquisa Escutec. Nada menos que 25,2% do eleitorado citam Braide como candidato, mesmo sem ter em mãos a lista de candidatos.

Tudo isso, somado à baixa rejeição, torna o candidato praticamente imbatível no processo eleitoral de 2020, sobretudo diante dos erros sistemáticos dos adversários.

Mas esta é uma outra história…

2

“Vou disputar mesmo a Prefeitura de São Luís”, garante Yglésio…

Deputado estadual diz que está disposto a enfrentar todos o obstáculos para viabilizar sua candidatura na capital maranhense; e acredita estar no mesmo patamar de todos os pré-candidatos para chegar ao segundo turno

 

DR. YGLÉSIO TEM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA VIABILIZAR SUA CANDIDATURA a prefeito de São Luís

O deputado estadual Dr. Yglésio (ainda no PDT) garantiu em conversa exclusiva com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, que apresentou dentro do tempo hábil e estratégico a sua candidatura a prefeito de São Luís.

A explicação foi uma resposta ao próprio blog, que apontou possível perda do timming na apresentação do nome do parlamentar. (Relembre aqui)

– Apresentei meu nome no tempo certo, pra que não haja recuo. Minha candidatura é pra valer e estou buscando formas de viabilizá-la partidária e eleitoralmente – afirmou Yglésio, que conversa com lideranças do Solidariedade e do Cidadania para compor uma aliança.

Na avaliação do ainda pedetista, as características da corrida eleitoral de 2020 – que apresenta um favorito e um segundo pelotão onde todos têm o mesmo patamar de intenção de votos – ampliam suas chances.

– Há um candidato com forte presença na mente do eleitor [Eduardo Braide (PMN)] e um grupo onde todos estão embolados; nesse grupo, quem tem 15 ou 10% t~em as mesmas chances de crescimento para chegar ao segundo turno – avaliou.

Apresentado como candidato há algumas semanas, Yglésio ainda não teve tempo de ser testado efetivamente nas pesquisas. Mesmo assim, apareceu em levantamentos da Econométrica.

Ele espera agora o resultado da pesquisa Escutec, prevista para amanhã no jornal O EstadoMaranhão.

 

0

Bolsonaro implode PSL e inviabiliza projeto do partido em São Luís

Presidente jogou à própria sorte a legenda pela qual se elegeu e deixou órfão de projeto eleitoral os aliados que estavam se movimentando pela sucessão do prefeito Edivaldo júnior

 

CHICO CARVALHO COM TADEU PALÁCIO E A MULHER, GARDÊNIA; partido perde importância sem a chancela de Jair Bolsonaro

O presidente regional, vereador Chico Carvalho, tentou atrair até o deputado federal Hildo Rocha (MDB) para a legenda.

Levou o ex-prefeito Tadeu Palácio e fez festa de pré-candidato a prefeito.

Sem falar no demais membros da legenda, como Allan Garcez e Maura Jorge, também cotados como opções para a prefeitura.

Todos eles estão órfãos, depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu atacar o próprio partido pelo qual se elegeu.

Sem o recall da eleição de Bolsonaro, o PSL perde qualquer importância que poderia ter nas eleições de 2020.

Ainda há tempo de alguns desses pré-candidatos buscar nova legenda.

E provavelmente eles assim o farão…

0

Jornal O Estado divulgará primeira pesquisa sobre sucessão em São Luís…

Levantamento deve ser conduzido pelo Instituto Escutec e deverá balizar o momento político faltando menos de um ano para o pleito na capital maranhense

 

O Instituto Escutec deve apresentar até novembro os números oficiais de sua primeira pesquisa sobre a sucessão em São Luís.

Os números devem ser divulgados no jornal O EstadoMaranhão.

As pesquisas Escutec tradicionalmente servem de base para definir os rumos da sucessão.

E a divulgação em O Estado costuma ser esperada com ansiedade pelos postulantes.

É a partir deste levantamento que os candidatos e a população começam a acompanhar os números e o quem é quem até a eleição.

Além desta, a Escutec deve fazer outro quatro ou cinco levantamentos até a eleição de 2020…

2

Yglésio entra no debate da prefeitura polarizando com Braide…

Às vésperas de trocar o PDT pelo Solidariedade, deputado que busca candidatura a prefeito de São Luís ocupa o vácuo deixado pelos demais candidatos, que parecem temer a discussão com o favorito na disputa

 

YGLÉSIO PODE OCUPAR UM ESPAÇO AINDA NÃO PERCEBIDO PELOS DEMAIS CANDIDATOS ao focar em Eduardo Braide como adversário a ser batido

O deputado estadual Dr. Yglésio Moyses (ainda no PDT) aproveitou o debate sobre os custos do Hospital do Câncer Aldenora Bello e iniciou uma trincheira de debate com o deputado federal Eduardo Braide (PMN).

Com a iniciativa, ele ocupa o vácuo deixado pelos demais candidatos, que preferem se lançar ao projeto de candidatura a prefeito fingindo a não existência de Braide.

E é exatamente por este silêncio dos oponentes que o deputado federal do PMN se mantém como favorito consolidado.

A estratégia de Yglésio é parecida com a do próprio governador Flávio Dino (PCdoB) em relação ao presidente Jair Bolsonaro (PSL): o comunista maranhense tanto fez que acabou por chamar a atenção; e hoje já polariza o debate presidencial.

Ao chamar Braide para a briga – sobretudo em um campo de seu conhecimento, que é o da saúde – Yglésio fatalmente se incluirá como opção de contraponto ao candidato do PMN, ainda que, em um primeiro momento, o adversário o ignore.

É também a forma de mostrar-se ao seu futuro partido, o Solidariedade, e se consolidar como opção única dentro da legenda.

E quando o outros candidatos abrirem os olhos, ele já poderá estar consolidado como a polarização com o favorito…

1

Partidos ainda enfrentam dificuldade para chapas proporcionais…

Fim das coligações obriga legendas a formar listas de candidatos capazes de garantir o total de votos necessários para entrar na disputa pelas vagas na Câmara Municipal

 

Vários partidos ainda enfrentam dificuldade para formação de suas chapas de candidatos a vereador, sobretudo pelo fato de que não poderão mais fazer coligação.

Esse impedimento da Lei Eleitoral dificulta a atração de interessados que possam garantir votos suficientes para entrar no rateio das vagas da Câmara municipal.

Legendas como Cidadania, PL, PCdoB, Avante, PSL e até alguns dos que já têm nomes para a prefeitura ainda não têm encaminhamento para as vagas de candidato a vereador.

Essa dificuldade pode atrapalhar, inclusive, o projeto dos atuais vereadores, que vão precisar de candidatos fortes, capazes de garantir os votos necessários.

Os partidos têm até julho de 2020 – muito tempo ainda, é verdade – para formar suas chapas proporcionais.

Mas a dificuldade de ter que encontrar nomes de peso torna mais difícil essa busca.

1

Leonardo Sá mostra força com lançamento de candidatura em Pinheiro…

Senadora Eliziane Gama e deputado federal Josimar de Maranhãozinho participaram do evento de pré-campanha do deputado estadual, que mobilizou o município no último sábado

 

O deputado estadual Leonardo Sá (PL) deu mostras de que vai brigar forte pela Prefeitura de Pinheiro, em 2020.

No último sábado, 12, a senadora Eliziane Gama (Cidadania) e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) estiveram no lançamento da sua candidatura.

“É importante que haja esta disputa, pois como deputado estadual Leonardo Sá tem se mostrado muito competente. É o que Pinheiro precisa”, avaliou a senadora.

Josimar de Maranhãozinho abrigou Leonardo Sá no PL exatamente para garantir a ele a candidatura em Pinheiro.