0

Crianças vítimas de violência sexual participam de atividades no Creas

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social é responsável por oferecer orientação e apoio aos indivíduos e as famílias com seus direitos violados

A infância é um período de grande desenvolvimento da criança, é nesta fase que são aprendidos os valores, conhecimentos sobre si e o mundo a sua volta. Com o intuito de oferecer apoio psicológico, psicopedagógico e de assistência social, o Creas, mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, desenvolve atividades contínuas com crianças vítimas de violência sexual. Na tarde da última quinta-feira, 25, mais de 20 crianças, que já sofreram abuso e já são acompanhadas pelo Centro, participaram da ação atividades lúdicas.

O abuso sexual na infância repercute na vida adulta, e, em geral, os abusadores são pessoas muito próximas, são aquelas que deveriam proteger, amar e educar, porém, transformam-se em algozes, que violam a inocência e destroem a fase mais linda da vida.

Reparar esses danos e construir uma nova história para esses pequenos são uma das atribuições do Creas.

A secretária de Desenvolvimento Social, Janaina Ramos cita os serviços da Sedes, que podem fazer o atendimento aos casos de abuso sexual.

“Nós temos em funcionamento no Município, vários serviços que podem atender a esses casos e encaminhar para o serviço mais específico. Entre eles, temos o Centro de Referência de Assistência Social, Cras; Centro de Referência Especializada de Assistência Social, Creas, que atende às crianças vítimas de violência sexual e suas famílias; Casa da Criança; Casa de Passagem; Casa Lar; Conselhos Tutelares e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, SCFV. Proteger e promover uma infância feliz e tranquila, é prioridade na gestão Assis Ramos”, informou.

“Como as crianças estão de férias escolares, foi desenvolvida uma atividade diferente, pois durante o ano trabalhamos com temas, como: cuidar do próprio corpo, quem são as pessoas que protegem, entre outros. E nesta atividade de férias, trabalhamos com dinâmica em grupo, com descontração, interação, lanche e lembranças, com o tema Criança Tem que Brincar”, informou. Ela explica que no Creas, os responsáveis pelas crianças também recebem orientações e acompanhamento”, diz Jucilene Reis, coordenadora do Creas, .

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *