0

Pitágoras diz que pagamento de tratamento de cadela será “nos próximos dias”

Em nota encaminhada ao blog Marco Aurélio D’Eça empresa reafirma compromisso com os cuidados de Neméria, informa que já acordou com a clínica a forma de pagamento e que “os trâmites estão em andamento”

 

CADELA NEMÉRIA APÓS ESPANCAMENTO E EM TRATAMENTO; abandono em clínica e repúdio de associações de defesa animal

A direção da Faculdade Kroton/Pitágoras, encaminhou Nota de Esclarecimento ao blog Marco Aurélio D’Eça em que reafirma compromisso com o tratamento da cadela Neméria, espancada por um segurança do campus Turu.

A nota é uma resposta ao post “Entidades denunciam Pitágoras por omissão  de socorro à cadela Neméria…” que revelou indignação da Associação Maranhense em Defesa dos Animais e a Ong Dindas Formiguinhas pelo abandona da cachorra que cuidou dos eu tratamento.

– O pagamento do tratamento da cadela Neméria está programado para os próximos dias, conforme acordado anteriormente com a clínica.  Os trâmites internos para o pagamento estão em andamento e com isso confirmamos nosso compromisso com a recuperação da cadela Neméria – afirma a nota.

Neméria foi brutalmente espancada por um vigilante da empresa GPS Sistemas de Segurança, que presta serviços na Pitágoras; a faculdade chegou a anunciar que arcaria com o tratamento.

– A faculdade informa também que tomou todas as providências cabíveis desde o início, incluindo o registro da ocorrência na Delegacia do Meio Ambiente, o afastamento do vigilante terceirizado, bem como o acompanhamento da recuperação da cadela – diz a nota.

O documento não informa quando serão “os próximos dias” para efetivação do pagamento.

Abaixo, a íntegra do documento da Pitágoras:

Nota de Esclarecimento

A Faculdade Pitágoras de São Luís – Campus Turu I – MA informa que o pagamento do tratamento da cadela Neméria está programado para os próximos dias, conforme acordado anteriormente com a clínica.  Os trâmites internos para o pagamento estão em andamento e com isso confirmamos nosso compromisso com a recuperação da cadela Neméria.

A faculdade informa também que tomou todas as providências cabíveis desde o início, incluindo o registro da ocorrência na Delegacia do Meio Ambiente, o afastamento do vigilante terceirizado, bem como o acompanhamento da recuperação da cadela.

A instituição reitera que repudia veementemente qualquer ato de violência contra animais e permanece à disposição para sanar quaisquer dúvidas adicionais.

 

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *