19

Dilma venceria de qualquer forma, mesmo sem os votos do Norte/Nordeste

Dilma, a presidente de todos os brasileiros

Não encontra respaldo na realidade a xenofobia de alguns  habitantes de São Paulo e do Sul do país contra os nordestinos, “acusados” de dar a vitória a Dilma Rousseff (PT) sobre José Serra (PSDB).

Desde domingo, paulistas e sulistas deflagraram uma guerra contra nordestinos, via redes sociais de Internet, porque consideram que foram estes – tidos como miseráveis analfabetos – que deram a maioria dos votos a Dilma.

Mas os números da eleição mostram que a afirmação não é verdadeira.

Dilma venceria a eleição mesmo sem os votos do Nordeste. E até mesmo tirando os votos do Norte, ainda assim ela venceria Serra.

Sem os votos do NE, a vantagem de Dilma sobre Serra seria de 1.873.507 votos.  Tirando também a região Norte da soma, a vitória da petista seria de 1.033.802 votos.

O intelectualizado, alfabetizado, industrializado, financeiramente independente e economicamente forte Sudeste impôs uma vantagem de Dilma sobre Serra de 1.630.614 votos.

Em outras palavras, apenas São Paulo, Rio, Minas Gerais e Espírito Santo deram a Dilma uma vantagem de 839.695 votos sobre aqueles obtidos pelo tucano no Sul e no Centro-Oeste – regiões onde ele venceu.

Portanto, com ou sem os nordestinos, Dilma Rousseff seria a presidente de todos os brasileiros.

Gostem ou não os paulistas e sulistas…

Marco Aurélio D'Eça

19 Comments

  1. Olha quem fala!! Eles elegeram o Tiririca Deputado… Não preciso falar mais nada, né??

  2. Primeiramente, Bolsa Família não existe só no N/NE e sim em todo o Brasil, gostem ou não os paulistas e sulistas. Porém, compete frisar que nem todos os irmãos sulistas possuem tal preconceito.

    Segundo, se o Centro-Sul é o que é economicamente muito se deve aos braços nordestinos, inclusive os do atual Presidente, que trabalharam e trabalham até hoje em prol do desenvolvimento do Sul Maravilha.

    Terceiro, cabe frisar que pobreza não existe só no N/NE. Será que os sulistas se esqueceram de que sob os viadutos e nos cortiços de SP, RIO, BH, possuem tantos miseráveis quanto numa cidade nordestina qualquer???

    Quarto, compete ainda frisar que, atualmente, existe uma Classe Média e Média Alta Nordestina com tanto Poder de Compra quanto a Sulista?? Será que eles não perceberam isso??? Existe sub-desenvolvimento no N/NE. Sim, ainda tem. Porém, hj em dia possuímos um Parque Industrial e Pólos Comerciais de dar inveja aos sulistas que são preconceituosos.

    Quinto, vale acrescentar que a CF de 1988 proíbe a discriminação e o preconceito de qualquer espécie entre os Brasileiros. Logo, a lamentável atitude da Srta. Mayara Petruso não passa de choradeira de pessoas que votaram no SERRA, que nem eu. Entretanto, não desconto em cima dos meus iguais. Se o Serra não se elegeu, fazer o que?? É arregaçar as mangas e aguardar pela eleição de 2014, com Aécio Presidente!!

  3. EI, VC VIU A EDIÇÃODO JORNAL PEQUENO DE HOJE?? FALA JUSTAMENTE DESSE SEU POST.

  4. Caro amigo.
    A matéria do Globo é mentirosa. Explico! Mais de 1/3 da população do sudeste é formada por nordestinos, o próprio Lula é nordestino, porém viveu a maior parte de sua vida em SP, no sudeste, juntamente com sua família.
    Ora, não se pode desprezar o fato de que se o nordestino que mora em SP vota na Dilma, e ele trabalha e envia dinheiro pra sua família que está no NE, que a família dele vá votar no Serra. Demais disto SP, em exemplo, é o Estado do Brasil com o maior número de pessoas que recebem o bolsa família.
    Indo mais além, vemos que no Norte não é diferente, mais de 40% da população do Norte é nordestina.
    Marcos. O Brasil nasceu onde? Em Porto Alegre?… Não. Foi na Bahia meu caro.
    O que a matéria pretende é nos despretigiar através de uma mentira, e pode bem se está praticando a xenofobia aos Nordestinos que não são os Sudestinos. Burramente! De outro lado, diz o Globo – ei Dilma voçê ganhou por causa de nós, olhe pra nós também, afina se o Nordeste não existisse voçê ganharia do mesmo jeito. Mentira!
    Demais disto, de 2007 a 2010 tem diminiuído o fluxo de migração de nordestinos para o sudeste, que hoje é 0,85% da população do NE por ano, antes de 2002 a 2007 este índice era de 1,5%. Está no PNAD (site do IBGE) .
    Pra voçê ter uma idéia, durante a crise de 2008/2009, as únicas regiões que tiveram aumento de empregos foi o NE e o N, o resto país teve diminuição nos postos de trabalhos. Os nordestinos estão indo menos pro Sul, Sudeste e Centro-oeste, isto é um dado que revela o crescimento econômico maior no Nordeste.
    Logo meu caro nós não fomos imprescindíveis à eleição dela.
    Ab.

  5. Fala como se não houvessem outros fatores, como o fato de São Paulo estar repleto de nordestinos, Minas Gerais contar com uma grande população beneficiada por programas assistencialistas (OS 2 Maiores Colégios). É inegável que muitos destes votos recebidos são frutos de uma alienação não muito nobre decorrente do assitencialismo. Democracia, essa menagem sim deve ser passada… a democracia é exercicio de cidadania e , portanto, construída de baixo pra cima, nunca de cima pra baixo (nos moldes petistas). Quando se puder receber assistencia do governo e, no mesmo passo, ter noção e exata consciencia de cidadania, aí o voto estrá imantado de justificação admirável. No mais, a política não é esse conto de fadas qual tu pregas (Politicagem é!). Zombas da ignorância alheia, ignorância jamais pedida, sempre fornecida! Sade, a realidade é muito mais, é dramática.

  6. Votei em Dilma, por falta de opção, não é criticando, é porque eu tinha uma simpatia pelas propostas de Marina Silva, é uma pena Lula ter a descartado do governo…
    mas enfim, não quero julgar Dilma, pois ainda não fez nada com seu cargo eletivo, eleita nos moldes da democracia, enfim, mas acabei de ler essa post no site do imirante:
    Dilma inclui Michel Temer na equipe de transição
    Além do vice eleito, do PMDB, coordenação terá Dutra, Cardozo e PALOCCI, do PT.
    PALOCCI, COMO ASSIM? ESSE CARA, LOGO ELE, POXA, QUER DIVULGAR QUE SEU GOVERNO VAI SER SACANAGEM?
    imagina, pior é que se ofendiam quando diziam que do lado dela estava ele e está mesmo…
    o pior vai compor, Marco, quando no Brasil vamos ter justiça? se roubo mano, devolva..porque o Brasil precisa…!!!
    sustentar essa ideia não vai dar certo!!!
    vamos parar de se acomodar e mexer nossos pauzinhos para melhorar…ninguém merece palocci…!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Marco, hoje o Jornal O Estado do MA no qual você trabalha disse o oposto, estranho né?
    acho que vcs precisam ter umas reuniões de pauta e definir quem está faltando com a verdade..
    como nossa governadora diz: “isso é uma inverdade”
    Inclusive foi capa do jornal do dia 02.11.2010…Com seguinte manchente: Região definiu a vitória de Dilma, Nordeste foi decisivo para vitória de Dilma(pag.02, Política), então quem está com os dados corretos?

  8. Marco Nosso CHEFE MAIOR ESTA VOLTANDO AGORA O MARANHAO VAI CRESCER E O SARNEY VOLTOU E O SARNEY VOLTOU!!!!

    VIDA LONGA AO REI SARNEY….

    O presidente do Senado, José Sarney (PMDB), sinalizou no Amapá (AP) que pretende retornar integralmente ao Maranhão, de onde saiu politicamente em 1990, quando transferiu o domicílio eleitoral da terra do poeta Gonçalves Dias para o ex-território transformado em Estado, pela Constituição de 1985. Em Brasília, fontes ligadas a Sarney asseguram que ele quer voltar ao Maranhão.
    Por dois motivos: primeiro, a filha Roseana Sarney (PMDB) volta ao governo dia 1º de janeiro de 2011. E como o presidente do Senado conversa apenas o “estritamente necessário” ao telefone, gostaria de estar mais perto da filha, para os eventuais “aconselhamentos.” Segundo, Sarney, aos 80 anos, quer dedicar-se mais à literatura, para escrever suas memórias.
    Não votou em governador
    Na eleição de domingo (31/10), Sarney não votou em nenhum dos dois candidatos que disputaram o governo do Amapá – Lucas Barreto (PTB) e Camilo Capiberibe (PSB), este eleito com 53,7% dos votos válidos. O PSB de Capiberibe e o PMDB de Sarney são da coligação nacional que elegeu Dilma Rousseff (PT) primeira presidenta do Brasil, com 56% dos votos válidos.
    Domingo (31/9), ao sair na escola Antonio Pontes, em Macapá, onde votou, Sarney revelou que votou apenas em Dilma, presidenta eleita. Não disse por que se absteve de votar para governador do Estado. Sarney elogiou a democracia como forma de governo e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Lula tem sido um grande administrador,” afirmou.
    Quanto às eleições para governador do Amapá, Sarney disse que o eleitor está bem informado, sabe escolher seus governantes. Para ele, o candidato que não corresponde aos anseios da sociedade é excluído do processo político. “O amapaense abraça, ama aqueles que trabalham pela coletividade. Os que os decepcionam recebem voto contra. Assim é a democracia,” afirmou.
    Maranhão
    Em Macapá, após sair da cabine eleitoral, Sarney reuniu-se com o prefeito Roberto Góes (PDT), voltou ao aeroporto de Macapá e embarcou num jato particular para o Maranhão, onde nasceu (município de Pinheiro) em 24 de abril de 1930. Há 56 anos que o clã dos Sarney domina a política maranhense. Tem inclusive um período de comunicação de massa formado por jornal, rádio e TV.
    Os críticos de Sarney afirmam que sua família enriqueceu na política, enquanto o Maranhão é hoje o estado mais pobre da região Nordeste, substituindo o Piauí, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O domínio do clã Sarney no Maranhão teve apenas o intervalo com a eleição de Jackson Lago (PDT) em 2007, derrotando Roseana.
    Lago e o vice-governador Luiz Carlos Porto (PPS) foram cassados em 2 de março de 2009 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que aceitou denúncia de compra de votos impetrada pela coligação de Roseana. Lago elegeu-se prefeito de São Luis por três vezes. Nas eleições para governador este ano perdeu para Roseana, que conquistou 50.08% dos votos.
    Ocaso politico
    Roseana disputou, além de Lago, com Marcos Silva (PSTU), Flávio Dino (PCdoB), Saulo Arcangelli (PSol) e Josivaldo Corrêa (PCB). Agora, aos 80 anos e meio, Sarney não quer mais dedicar-se ao processo político de Amapá. Seu terceiro mandato na presidência do Senado – marcado por diversos escândalos – termina no inicio de fevereiro de 2011. E o de senador em 2015. Sarney estará então com 85 anos.
    Sarney manterá sua liderança nos bastidores, zelando pelo futuro de políticos que criou, como o ministro Edson Lobão (PMDB), das Minas e Energia. O ocaso político do autor, entre outros, de O Dono do Mar, dará mais tempo ao escritor José Ribamar Sarney de Araújo Costa – membro da Academia Brasileira de Letras – para dedicar-se à literatura.

  9. Esse pessoal de São Paulo que fala mal de Nordestinos, via de regra moram (? ) lá pras bandas de São Miguel Paulista, Itaquera e/ou outras bibócas e são infinitamente mais fudidos que os nossos ” pobres” daqui do Maranhão.
    Só para refrescar a memória aos ricos Paulistas, lembro que o estado com maior número de beneficiários do Bolsa Familia é São Paulo, são cerca de 1 200 000 de familias beneficiadas.
    É mole? , é mas mesmo assim a Alexandra Gosta.

  10. Esperamos dias melhores para o Maranhão, e que fiquem quietos os perderores

  11. Só um comentario : Seu blog é um dos melhores e logo , logo se tornara o melhor…..continue assim e boa sorte.

    resp.: Obrigado, amigo. temnho consciência de que estou no caminho certo. De ser o diferencial, gostem ou não alguns invejosos. Obrigado, mesmo.

  12. Paulista é que não serve prá nada. Se não fosse nós nordestinos não seriam ricos. Quanto aos sulistas, o Maranhão está cheio deles, que estão vindo para cá derrubando nossa mata e plantando soja e cana, alem de expulsarem nossos pequenos agricultores de suas terras

  13. Grande D’eça, não tire de nós, nordestinos, o mérito de termos elegido Dilma, afinal de contas somos aproximadamente 6 milhões no eixo Rio- São Paulo!

    resp.; Não estou tirando nosso mérito. Tenho orgulho dele. Estou apenas dizendo aos paulistas que, mesmo sem o Nordeste, Dilma venceria de serra. portanto, é descabida e covarde os ataques deles.

  14. O que estão fazendo com os nordestinos via twitter é de uma covardia tamanha. Me admira muito que os orgãos competentes não se manifestem para punir essa xenofobia que só cresceu e ficou escancarada com o resultado das eleições. O Ministerio Publico e a OAB dormem quando deveriam agir ditante de fatos lamentaveis. Punição aos que pregam a morte dos nordentinos pela net simplesmente por termos dado uma vasta votação a Dilma. Acho que vcs jornalistas deveriam se unir e escreverem uma carta de repudio para ser postada em todos os veiculos de imprensa. Não se omitam diante dessa onda de odio que a eleição de Dilma causou, a imprensa serve também para gritar diante das injustiças, é o minimo que se espera de vocês (imprensa, OAB e demais orgãos). Vamos combater a xenofobia antes que seja tarde demais.

  15. Marcos,aqui em balsas o pref Chico Coelho traiu novamente a gov Roseana , votando em José serra para presidente . Agora acho que a gov. Vai escolher melhor seus aliados . Um abraço !!!!!!!!!!!!

  16. Serra é um vencedor.Ja foi Senador,Prefeito e Governador da maior potencia brasileira -São Paulo. Quem é derrotado é tu.É um fudido do Coroado/Coroadinho(tudo é a mesma merda).Se formou em faculdade particular,pois é INCOMPETENTE para estudar na pública(diz que passou na UFMA e nunca vi teu nome em relação nenhuma).
    Chama a imprensa do Sul/Sudeste de falida e vive escrevendo artigos dos grandes jornais dessas regiões e assistindo jogos das emissoras de lá,porque a que tu trabalha é fudida igual tu. És um derrotado porque torce pro Vasco que nao cansa de ser vice.
    Rapaz, digladiar contigo é peder meu tempo seu FELA DA PUTA.

    resp.: Olha só como um invejoso se manifesta! Se não olhou na lista, sugiro que và à Ufma e peça a relação dos aprovados no Vestibular/94 segundo semestre.

  17. Fico preocupado com generalizações….não são todos os paulistas que pensam de forma preconceituosa, Marco.
    Há pessoas maravilhosas por lá, em maior número até…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *