25

Fábio Gondin é servidor do Senado; servidores do Senado recebem salários antes do dia 25 de cada mês

Fábio Gondin não se preocupa com datas, mas os servidores maranhenses sim

Os servidores da Câmara e do Senado têm uma política salarial diferenciada em relação aos demais servidores federais. Os ganhos são maiores e os benefícios também.

Além disso, o salário está na conta sempre no segundo dia útil após o dia 20 de cada mês. Neste mês de janeiro, por exemplo, o dinheiro cairá no dia 24, uma segunda-feira.

O secretário de Administração e Planejamento do governo Roseana Sarney (PMDB), Fábio Gondin, também é funcionário do Senado. E como tal, tem este direito.

Mas para Gondin, os servidores maranhenses têm que esperar até o quinto dia útil do mês subsequente ao trabalhado para receber seus salários.

Gondin é o autor da decisão de mudar a tabela de pagamentos dos servidores.

Ele vai continuar recebendo seus vencimentos do Senado pouco depois do vigésimo dia do mês em que trabalha.

Mas os maranhenses terão que esperar até o mês seguinte para receber.

E, se quiserem, que dêem seu jeito de mudar as datas de suas contas…

Marco Aurélio D'Eça

25 Comments

  1. SÓ NO MARANHÃO:
    NO GOVERNO JACKSON A LEI DO CÃO (SUBSÍDIOS DOS SERVIDORES)
    NO GOVERNO ROSEANA (DOS SONHOS OU PESADELOS) TABELA DE PAGAMENTO DO CÃO.
    O QUE VIRÁ DEPOIS?

  2. É de lascar esse moleque Godim. Ele é Gordinho com seu polpudo salários do Estado e da União. O que ele veio fazer aqui é a desunião, a harmonia em que o Estado vinha pagando relegiosamente nossos salários. Agora a maioria dos funcionários vão pagar juros, taxas bancárias do BB que explora nós servidores com cobranças indevidas, além do fato de querer ter exclusividade em empréstimos consignados. Será que essa CONSIGNUM não é empresa Fábio Gondim lá no Senado Federal e veio para cá buscar seus lucros dividido com o BB? Eu tô é governadora não ter senntimentos com seus funcionários. Porque mexer numa tabela de pagto. que é sagrada para nós? Essa explicação dele com relação as transferencias federais de FPM, é uma desculpa deslavada para com o servidores do Estado. É PRECISO QUE A GOVERNADORA INTERVENHA NESTA SITUAÇÃO em que esse Fábio quer colocar os funcionários estaduais contra a Governadora. Bom mesmo ela tomar logo as providencias e dar um puxão de orelha nesse cabra saliente que veio para cá fazer asneiras com nosso religiosa contra-cheque. É UMA BURRICE A GOVERNADORA ACEITAR essa tabela. Eka deve agir logo, senão a receita na ARRECADAÇÃO vai cair, porque o pessoal da SEFAZ, vão fazer greve silenciosa, pode esperar. E aí o Planejameno desse Godim vai pra cucuia. Vários servidores estão se mobilizando para desarticular essa cabra. Ele poderá sofrer alguma coisa com essa medida que ele implantou? Não se sabe como pensa o povo revoltado. Para ele ter cuidado quando sair de casa. Olhar para os lados, ou onde estiver, porque tem muita gente que tá com uma secura nele por essa medida que ele tomou. Tô só avisando para a segurança particular dele. NUNCA SE SABE O QUE UM PAI DESESPERADO PODE FAZER. Avisa ele, caro D’ Éça. Volte atrais Fábio. Errar é humano e saber reconhecer seu erro é sabedoria em nome de todo funcionalismo Estadual que estão descontente com você.

  3. Começa, de certa forma decepcionando, o ilustre secretário, que aporta por aqui como um semi-deus. Pareceu, ao chegar, que trazia em sua bagagem as mais modernas técnicas da gestão pública. No entanto, o nobre secretário, toma, como uma de suas primeiras medidas, uma decisão antipática, e muito óbvia pro seu nome. Para resolver os problemas da pasta transferindo o ônus para o servidor ou para a população, não era necessário trazer alguém de fora. A turma daqui, faz isso muito bem. O bom gestor é aquele que consegue encontrar soluções simples para problemas aparentemente complexo. Se não é essa a sua fórmula, amigo secretário, acho melhor arrumar as malas, pois vai passar alguns vexames. Apesar de ainda receber o nome de ” Maranhão”, nossa terra, a muito não é mais de índios, embora ainda existam em algimas regiôes.

  4. Marco, o que vc acha das explicações concedidas pelo Sec. Gondin ao blogueiro Décio Sá:Explicações de Gondim
    O secretário Fábio Gondim (Planejamento) explicou ao blog porque mudou a data de pagamento de servidores para os primeiros dias do mês. Disse que como as parcelas do FPE (Fundo de Participação dos Estados) são depositadas nos dias 10, 20 e 30, os recursos desta última não eram utilizados no pagamento de pessoal – no dia 30 o dinheiro já tinha de estar depositado. Por conta disso, tinha de fazer a movimentação de várias contas do governo para o salário do servidor não atrasar.
    Agora, pergunto: como é que esta operação financeira dá prejuízo ao Estado?? E como é que o Senado Federal faz para pagar o rico salário do Deputado Gondim se não for pelo repasse orçamentário advindo da União?? Ademais, como é que o Douto Secretário pagará o salário de dezembro, visto que é o único salário pago dentro daquele mês?

    Resp.; A explicação é uma piada. Se o estado, que tem lastro financeiro e suporte para arrecadar tem estas dificuldades, imaginem o servidor público, que só tem uma fonte de renda? O que o Gondin fez foi tirar o probole,a dos ombros do estado – que deveria estar aí pra isso mesmo – e jogou nos ombros dos servidores.

    • Realmente, a explicação que ele deu não tem cabimento e nem base legal. Melhor seria ter ficado calado com seu erro de mudar a tabela dos funcionários.

  5. Depois da exclusividade dos empréstimos consignados ao Banco do Brasil, da modificação da data do pagamento do servidor público as baterias da Guerreira vão se voltar contra quem ou o que? E diz que o governo que tá só começando vai ser o melhor da vida dela. Servidores, Aguardem novas emoções!!!!!!…quá, quá, quá..rss

  6. Marco,

    Li a resposta do Gondim no blog do décio. É triste. Não tem justificativa aolguma. No entanto, se existisse, e se o último repasse do FPE é feito no dia 30, poderia ser esse o dia do pagamento. Não 5 dias depois.

  7. Caro D’eça nossa governadora sem dúvida vai reorganizar esse calendário de pagamentos do estado. e esse Godin não perde por esperar, será um dos primeiros a ser substituido nesse secretariado multicomplicado e equivocado em alguns nomes. Esse tal de gondin não deveria estar nessa pasta,pois aqui em são luis tem gente mais competente para decidir nossos assuntos e não trazer esses picaretas de brasilia, a capital das roubalheiras.

  8. Caro Marco:
    Este senhor, Robert Lobato, devia pocurar o que fazer ao invés de passar o dia conjecturando sobre candidaturas a uma eleição que só ocorrerá em 2012. Poderia, por exemplo, cobrar dos atuais administradores, seja do Governo do Estado, seja do Governo do Município, ações com vistas à melhoria da qualidade de vida. Deixe de pensar só naquilo.

  9. Marco, nem sei o que fazer com relação ao vencimento da prestação do meu carro. É que como o carro é financiado, todo o boleto (quase uma bíblia) já foi impresso e tá comigo. Liguei pro banco, nao tem como mudar a data do vencimento. Ai, olha so: a prestação custa 735,92, vencida dia primeiro de cada. Após o dia primeiro sem pagamento, juros de 73,00, mais 1,39 por dia. Ou seja: to lascado. Me responda, nao tem como a governadora rever isso? Eu sou um pobre, ganho pouco e tenho filhos pra criar, nao posso pagar tanto juro a troco da teimosia desse tal de Godim.

    • Luan, querido, é melhor vc trocar esse teu carro por outro, mais barato, pois eu percebo que o Secretário Gondin dificilmente mudará a tabela de vencimento dos servidores!!!

      Marco, e os demais Poderes(Judiciário, Legislativo, MPE, TCE)?? Eles são obrigados a seguir a tabela do Executivo ou podem pagar os respectivos funcionários normalmente???

  10. marcos,
    o Sr Fabio Gondin e Sr Carlos Magno usam carros alugados pelo gov do estado para passear durante os sabados e domingos….carro usado fds passado foi o vectra. Esses dois rapazes estao pintando e bordando com dinheiro publico…kd o MP?Eles podem ate entender de orcamento, mas da real condicao para fazer planejamento NAO ! Ainda de quebra o Sr fabio nomea como secretario adjunto o Sr Nilo Sergio, um cidadao que so vive para desenhar e falar mal da vida de todos na SEPLAN. Esse Nilo apronta com todos os funcionarios chegando a falar palavras de baixo calao….Sera que o Senhor fabio, sabe que o Sr Nilo Sergio usa a maquina da Secretaria para fazer atividades pessoais?

  11. É muito triste isso, essa mudança trará uma série de dificuldades para os servidores, vejam que Roseana foi eleita no 1º turno graças a 0.08%, ao passo que o número de servidores ativos e inaivos hoje no MA está em torno de 110mil! e não tenho dúvidas que a grande maioria votou em Roseana msmo não tendo recebido nenhuma correção na remuneração (todos os Estados da federação, menos o maranhão, cumpriram a lei e reajustaram a remuneração de sesu servidores) e aora, além de não termos nossas remunerações reajusadas como determina a lei, esse secretário vem comessa de alerar a data de recebimento…será que quebramos a cara em acreditar q este seria msmo o melhor governo de Roseana?

  12. Sou uma antiga funcionária do Estado, claro que já aposentada,e falo o que nunca se diz: o Governo Pedro Neiva de Santana , 1971/ 1974, foi quem iniciou a tabela anual de pagamento dos salários dos servidores. Os outros só mantiveram. O que se faz agora é uma sacanagem contra o servidor partindo de um Secretário que está acumulando ilegalmente o salário do Senado com a totalidade do salário de um Secretário de Estado, com Conselho e tudo mais. Como o Governo do Maranhão ainda faz o ressarcimento do que ele recebe do Senado, é o servidor mais caro existente no Estado.

  13. desde do começo, quando mudaram as datas de pagamento dos salários dos servidores, disse que esse cidadão foi importando da burocracia senatorial brasiliense e sua indicação decorreu por ter acobertado os atos secretos do senado, ou seja, seu patrinho é josé sarney e para livrar-se do Burocrata madou-o para o Maranhão. Esse Secretário “Importado” não tem compromisso com ninguém, muito menos com os funcionários públicos. Ele recebe seu salário pelo Senado, que paga religiosamente no dia 20 de cada mes. Veio ao Maranhão para não fazer nada e morar em hotel, com tudo pago pelo erário estadual. os funcionários é que fiquem suas dívidas decorrentes do atraso salarial, pois, o Estado deve pagar os vencimentos até o dia 30 e não até o dia 05 de cada mes. Os servidores devem é se mobilizar para realizar uma greve de advertência. é um absurdo o que tá acontecendo!

  14. É….se esse rapaz quer mostrar trabalho que procure fazer algo responsavel não atrapalhadno e enrolando as vidas de milhares trabalhadores sofridos, tenho por exemplo as prestações do carro e do apastamento ante sdo fim do mês e agora? Pura sacanagem….

  15. Marco, vem cá, tua linguagem usada no texto abusou da ironia ou da resignação?? E, sinceramente, acreditas que a Gov. Roseana Sarney mudará a tabela de pagamento salarial, sabendo que o nobre Secretário receberá todos os meses, dentro de cada mês??

    Resp.; Pelo que tenho ouvido, nem todos os secretários concordam com a nova tabela. Se Roseana quiser ela pode revogá-la, mas não há indicativo disto.

  16. DO BLOG DO TEU AMIGO ROBERT LOBATO:

    Foi só este blog fazer uma saudável e democrática provocação para que o debate sobre 2012 viesse à tona – até com proposta de “unidade das forças oposicionistas contra o oportu-pragnatismo rastejante”.

    Esse termo exótico “oportu-pragnatismo rastejante” saiu da cabeça do ‘arquiteto’ Marcio Jerry, coisa de intelectualóide que fica nas mesas dos bares discutindo a pobreza e a miséria do povo, depois volta para casa num carro do ano e deita no gostoso travesseiro sob o clima ar refrigerado de um moderno splinter. Aliás, Jerry é daqueles que se acha o maior dos esquerdistas, marxistas, o gênio da articulação política, dono da verdade e tudo mais – Stalin também era assim!

    Mas deixemos Marcio Jerry de lado e passemos ao que realmente importa: a política.

    O blogueiro John Cutrim deu a senha para 2012: colocar no mesmo palanque João Castelo, Jackson Lago, Roberto Rocha, Edson Vidigal, Flávio Dino, José Reinaldo, Bira do Pindaré, Edivaldo Holanda etc, etc, etc.

    Nada mal a ideia, mas há uma dificuldade de origem: colocando cada líder desse um atrás do outro a vaidade chegará lá no Arroio Chuí! Ninguém se entende porque não há sequer um esbouço de projeto para discutir, não existe também o desejo (sincero) das forças oposicionistas em unirem-se. União em torno do quê? De quem? Para quê?

    As oposições, infelizmente, demonstram que nem o exercício democrático de “fazer oposição” sabem fazer. Disse e digo isso há um bom tempo.

    Qual a língua das oposições? Respondo: várias, e cada líder oposicionista fala a sua própria lígua e não entende a língua do outro. João Castelo fala chinês; Zé Reinaldo fala grego; Flávio Dino fala russo; Roberto Rocha fala Latim; Edson Vidigal expressa-se em javanês; Bira do Pindaré fala português, mas não entende nada o que Edivaldo Holanda diz porque o pastor fala em aramaico. E por aí vai.

    O que parece é existir uma espécie de “pacto de elites”, onde os papéis de cada um são bem acertados e definidos, sabe-se lá onde.

    Resumo da ópera: as oposições vivem numa verdadeira Torre de Babel, sem projeto, sem tolerância e sem respeito uns com os outros. Falta competência, sobram vaidades e muita depressão.

    Que me perdoem meus amigos de oposição que merecem o meu respeito.

  17. E esse caboco é secretario do Gov. do Maranhão, e ainda recebe dinheiro do Senado Federal, digo recebe, pois o mesmo não trabalha em Brasilia só faz receber, isso não é acumulo de cargos, MP nele. Isso é uma vergonha, um absurdo, uma afronta aos funcionarios publicos estaduais.

  18. Meu caro Marco,
    Não se faça de ingênuo. Quem manda no Estado é a Governadora, portanto…

  19. MARCO TU TE FAZ DE COITADINHO TU ACHA QUE A GOVERNADORA NÃO CONCORDOU COM ESTA MUDANÇA OU ELA NÃO MANDA EM NADA ME COMPRA UM BODE.

    Resp.; Mas quem está dizendo isso? A responsabilidade é dela, meu caro. Este blog nunca disse o contrário.

  20. Caro Décio,
    Você está completo de razão. Essa foi uma medida que só vem causar prejuízos ao funcionalismo. Até parece que esse secretário quer retroceder na administração do nosso estado. Outro exemplo: ele não repassou para o Tribunal de Justiça os recursos que eram previstos no orçamento de 2010 para o pagamento dos precatórios, o que nunca havia ocorrido em nosso estado. Na última segunda-feira, o presidente do TJ, Des. Jamil, reuniu com representantes da OAB/MA para tratar do assunto, a fim de evitar maiores consequências. Parece que o problema será resolvido.
    ANTONIO VICTOR / COHAMA

  21. Marco, Tu és gente boa, agora só ficar escrevendo textos sobre o arrogante e prepotente fabio gondim não vai adiantar quase nada.
    eu acho impossivel a governadora mudar a determinação do “estrangeiro” falta de compromisso e seriedade do governo roseana sarney com os servidores estaduais que votaram nas urnas possibilitando a roseana realizar “o melhor governo de sua vida”.
    a tabela do cão e a exclusividade ao banco do brasil dos empréstimos consignados são retrocesso na qualidade de vida do funcionalismo.
    GOVERNAR É CUIDAR DAS PESSOAS E NÃO PREJUDICAR A VIDA DOS FRACOS E OPRIMIDOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *