2

PSDB agoniza no próprio berço…

Ricardo Kotscho

O PSDB sempre foi um partido paulista e paulistano.

Desde que foi criado como uma dissidência da ala anti-Quércia do PMDB, nos anos 1980, sairam de São Paulo todos os seus candidatos à presidência da República: Mario Covas, em 1989; FHC, em 1994 e 1998; José Serra, em 2002 e 2010, e Geraldo Alckmin, em 2006.

Agora, a menos de um ano das eleições municipais de 2012, o PSDB não consegue encontrar um candidato viável a prefeito em seu berço paulistano.

Alijados do poder federal desde 2002, divididos internamente, sem novas lideranças e sem um discurso capaz de emocionar a maioria do eleitorado, os tucanos vivem um tempo de agonia, sem qualquer perspectiva de sair do buraco tão cedo. Continue lendo aqui…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. rsrsrrsrsrsrrs
    Hahahahahahaha
    HAHAHAHAHAHAHAHA
    KÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁKÁ

    Quer dizer que o PSDB agoniza em São Paulo por não estar e teoricamente não ter candidato a prefeito? Marco, Marco… Esse pateta diz que o PSDB tem “hegemonia em terras paulistas” com a autoridade que um asno fala das luas de Júpiter.
    Presta atenção, Marcão: Desde a redemocrartização do país o PSDB teve apenas um prefeito na capital do país. José Serra ficou cerca de 1 ano no poder. Que hegemonia é essa? Me conta aí…
    Sobre o fato de não ter “candidatos”, eu me rachei de rir aqui. José Serra, Aluizio Nunes (senador mais votado do Brasil em 2010) e Bruno Covas por acaso não são candidatos fortes?
    Na boa, esse Kotscho é um tremendo de um idiota. Aí você ainda me vem falar de Reinaldo Azevedo? Nunca o vi indo contra os fatos.
    Abraço, meu querido…

    Resp.: Também concordo que Kotscho seja um idiota, meu caro, assim como Reinaldo Azevedo. Linhares, meu caro, teses esqeurdistas e direitistas são apenas faces da mesma moeda. Como diz meu querido vereador Batista Matos, “muito ao Norte, já é Sul”.

  2. Quem acabou com o PSDB maranhense foi o incompetente do João Castelo, com uma administração sem rumo, sem precedentes. Buraqueira, IPTU abusivo, promessas não cumpridas, autoritário e vai por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *