4

A demorada investigação da Polícia Federal contra Pedro Meireles…

A Polícia Federal está há quase um ano investigando o delegado Pedro Meireles, acusado de envolvimento com a quadrilha de agiotas que mandou matar o jornalista Décio Sá.

O anúncio da abertura da investigação, divulgada sem citar o nome do delegado, foi feito no dia 26 de julho de 2012, mais de um mês depois de a quadrilha chefiada por Gláucio Alencar ter sido presa, quando vieram à tona as suspeitas contra Meireles. (Releia aqui)

Na sexta-feira passada, o superintendente da PF no Maranhão, Cristiano Sampaio, disse que  o caso ainda está em fase de apuração em sua superintendência.

– Existe um trabalho de apuração para que a gente possa definir responsabilidade, mas como o trabalho ainda está em curso, a Polícia Federal normalmente não fala das investigações em curso. Mas tão logo ela esteja concluída a Polícia Federal fará uma manifestação pública sobre isso – disse.

Prefeitos que depuseram à Justiça disseram ter sido vítimas de intimidação por parte do delegado da Polícia Federal.

Para fazer a investigação, a PF sequer afastou Meireles das funções. Ele continua atuando, no setor de combate a assalto a bancos.

Não há previsão de quando o inquérito contra ele seja concluído…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Quem não tem conhecimento do corporativismo das Polícias? Estão brincando de investigar esse picaretao Pedro Meireles e seu parceirao Advogado bandidao Ronaldete.E o presidente da OAB Macieira está mais para MACIOSA.Deixa tudo na moleza total.

  2. Com todo esse barulho o delegado Pedro Meireles (PF) continuou trabalhando normalmente em Santa Ines e região, (se divertindo mto tbm) e o povo? que se exploda!

  3. D’eça,
    Basta o caso de Paço do Lumiar, maior acervo de irregularidades com conivência desse delegado por silenciar em relação o que ocorria ali.

  4. Tenho a impressão que se não vier alguém de fora pra investigar isso ai não vai dar em nada. Me parece que abriram investigação apenas pra fazer de conta, dar satisfação à sociedade. Não é possível que em quase um ano de investigação com fatos tão notórios ninguém da PF tenha descoberto mais indícios ou descartado a participação desse delegado. Será que ao menos chamaram a namorada dele pra explicar aquela conversa por telefone com o advogado Ronaldo? Vai ficar um clima de descrédito perante a população a PF daqui se não der respostas à sociedade, e respostas urgentes porque assim passa a impressão que a coisa tá sendo abafada dentro do órgão.

Deixe uma resposta para EDGAR RIBEIRO Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *