0

Zé Reinaldo critica boato de que “poderá” desistir do Senado…

Ex-governador classifica informação de “Fake News”, diz que essas histórias se espalham devido à força de sua candidatura e questiona quem teria interesse em tirá-lo da disputa

 

José Reinaldo entrou no PSDB e teve a garantia de Roberto Rocha de que será candidato a senador

O deputado federal e ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB) negou uma suposta desistência da candidatura ao Senado Federal, divulgada por algumas páginas na internet.

O parlamentar nem cogita a possibilidade de recuar da candidatura, que já abriu mão por duas ocasiões: em 2006 – quando exercia o cargo de governador do Maranhão e abdicou da chance real de ser eleito ao Senado Federal para ser peça fundamental na vitória do médico Jackson Lago (PDT) – e, em 2014, quando Roberto Rocha (PSDB) disputou o cargo de senador, eleito a reboque da coligação de Flávio Dino.

“São notícias falsas e, apesar disso, acabam por revelar a força da minha pré-candidatura ao Senado. Se eu não tivesse apoio da população e das lideranças municipais, não haveria tanta boataria assim”, declarou o ex-governador. Tavares ainda deixou no ar uma pergunta: “a quem interessa essa mentira de que desisti da disputa?”

Ao filiar-se ao PSDB, o deputado federal foi saudado pelos dirigentes locais e nacionais como o futuro candidato ao Senado pela legenda.

Porém, nas últimas semanas, o deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) entrou na disputa interna pela escolha da candidatura.

Apesar das investidas, Waldir não teria o mesmo prestígio e reconhecimento de Reinaldo, ex-ministro dos Transportes, ex-governador, responsável por obras e projetos estruturantes no Maranhão e no Brasil, a exemplo da ponte que liga Imperatriz ao Tocantins, do elevado Alcione Nazaré, da Ferrovia Norte-Sul, da Transposição das Águas do Rio São Francisco, dentre outros.

Já houve quem acenasse com a acomodação de Waldir Maranhão na vaga de vice governador de Roberto Rocha como a melhor solução para acalmar os ânimos no ninho tucano.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *