0

“MDB deve superar a política tradicional”, diz Roberto Costa…

Deputado estadual e candidato à presidência da legenda diz que procura um outsider para a disputa de 2020 em São Luís; e cita o juiz federal Roberto Veloso e a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, como opções dentro deste perfil

 

Roberto Costa quer um novo MDB a partir de 2019, sem espaços para velhas políticas tradicionais

O deputado estadual Roberto Costa (MDB) fez ontem uma espécie de balanço da vida política maranhense e admitiu que o seu partido precisa se renovar nos métodos e nos conceitos.

Em conversa exclusiva com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, Costa disse que as lideranças emedebistas precisam entender que a política se renovou em todos os níveis e não há mais espaços para para posturas tradicionais.

– O recado das urnas foi claro; o recado da disputa no Senado, mais claro ainda. Lá, os jovens senadores derrotaram as grandes raposas históricas. É mais um rescaldo do que vem ocorrendo nas urnas desde 2016 – avaliou o parlamentar.

Candidato a presidente do MDB estadual, Roberto Costa disse que, se vencer, vai chamar personalidades de fora da política para representar o partido nas eleições de 2020.

Ele cita nomes como o do juiz federal Roberto Velo e da presidente do Iphan, Kátia Bogéa, que têm perfil de outsider’s, ou seja, de fora da política.

– Aqui mesmo no Maranhão, o MDB precisa repensar seu projeto e sua postura. O partido precisa ser independente, mas não fazer oposição por oposição. O momento é outro – pondera.

Com relação à disputa interna no MDB, Costa acredita que a data, prevista para o dia 17, deva ser adiada mais uma vez.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *