6

Privatização da BR-135 inclui transferência da duplicação…

A empresa que adquirir o direito de exploração da rodovia que corta o Maranhão terá também que arcar com uma obra que já dura quase 10 anos, o que pode levar a novas interrupções ou aumento de custos para motorista

 

O trecho da BR-135 até Miranda do Norte é um dos eu serão privatizados pelo governo Jair Bolsonaro, incluindo a responsabilidade pelas obras

O blog Marco Aurélio D’Eça divulgou nesta quinta-feira, 11, a decisão do Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (CPPI) que aprovou o processo de privatização das BR-135 e 316, duas rodovias que cortam o Maranhão.

A privatização incluirá, segundo documento do CPPI, o repasse da duplicação da BR-135, obra que se arrasta por quase 10 anos.

Serão privatizados dois trechos maranhenses da BR-135: entre Bacabeira e a localidade Outeiro – que compreende os km 51 e km 95 – e entre Outeiro e Miranda do Norte, entre o km 95 e o km 127.

São exatamente os trechos que já deveriam estar duplicados.

A inclusão da rodovia no Programa  Nacional de Desestatização (PND) leva a crer que o Governo Federal quer se desfazer destes trechos para se livrar das obras. 

A empresa que assumir a estrada assumirá também a realização de obras e serviços de duplicação, implantação e pavimentação de vias e recuperação, reforço, alargamento e construção de obras de artes especiais.

Em contrapartida, poderá cobrar pedágio de quem trafegar no trecho sob sua responsabilidade, que terá pouco mais de 76 quilômetros.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Marcos, vai acontecer o mesmo que fizeram com a BR-13, que entregaram para os tais “investidores”, que tomaram recursos do BNDES e construíram as praças de pedágios e não colocaram uma carrada de piçarra… Os produtores de soja contratam os pobres do caminhoneiros e estes é que assumem todos os custos rodando em péssima estrada pagando pedágios escorchantes e onde a coisa arruinou o Exército foi chamado a fazer as obras.
    Pode anotar: eles vão cobrar pedágio no trecho que já está duplicado e a obra de duplicação do que resta vai ser bancado pela vaca leiteira, o BNDES.
    Aquele trecho de Miranda até Caxuxa é uma pouca vergonha.

  2. Tu as vezes é até sensato nas críticas ao Presidente, mas essa foi demais. Você só pode é não viajar para ser contra o pedágio. Custo alto para o motorista é pneu furado, suspensão estragada, horas na estrada e vidas perdidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *