2

Pista de atletismo do Castelão é risco de vida para desportistas…

Combinada com a falta total de iluminação, a buraqueira do circuito pode levar a acidades graves dos grupos de atletas que se aventuram em treinos durante a semana no complexo abandonado pelo Governo do Estado

 

Mesmo com iluminação precária, atletas se arriscam a treinar nas pistas esburacadas de atletismo do Complexo Castelão

Correm risco de vida os atletas profissionais e amadores que se arriscam diariamente em treinos no Complexo Esportivo do Castelão, sobretudo nas pistas de atletismo.

Todas esburacadas e sem nenhuma iluminação, as pistas que já abrigaram provas de atletas olímpicos são hoje um risco para a vida de quem se aventura a treinar no local.

Grupos de atletas profissionais e amadores treinam diariamente nas trilhas formadas pela erosão dos morros que cercam o estádio de futebol e nas pistas de atletismo, mas correm sérios riscos.

– Não há qualquer iluminação e a pista está toda esburacada; o risco de queda ou de acidentes ainda mais graves é iminente para quem se arrisca por aqui – diz a pedagoga Lêda Lima, que faz parte de um grupo de atletas.

A escuridão é total para quem se arrisca a correr no que deveria ser uma pista profissional de atletismo em São Luís

Inaugurado no final da década de 80, o Complexo Esportivo do castelão reúne, além, do estádio de futebol, um ginásio poliesportivo, piscinas olímpicas e pista profissional de atletismo.

Mas hoje, à exceção do estádio, nenhum outro aparelho do complexo funciona.

E não há previsão do governo para obras no local…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Depois do Joaquim Haickel,que era atleta de basquete, a Sedel nunca mais teve um desportista no seu comando e os que são colocados atualmente nunca praticaram esportes e não sabem quantos lados tem uma bola. O complexo do Castelão,considerado um dos maiores e melhores do nordeste,está abandonado,com a quadra ao relento a anos,a pista de atletismo toda danificada ,a quadra de tênis sumiu,a pista de skates cheia de buracos,a piscina inacabadas,as grades estão enferrujadas e caindo,não existe mais os portões para dificultar entrada de estranhos,a iluminação que poderia ser maravilhosa para chamar atenção da beleza do complexo está as escuras, e serve de refugio para traficantes e ladrões e etc. Acho que o secretário tem que comprar um óculos para o governador,para que ele possa olhar com carinho esse lugar que é gerador de ajuda aos jovens a não caírem na marginalização e nas drogas. Agora,porque não abrir parcerias com a iniciativa privada e destinar cada setor para as empresas? Essa é a minha sugestão. Caso contrário digo:” Quem não pode com o poti,não segura na rodilha”,então é melhor entregar o cargo do que passar por incompetente no futuro.

  2. Esse secretário nunca foi desportista,não sabe quantos lados tem bola ou tem problemas de vista ou não tem competência para tirar do seu patrão dinheiro ou atrair parceiros para investir nesse complexo que é considerado o maior do nordeste. O ginásio está no chão a mais de um ano,a pista de atletismo ainda vai matar algum atleta,a iluminação geral do complexo é apropriada a marginais e ladrão ,as grades estão ficando enferrujadas e caindo e etc. Agora digo,”quem não pode com o poti,não segura na rodilha. É melhor pedir para sair ,do que passar por incompetente no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *